Projeto Cadeia de Calçados
de Birigui tem ampla
programação
Página 6
Começam os preparativos
para a BiriFest 2014
Página 8...
Março 20142
Parcerias sólidas em prol do desenvolvimento da indústria
U
ma das principais frentes de
trabalho do Sinbi é e...
Março 2014 3
O
s benefícios dos quais as
indústrias da região podem
desfrutar em diferentes áreas
foram apresentados no ev...
Março 20144
A
fim de conscientizar toda a
sociedade sobre a importância
da inclusão de pessoas com
deficiência no mercado ...
Março 2014 5
Q
uatro histórias de superação
emocionaram Birigui na noite
de 6 de março, no Teatro do
Sesi. O talk show “En...
Março 20146
O
PMC (Plano de Melhoria da
Competitividade) agora é Pro-
jeto Cadeia de Calçados de
Birigui. O nome mudou, ma...
Março 2014 7
AUniSinbi,universidadecorporativa
do Sinbi, desenvolveu diversas
ações no ano passado. Os cursos,
antes ofere...
Março 20148
J
á iniciaram os preparativos para a
7ª edição da BiriFest – a Festa do
Trabalhador. Realizada pelo Sinbi,
Ses...
Março 201410
C
omo tornar as empresas com-
petitivas utilizando como ferra-
menta as tecnologias online foi
tema da consul...
Março 2014 11
H
oje, o mercado de produtos
de moda, principalmente cal-
çados e acessórios, sofre com
o grande número de c...
Março 201412
T
eve início no mês de março o
projeto “O Mundo Mágico da
Comunicação”. Subsidiado pelo
Banco do Brasil, a in...
Informativo Sinbinforma de Março - SINBI - Birigui
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informativo Sinbinforma de Março - SINBI - Birigui

748 visualizações

Publicada em

Informativo onde na penúltima página tem o artigo de Gustavo Campos "Eu sou uma influenciadora. Será?", com dados da pesquisa Azimute 720 edição 2013.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
748
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informativo Sinbinforma de Março - SINBI - Birigui

  1. 1. Projeto Cadeia de Calçados de Birigui tem ampla programação Página 6 Começam os preparativos para a BiriFest 2014 Página 8 Parceria Sinbi e Fiesp promove Dia do Empresário em Araçatuba IMPRESSO Informativo do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui | Ano XII | Nº 113 | Março 2014 IMPRESSO Informativo do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui | Ano XII | Nº 113 | Março 2014 Página 3
  2. 2. Março 20142 Parcerias sólidas em prol do desenvolvimento da indústria U ma das principais frentes de trabalho do Sinbi é estimular a competitividade das empresas associadas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. Neste sentido, por meio de parcerias sólidas nosso Sindicato encabeça ações voltadas ao aprimoramento da categoria em diver- sos aspectos. O projeto Cadeia de Calçados de Bi- rigui, antigo PMC, desenvolvido junto ao Sebrae-SP, inicia os trabalhos di- recionados às MPEs com uma vasta programação de consultorias, missões empresariais, cursos em sintonia com a UniSinbi e diversas outras ações. O destaque para este ano é a oferta de uma missão para a feira GDS, na Ale- manha, que acontece no final de julho, cujos detalhes você poderá conferir nas próximas páginas. O investimento é muito pouco se considerarmos os benefícios que a experiência pode proporcionar. No ano passado realizamos missão empresarial para a Itália e quem participou adquiriu conhecimentos que possibilitaram a mudança para melhorar a condução dos seus empreendimentos. Falando em conhecimento, nossa uni- versidade corporativa – UniSinbi, ofere- ce diversas possibilidades de ascensão embasada na capacitação. Mais uma vez estenderemos nossa atuação a todos os setores empresariais, com programas selecionados a partir da análise de demanda de nossas associadas. No dia 13 de março também realizamos junto à Cesr (Central de Serviços da Fiesp) o Dia do Empresário da indústria, que divulgou aos novos e antigos as- sociados a imensa gama de benefícios que a indústria do polo oferece com o apoio da Fiesp. Agradecemos a toda a equipe da Cser pela dedicação na organização deste importante evento. A fim de