O Outono da Vida

172 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
172
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Outono da Vida

  1. 1. O OUTONO DA VIDAO OUTONO DA VIDAO OUTONO DA VIDAO OUTONO DA VIDALouvor àMaturidadeUm convite para aproveitar osUm convite para aproveitar osmelhores anos de nossa existênciamelhores anos de nossa existência(Não recomendado para menoresde 50 anos)Textos y fotografías deFrancisco Arámburo SalasMúsica de CharlesMúsica de CharlesChaplinChaplin
  2. 2. Adeus à JuventudeSem dúvida a juventude é uma idade de ouro e sempreSem dúvida a juventude é uma idade de ouro e semprelembrada com nostalgia. É um breve momentolembrada com nostalgia. É um breve momentoinesquecível, romântico, vibrante, emocionante e feliz.inesquecível, romântico, vibrante, emocionante e feliz.É uma fase feliz, vigorosa e criativaÉ uma fase feliz, vigorosa e criativaonde tudo é novo e fresco, como umaonde tudo é novo e fresco, como umadensa nuvem no céu comdensa nuvem no céu comnuances de rosanuances de rosaMAS....MAS....
  3. 3. ... devemos reconhecer que essa mesmadevemos reconhecer que essa mesmajuventude tão louvada, cantada e tocante,juventude tão louvada, cantada e tocante,É também um momento repleto de lutas,de preocupações,É também um momento repleto de lutas,de preocupações,de nuvens escuras, muitas vezes de privaçõesde nuvens escuras, muitas vezes de privaçõese nunca livre de INCERTEZAS, ciúmes, turbulências,e nunca livre de INCERTEZAS, ciúmes, turbulências,competições, medos, ansiedades e rivalidades.competições, medos, ansiedades e rivalidades.É como uma corrida na qual éÉ como uma corrida na qual éPreciso ter concorrentesPreciso ter concorrenteso tempo todo e vencê-los para seo tempo todo e vencê-los para seconseguirconseguirum troféu cobiçado.um troféu cobiçado.
  4. 4. = A GRANDEMUDANÇA=“Felizmente, tanto na natureza comonos seres humanos”, depois da tempestadevem a bonança. “E talvez o melhor daJuventude”... é que ela já passou.
  5. 5. A verdade é que sem saber quando, ou mesmo sem poder definiruma idade específica (para alguns antes, outros depois), emalgum ponto impreciso da vida chega-se esse lapso de tempoem que tudo fica mais lento e começa a diminuir a sua marcha,pousando suavementesem pressa, dentro de nós mesmos.Foto: Cumbres de PalmiraFoto: Cumbres de PalmiraÉ como uma folha que se deixaÉ como uma folha que se deixalevar pela correntezalevar pela correnteza
  6. 6. Esta etapa, queridos amigos,É a MATURIDADEQue seja BEM VINDA!Que seja BEM VINDA!O rio caudaloso se transforma em um fluxode paz e move-se lentamente, quasesem sentir transforma-se em uma grandeza infinitaprofunda e imensurável, que é ofinal de todas as viagens e para onde vão parar todosos rios: o mar
  7. 7. Vejamos: a maturidade não é exatamente o meio dodia, nem a tarde, nem a noite. Antes, eu diria que é otempo impreciso que chega misterioso nas primeirashoras do dia, após momentos de nevoeiros voláteisque se dissolvem lentamente quando tocados pela luzdo sol surgindo, assim chega...A MADRUGADA
  8. 8. É algo extraordinario:Agora, não estamos mais preocupados com as tendências oumudanças que experimentam as novas gerações.Eles estão dobrando noites se debatendo para fazerem inovaçõesnaquilo que inovamos para eles.Essas novas tendências e costumes não mais nos afetam , porquenós não somos obrigados a usar, a mudar nem dar início a novoscostumes.Nós, bem ou mal, não importa como,estamos na direção da reta final.Então temos tudo para comemorar.A nossa época já é uma justificativa suficiente paranos manter como estamos, já fizemos nossasmudanças, mas não estamos alheios ao básico e aoessencial.Nós chegamos !
