Aula01 - conceitos iniciais de infraestrura de redes

285 visualizações

Publicada em

Aula01 - conceitos iniciais de infraestrura de redes

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula01 - conceitos iniciais de infraestrura de redes

  1. 1. Centro Universidade Anhanguera de Campo Grande – Unidade 1 Superint. CENTRO-OESTE Tec. Em Redes de Computadores Aula01 – Conceitos Iniciais de Infraestrutura de Redes
  2. 2. Um novo Semestre... • Expectativas dos Alunos: – Aprender novos conceitos; – Alinhar o que foi aprendido com a prática; – Desenvolver novas habilidades para a resolução de problemas; • Expectativa do Professor: – Aprender mais com os alunos; – Ter a atenção dos alunos para o bom andamento das aulas; – Ajudar a sanar as dúvidas dos Alunos; – Passar o máximo de informações que serão importantes para os alunos; – Esperança que os prazos sejam cumpridos;
  3. 3. Sistema de Avaliação • O sistema de avaliação é composto por 2 notas, a N1 e a N2, a média final é igual a 6. • Mas como se calculam as notas? MF = (0,4*N1)+(0,6*N2) >= 6  Calculando a N1:  A N1 equivale a 80% da nota;  A ATPS equivale a 20% da nota; N1 = (0,8*N1)+(0,2*ATPS) >= 6  Calculando a N2:  A N2 equivale a 80% da nota;  A ATPS equivale a 20% da nota; N2 = (0,8*N2)+(0,2*ATPS) >= 6
  4. 4. Onde vocês irão Procurar por informações? • Site do Professor: • No ambiente virtual eu criei um site para postar TODO o conteúdo ministrado em aula: • Link: http://www.carlosveiga.com.br/ PARA ONDE VOCÊS IRÃO ENVIAR OS TRABALHOS? prof.carlos.ricardo@gmail.com
  5. 5. Print do Site
  6. 6. Plano de Ensino e Aprendizado • Vamos nos nortear por este documento:
  7. 7. Livros 1)KUROSE, James F.; ROSS, K. W. (orgs.). Redes de Computadores e a Internet : Uma Abordagem Top-Down. 3ª ed. São Paulo: Pearson - Addison Wesley, 2009. 2) TANENBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. 4ª ed. Rio de Janeiro: Campus - Elsevier, 2008. 3) STALLINGS, William, (org.). Redes e Sistemas de Comunicação de Dados. 1ª ed. Rio de Janeiro: Campus - Elsevier, 2005. 7
  8. 8. Componentes de um sistema de comunicação • Mensagens; • Emissor; • Receptor; • Meio de Transmissão; • Protocolo; 8
  9. 9. As infra-estruturas de rede • podem variar muito em termos de: – Tamanho da área coberta; – Número de usuários conectados; – Número e tipos de serviços disponíveis; • Termos: – LAN; – MAN; – WAN; 9
  10. 10. LAN – Local Area Network • Uma rede individual geralmente se espalha por uma única área geográfica, fornecendo serviços e aplicações a pessoas dentro de uma estrutura organizacional comum, tal como um único negócio, campus ou região. • Esse tipo de rede é chamado de Rede Local (LAN). • Uma LAN é geralmente administrada por uma única organização. O controle administrativo que rege as políticas de segurança e controle de acesso são executados no nível de rede. 10
  11. 11. LAN – Local Area Network 11
  12. 12. Man – Metropolitan area network • É o nome dado às redes que ocupam o perímetro de uma cidade. São mais rápidas e permitem que empresas com filiais em bairros diferentes se conectem entre si. 12
  13. 13. 13
  14. 14. Wan – wide area network • Quando uma empresa ou organização possui locais que são separados por grandes distâncias geográficas, pode ser necessário usar um provedor de telecomunicações (TSP) para interconectar as LANs em diferentes locais. • Provedores de telecomunicações operam grandes redes regionais que podem se espalhar a longas distâncias. • Organizações individuais geralmente alugam conexões através de uma rede de provedor de telecomunicações. • Essas redes que conectam LANs em locais separados geograficamente são chamadas de Redes de Longa Distância (WANs). 14
  15. 15. Wan – wide area network 15
  16. 16. A Internet • Embora haja benefícios no uso de uma LAN ou WAN, a maioria de nós precisa se comunicar com um recurso em outra rede, fora de nossa organização local. Exemplos desse tipo de comunicação incluem: – Envio de um e-mail a um amigo em outro país; – Acesso a notícias ou produtos em um site ; – Obtenção de um arquivo do computador de um vizinho ; – Envio de mensagem instantânea para um parente em outra cidade; – Acompanhamento do jogo de um time favorito em um celular; 16
  17. 17. Redes Interconectadas • Uma malha global de redes interconectadas (internetworks) atendem essas necessidades de comunicação humana. • A Internet é criada por uma interconexão de redes pertencentes a Provedores de Internet (ISPs). • Essas redes de ISPs conectam-se umas com as outras para fornecer acesso a milhões de usuários por todo o mundo. • A rede interconectada mais conhecida e amplamente utilizada e publicamente acessível é a Internet. 17
  18. 18. A Intranet • O termo intranet é geralmente usado para se referir a uma conexão privada de LANs e WANs que pertence a uma organização, e é elaborada para ser acessível somente pelos membros da organização, funcionários ou outros com autorização. 18
  19. 19. 19
  20. 20. Representações da rede • Ao se transmitir informações complexas, tais como a conectividade de rede e operação de uma grande rede interconectada, é útil utilizar representações visuais e gráficos. • Como qualquer outro idioma, o idioma de networking utiliza um conjunto comum de símbolos para representar os dispositivos finais diferentes, dispositivos de rede e meio físico. 20
  21. 21. Quais são os benefícios trazidos pelas redes de computadores? • Envio de mensagem instantânea; • Blogs; • Wikis; • Podcasting; • Ferramentas de colaboração; • Youtube; • Google Maps; • Livestream; 21