valorizar nossos colaborado- res, já iniciamos junto ao Sesi e Prefei- tura os preparativos para a 7ª edição da BiriFest – a festa do trabalhador. Como no ano passado, o evento será atrelado à qualidade de vida, com o projeto Sesi Indústria, que oferecerá um circuito com diversos exames que visam estimular a prevenção. A cada dia trabalhamos mais. Com projetos e ações em diferentes esferas, temos o objetivo de auxiliar nossas associadas a encontrar os melhores caminhos para o desenvolvimento. Boa Leitura! Antenor Marques, presidente do Sinbi Editorial EXPEDIENTE Diretoria Sinbi Gestão 2014/2016 Presidente: Antenor Marques Vice-Presidentes: Nelson Giardino, Sérgio Gracia, Samir Nakad, Wagner Aécio Poli e Carlos Alberto Mestriner 1º Secretário: 2º Secretário: José Luiz Fernandes José Carlos Barducci 1º Tesoureiro: 2º Tesoureiro: José Roberto Colli Jacir Migliorini Diretor de Patrimônio: Marcelo Ribeiro Moreira Diretores Sociais: Denílson Eckstein Imael Varoni Diretora Administrativa: Elizabete Maria Folini Buono Membros do Conselho Fiscal: Fábio Madella, Juliano de Miguel Felipini e José Carlos Barducci MembrosSuplentesdoConselhoFiscal: Renato Rocha Barboza, Sérgio Donizete Sposito, Francisco Rueda Delegados na Federação: 1º delegado - Samir Nakad 2º delegado - Carlos Alberto Mestriner Suplente - José Roberto Colli Expediente: O Sinbinforma é uma publicação mensal que leva a Birigui e região informações relevantes direcionadas às indústrias de calçados, vestuário e para a sociedade em geral. Supervisão: Rossana J. Codogno Basseto Comunicação e Mídia: Diuan Feltrin – Mtb: 66.351 imprensa@sindicato.org.br Impressão e Fotolitos Artemidia Gráfica e Editora Tiragem: 1300 unidades Distribuição gratuita Diagramação DLS Comunicação - Birigui/SP Contato Rua Roberto Clark, 460 – Centro CEP: 16200 043 – Birigui/SP Fone: 018 3649 8000 sindicato@sindicato.org.br www.sindicato.org.br Redes Sociais FSC® C108481 @SINBIBirigui Sinbi.Birigui SINBIBirigui www.blogdorhsinbi.blogspot.com MISTO Papel produzido a partir de fontes responsáveis www.fsc.org
  3. 3. Março 2014 3 O s benefícios dos quais as indústrias da região podem desfrutar em diferentes áreas foram apresentados no evento “Dia do empresário da indústria de Araçatuba e região”, organizado pela Cser (Cen- tral de Serviços da Fiesp), com apoio do Sinbi na noite de 13 de março, no Mariá Plaza Hotel. Empresários de diferentes setores se reuniram a fim de prestigiar as ações sindicais que representam a base, ser- viços do Sistema S e outras ações que visam estimular o desenvolvimento do setor industrial. O diretor da Cser, Paulo Henrique Schoueri explica que o objeti- vo da ação é estimular o associativismo. “O empresário brasileiro precisa ter consciência de que se torna mais forte a partir do momento em que se une. A Cser traz às empresas dos sindicatos associados uma imensa gama de be- nefícios”, disse. O Sinbi foi representado pelo pre- sidente Antenor Marques. “Quando a indústria vai bem, todos os outros segmentos também obtêm sucesso. As iniciativas visam fortalecer o segmento de calçados e vestuário, com diversas ações que buscam capacitar, orientar, promover crescimento econômico e aprimorar a gestão”, disse o presidente, que aproveitou a oportunidade para apresentar a campanha de inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, o “Indique um Sonho”. Senai, Sesi e Ciesp Alta Noroeste também apresentaram todas as suas ações. O evento foi finalizado com a pales- tra “Perspectivas Econômicas 2014”, conduzido pelo Gerente do Departa- mento de Pesquisas e Estudos Eco- nômicos da Fiesp, Guilherme Moreira. Segundo ele, 2013 foi um ano otimista de recuperação. No entanto, 2014 não demonstra o mesmo sentimento. “O grande problema é que o empresário está com a sensação de que este ano não será exuberante. Esta queda de confiança é o principal fator que em- perra o desenvolvimento. Se acreditar- mos que o cenário não está bom, com certeza não faremos investimentos”, explica. Para Moreira, o otimismo pode ser recuperado