IDEIAS TEM CONSEQUÊNCIAS
Richard Weaver
IDEAS HAVE
CONSEQUENCES
Richard Malcom Weaver
Professor de Língua
Inglesa na Universidade
de Chicago
Periodista
Março 3, 1...
COMEÇANDO PELO
FINAL…
Declínio e dissolução do Ocidente baseado na dedução,
supondo que:
O mundo é inteligível,
O homem é ...
ONDE COMEÇOU…
ONDE COMEÇOU…
GUILHERME DE OCKHAM
A derrota do realismo
lógico
Banimento da realidade
percebida pelo intelecto e
definição...
CONSEQUÊNCIAS
De “natureza, imitadora de um modelo transcendente…”, para
“a natureza contém em si mesma os princípios de s...
MAIS CONSEQUÊNCIAS
Na educação passamos do Homo sapiens, para o Homo
faber.
E se reflete nos líderes da cada época:
XVII -...
PARA AJUDAR NO
DESPERTAR…
O homem moderno tem mais conhecimento, ou é, mais
sábio que seus predecessores?
O homem moderno ...
O SENTIMENTO
IMPASSÍVEL
Vivemos um desejo de imediatez crescente
Um exemplo… o fracasso em reconhecer a obscenidade…
Não s...
O SENTIMENTO
IMPASSÍVEL
O jornalismo tornou-se
imprudente, e
passou a tratar elegantemente assuntos antes encobertos com d...
O SENTIMENTO
IMPASSÍVEL
O sentimento se deteriorou, e as relações humanas também:
Somente o sentimento nos vincula aos mui...
DISTINÇÃO E
HIERARQUIA
A sociedade racional é um espelho do logos, ou seja,
estrutura formal que possibilita a sua compree...
DISTINÇÃO E
HIERARQUIA
O socialismo é o resultado materialista do
capitalismo burguês
Socialismo como conceito da classe m...
DISTINÇÃO E
HIERARQUIA
Porque se algum político disser que as doutrinas que colocam os interesses
materiais acima dos espi...
DISTINÇÃO E
HIERARQUIA
O programa da social-democracia propôs-se eliminar fins mais
elevados. E fomentar a ciência.
Como s...
DISTINÇÃO E
HIERARQUIA
Igualdade
Conceito desorganizador
Existe igualdade de condições entre a juventude e a velhice, ou
e...
EGOÍSMO NO TRABALHO
Posso interromper todo o processo produtivo caso
minha própria visão do meu trabalho não for aceita?
EGOÍSMO NO TRABALHO
Trabalho:
O artífice trabalhava não apenas para obter seu sustento, mas também para ver
seu ideal corp...
EGOÍSMO NO TRABALHO
Sabemos como remunerar um carpinteiro como carpinteiro, mas
não sabemos remunerar o egoísta que afirma...
GRANDE LATERNA
MÁGICA
CinemaImprensa
Rádio
IMPRENSA
O discurso escrito não tem “reservas ou adequações às diferentes classes de
pessoas”
Se você tem alguma dúvida, e...
CINEMA
O produtor de filmes tem o poder de transformar os assuntos
A produção traz consigo o poder avaliativo que está imp...
RÁDIO(TV)
Alguém pode “pular" as reportagens do jornal, pode se
distanciar dos filmes, mas o rádio(TV) está
insistentement...
A PSICOLOGIA DA
CRIANÇA MIMADA
A ciência diz ao homem que não há nada que ele não possa
SABER…. e a propaganda, nada que e...
A PSICOLOGIA DA
CRIANÇA MIMADA
Nunca lhe disseram que o homem é produto da disciplina e esforço, e que ele
deveria ser gra...
O ÚLTIMO DIREITO
METAFÍSICO
Por onde ir?
Direito à propriedade Privada
A ideia de ser proprietário de algo, faz com que o ...
O PODER DA PALAVRA
A palavra é o veículo da ordem
"…Deus modelou então, do solo, todas as feras
selvagens todas as aves do...
PIEDADE E JUSTIÇA
Aceitar a existência de coisas maiores que o seu ego.