  9. 9. Ao chegar à maturidade cessam as dúvidas e asincertezas constantes. Se você não quiser, não precisamais trabalhar ou ficar até tarde estudando, não precisamais ficar correndo atrás do ônibus na parte da manhã,apresentar trabalhos sufocantes de última hora, passarno vestibular, imaginar com quem se casar, onde levar anoiva ou se preocupar em como conseguir um emprego.Definitivamente, o que tínhamos de ser, já o somos.E o que não havíamos de ser, não o fomos... e nem mais seremos...Não a esta altura. Disso não temos nenhuma dúvida.Então para que nos preocuparmos?
  10. 10. A idade dos impulsos arrebatadores, então, já terminou.Acabaram-se as preocupações, ansiedades e dúvidas. Isto émuito bom!. Se esta é a MATURIDADE… que seja bem vinda!Para nós que “cruzamos a fronteira” e estamos, do outroPara nós que “cruzamos a fronteira” e estamos, do outrolado, colocado neste terraço amplo, silencioso e arejado, nãolado, colocado neste terraço amplo, silencioso e arejado, nãoexistem correrias, nervosismo, competições,existem correrias, nervosismo, competições,pressas, lutas ou duelos até a morte. Nosso lugar está nopressas, lutas ou duelos até a morte. Nosso lugar está nopalco, não no ringue. Ou pelo menos, atrás das barreiras.palco, não no ringue. Ou pelo menos, atrás das barreiras.
  11. 11. HOJE é aquele futuro do qualestávamos tão temerosos ONTEM.E veja você, Tudo correu bem.Afinal de contas ... Aqui estamosnós!
  12. 12. Já não temos que continuar adiando mais as coisasou fazer planos inalcançáveis "para o futuro...",porque para nós, está bem claro...O Futuro já estáA conclusão é que, como já estamos na maturidade já nãofazemos planos a longo prazo (nem devemos).É necessário que, agora, comecemos JÁ, a ver os resultados detudo aquilo para o qual antescostumávamos trabalhar, planejar, economizare preparar ao longo de toda uma vida.
  13. 13. O Tempo não espera!De maneira que nós, também, não esperemos mais. Se ainda dispomosde uma razoável saúde e ainda conseguimos andar normalmente ; seainda podemos comer de “quase tudo” e ainda podemos desfrutar dealguns atrativos da vida, aproveitemos. Abram seus armários comporcelanas, pratarias e cristais que se tornaram lembranças e use-osaté se quebrarem (quebram-se facilmente e rapidamente) , não espereos vinhos envelhecerem por mais um séculoPara quando estão guardados?Se um ladrão não os levar , seus netos os acharão os quebrarão!Que não tenhamos que dizer depois:Que não tenhamos que dizer depois:““Tarde demais para recomeçar!”Tarde demais para recomeçar!”
  14. 14. Não fique esperando uma manhã brilhante e gloriosa, singular eperfeita.Se pensou em algum dia ter um barco, uma moto, um moto-home,uma câmera digital, um notebook ou um tablet (se você gostadestas coisas e tem dinheiro para adquirí-las) pode comprar agora!A hora é agora,A hora é agora,Não perca mais tempo!Não perca mais tempo!
  15. 15. E se estiver fazendo planos para um dia fazer umaviajem a Europa, ou as Cataratas do Iguaçu, aoHawaii, para o Alasca, para a China, ou mesmopara Patagônia, Muito bem: antes que outra coisaaconteça, como uma superdesvalo-rização da moeda, uma cirurgiarepentina , um AVC ou uminfarto...VÁ LOGO!VÁ LOGO!Tá esperando o que?Tá esperando o que?
  16. 16. Eu pessoalmente, pelo que sinto,descobrir a chegada da maturidade tem me fascinado e me enchede alegria. Estou muito impressionado. Eu nunca imaginei que fosseassim!!Eu pessoalmente, pelo que sinto,descobrir a chegada da maturidade tem me fascinado e me enchede alegria. Estou muito impressionado. Eu nunca imaginei que fosseassim!!Com inusitado espanto eu descubro dia a dianovas surpresas e satisfaçõesas quais nunca sonhei que existissem.
  17. 17. ““Vida: nada me deves.Vida: nada me deves.Vida: nada lhe devo.Vida: nada lhe devo.Vida: estamos em paz.”Vida: estamos em paz.”Versão Adaptada do Texto deFrancisco Arámburo Salasfaramburo@aramburosuites.comF I MF I M

×