a partir do momento em que se troca o modelo de importações e se prioriza a produção nacional. “É preciso investir na qualidade a fim de aumentar a competitividade do em- presário nacional da fábrica para fora, visto que da fábrica para dentro ele é competitivo e está melhor ou igual a qualquer outro”, afirma. O dia do empresário percorrerá outros polos industriais, a fim de apre- sentar todos os benefícios que a Cser oferece. Fiesp realiza “Dia do Empresário” e apresenta benefícios às indústrias PauloSchoueri,SamirNakadeAntenorMarques Evento também trouxe palestra sobre perspectivas econômicas Parceria GuilhermeMoreiraabordourumosdaeconomiapara2014
  4. 4. Março 20144 A fim de conscientizar toda a sociedade sobre a importância da inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, o Sinbi realizou no final de fevereiro o lançamento da campanha “Indique um Sonho”. O lançamento contou com a apre- sentação de vídeos, que apresentaram depoimentos de colaboradores de vá- rias empresas e que possuem diversos tipos de deficiências, mostrando os benefícios conquistados por meio do trabalho, como melhoria da qualidade de vida, autoestima e concretização de sonhos. A psicóloga Fernanda Fernandes, que possui deficiência visual total e que já presidiu o Comude (Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Birigui) relatou as difi- culdades enfrentadas pelos deficientes no mercado de trabalho, mas deixou uma mensagem otimista aos empresá- rios. “É preciso ter calma e fazer com que os deficientes percam seus medos e se sintam seguros. Birigui já melhorou muito nesse aspecto”, disse. Cotas Conforme a Lei nº 3807, as empre- sas com cem ou mais colaboradores são obrigadas a preencher determinadas porcentagens de cargos com pessoas que possuam algum tipo de deficiência. No entanto, o objetivo da campanha, bem mais do que atingir as cotas é promover a inclusão. “Sabemos que o trabalho promove muitos benefícios e queremos estendê-los ao maior nú- mero possível de pessoas”, afirmou o empresário Samir Nakad, que conduziu o evento. O “Indique um Sonho” conta com um site (www.indiqueumsonho.com. br) no qual é possível acompanhar as ações, cadastrar currículos e apoiar a campanha. S ustentabilidade, esperança, res- peito, acessibilidade, ação, par- ceria, união, sinergia. Estes são os pontos de partida do DRS Birigui (Desenvolvimento Regional Susten- tável) indicados por representantes de diversas entidades, dentre elas o Sinbi, em reunião realizada em feve- reiro na sede do Sindicato. Na ocasião, líderes do Banco do Brasil, articulador do projeto, estiveram presentes para conhecer o que as entidades têm feito para aprimorar o desenvolvimento do município. De acordo com o Gerente de De- senvolvimento Regional Sustentável do Banco do Brasil, Hélio Massao Kawano, o fundamento do projeto é destinar recursos para que toda a sociedade seja beneficiada. “Em Birigui observamos excelente potencial para estimular a qualidade de vida da comunidade. Os projetos que conhecemos em Birigui servem de exemplo em nível nacional. Os recursos existem, mas cabe às ins- tituições saber acessá-los”, observou em referência aos projetos do Instituto Pró-Criança, braço social do Sinbi, con- templados recentemente com recursos do Banco. O DRS começou os trabalhos em 2012 focado no primeiro objetivo, vol- tado à destinação e reaproveitamento de resíduos industriais. O biólogo Márcio Soares da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustenta- do explicou que foi elaborado recente- mente o Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos. “Era uma exigência estipulada por lei que até então não existia em Birigui. Várias entidades se reuniram para organizar este plano, que facilitará inclusive a execução de projetos para destinação de recursos e criação de associações que visem reaproveitar os resíduos”, disse. Participaram da reunião integran- tes do Banco do Brasil, Sinbi, Instituto Pró-Criança, Sebrae-SP, Sesi, Senai, Prefeitura, Instituto Federal e Ciesp Alta Noroeste. Sinbi promove lançamento da campanha “Indique um Sonho” MilenaCanassatrabalhanaempresaDanzer Objetivo da campanha é mostrar benefícios que o trabalho traz a estes profissionais Reuniãocontoucomlíderesdediversasentidades Iniciativa Parceria Grupo do DRS Birigui se reúne para articular ações
