Apresentação lorrayne

1.291 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
296
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação lorrayne

  1. 1. Escola Secundária Inês de Castro<br />Ano lectivo 2010/2011<br />Os Afrontamentos Imperialistas:<br />O domínio da Europa sobre o Mundo nas vésperas da 1ª Guerra Mundial<br />Trabalho realizado por:<br />Ana Catarina Cardoso nº1<br />Ana Patrícia Azevedo n2<br />Helena Sofia Martins nº10<br />Lorraynne Miranda nº13<br />
  2. 2. A Europa na Passagem do século XIX para o século XX<br />
  3. 3. No decurso do século XIX, o Mundo transformou-se consideravelmente …<br />AugusteComte<br />Charles Darwin<br />
  4. 4. A Europa Dominava o Mundo!<br />
  5. 5.
  6. 6. A Expansão europeia e o Imperialismo e o Colonialismo<br />
  7. 7. No final do século XIX e começo do século XX, a economia mundial viveu grandes mudanças. A tecnologia da Revolução Industrial aumentou ainda mais a produção, o que gerou uma grande necessidade de mercado consumidor para esses produtos e uma nova corrida por matérias-primas.<br />
  8. 8. “As colóniassãopara países ricos e com uma colocação de capitais mais vantajosos. (…) É nessa perspectiva que a França, que é rica, tem interessa em considerar a questão colonial.<br />Massenhoresum outro aspecto mais importante: a questão colonial é para os países mais industrializados (…) uma forma de, não só se abastecerem de matérias primas mas também de assegurar mercado para as suas exportações.”<br />J. Ferry, JournalOfficel, 1867-1885, inDocumentsd’histoirevivante.<br />
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11. Descrever a importância da Conferência de Berlim<br />
  12. 12. Conferência de Berlim<br /> A corrida na aquisição de colónias era intensa, e começou a criar alguns conflitos, principalmente entre colónias europeias. Por isso realizou-se a Conferência de Berlim, em 15 de Novembro de 1884<br />
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15. Caricatura do Ultimato Ingles <br />
  16. 16. A posição de Portugal perante as colónias africanas de Angola e Moçambique<br />
  17. 17. Na 2ª metade do século XIX, os povos da Europa Ocidental (onde Portugal estava incluído) interessaram-se pelo continente Africano para onde enviaram exploradores.<br />
  18. 18. Dos exploradores portugueses mandados distinguiram-se Serpa Pinto, Hermenildo Capelo e Roberto Ivens. <br />Hermenildo Capelo e RobertIvens<br />Alexandre Serpa Pinto <br />
  19. 19. Depois da conferência de Berlim, os países que estavam interessados em ter colónias Africanas enviaram missionários, tropas e funcionários. <br />Levou a que houvesse uma desmarcação arbitraria dos territórios, sem respeitos pelas etnias ou populações indígenas<br />
  20. 20. Mapa cor de rosa <br />Portugal queria construir um império que compreendia Angola, Moçambique e o território entre as duas colónias<br />
  21. 21. Descrever as causas que estiveram na origem da 1ª Guerra Mundial<br />
  22. 22. INICIO DA GUERRA<br />O começo deste conflito foi o assassinato de Francisco Ferdinando, príncipe do império austro-húngaro, durante sua visita a Saravejo (Bósnia-Herzegovina). As investigações levaram ao criminoso, um jovem integrante de um grupo Sérvio chamado mão-negra, contrário a influência da Áustria-Hungria na região dos Balcãs. O império austro-húngaro não aceitou as medidas tomadas pela Sérvia com relação ao crime e, no dia 28 de julho de 1914, declarou guerra à Servia.<br />
  23. 23. Atentado de Sarajevo<br />No dia 28 de junho de 1914, um atentado na capital da província austríaca da Bósnia-Herzegovina matou o arquiduque Francisco Ferdinandoe sua esposa, Sofia Chotek.<br />Arquiduque Francisco Fernandes <br />
  24. 24. Algumas causas:<br />A ascensão do sentimento nacionalista<br /> O sistema de estados soberanos, por vezes referido como o sistema de Véstfália, foi desenvolvido na Europa desde meados do Século XVII. O Nacionalismo ou Patriotismo podem, em parte, ser encarados como uma expressão ideológica popular deste sistema. Para se entender o porquê de as populações europeias estarem predispostas a uma guerra em 1914, muitos historiadores acreditam ser necessário analisar as origens dessas ideologias.<br />As Políticas Domésticas do Império Alemão<br /> Partidos de esquerda, especialmente o Partido Social-Democrata da Alemanha, tiveram grandes ganhos na eleição de 1912. Na época o governo alemão ainda era dominado pela classe dos Junkers, que temiam um grande crescimento da esquerda no país<br />As Políticas Domésticas da França<br /> A situação na França era a oposta, com os mesmos resultados. Mais de um século depois da Revolução Francesa ainda havia uma feroz batalha entre a direita que estava no poder e a esquerda. Uma guerra externa era vista por ambos os lados como um jeito de resolver a crise. Todos acreditavam que a guerra seria rápida e de fácil vitória. A esquerda considerava o conflito como uma boa oportunidade de implementar reformas sociais; já a direita acreditava que suas ligações com o exército poderiam lhe permitir uma possibilidade de assumir o poder.<br />

×