Socialização (CPII)

1.336 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.336
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
524
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Socialização (CPII)

  1. 1. RMJ AULA CIÊNCIAS SOCIAIS 7º
  2. 2. Socialização •Nos ensina a conviver com nosso grupo social. •A nos comunicarmos e usar a linguagem. •A entender as regras e limites, obrigações e direitos que temos no nosso grupo social. •A desempenhar papéis sociais.
  3. 3. CULTURA •O modo como convivemos, como interagimos, a capacidade de nos organizarmos de modos infinitamente diferentes, de elaborarmos soluções a problemas, de guardarmos as informações através da linguagem: todas essas atividades são os elementos que nos caracterizam e nos distinguem como humanos. Ou seja, nos humanizamos através da interação social, da socialização e da CULTURA.
  4. 4. Socialização •É por meio da socialização que a espécie humana se integra ao grupo em que nasceu, e, gradativamente, também passa a integrar-se com outros grupos sociais, internalizando o conjunto de hábitos, costumes, valores e regras característicos de cada grupo em particular.
  5. 5. Sociabilidade •A sociabilidade é a capacidade típica da espécie humana para conviver em sociedade . •O processo de socialização somente torna-se possível através do contato cotidiano entre os indivíduos que realizam a interação social. Por intermédio da socialização, o novo indivíduo integra- se ao grupo em que nasceu, adquire identidade coletiva e individual e absorve conhecimentos e informações das gerações anteriores. Realizando a interação social ao longo da vida.
  6. 6. Grupos Sociais • Os grupos sociais são conjuntos feitos de pessoas que compartilham valores, normas, atitudes, língua (idioma), cultura, religião, etc. • Ao longo da vida, as pessoas participam de diferentes grupos sociais, através das relações que estabelecem nestes grupos constroem sua identidade (definindo o time do coração, associando-se à terra onde nasceu e/ou ao bairro onde cresceu, praticando a religião em que acredita, etc.). • Ou seja, as concepções de mundo que possuímos, a forma que agimos e os nossos VALORES SOCIAIS estão fortemente relacionados aos grupos sociais aos quais pertencemos.
  7. 7. Grupos Primários • Consistem em pequenos grupos que se fundamentam principalmente em relações pessoais e mais próximas. Tende a ocorrer uma interação face a face (cada um conhece o outro e é conhecido), surge um sentimento de cooperação e de formação de propósitos comuns aos membros do grupo. Consolida-se a idéia de "NÓS" entre os integrantes do grupo social, envolvendo uma espécie de simpatia e de identificação mútuas, capaz de suavizar muitas atividades externas de pressão exercida sobre seus membros. Os comportamentos dos integrantes de um grupo social primário são mais ou menos previstos por todos. • Exemplos: família, círculos de amizade, integrantes de comunidade indígena, etc.
  8. 8. Grupo social primário (amigos)
  9. 9. Grupos Secundários • Estes grupos podem ser caracterizados pelo predomínio das relações impessoais, formais e indiretas. As relações sociais em grupos sociais secundários são passageiras e desprovidas de muita intimidade; gerando um certo distanciamento entre seus membros. O comportamento é controlado por normas gerais que precisam ser obedecidas, até porque o sentimento de pertencimento ("nós") é fraco. • Exemplos: igreja, partidos políticos, sindicatos, turma escolar, grupo de trabalhadores em atividade professional, etc.
  10. 10. Estudantes em assembléia
  11. 11. ESPAÇO SOCIAL / ESPAÇOS DE SOCIABILIDADE • Você já deve ter reparado que O COMPORTAMENTO entre as pessoas tende a mudar dependendo da situação e do ESPAÇO SOCIAL em que estão. Regulamos nossas atitudes, expectativas, tom de voz, vestimentas etc considerando que estaremos em espaços de sociabilidade específicos, onde a nossa interação com os demais e mesmo nossa postura conosco mesmos irá adequar-se. Ou seja, podemos dizer que há uma INTERAÇÃO SOCIAL entre indivíduos pois a ação de cada um deles considera os demais indivíduos de um grupo.
  12. 12. O espaço social / espaço de sociabilidade • É formado pela combinação entre o ambiente, as regras nele presentes, os valores sociais preponderantes, a hierarquia nele presente, e a função deste espaço de sociabilidade. Assim, cada um dos seres sociais vive transitando entre os diferentes espaços sociais: casa, rua, escola, praça, trabalho, templo religioso, shopping, hospital, condomínio, clube, zona urbana, zona rural, do país, etc. Podemos concluir então que, ao ser socializado, o ser humano passa a ter a capacidade de compreender e atuar de forma adequada nos diferentes tipos de espaços sociais que poderá viar a ocupar.