  5. 5. Março 2014 5 Q uatro histórias de superação emocionaram Birigui na noite de 6 de março, no Teatro do Sesi. O talk show “Encontro com Eva” fez parte das comemorações do mês da mulher e trouxe como mediadora Eva Praxedes, pedagoga com espe- cialização em administração e facili- tadora de grupos na comportamental Empretec/Sebrae. Valdenice Alves, proprietária da empresa Pitcho’s, associada ao Sinbi, compartilhou sua história. Filha de agricultores mudou-se para a cidade aos 8 anos, mas foi aos 27 que, inco- modada com a sensação de que a vida não mudava, decidiu empreender. A oportunidade surgiu com o convite do irmão que estava abrindo uma loja de componentes para calçados e gostaria de tê-la como sócia. “O começo foi mui- to difícil, eu tinha pouca escolaridade, mas procurei o Sebrae para me ajudar, acordava cedo para fazer o telecurso e completar meus estudos. Aos 30 anos cursei a faculdade de administração, depois pós-graduação, comecei a es- tudar inglês, espanhol e sempre estou em busca de conhecimento”, contou Valdenice. As outras empreendedoras a rela- tarem suas vivências foram Renata de Freitas Góes, professora na Fateb e Fa- tec; Rosângela Monteiro de Lima, sócia da Lima Materiais para Construção; e Ana Lúcia de Souza Ghaname, Secretá- ria de Segurança. Eva Praxedes finalizou o talk show incentivando as mulheres a se tornarem autoras de suas próprias histórias. Ex- plicou que a força do ser humano está na conexão com suas raízes. “Algumas pessoas ainda não pegaram suas vidas nas mãos, é preciso se reconciliar com suas raízes, sair da postura de vítima e ser autora de sua própria história”, disse Eva. Ela disse que estamos num momento onde tudo é permitido, o que torna mais difícil e confusa a nossa vida. O “Encontro com Eva” foi uma realização das parcerias entre Sinbi, Sebrae-SP, Prefeitura, Ciesp Alta Noro- este, Sesi, Senai, Acib, Instituto Federal e Sindicato dos Contabilistas. T ecnologia e inovação foram os temas do Seminário de Marketing Digital realizado pela Abradi-ISP (Associação Brasileira dos Agentes Digitais), no dia 8 de março na sede do Sinbi. Mais de 200 pessoas pres- tigiaram o evento. Com três palestras que abordaram diferentes aspectos do marketing digi- tal, o foco do seminário foi sensibilizar profissionais das áreas de marketing, publicidade e propaganda sobre como utilizar as plataformas digitais para o fortalecimento de marcas. A primeira palestra, com o tema “Empreendendo no Marketing Digital”, ficou a cargo de Paulo Milreu, que é fundador da Abradi-ISP. “Comecei a exercer minha carreira como empre- endedor, não sei como é ser um fun- cionário terceirizado, porque eu não vivi isso. Se você tem a vontade de ser empreendedor também, empreenda, mexa-se”, disse provocando a plateia. Dando sequência à programação, Vinicius Melo, Sócio-Diretor de Aten- dimento da Rebellion, abordou o tema “Marketing digital e Copa do Mundo – como tirar proveito do grande evento.” “O e-mail marketing, quando utilizado da maneira correta, tem mais resulta- do do que uma mídia digital como o Facebook ou qualquer outro meio de comunicação”, afirmou Melo. Finalizando o evento, Fernando Mensano, que é Diretor de Alianças Estratégicas, falou sobre “A arte de vender calçados pela Internet.” “Devido à praticidade das novas tecnologias, algumas empresas que possuíam a loja física estavam tendo prejuízo com o seu faturamento mensal. Portanto, optaram por fechar a loja física e trabalhar ape- nas com o e-commerce”, disse. Ao final do evento, um debate entre os palestrantes e os participantes escla- receu dúvidas sobre o tema. Talk Show comemora mês da mulher em Birigui TalkShowapresentoucasesdesucessodemulheresempreendedoras Empreendedoras compartilham histórias de sucesso no “Encontro com Eva” Debateentrepalestrantesfinalizouseminário Parceria Sinbi recebe Seminário de Marketing Digital
