ROTEIRO DE FORMAÇÃO PARA O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃOI - INTRODUÇÃO1.1 – APRESENTAÇÃO DO FORMADOR:Milena SantosCoordenação ...
1.2 – APRESENTAÇÃO DA FORMAÇÃO:Temas: BASES PARA INTERCESSÃO (1º momento)   DIVERSIDADE DA INTERCESSÃO (2º momento)1.3 – I...
II – DESENVOLVIMENTO Iniciar com as orações sugeridas pela apostila:   Magnificat, pedir a proteção do Sangue de   Jesus,...
 Deve-se lidar   agressivamente com o  inimigo; Deixar de lado as imaginações, desejos e  situações particulares que voc...
RESUMINDO... As características das  orações dirigidas pelo Espírito Santo São de acordo coma vontade de Deus (I Jo  5, 1...
ORIENTAÇÕES E PRÁTICAS PARA O INTERCESSOR Freqüentar com assiduidade o grupo de  oração; Fazer algum tipo de jejum ao me...
 Ler e meditar a Palavra de Deus; Participar o maior número de vezes por  semana da Eucaristia e pelo menos uma vez  por...
2.2 – MEDITANDO NA ESCRITURA: a meditação   nos leva a maior profundidade na intercessão.a) Como estou me servindo desta p...
III – CONCLUSÃOOrientação : Buscar que cada vez mais o louvor sincero e verdadeiro brote do fundo de nossos corações, leva...
Encontro Diocesano de Formação - Ministério de Formação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Encontro Diocesano de Formação - Ministério de Formação

917 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
917
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Encontro Diocesano de Formação - Ministério de Formação

  1. 1. ROTEIRO DE FORMAÇÃO PARA O MINISTÉRIO DE INTERCESSÃOI - INTRODUÇÃO1.1 – APRESENTAÇÃO DO FORMADOR:Milena SantosCoordenação do G.O Servos no Espírito –Bragança - PAMinistério de Intercessão
  2. 2. 1.2 – APRESENTAÇÃO DA FORMAÇÃO:Temas: BASES PARA INTERCESSÃO (1º momento) DIVERSIDADE DA INTERCESSÃO (2º momento)1.3 – ITENS:a) Como tem sido nossa oração? Temos sido “dóceis” e livres no Espírito?b) Temos deixado o Espírito Santo conduzir nossas vidas (pensar, falar, agir, sentir...), não só gerando mudança de mentalidade/atitudes, como nos tornando um intercessor carismático?
  3. 3. II – DESENVOLVIMENTO Iniciar com as orações sugeridas pela apostila: Magnificat, pedir a proteção do Sangue de Jesus, Armadura do Cristão; Louvar ao Senhor pelo privilégio de assumir o mesmo ministério de Jesus; Certificar-se de que o seu coração está limpo diante do Senhor; Reconhecer que é somente quando o Espírito Santo de Deus intercede em nós e por nós, somos intercessores;
  4. 4.  Deve-se lidar agressivamente com o inimigo; Deixar de lado as imaginações, desejos e situações particulares que você acha que deve orar; Louvar ao Senhor na fé, pelo momento especial de intercessão que está acontecendo; Ficar em profundo silêncio; Ser obediente na fé, crendo em tudo que o Senhor lhe revelar;
  5. 5. RESUMINDO... As características das orações dirigidas pelo Espírito Santo São de acordo coma vontade de Deus (I Jo 5, 14-15) Glorificam o Pai pelo Filho (Jo 14-3) Têm por base a palavra de Deus (Jo 15-7) Têm origem num coração limpo (Tg 1-6 ) São em nome de Jesus (Jo 14-14) Trata-se de orações poderosas e eficazes.
  6. 6. ORIENTAÇÕES E PRÁTICAS PARA O INTERCESSOR Freqüentar com assiduidade o grupo de oração; Fazer algum tipo de jejum ao menos 01 vez por semana; Revestir-se diariamente da armadura do cristão; Rezar diariamente o Rosário e o Magnificat; Louvar ao Senhor sempre; Ter uma vida de oração pessoal e escuta;
  7. 7.  Ler e meditar a Palavra de Deus; Participar o maior número de vezes por semana da Eucaristia e pelo menos uma vez por mês a Confissão com um sacerdote;DIVERSIDADE DA INTERCESSÃO (2º Momento)2.I - LOUVOR E ADORAÇÃO A DEUS: o louvor derruba as muralhas mais resistentes que se levantam contra o conhecimento de Deus.
  8. 8. 2.2 – MEDITANDO NA ESCRITURA: a meditação nos leva a maior profundidade na intercessão.a) Como estou me servindo desta palavra?2.3 – LIBERTANDO DO FARDO DA INTERCESSÃO: Entregar à Deus o que é de Deus.2.4 – ORANDO NO ESPÍRITO SANTO: deixar-se ser controlado pela ação transformadora do Espírito.
  9. 9. III – CONCLUSÃOOrientação : Buscar que cada vez mais o louvor sincero e verdadeiro brote do fundo de nossos corações, levando a uma oração no Espírito com abundância de carismas (línguas, profecia, palavras de sabedoria e ciência).Convite a Oração: Mt 6, 7-12

×