De coisas diferentes do ego.
Aceitar a substância ...
CONCLUINDO…
Weaver acreditava que os homens se tornaram “idiotas morais” porque eles
abandonaram a crença na verdade absol...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ideas have consequences

421 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o livro "Ideias tem Consequencias" de Richard Weaver

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
421
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ideas have consequences

  1. 1. IDEIAS TEM CONSEQUÊNCIAS Richard Weaver
  2. 2. IDEAS HAVE CONSEQUENCES Richard Malcom Weaver Professor de Língua Inglesa na Universidade de Chicago Periodista Março 3, 1910 – Abril 1, 1963 "Novo Conservador” Ideas have Consequences, 1948. Ed. e prefácio de 1958
  3. 3. COMEÇANDO PELO FINAL… Declínio e dissolução do Ocidente baseado na dedução, supondo que: O mundo é inteligível, O homem é livre, e Existem razões para tal. Onde Começar? Dificuldades: Teoria progressista da História Simples e Complexo O verdadeiro problema, quando se tratam CASOS REAIS: Fazer com que os homens distingam entre o melhor e o pior.
  4. 4. ONDE COMEÇOU…
  5. 5. ONDE COMEÇOU… GUILHERME DE OCKHAM A derrota do realismo lógico Banimento da realidade percebida pelo intelecto e definição como realidade apenas o percebido pelos sentidos.
  6. 6. CONSEQUÊNCIAS De “natureza, imitadora de um modelo transcendente…”, para “a natureza contém em si mesma os princípios de sua constituição e seu comportamento”. É possível conhecer a essência da natureza estudando seu comportamento… ➡ Ciência. Se a natureza física é a totalidade, e se o homem faz parte da natureza, é impossível pensar que o homem sofra de um mal constitucional. Por fim chega-se à bondade natural do homem. Basta ao homem raciocinar corretamente a partir da observação da natureza - Racionalistas do XVIII, Hobbes e Locke. Ao novo homem, não interessa mais o fato da existência do mundo, mas sim as explicações de como ele funciona.
  7. 7. MAIS CONSEQUÊNCIAS Na educação passamos do Homo sapiens, para o Homo faber. E se reflete nos líderes da cada época: XVII - Eruditos defensores da fé, intelectuais aristocratas, e os teocratas puritanos XVIII- Whigs na Inglaterra e Enciclopedistas e Romancistas na Europa XIX - Líder popular e demagogo, inimigo dos privilégios XX - Líder das massas
  8. 8. PARA AJUDAR NO DESPERTAR… O homem moderno tem mais conhecimento, ou é, mais sábio que seus predecessores? O homem moderno sente-se mais feliz que seus predecessores? No plano verbal, substituímos “fato" por “verdade" Acumulamos conhecimento, pois conhecimento é poder. E o conhecimento constitui-se de muitas coisas pequenas. Pode-se dizer dizer que alguém sabe muito apenas no sentido de que sabe pouco. Goethe. Nossa época é única em neuroses e inquietação psíquica profunda. O homem é constantemente assegurado de que nunca teve tanto poder quanto hoje, mas sua experiência cotidiana, na verdade é de impotência.
  9. 9. O SENTIMENTO IMPASSÍVEL Vivemos um desejo de imediatez crescente Um exemplo… o fracasso em reconhecer a obscenidade… Não se trata somente de sexo Engloba o sofrimento intenso e a humilhação Simultaneamente com a instituição da publicidade, Que através da lei do progresso, fez do sacrilégio uma virtude.
  10. 10. O SENTIMENTO IMPASSÍVEL O jornalismo tornou-se imprudente, e passou a tratar elegantemente assuntos antes encobertos com decoro Matthew Arnold, XIX: “se alguém estivesse procurando pelos meios mais eficazes para eliminar e matar uma nação inteira a disciplina e o autorrespeito, a percepção do é nobre, não faria melhor se recorresse aos jornais norte- americanos” E passou a negociar com assuntos privados e ofensivos - Jornalismo sensacionalista É normal um jornal trazer na capa a foto… do rosto angustiado de uma criança atropelada na rua? ou a expressão agonizante de uma mulher esmagada por um trem no metrô? ou quadros de execução, ou cenas íntimas de intenso sofrimento. Toda discrição é sacrificada em nome da excitação. O homem perdeu pontos de referência e está determinado a apreciar, em nome da liberdade, o que é proibido.