  6. 6. Março 20146 O PMC (Plano de Melhoria da Competitividade) agora é Pro- jeto Cadeia de Calçados de Birigui. O nome mudou, mas os bene- fícios para o aprimoramento da com- petitividade das micro e pequenas empresas do polo continuam a todo vapor. Desenvolvido pelo Sebrae-SP e Sinbi, o projeto oferece missões empresariais, ações de acesso ao mercado, palestras, workshops e consultorias, tudo com o objetivo de promover o desenvolvimento destes empreendimentos. Capacitar a mão de obra também é um dos objetivos do projeto. Por isso, em parceria com a UniSinbi – univer- sidade corporativa do Sinbi, desen- volverá palestras, cursos e workshops voltados ao aprimoramento da gestão. Para este ano a agenda está repleta de novidades, como participação em feiras, rodadas de negócios, consul- torias nas mais diversas áreas empre- sariais, palestras, semanas de conhe- cimento, cursos, dentre muitas outras assessorias que atendem às demandas das indústrias da cidade. Será oferecida às empresas adeptas ao projeto uma missão internacional à feira alemã GDS - International Event for Shoes & Accessories, realizada na ci- dade de Düsseldorf. No ano passado, as micro e pequenas empresas visitaram a Micam, na Itália. Além de ampliar a visão dos empresários quanto a métodos diferenciados de design e comércio de produtos, estas missões têm o objetivo de agregar conhecimento e contato com culturas diferenciadas. De acordo com o gerente do escritó- rio regional do Sebrae-SP de Araçatuba, Marco Aurélio Rosas, o objetivo do projeto é justamente tornar as micro e pequenas empresas mais competitivas no mercado cada vez mais acirrado. “Trabalharemos três pontos importan- tes. O primeiro é a gestão, isso inclui gestão de produção, de mercado e de pessoas, ou seja, sai na frente quem tem uma gestão eficiente. O segundo ponto, em que o Sebrae e o Sinbi investirão este ano é relacionado ao assunto tec- nologia, que auxilia o empreendedor a produzir mais e melhor, com valor agre- gado em cada peça ou componente. Além disso, também investiremos em inovação e design”, explica. Projeto Cadeia de Calçados de Birigui estimula competitividade das MPEs Sãooferecidasconsultoriasemdiferentesáreas Açõesdeacessoaomercado Agenda para 2014 conta com uma série de ações Em2013,projetolevouempresáriosàmissãonaItália Cadeia de Calçados de Birigui Aprimore sua empresa! Micro e pequenas empresas associadas ao Sinbi que desejam integrar o Projeto Cadeia de Calçados de Birigui podem entrar em contato com Elines Rodrigues por meio do telefone (18) 3649 8000 ou e-mail projetos@sindicato.org.br.
  7. 7. Março 2014 7 AUniSinbi,universidadecorporativa do Sinbi, desenvolveu diversas ações no ano passado. Os cursos, antes oferecidos aos gestores, estende- ram-seaoutrossegmentosdasempresas, como os líderes de produção e gestores de RH. O retorno foi muito positivo e os resultados observados rapidamente. A segunda turma do programa de formação de líderes inicia os trabalhos em abril e as inscrições já podem ser feitas. O objetivo é oferecer às lideranças de produção a oportunidade de adquirir conhecimento sobre como conduzir equipes e aprimorar a competitividade da empresa com base no desenvolvimento das pessoas. Oprogramatemduraçãodeoitomeses, sendoqueemcadaumserátrabalhadoum módulo. Algumas das temáticas trabalha- das são: Pensamento sistêmico, formação deequipes,comunicação,éticaeliderança, dentreoutras.Odiferencialdestainiciativa são os encontros regulares com os profis- sionais dos setores de recursos humanos, para que possam obter retorno sobre o aproveitamento dos líderes participantes do curso. SemanadaModa Em breve a UniSinbi divulga também a programação da 2ª Semana da Moda. Realizada em parceria com o Sebrae-SP, o evento traz uma programação com di- versas palestras voltadas aos setores de desenvolvimento e design de produção das indústrias de calçados e confecções. Pronatec A UniSinbi, em