  22. 22. Representações da rede 22
  23. 23. Topologias de rede - física • A topologia física é a combinação dos nós e as conexões fisicas entre eles. A representação de como o meio é usado para interconectar os dispositivos é a topologia física. 23
  24. 24. Topologias de rede - física • Topologia em barramento: (bus) usa um único cabo backbone que é terminado em ambas as extremidades. Todos os hosts são diretamente conectados a este backbone. • Topologia em anel: (ring) conecta um host ao próximo e o último host ao primeiro. Isto cria um anel físico utilizando o cabo. • Topologia em estrela: (star) conecta todos os cabos a um ponto central de concentração. • Topologia em estrela estendida: (extended star) une estrelas individuais ao conectar os hubs ou switches. Esta topologia pode estender o escopo e a cobertura da rede. 24
  25. 25. Topologias de rede - física • Topologia hierárquica: é semelhante a uma estrela estendida. Porém, ao invés de unir os hubs ou switches, o sistema é vinculado a um computador que controla o tráfego na topologia. • Topologia em malha: (mesh) é implementada para prover a maior proteção possível contra interrupções de serviço. A utilização de uma topologia em malha nos sistemas de controle de uma usina nuclear de energia interligados em rede seria um excelente exemplo. Como é possível ver na figura, cada host tem suas próprias conexões com todos os outros hosts. Apesar da Internet ter vários caminhos para qualquer local, ela não adota a topologia em malha completa. 25
  26. 26. 26
  27. 27. Topologia Híbrida 27
  28. 28. Padrões • ISO: É um comitê multinacional cujos associados são provenientes de comitês de criação de padrões dos vários governos ao redor do mundo. A ISO atua no desenvolvimento de cooperação nos âmbitos científico, tecnológico e econômico. • ITU-T – Padrão Internacional de telecomunicações • ANSI - American National Standards Institute. O corpo de padrões responsável por formalizar os EUA processo voluntário de desenvolvimento de padrões. Fundada em 1918, ANSI garante que um único conjunto de normas não conflitantes são desenvolvidos para uma área. • IEEE – É a maior sociedade de profissionais de engenharia do mundo, sua função é supervisionar o desenvolvimento e a adoção de padrões internacionais para a computação e comunicações; • EIA - É uma instituição sem fins lucrativos que promove questões de fabricação de eletrônicos. Ela desenvolve padrões e promove debates sobre a consciência pública. 28
  29. 29. modelos de protocolo e modelos de referência • Existem dois tipos básicos de modelos de rede: – Modelo de protocolo fornece um modelo que corresponde de perto à estrutura de um conjunto específico de protocolos. – O modelo TCP/IP é um modelo de protocolo porque descreve as funções que ocorrem em cada camada de protocolos dentro do conjunto TCP/IP. – Modelo de referência fornece uma referência comum para uma consistente manutenção dentro de todos os tipos de protocolos de rede e serviços. – Um modelo de referência não tem a intenção de ser uma especificação de implementação ou de fornecer em nível suficiente de detalhe para definir de maneira precisa os serviços da arquitetura de rede. 29
  30. 30. referência OSI • O modelo de referência OSI é o modelo de referência de rede mais amplamente conhecido. Ele é usado para a elaboração de rede de dados, especificações de operação e resolução de problemas. • Embora os modelos TCP/IP e OSI sejam os modelos básicos usados ao se discutir funcionalidades de rede, os projetistas de protocolos de rede, serviços ou dispositivos, podem criar seus próprios modelos para representar seus produtos. Essencialmente, os projetistas precisam se comunicar com a indústria relacionando seu produto ou serviço com o modelo OSI ou com o modelo TCP/IP, ou com ambos. 30
  31. 31. 31
  32. 32. Modelo TCP/IP • O primeiro modelo de protocolo de camadas para comunicações de rede foi criado no início dos anos 70 e é chamado de modelo da Internet. • Ele define quatro categorias de funções que devem ocorrer para que as comunicações tenham êxito. • A arquitetura do conjunto de protocolo TCP/IP segue a estrutura deste modelo. Por causa disso, o modelo da Internet é comumente chamado de modelo TCP/IP. 32
  33. 33. Modelo TCP/IP 33
  34. 34. Processo de Encapsulamento dos Dados • À medida que os dados da aplicação são passados pela pilha de protocolo em seu caminho para serem transmitidos pelo meio físico de rede, vários protocolos agregam informações a eles a cada nível. Isso é comumente conhecido como o processo de encapsulamento. • A forma que um pedaço do dado assume em qualquer camada é chamada de uma Unidade de Dados de Protocolo (PDU). Durante a encapsulamento, cada camada sucessora encapsula a PDU que recebe da camada acima de acordo com o protocolo sendo usado. Em cada estágio do processo, uma PDU possui um nome diferente para refletir sua nova aparência. Embora não haja uma convenção de nomes universal para PDUs, neste curso, as PDUs são chamadas de acordo com os protocolos do conjunto TCP/IP. – Dados – O termo geral para a PDU usada na camada de Aplicação – Segmento – PDU de Camada de Transporte – Pacote – PDU de Camada de Rede – Quadro – PDU de Camada de Acesso à Rede – Bits - Uma PDU usada ao se transmitir dados fisicamente através do meio físico 34
  35. 35. 35
  36. 36. O Modelo OSI
  37. 37. 37
  38. 38. Fluxo dos dados 38
  39. 39. 39
  40. 40. Referências • Forouzan • Academia Cisco • http://www.hardware.com.br/tutoriais/histori a-redes/ 40

×