Mônica Carvalho Franco         Psicóloga. carvalho1978@gmail.com        Junho/2012
   Psicóloga, formada pela Universidade de    Alfenas ;   Pós-graduada em Psico-Oncologia pelo    Hospital do Câncer em ...
   História
Secagem das folhasde cocaNão deve exceder 3dias após a colheita,quando então oprincípio ativocomeça a se degradar
   A pasta crua/marrom é    dissolvida em ácido sulfúrico   Depois recebe permanganato de    potássio e água   A soluçã...
   A pasta recebe éter    etílico, originando    um precipitado, que    é descartado por    filtração   O filtrado    re...
   Esse precipitado é    aquecido e    desidratado,    originando o    cloridrato de    cocaína ou cocaína    refinada
   Para conseguir o crack, o    cloridrato de cocaína é    aquecido em meio aquoso   A solução recebe    bicarbonato de ...
   Os cristais de cocaína vão    se solidificando,    conforme a evaporação    da água da solução   O precipitado    rem...
   Dependência da    Cocaína
   Uso Nocivo da    Cocaína
   No Brasil, o uso tem aumentado nos últimos 20    anos   De acordo com o Centro Brasileiro de    Informações sobre Dro...
   Tratamento       É possível       É individual       É necessário   Prevenção       Grande desafio
   Concedei-me Senhor a Serenidade    Para aceitar as coisas que não posso mudar    Coragem para mudar as coisas que poss...
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Cocaína e crack
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cocaína e crack

1.370 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cocaína e crack

  1. 1. Mônica Carvalho Franco Psicóloga. carvalho1978@gmail.com Junho/2012
  2. 2.  Psicóloga, formada pela Universidade de Alfenas ; Pós-graduada em Psico-Oncologia pelo Hospital do Câncer em São Paulo; Curso de Extensão em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro; Prática Clínica e Institucional desde 2001.
  3. 3.  História
  4. 4. Secagem das folhasde cocaNão deve exceder 3dias após a colheita,quando então oprincípio ativocomeça a se degradar
  5. 5.  A pasta crua/marrom é dissolvida em ácido sulfúrico Depois recebe permanganato de potássio e água A solução é filtrada descartando- se o precipitado Adiciona-se água e amônia, formando outro precipitado Este precipitado é aquecido, desidratado e fragmentado Forma-se a pasta que contém 90% de cocaína
  6. 6.  A pasta recebe éter etílico, originando um precipitado, que é descartado por filtração O filtrado remanescente recebe ácido clorídrico, éter e acetona, originando um segundo precipitado
  7. 7.  Esse precipitado é aquecido e desidratado, originando o cloridrato de cocaína ou cocaína refinada
  8. 8.  Para conseguir o crack, o cloridrato de cocaína é aquecido em meio aquoso A solução recebe bicarbonato de sódio, com o intuito de alcaliniza-la Até o ponto de precipitação dos cristais de cocaína
  9. 9.  Os cristais de cocaína vão se solidificando, conforme a evaporação da água da solução O precipitado remanescente é resfriado, finalizando o processo de obtenção do crack
  10. 10.  Dependência da Cocaína
  11. 11.  Uso Nocivo da Cocaína
  12. 12.  No Brasil, o uso tem aumentado nos últimos 20 anos De acordo com o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas (CEBRID), entre 1988 a 1999, internações para tratamento da dependência de cocaína e derivados cresceram 475% O uso vem se popularizando entre estudantes O uso do crack aparece raramente: 0,2% dos estudantes
  13. 13.  Tratamento  É possível  É individual  É necessário Prevenção  Grande desafio
  14. 14.  Concedei-me Senhor a Serenidade Para aceitar as coisas que não posso mudar Coragem para mudar as coisas que posso; E Sabedoria para discernir a diferença Viver um dia de cada vez; Aproveitar um momento de cada vez;Aceitar as dificuldades como o caminho para a paz; Tomar, como Jesus o fez, este mundo pecaminoso Como ele é, não como gostaria que fosse;Confiando que Ele tornará todas as coisas corretas Se eu me submeter à Sua vontade; Que eu possa ser razoavelmente feliz nesta vida E infinitamente feliz com Ele para sempre na próxima. Amém.

×