C3 portugal na segunda metade do século xix (2ª parte)

6.564 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.564
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
446
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
144
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C3 portugal na segunda metade do século xix (2ª parte)

  1. 1. C.3 - Portugal na SegundaMetade do Século XIX (2ª Parte) Vida Quotidiana
  2. 2. A Vida Quotidiana nos Campos
  3. 3. Na 2.ª metade doséculo XIX, a maiorparte da populaçãoportuguesa trabalhavana agricultura. A maioria doscamponeses trabalhava,de sol a sol, nas terras daburguesia e da nobreza.Poucos eram proprietáriosdas terras quetrabalhavam.
  4. 4. Os camponeses viviam em casas humildes,diferentes de região para região. Casa rural do Sul Casa rural do Norte
  5. 5. A suaalimentaçãobaseava-se nosprodutos que aterra produzia,sendo o pão oalimento essencial. A carne eraconsumidasobretudo aosdomingos e nosdias de festa.
  6. 6. O seu vestuário era adaptado: às estações do ano; às regiões; aos trabalhos.Ceifeira do Camponesa Minho do Alentejo Pescadores de Ílhavo
  7. 7. Os camponeses divertiam-se em festas e romarias,mas também, no tempo das colheitas (vindima, ceifa,desfolhadas).
  8. 8. A Vida Quotidiana nas Cidades
  9. 9. Na 2ª metade do século XIX, dá-se um grandecrescimento e modernização das cidades. Em Portugal,esse desenvolvimento dá-se sobretudo em Lisboa e noPorto. Constroem-se: avenidas com largos passeios; jardins; praças.
  10. 10. As cidades passam a dispor, também, de novosedifícios e equipamentos, tais como:mercados; armazéns; gares de caminho de ferro.
  11. 11. As cidades e os seus habitantes beneficiam,ainda, de importantes meios e serviços públicos: iluminação pública; bombeiros; recolha de lixo; transportes públicos; distribuição de correio.
  12. 12. Na cidade viviam membros de todos os grupossociais. Mas, as suas condições e modos de vidaeram muito diferentes.A burguesia e a nobrezaviviam em luxuosos andarese moradias. As classes populares habitavam em casas modestas ou mesmo pobres.
  13. 13. A alimentação era diferente consoante osgrupos sociais. Nas classes mais abastadas, a alimentação era rica e variada e tomavam várias refeições ao dia. Restaurante “Leão de Ouro”, Lisboa. As classes populares alimentavam-se à base depão, sopa, toucinho e peixe (sardinha e bacalhau).
  14. 14. O vestuário era diferente consoante o gruposocial e a actividade a que se dedicavam. A burguesia seguia a moda francesa.
  15. 15. As classes populares usavam trajes simples adaptados às suas profissões.Aguadeiro Galinheira Vendedor de Cestos Vendedora de roupas
  16. 16. As classes mais ricas conviviam em cafés, bailese, na época de Verão, nas praias. Gostavam, também defrequentar espetáculos de ópera e teatro e de ir àstermas.
  17. 17. As classes populares divertiam-se ao ar livre, emfeiras e arraiais. Em Lisboa, frequentavam as tavernas onde se cantava o fado.

×