  11. 11. O SENTIMENTO IMPASSÍVEL O sentimento se deteriorou, e as relações humanas também: Somente o sentimento nos vincula aos muito jovem ou muito idosos As associações entre amigos também só fazem sentido enquanto são vantajosas Hoje temos “colegas”…
  12. 12. DISTINÇÃO E HIERARQUIA A sociedade racional é um espelho do logos, ou seja, estrutura formal que possibilita a sua compreensão Estrutura social Distinção vocacional vs. Capacidade de consumo
  13. 13. DISTINÇÃO E HIERARQUIA O socialismo é o resultado materialista do capitalismo burguês Socialismo como conceito da classe média O estado atual da Europa (1948) é o resultado direto da ascendência da burguesia e sua visão de mundo
  14. 14. DISTINÇÃO E HIERARQUIA Porque se algum político disser que as doutrinas que colocam os interesses materiais acima dos espirituais são objetivamente incompatíveis com a sociedade, será taxado de ignorante ou egoísta? Massa e Sociedade são conceitos antagônicos Shakespeare: “Se acaso se destrói a hierarquia,… Tudo se transforma então só em poder, O poder, em vontade e apetite; E o apetite terá … o mundo como presa. Milton (Republicano, XVII): “ordens e graus não entram em conflito com liberdade, mas se harmonizam com ela” São Paulo: “Mas Deus dispôs cada um dos membros no corpo, segundo a sua vontade. Se o conjunto fosse um só membro, onde estaria o corpo?"
  15. 15. DISTINÇÃO E HIERARQUIA O programa da social-democracia propôs-se eliminar fins mais elevados. E fomentar a ciência. Como seria a prosperidade dos social-democratas? Tocqueville: “o conforto se torna um fim quando as distinções de posição são abolidas e os privilégios, destruídos” Igualitarismo? Nenhum homem jamais foi criado livre e que nunca dois homens sequer foram criados iguais. Thomas Jefferson investiu muito no sistema educacional como meio de distinguir os homens segundo seus dons e realizações.
  16. 16. DISTINÇÃO E HIERARQUIA Igualdade Conceito desorganizador Existe igualdade de condições entre a juventude e a velhice, ou entre os sexos? Fraternidade Conceito muito antigo no homem Implica em respeito e proteção Sempre existiu nas mais hierarquizadas organizações Ela existe na família A fraternidade une. A igualdade gera inveja.
  17. 17. EGOÍSMO NO TRABALHO Posso interromper todo o processo produtivo caso minha própria visão do meu trabalho não for aceita?
  18. 18. EGOÍSMO NO TRABALHO Trabalho: O artífice trabalhava não apenas para obter seu sustento, mas também para ver seu ideal corporificado em sua criação. O orgulho da perícia profissional se explica quando dizemos que trabalhar é rezar Mandato divino Dever e Honra Trabalho na visão utilitarista - egoísta Trabalho é utilidade, não adoração Porque preocupar-se com a qualidade? O sonho de qualquer trabalhador é reduzir seu esforço para maximizar o retorno O trabalho é mais uma mercadoria Lucro
  19. 19. EGOÍSMO NO TRABALHO Sabemos como remunerar um carpinteiro como carpinteiro, mas não sabemos remunerar o egoísta que afirma o quanto ele é digno. Quando o egoísmo se torna dominante, os homens são aplaudidos por priorizarem seus próprios interesses Os governos socialistas europeus sofrem continuamente com o declínio da produção A arte de governar e a filosofia são deixados de lado A consequência disso é mais fragmentação
  20. 20. GRANDE LATERNA MÁGICA CinemaImprensa Rádio
  21. 21. IMPRENSA O discurso escrito não tem “reservas ou adequações às diferentes classes de pessoas” Se você tem alguma dúvida, ela “sempre dá uma resposta invariável” Atualmente, quanto mais uma expressão é estereotipada, mais digna de crédito ela é. A fé na palavra escrita elevou os jornalistas à dignidade de oráculos. Basta ver como alguns governos tem uma vontade incrível de controlá-la. A imprensa não estimula a reflexão, muito menos o diálogo, mas a evocação de respostas prontas de aprovação ou desaprovação.