parceria com o Senai, também articula a captação de recursos via Pronatec (Programa Nacional de Aces- so ao Ensino Técnico e Emprego) para a realização de um curso para formação de Pespontadeiras. Esta formação pode ser feitacomfuncionáriosdaprópriaempresa que tenham interesse em fazer o curso, desde que seja de interesse da empresa qualificar este profissional. Pessoas da so- ciedade em geral também podem realizar inscrição.Ocursoégratuitoeoparticipante recebeajudadecustonovalordeR$2,00 porhora/aula,queéumacontribuiçãopara deslocamento e lanche. Em parceria com o Sesi, a UniSinbi também realizou em março o curso “Administre seu dinheiro de forma consciente”, que foi direcionado aos profissionais de recursos humanos das empresas associadas ao Sindicato. A agente de atividades socioculturais do Sesi Birigui, Josyanne Martins Gomes Viana apresentou dicas de como os pro- fissionais podem planejar suas finanças de forma mais eficaz. Em abril o curso acontece nos dias 16 e 24, na sede do Sesi. Há uma taxa para contribuição do material utilizado: R$ 20 parabeneficiáriosdeindústriaeR$29para não beneficiários. UniSinbi prepara vasta programação de capacitações para indústria de Birigui Administre melhor o seu dinheiro Formações visam atender às demandas das empresas associadas ao Sindicato Iniciativa Para mais informações sobre a programação de cursos da UniSinbi, ligue para (18) 3649 8000 ou envie um e-mail para unisinbi@sindicato.org.br, falar com Elines. Mais informações pelo telefone (18) 3643 1400.
  8. 8. Março 20148 J á iniciaram os preparativos para a 7ª edição da BiriFest – a Festa do Trabalhador. Realizada pelo Sinbi, Sesi (Serviço Social da Indústria) e Prefeitura de Birigui, o evento é uma homenagem ao Dia do Trabalhador e já é tradição na cidade. A festa começa no dia 30 de abril, a partir das 18h30, na Praça Anna Nunes Garcia (Parque do Povo) e se estende no dia 1º de maio com a ação Sesi Indústria, na sede do Sesi. Como de praxe, serão sorteados vá- rios prêmios: TVs de 32’’, micro-ondas, bicicletas entre outros. O prêmio mais aguardado é uma moto 0km. Os cola- boradores das empresas associadas ao Sinbi têm direito a concorrer preen- chendo o cupom a ser entregue pelos RHs e colocando nas urnas no dia do evento. A abertura, que inicia oficialmente os Jogos do Sesi, contará com apresen- tação da dupla biriguiense Luis Henri- que & Léo, cujo sertanejo universitário promete animar a noite. Para o presidente do Sinbi, Antenor Marques, esta é uma festa especial, pois homenageia aqueles que são peças fundamentais para nossas indústrias. “É o momento de valorizar nossos colaboradores, prestando a eles justo reconhecimento”, afirma. Jogos do Sesi A BiriFest abre os Jogos do Sesi, que conta com diversas modalidades individuais e coletivas. As inscrições podem ser feitas no site www.sesisp. org.br. Incentive os funcionários de sua empresa a participar. Vem aí a BiriFest 2014 – A festa do trabalhador Evento traz pela segunda vez a ação Sesi Indústria ArteMídia Novo conceito A BiriFest chega à 7ª edição de cara nova. A marca foi repaginada, destacando a prática de esportes e qualidade de vida que são a base da iniciativa. Iniciativa
  9. 9. Março 201410 C omo tornar as empresas com- petitivas utilizando como ferra- menta as tecnologias online foi tema da consultoria coletiva condu- zida por Luigi Batista Monterani, do Sebrae-SP, na tarde de 18 de março. A iniciativa integra o calendário de ações do Projeto Cadeia de Calçados de Bi- rigui junto à UniSinbi – Universidade Corporativa do Sinbi. Durante a explanação, o consultor destacou aspectos que mostram a im- portância de as empresas investirem em umanovaplataformaafimdeatingirseu público-alvo: o e-commerce. “A Internet já está no Brasil há quase 20 anos e até agora alguns empresários ainda não se deram conta do potencial desta ferra- menta, que atualmente é pré-requisito para o aprimoramento da competitivi- dade de qualquer empreendimento”, explica. Apresentando cases de sucesso de marcas famosas como a