Europa e Europeus - Húngaros

324 visualizações

Publicada em

Conjunto de dispositivos utilizados para o acompanhamento pedagógico da Unidade Curricular «Europa e Europeus» integrada no Programa de Estudos 2015/2016 da Dalian University of Foreign Languages com a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
324
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Europa e Europeus - Húngaros

  1. 1. Programa de Estudos 2015/2016 Dalian University of Foreign Languages Carlos Medeiros Europa e Europeus
  2. 2. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HUNGRIA E OS HÚNGAROS A teoria fino-úgrica é a mais aceita sobre a origem dos magiares.  As povoações fino-úgricas no quarto milénio AC situavam-se a leste dos Urais. Dali, os ugrícos (ancestrais dos magiares) deslocaram-se para as estepes da Sibéria ocidental, a partir de 2 000 AC. Aprenderam a agricultura, a pecuária e a trabalhar o bronze. Cerca de 1 500 AC, começaram a criar cavalos e a montá-los.  No início do primeiro milénio AC, os ugrícos tornaram-se nómadas e, com a partida dos ob-úgricos, cerca de 500 AC passaram a constituir um grupo étnico distinto, os proto-magiares.  Nos séculos IV e V, os proto-magiares atravessaram os Urais na direção oeste, para a região entre os Urais meridionais e o rio Volga. No início do século VIII, parte dos proto-magiares deslocou-se para o rio Don. Segundo a tradição, os magiares organizaram-se em sete tribos, chamadas Jenő, Kér, Keszi, Kürt- Gyarmat, Megyer (Magyar), Nyék e Tarján.  Em torno de 830, devido a uma guerra civil, os magiares e três tribos cazares deslocaram-se para a região entre os Cárpatos e o rio Dniepre. Em 895-896, os magiares atravessaram os Cárpatos na direção oeste, devido talvez aos ataques externos dos pechenegues e búlgaros. Na Bacia dos Cárpatos, encontraram eslavos e alguns avares. 2
  3. 3. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 IMPÉRIO AUSTRO- HÚNGARO O Império Austro-Húngaro, conhecido também como a Monarquia Dual, foi um vasto e importante Estado europeu, sucessor do Império Austríaco que existiu durante 51 anos (1867-1918) na Europa Central.  Resultou de um compromisso entre as nobrezas austríaca e húngara em 1867, e foi dissolvido em 1918, após a derrota na Primeira Guerra Mundial, conforme as exigências do Tratado de Versalhes.  Na altura da sua dissolução, o império atingia uma superfície total de 677.546 km² e a população estimada em 52,5 milhões habitantes.  Este antigo Império encontra-se dividido entre 13 países atuais: □ Áustria | Hungria □ República Checa | Eslováquia □ Eslovénia | Croácia □ Bósnia e Herzegovina e as regiões da Voivodina, na Sérvia, □ Bocas de Kotor, no Montenegro, □ Trentino-Alto Ádige e Trieste, na Itália, □ Transilvânia e parte do Banato, na Roménia, □ Galícia, na Polónia e; □ Ruténia (região Subcarpática), na Ucrânia. 3
  4. 4. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 CASA DE HABSBURGO  A Casa de Habsburgo, também conhecida por Casa da Áustria ou Casa d'Áustria, é uma família nobre europeia que se tornou uma das mais importantes e influentes da história da Europa entre o séc. XIII e o séc. XX.  A ela pertencem Maria Leopoldina de Áustria, esposa do Imperador Dom Pedro I (Pedro IV em Portugal) do Brasil e mãe do último Imperador brasileiro Dom Pedro II.  Foi a dinastia soberana de vários Estados e territórios. Entre os seus principais domínios contam-se o Sacro Império Romano Germânico (962-1806), onde imperou de 1273 até seu desmembramento em 1806 e; o Império Austro-Húngaro, que governou desde a sua fundação em 1867 até sua dissolução em 1918, pelo Tratado de Saint-Germain- en-Laye, como consequência da Primeira Guerra Mundial (1914- 1918).  Por ter sido elevada a realeza em 1273, é denominada a "família imperial" do Sacro Império Romano Germânico (962-1806); e por ter sido a soberana da Áustria desde 1278 até 1918, tendo inclusive sido a única governante do Império Áustro-Húngaro (1867-1918), é denominada como a "família imperial austríaca". 4
  5. 5. UNIDANADIVERSIDADE.EuropeanUnion,2015.ISBN978-92-79-43765-6DOI10.2765/19989
  6. 6. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HUNGRIA E OS HÚNGAROS Capital: Budapeste □ Cidade mais populosa: Budapeste  Língua oficial: Húngaro  Governo: República parlamentar  Área: 93.024 km²  População: 9.879.000 habitantes  Densidade: 109 habitantes/km²  PIB (dados Eurostat – 2013): 103.217,0 M € □ Moeda: Forint Húngaro  Emprego (dados 2015): □ Taxa de Desemprego: 7,3% 6
  7. 7. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HUNGRIA E OS HÚNGAROS Os húngaros ou magiares são um grupo étnico originário dos Montes Urais que invadiu a Europa Central e se estabeleceu nos Cárpatos no século IX, fundando um Estado mais tarde conhecido como Hungria.  Atualmente um dos elementos definidores da etnia magiar é a língua húngara.  Embora o termo "magiar" seja habitualmente utilizado como sinónimo de húngaro, por vezes há diferenças de sentido entre um e outro. "Húngaro" pode ser utilizado para se referir aos habitantes da Hungria, quer sejam de etnia magiar ou não. O termo "magiar" é utilizado para diferenciar os húngaros de etnia magiar dos cidadãos húngaros de outras etnias, como a romena, a alemã, etc. 7