  13. 13. Socialização Primária • Aquela que nos permite assumir a nossa “identidade” nos primeiros anos de vida. Assim, em contato com os pais ou outras pessoas que nos influenciem de forma direta e forte na vida diária, aprendemos a agir como pessoas, a diferença básica entre o “certo” e o “errado”, o “bem” e o “mal”, além de formarmos habilidades que parecem “naturais” (como andar ou falar), mas que são, no fundo, aprendidas com a convivência. • Nossa socialização primária inicia-se a partir do momento em que começamos a interagir socialmente e a conviver com outros seres humanos, e desde este momento o aprendizado começa em nossas vidas, e aprendemos muito, mesmo sem perceber que isso está ocorrendo!!!
  14. 14. Socialização primária
  15. 15. Socialização Secundária •Aquela que acompanha nossa vida em seus diferentes momentos e que nos permite assumir vários “papéis sociais” enquanto crescemos e nos desenvolvemos. Ao assumir vários papéis sociais, cada um de nós passa a perceber nossa condição de membro da sociedade. Enfim, como “atores sociais” precisamos agir de acordo com regras, valores, normas e padrões sociais, tendo como objetivo desempenhar diferentes “papéis sociais” (capacidade que os membros da nossa e de outras sociedade têm de agir de acordo com os padrões sociais).
  16. 16. Pessoas trabalhando
  17. 17. O Papel social • O papel social desempenhado por um indivíduo pode atribuir a ele maior ou menor status social, dependendo do espaço social onde está interagindo. • No teatro, o papel do ator inclui as falas e o modo de ser dos personagens que ele está interpretando. Na sociedade, o papel social inclui tanto aquilo que o ocupante da posição social precisa saber quanto a maneira de agir que corresponde a tal posição. Por exemplo, você para desempenhar o papel de aluno precisa aprender quais são as regras que garantem o bom desempenho da “representação” que serão desenvolvidas neste “palco” ou “cenário”, isto é, a escola. • Enfim, como já ressaltamos é a socialização que prepara o indivíduo para o desempenho dos diferentes papéis sociais. • É importante lembrar que há expectativas sociais para cada papel social. Quando uma mulher está grávida, há a expectativa social de que ela vai assumir esse papel social, ciudando de sua saúde de da saúde de seu bebê.
  18. 18. Diferentes papéis sociais
  19. 19. STATUS SOCIAL • É o fator determinante para hierarquizar um indivíduo dentro de um grupo social. O status social de uma pessoa sempre existe em relação a outras pessoas. Ele existe e funciona dentro de um contexto social específico. • Os status sociais podem mudar: • a) ao longo da vida: por exemplo, um jovem que hoje é apenas estudante pode tornar-se, no futuro, um grande cientista, sendo mundialmente conhecido, passando a ter status mais elevado devido a suas pesquisas e descobertas capazes de gerar enormes benefícios à humanidade. • b) de acordo com os papéis sociais assumidos em espaços sociais específicos: este mesmo cientista, internacionalmente renomado e respeitado, ao chegar na casa de seus pais precisa respeitar e seguir as regras definidas por seus parentes mais velhos, tendo nesse espaço social familiar um status inferior ao de seus parentes mais velhos.
  20. 20. Distintas posições de status numa empresa
  21. 21. STATUS SOCIAL • A organização de um espaço social é definida pelas REGRAS e VALORES SOCIAIS nela presentes, e também por meio das posições de status social presentes neste ambiente. Numa empresa, patrões e empregados possuem direitos, deveres e vantagens e desvantagens muito diferentes, assumem papéis sociais diferenciados de acordo com suas funções, e estes papéis sociais podem ser considerados de status mais elevado ou inferiorizado. Na nossa sociedade atual, patrões e empregados ocupam status (posições de poder, posições hierárquicas) diferentes dentro de uma empresa. • Perceber que elementos são valorizados e desvalorizados em uma sociedade, quando e quais indivíduos podem ocupar posição de status elevado ou inferiorizado é desvendar o mapa hierárquico desta cultura. Essa é uma das tarefas dos antropólogos quando realizam suas etnografias!!! Para realizar este mapa hierárquico cultural é fundamental ter sensibilidade em nosso olhar para percebermos os graus diferenciados de prestígio, poder e respeito que indivíduos ou grupos sociais ocupam em cada circunstância e/ou espaço social.

×