Arezzo, que in- veste maciçamente no universo digital, Monterani afirma que os empresários precisam começar a explorar este nicho e aprimorá-lo gradativamente. Larissa Grassi Mário, estilista da Por- tezuelo, participou da consultoria. Para ela, que conduz as mídias sociais e o site da empresa, os conhecimentos transmi- tidos foram muito bons. “Os conteúdos ajudaram a ampliar a mente, mas por ser uma área bastante ampla, tive algumas dúvidas que programei para esclarecer em consultoria individual”, disse. D e 18 a 21 de março, em Novo Hamburgo (RS) aconteceu a 38ª Fimec (Feira Internacional de Cou- ros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes). A feira trouxe diversas no- vidades em forros, tecidos, estampas e dublagens para os setores de calçados, vestuário,bolsas,acessóriosedispositivos deretenção,comocarrinhosecadeirinhas para bebês. Birigui esteve representada pela as- sociada JR Soluções, que participou pelo sexto ano consecutivo. A empresa expôs novos materiais de suas duas empresas: a Jotaclass e a JR Dublagens. A primeira trouxe couraças, forros resinados e con- trafortes e a segunda, as linhas de forros. Para Gilson Oclair Contel, do setor de desenvolvimento e qualidade da JR, a participação da empresa foi muito positiva. “Tivemos a visita de clientes de grandeporte.Nossofocoéosegmentode calçados,mastambémrecebemosvisitas dosramosdebolsas,cintos,automotivoe vestuário. Essa abrangência já tem se tor- nadotendênciaemoutrasfeiras.Aotodo, recebemosaproximadamente120visitas em nosso estande individual”, afirma. Consultoria coletiva de marketing aborda e-commerce LuigiMonteraniabordoudiversosaspectosdoe-commerce Para consultor do Sebrae-SP, empresas precisam explorar este universo de possibilidades JRrepresentouBiriguinaFimec2014Feirachegoua38ªedição JR participa da 38ª Fimec Cadeia de Calçados de Birigui Feiras
  10. 10. Março 2014 11 H oje, o mercado de produtos de moda, principalmente cal- çados e acessórios, sofre com o grande número de concorrentes e alternativas de consumo. É preciso estar atento às oportunida- des, acertar a coleção e, acima de tudo, olhar com mais carinho para o varejo, criando experiências de compra mais prazerosas. Diante deste fato, vamos falar um pouco sobre a “NFR 2014”, “NationalRe- tail Federation – NRF”, que realiza o “NRF BIG SHOW” na cidade de Nova Iorque, o maiorencontrosobreinovação,tecnolo- gia, economia, marketing, comunicação, empreendedorismo e tendências do mundo, sempre focado no varejo. Grande parte dos temas abordados nas palestras e worshops são pertinen- tes para o sucesso de nossas coleções, pois estão diretamente ligados ao con- sumidor e como este pretende consumir no futuro, entre eles: Conexão Emocional: construir um ambiente humanizado na loja física, proporcionar uma experiência de com- pra convincente, pois lojas que focarem apenas em produto e preço vão perder a venda para lojas online. O Varejo precisa entender que não podem mais ser sim- plesmente locais de venda de produto, mas ser um espaço de entretenimento e educação. Customização Total: o consumidor quer fazer parte da elaboração do pro- duto,esteéumcaminhosemvolta,gran- des marcas já realizam este trabalho, Nike e New Balance são pioneiras, com lojas físicas que criam esta experiência, o produto no final pode custar o dobro do preço inicial, mas o consumidor não se importa, pois quer exclusividade. Grandes desafios para o futuro! Ou seria para o presente? Good vibes! N os estudos de marketing da era anterior às mídias sociais os influenciadores eram pessoas mais raras. O espaço de mídia de que precisavam era mais restrito, desta for- ma mais seletivo. Com o advento das mídiassociais,apopularizaçãodabanda larga e dos smartphones com câmeras poderosas, qualquer mulher hoje pode postarlooks,vídeos,opiniões,sugestões e críticas e, dependendo da qualidade destematerial,influenciaroconsumode produto de seus seguidores/fãs. Na pesquisa Azimute 720, a saber, a maiorpesquisadeconsumodecalçados femininos do Brasil, revela-se que 41% das