  8. 8. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HUNGRIA E OS HÚNGAROS Os povos fino-úgricos constituem um grupo linguístico histórico de povos da Europa que falam os idiomas fino-úgricos, tais como os fínicos (finlandeses e estonianos) e os úgricos (húngaros). As línguas fino-úgricas não têm qualquer relação com as línguas indo- europeias.  A língua húngara ou magiar é um idioma pertencente ao grupo fino-úgrico da família das línguas urálicas, sendo a mais falada, ultrapassando os 14 milhões de falantes.  O húngaro é a língua oficial da Hungria, uma das 24 línguas oficiais da União Europeia, e é falado também por comunidade de etnia magiar em sete países vizinhos, especialmente na Roménia, Eslováquia e Sérvia (em particular, na Província Autónoma de Voivodina, onde é uma das seis línguas oficiais). 8
  9. 9. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HUNGRIA E OS HÚNGAROS “Uma pausa numa pastelaria ou livraria em Budapeste desmente os que pensam que, a leste da Áustria começa uma espécie de misteriosa e semidesconhecida região asiática. Entrando na grande planície húngara entramos sem dúvida numa Europa que é parcialmente outra, num crisol composto de elementos diferentes, dos que constituem a massa de argila ocidental (…). No século passado, (XIX) o romancista Sigismond Kemény afirmava que a função da Hungria era a de defender a plurinacionalidade do Império Habsburgo compartilhando o germanismo e o eslavismo e impedindo a supremacia de um dos elementos sobre o outro”.  “A paixão nacional magiar (…) nasce de uma terra na qual se sobrepuseram, misturaram e depositaram vagas de invasões de estirpes diferentes, hunos e avares, eslavos e magiares, tártaros e cumanes, janízaros e pechenegues, turcos e alemães. As migrações dos povos devastam mas também civilizam (…) e produzem promiscuidades e mestiçagens e, também, as matrizes secretas de todo o nacionalismo e das suas obsessões de pureza étnica (… ) “ Claudio Magris, Danúbio in http://hasempreumlivro.blogspot.pt/2008_04_01_archive.html 9
  10. 10. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HÚNGAROS 10 Stephen I of Hungary, St. Elizabeth of Hungary, Matthias Corvinus, Gábor Bethlen, Ferenc Rákóczi, János Bolyai, István Széchenyi, János Arany, Róza Laborfalvi, József Eötvös, Loránd Eötvös, Vilma Hugonnai, Tivadar Kosztka, Béla Bartók, Miklós Horthy, Zoltán Kodály, Emma Orczy, János Kádár, Zsa Zsa Gabor, Péter Esterházy
  11. 11. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 HUNGRIA E OS HÚNGAROS Gastronomia: □ Goulash □ Paprikash □ Strudels  Cultura: □ 12 húngaros galardoados com Prémio Nobel □ Cubo de Rubik □ Harry Houdini, famosos mágico □ Puskás, um dos melhores futebolistas do século XX  Desporto nacional: □ Polo Aquático □ Lançamento do martelo  Religião: □ Cristã 11
  12. 12. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 A EUROPA E OS EUROPEUS Ideia de Europa □ Revisitar conceitos fundamentais  Mosaico cultural da Europa □ Identidade europeia, grupos e minorias étnicos(as), cultura e território □ Composição do mosaico europeu  Os Latinos | Os Gregos | Os Turcos | Os Eslavos | Os Húngaros | Os Germânicos | Os Celtas | As minorias nacionais, transnacionais e autóctones □ Diásporas  Os Europeus no Mundo (colonialismo) | Outros povos na Europa (imigração)  A União Europeia – a construção de uma nova Europa □ Objetivos e valores da construção europeia □ Os pais fundadores e os marcos históricos  Estados-Membros (alargamento) □ Instituições europeias □ Políticas comuns □ Relações externas 12
  13. 13. FCSH-UNL/DALIAN 2015/2016 13 A EUROPA E OS EUROPEUSBIBLIOGRAFIA BRAUDEL, Fernand (dir.) – A Europa. Lisboa : Terramar, 1996. BRITO, Raquel Soeiro de, et al. – Países, povos e continentes : Lexicoteca : 1º v.: Europa, Próximo Oriente, Norte de África. [Lisboa] : Círculo de Leitores, 1989. FERRÃO, João – Dinâmicas culturais na Europa. [Em linha]. URL: http://www.janusonline.pt/2005/2005.html in: Janus 2005: anuário de relações exteriores José Manuel Fernandes, dir. (2004) p. 76-119. - Lisboa : UA, 2004. HILL, Richard – Nós, Europeus, Lisboa: Edições ASA, 2001. RODRIGUES, Pedro Caldeira; PÚBLICO – Atlas da Europa : a geografia do continente através dos tempos. [Lisboa] : Público, 2001. WOLFF, Stefan – Ethnic Minorities in Europe: The Basic Facts. [s.l.]: European Centre for Minority Issues, 2008. [Em linha] http://www.stefanwolff.com/publications/ethnic-minorities-in- europe SÍTIOS INTERNET Centro de Informação Europeia Jacques Delors – Eurocid. [Em linha]. URL: www.eurocid.pt Eurominority – Eurominority. [Em linha]. URL: www.eurominority.eu União Europeia – Europa [Em linha]. URL: http://europa.eu/ Wikipedia – Grupo étnico [Em linha]. URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupo_%C3%A9tnico Wikipedia – Grupos étnicos da Europa [Em linha]. URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupos_%C3%A9tnicos_da_Europa BLOGUE DE ACOMPANHAMENTO MEDEIROS, Carlos Ribeiro – Geografia da Europa. [Em linha]. URL: http://geografiadaeuropa.blogspot.pt/

×