POP

12.636 visualizações

Publicada em

GQT

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.636
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
390
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

POP

  1. 1. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 1 de 9 1 - Situação de revisão: Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso. Aprovado por: Lucas Mezzomo Nº de revisão: 00 Data: 09/05/2013. 2 - Objetivos Definir o procedimento para execução dos trabalhos de manutenção preventiva de equipamentos. Determinar as responsabilidades pela programação e execução dos trabalhos de manutenção preventiva dos equipamentos. 3 - Referências 1. ANVISA, RDC Nº 326, de 30 de julho de 1997; 2. ANVISA, RDC Nº 275, de 21 de outubro de 2002; 3. Manuais técnicos dos equipamentos fornecidos pelas empresas. 4 - Definições • Manutenção preventiva: É a manutenção realizada com a intenção de reduzir ou evitar a quebra ou a queda no desempenho do equipamento. Para isso, utiliza-se um plano antecipado com intervalos de tempo definidos. Aqui, os cuidados preventivos servem para evitar quebras ou falhas. 5 – Procedimento 5.1 O responsável deverá executar e/ou acompanhar o trabalho de revisão de equipamentos nas datas constantes na programação estabelecida no mapa de “Programação de Manutenção Corretiva” (Registro I); 5.2 Utilizar a “Lista de Inspeção para Manutenção Preventiva” (Registro III) existente para cada equipamento; 5.3 O executor da manutenção, pertencente ao setor de manutenção industrial, deverá preencher devidamente as Listas de Inspeção, que serão assinadas e arquivadas em arquivo próprio pelo Engenheiro de Alimentos responsável pelo processo; 5.4 O modelo descritivo para execução da manutenção preventiva a ser executada nos equipamentos está contido no Registro II. Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 1
  2. 2. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 2 de 9 5.4 Utilizar, em casos de manutenção corretiva, a “Ordem de Serviço – OS I" (Anexo I), que deve ser assinada pelo responsável da manutenção e pelo Engenheiro de Alimentos em cargo. Arquivar todos os registros e OS e manter por um prazo de 2 anos; 5.5 Os certificados de calibração dos sensores (Anexo II), oriundos da manutenção preventiva, são obrigatórios, e devem ser arquivados junto aos demais documentos; 5.6 Manutenção corretiva: o responsável pela manutenção preventiva deverá entrar em contato com o Engenheiro de Alimentos responsável pelo processo sobre qualquer problema referente a correção de problemas. Também, entrará em contato com a equipe da manutenção industrial e informará o problema a fim de que possa ser corrigido. Caso a equipe esteja impossibilitada de resolver o problema, o responsável pela manutenção deverá prosseguir de acordo com o item 5.4. Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 2
  3. 3. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 3 de 9 Registro I – Programa de manutenção preventiva Programa de Manutenção Preventiva. Ano 2013. Equipamento Periodicidade Datas Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Tanques Diário Program. X X X X X X X X X X X X Execução Pasteurizador e Caldeira Semanal Program. X X X X X X X X X X X X Execução Sensores térmicos Semanal Program. X X X X X X X X X X X X Execução Câmara refrigerada Semanal Program. X X X X X X X X X X X X Execução Centrífuga Semanal Program. X X X X X X X X X X X X Execução Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 3
  4. 4. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 4 de 9 Registro II – Controles para a Manutenção Preventiva Controles para a Manutenção Preventiva Equipamento Itens de Controle Frequência Manutenção Preventiva Centrífuga Inspeção visual Eixo do rotor Calibração Limpeza após manutenção Semanal Quinzenal Semestral Inspeção visual: o responsável deverá verificar visualmente presença de amassados, situação das proteções, conexões e parafusos e analisar possíveis vibrações do equipamento durante o processo; Engraxamento do eixo do rotor: o Com o equipamento desligado, utilizar uma chave de fenda e retirar todos os parafusos presentes na caixa de proteção do rotor (caixa verde situada logo ao lado da centrífuga); o Limpar o lubrificante presente com solvente e aplicar com pincel, o novo lubrificante (graxa vaselinada) por todo o eixo; o Em seguida, repor a caixa do rotor na posição correta (indicada pelo adesivo