C3 portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)

5.346 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
485
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
136
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C3 portugal na segunda metade do século xix (1ª parte)

  1. 1. C.3 - Portugal na SegundaMetade do Século XIX (1ª Parte) A Modernização do Reino
  2. 2. Ao longo do século XIX, Portugal viveu duasépocas muito diferentes: guerras, instabilidadepolítica, atraso económicoaté meados do século; paz, estabilidade políticae progresso económico na2ª metade do século XIX.
  3. 3. Vamos ver, em seguida, como se deu odesenvolvimento e crescimento do nosso país, na 2ªmetade do século XIX.I) Agricultura Os governos liberais tomaram medidas para aumentar as áreas de cultivo, como a supressão dos morgadios e a venda de terras das ordens religiosas.
  4. 4. Para aumentar a produção agrícola, introduziram-se : Novas técnicas de cultivo; Máquinas agrícolas.
  5. 5. II) Indústria A indústria portuguesa da 2ª metade do século XIXbeneficiou de importantes inovações técnicas vindas doestrangeiro, como: a máquina a vapor (de capital importância para a mecanização e progresso da indústria em geral);
  6. 6. Outras importantes inovações técnicas foram: teares mecânicos (paraa indústria têxtil); altos fornos (para aindústria metalúrgica).
  7. 7. Com a mecanização, a tradicional produçãoartesanal deu lugar à produção industrial. Então: construíram-sefábricas, comdiversamaquinaria avapor (a novafonte de energia) emuitos operários.
  8. 8. No nosso país, os principais centros industriais eram: Porto – Braga – Guimarães– Portalegre – Covilhã(Indústria têxtil); Lisboa - Barreiro – Setúbal (Indústria metalúrgica e indústria química)
  9. 9. III) Meios de Transporte e Vias de Comunicação Os governos liberais – e sobretudo o de FontesPereira de Melo – modernizaram o país com aconstrução de: estradas macadamizadas; caminhos de ferro;
  10. 10. pontes; portos; faróis junto à costamarítima.
  11. 11. Entraram em funcionamento, também, redes detelégrafos, de telefones e de cabos submarinos.
  12. 12. Todas estas inovações facilitaram a: mobilidade de pessoas; circulação de mercadorias; divulgação de notíciase de culturas.
  13. 13. Em resultado do ambiente de paz e de crescimentoeconómico, a população portuguesa cresceu emovimentou-se ao longo da 2ª metade do século XIX. N.º de Período Emigrantes 1854-1864 76 000 1864-1878 116 000 1878-1890 151 000 1890-1900 219 000 1900-1911 299 000 Total 861 000 Emigração portuguesa para o Brasil, entre 1854-1911
  14. 14. Com o liberalismo, a sociedade portuguesa sofreu asseguintes alterações: a nobreza e o clero perderam regalias; a burguesia tornou-se o grupo social mais importante.
  15. 15. Por outro lado, com o desenvolvimento da indústria,surgiu um novo grupo social - o operariado, quetrabalhava nas fábricas e vivia em más condições devida.
  16. 16. Os governos liberais tomaram ainda medidas degrande impacto social e humanitário: desenvolveram o ensino em todos os graus; aboliram a pena de morte e a escravatura.

×