mulheres se consideram influen- ciadoras, ou seja, suas amigas compram por ela dizer para comprarem ou por estar usando o modelo de calçados. Poderíamos dizer que são as mulheres “social-alphas”. Já 55% das mulheres, as seguidoras, afirmam que já compra- ram produtos que as amigas também possuem. E tem a “mulher-invejinha”, aquela que compra os produtos pensan- do no que as suas amigas irão pensar, que somam 48% da amostra nacional. Já ouviu aquela expressão que mulher se veste para as outras mulheres? Pelo menos para uma em cada duas isso tende a ser verdade. Para vender, independente de crise, precisamos nos posicionar como marca. Em alguns lugares, para algumas marcas, o discurso é ser único, distinto e exclu- sivo (“de dar inveja que só você tem”). Em outros canais, para outras marcas, o discurso é que está na moda e que todos possuem (“e você não pode ficar para trás, não é mesmo?”). E em outras circunstâncias, o apelo deve ser “o que as suas amigas irão pensar?”. Para um posicionamento ideal, no mínimo todos na empresa deveriam ter uma resposta similar para três questões: o que a sua marca quer ser? Para quem ela quer ser isso? Considerando isso, onde devo distribuir meus produtos? Entenda o mercado e faça mais negócios. O futuro do varejo Eu sou uma influenciadora. Será? MarneiCarminatti Por Marnei Carminatti* Por Gustavo Campos* *Marnei Carminatti é designer da Assintecal (Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos) *Gustavo Campos é idealizador do projeto Azimute 720 e fundador da Focal Pesquisas Coluna da Moda Artigo GustavoCampos
  11. 11. Março 201412 T eve início no mês de março o projeto “O Mundo Mágico da Comunicação”. Subsidiado pelo Banco do Brasil, a iniciativa visa promover o resgate da história da telefonia em Birigui, visto que a sede do Pró-Criança foi a primeira casa de telefonia da cidade. A pedagoga do Instituto, Rozilene Fátima Hernandes, e a psicóloga Laryssa ChrystinadaCruzCasagranderealizaram visitas às escolas Terezinha Bombinati e Izabel Branco. Na ocasião, mediaram uma conversa com os alunos sobre a trajetória da comunicação no mundo, no Brasil e no município. Na sequência, as crianças visitaram a exposição perma- nente localizada na sede de Instituto, onde puderam conhecer aparelhos telefônicos de diferentes períodos da história. De acordo com a pedagoga o projeto está sendo muito produtivo. “Nas duas escolas percebemos que as crianças estão bem interessadas em aprender. Além disso, os professores também interagem e fazem relação com suas disciplinas”, afirma. O Instituto Pró-Criança partici- pou no dia 16 de março em Araçatuba do Leilão da Solida- riedade. O evento foi promovido pela Central Leilões, Maçonaria e Lions Clube e teve o objetivo de arrecadar recursos para entidades sociais. Para a gestora social do instituto, Marie Calixto Marques de Oliveira, o objetivo da participação é angariar recursos para a manutenção dos pro- jetos, que não podem ficar restritos a apenas um meio de arrecadação. Lucas, 6 anos, e Bryan, 7, são os novos alunos do Instituto Pró-Criança. Lucas tem Síndrome de Down e Bryan, paralisia parcial. A presença deles jun- to às outras crianças tem estimulado a aceitação das diferenças. Segundo a assistente social do Instituto, Eliane Gonçalves, o trabalho de inclusão começou no ano passado, quando as crianças visitaram a Apae. “Já começamos a perceber evolução no comportamento das crianças”, disse. O Pró-Criançaacabadeobterins- crição junto ao Conselho Mu- nicipal de Assistência Social. Isto denota a consolidação do trabalho desempenhado pelo braço social do Sinbi em prol das famílias biriguienses, de modo a facilitar o pleito de recursos inicialmente na esfera municipal e posteriormente na estadual. Começam as atividades do projeto “O Mundo Mágico da Comunicação” CriançasvisitamexposiçãoCasadoTelefone Exposiçãoestáabertaàsescolasdacidade Bryan,7,estáhádoismesesnoPró-CriançaEquipePró-Criançareunidanoevento Pró-Criança participa do Leilão da Solidariedade Inclusão Conquista Responsabilidade

×