Caridade como entendia Jesus

885 visualizações

Publicada em

"As imagens de ilustração utilizadas são materiais de circulação na internet. Por favor, em caso de violação de direito autoral entre em contato o quanto antes."

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
885
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
63
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caridade como entendia Jesus

  1. 1. * Conforme pergunta 886 de O livro dos Espíritos
  2. 2. a- BENEVOLÊNCIA para com todos;;
  3. 3. a- BENEVOLÊNCIA= boa vontade para com alguém; disposição bondosa de promover a felicidade e prazer na prática de boas ações.
  4. 4. b- INDULGÊNCIA para com as imperfeições dos outros;;
  5. 5. tolerância , disposição para desculpar. b- INDULGÊNCIA=
  6. 6. c- PERDÃO das ofensas;;
  7. 7. c- PERDÃO= Indulgência, desculpa.
  8. 8. Uso da caridade Uso da caridade
  9. 9. a- Material: pão agasalho abrigo Recursos financeiros
  10. 10. b- Mental: Prece, vibrações, ondas mentais em favor de pessoas.
  11. 11. c- Verbal: Silêncio ou suavidade nas palavras, consolo, entendimento, com amor.
  12. 12. d- Passiva: Silêncio diante da ofensa, atenção diante de um desabafo.
  13. 13. d- Gestual: Atitudes, abraços, postura, afago, carinho, sorriso, aperto de mão.
  14. 14. e- Mediúnica: Amparo a encarnados e desencarnados.
  15. 15. CaridadeCaridade IntegralIntegral Caridade é sempre o bem ao nosso alcance
  16. 16. “Fora da caridade não há salvação” Caridade: benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros, perdão das ofensas. (LE,886)
  17. 17. A Caridade
  18. 18. Síntese do item Caridade do Livro: Doutrina Espírita no Tempo e no Espaço 800 verbetes especializados – A.Merci Spada Borges Revista Internacional de Espiritismo, outubro/2002
  19. 19. A caridade consiste na benevolência constante, para com o próximo;
  20. 20. É tolerância moral, conforto e prece pelos que sofrem;
  21. 21. É saber ouvir os aflitos e desesperados;
  22. 22. É perdão mútuo entre parentes, colegas e amigos;
  23. 23. Também abrange o socorro material a quem necessita;
  24. 24. É virtude fundamental:
  25. 25. Existe em pensamentos, palavras e atos:
  26. 26. É a indulgência para com as imperfeições alheias.
  27. 27. É a antítese do egoísmo;
  28. 28. Aplica-se a todas as relações pessoais e coletivas.
  29. 29. É a base, a pedra angular de todo edifício social.

×