aderido sobre a caixa), e re-parafusá-la. Calibração de rotina: deverá ser executada a cada seis meses. Para isso, o responsável pela manutenção preventiva deverá prosseguir de acordo com o descrito no item 5.4; Limpeza após manutenção: após manutenção, higienizar o equipamento de acordo com o estabelecido no POP de Higienização das instalações, equipamentos e utensílios. Pasteurizador e Caldeira Inspeção visual Limpeza e inspeção das placas Teste de pressão: Semanal Semanal Anual Inspeção visual: o responsável deverá verificar visualmente presença de amassados, situação das proteções, conexões e possível perda de vapor por todas as partes do equipamento; Limpeza e inspeção das placas (para o pasteurizador): deverá ser executada por uma equipe treinada e sob a supervisão do responsável pela manutenção preventiva; Teste de pressão: localiza vazamentos na mandrilagem dos tubos, nas juntas entre cascos e espelhos fixos e entre as conexões e cascos. A manutenção deve ser anual ou assim que, através da inspeção manual seja observado algum desvio da normalidade, e deve ser executada por equipe contratada. Prosseguir de acordo com item 5.4. Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 4
  5. 5. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 5 de 9 Refrigerador Inspeção visual Semanal Verificação visual interna e externa: o responsável deverá verificar visualmente o funcionamento geral, níveis de óleo do compressor (deverá estar situado acima da marca própria do equipamento), verificar vibrações e ruídos na estrutura geral, verificar se há congelamento da serpentina. Sensores de temperatura Inspeção visual Semanal Deverá ser executada bimestralmente por empresa especializada. O responsável pela manutenção preventiva deverá seguir o item 5.4; Acompanhamento no processo: o responsável pela manutenção preventiva deverá verificar a cada hora durante o processo, a temperatura mostrada pelo sensor e a temperatura real do processo (a ser verificada com termômetros infravermelhos), e anotar em planilha disponibilizada no painel do equipamento. Tanque de recepção e Tanque pulmão Inspeção visual Semanal Verificação visual interna e externa: o responsável deverá verificar visualmente presença de rachaduras, amassados, proteções e conexões, bem como possíveis pontos de corrosão; Disposições gerais Trocar componentes vencidos, ou que irão vencer antes na próxima manutenção; Testar operação após manutenção; Checar estoque de peças críticas necessárias; Aplicar etiqueta com visto da manutenção e próxima data a ser realizada, após cada manutenção. Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 5
  6. 6. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 6 de 9 Registro III - Lista de Inspeção para Manutenção Preventiva Lista de Inspeção para Manutenção Preventiva Equipamento: Centrífuga Data __/__/____ Atividade Conforme Não-conforme Não se aplica Amassados Proteções Conexões e parafusos Vibrações Eixo do rotor Calibração de rotina Limpeza após manutenção Equipamento: Pasteurizador e Caldeira Data __/__/____ Atividade Conforme Não-conforme Não se aplica Amassados Proteções Conexões e parafusos Vapor Teste de pressão Equipamento: Refrigerador Data __/__/____ Atividade Conforme Não-conforme Não se aplica Funcionamento Geral Níveis de óleo Vibrações e ruídos Congelamento na serpentina Equipamento: Sensores de temperatura Data __/__/____ Atividade Conforme Não-conforme Não se aplica Acompanhamento diário de temperatura Equipamento: Tanques Data __/__/____ Atividade Conforme Não-conforme Não se aplica Amassados Proteções Conexões Rachadura Corrosão Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 6
  7. 7. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 7 de 9 7 - Anexos 7.1 Anexo I: Ordem de Serviço I Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 7
  8. 8. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 8 de 9 7.2 Anexo II: Certificado de calibração (recebimento e saída) Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 8
  9. 9. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 9 de 9 Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 9
  10. 10. POP – MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE EQUIPAMENTOS E CALIBRAÇÃO INDÚSTRIA LEITE DA MANHA – PASTEURIZADO Código: POP1 Revisão: 04/2013 Data: 15/04/2013 Página 9 de 9 Elaborado por: Caroline Marques e Taís Cardoso Aprovado por: Lucas Mezzomo Última Revisão: 9

×