  22. 22. CINEMA O produtor de filmes tem o poder de transformar os assuntos A produção traz consigo o poder avaliativo que está implícito em toda representação dramática Propósito de entreter Não estamos apontando para as cenas mais picantes, mas: ➡ do herói egoísta, interesseiro e ostentador - que mal percebemos. ➡ da heroína frívola, ignorante e egoísta. ➡ do roteiro que confirma virtudes da sociedade materialista.
  23. 23. RÁDIO(TV) Alguém pode “pular" as reportagens do jornal, pode se distanciar dos filmes, mas o rádio(TV) está insistentemente presente No rádio(TV), nos acostumamos aos contrastes mais estranhos, sem nenhum tipo de transição: ➡ O importante e o trivial. ➡ O cômico e o trágico. Além de ter o monopólio da comunicação…
  24. 24. A PSICOLOGIA DA CRIANÇA MIMADA A ciência diz ao homem que não há nada que ele não possa SABER…. e a propaganda, nada que ele não possa TER. Para saciar os desejo do homem moderno, deram-lhe motivos para pensar que ele pode obter o que deseja por meio de reclamações e exigências. A criança mimada não aprendeu a ver a relação entre o esforço e a recompensa. O direito à busca da felicidade, transformou-se em direito a posse da felicidade.
  25. 25. A PSICOLOGIA DA CRIANÇA MIMADA Nunca lhe disseram que o homem é produto da disciplina e esforço, e que ele deveria ser grato pelas exigências que lhe permitem crescer O mundo tem a obrigação de lhe garantir a sobrevivência A ideia de missão de vida deixa de existir Líderes demagogos convenceram o homem de que ele tem o direito a muito mais do que possui, Mas não disseram a verdade menos agradável de que o progresso vem necessariamente do aumento da produção… E isso quer dizer produtividade, que implica em disciplina, organização e subordinação
  26. 26. O ÚLTIMO DIREITO METAFÍSICO Por onde ir? Direito à propriedade Privada A ideia de ser proprietário de algo, faz com que o objeto não esteja sujeito a disputa. É um dogma, não se discute. Na propriedade privada sobrevive o último reduto da privacidade. A propriedade serve refúgio para homem contra crises
  27. 27. O PODER DA PALAVRA A palavra é o veículo da ordem "…Deus modelou então, do solo, todas as feras selvagens todas as aves do céu e as conduziu ao homem para ver como ele as chamaria…”
  28. 28. PIEDADE E JUSTIÇA Aceitar a existência de coisas maiores que o seu ego. De coisas diferentes do ego. Aceitar a substância nos outros O passado é dotado de substância
  29. 29. CONCLUINDO… Weaver acreditava que os homens se tornaram “idiotas morais” porque eles abandonaram a crença na verdade absoluta. Sem esta verdade, o conceito de “bom" e “mau” perde todo o sentido. Weaver também criticou a crença ocidental na igualdade. Ele argumentou que algumas pessoas são, de fato, melhores que as outras, e que todas sociedades precisam de uma classe que dite as regras. Weaver sugeriu alguns caminhos para se restaurar a ordem no mundo. Primeiro, ele acreditava que para todos deveria ser garantido uma pequena propriedade. Propriedade, para ele, era um “direito metafísico” que possibilita o homem viver em liberdade. Segundo, ele apontou para um renovado estudo da linguagem, literatura, e poesia. Finalmente, ele queria restaurar a virtude da piedade. Juntas, estas 3 mudanças deveriam unificar o mundo.

×