Aula 25 09_14

666 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
666
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
320
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 25 09_14

  1. 1. + Aula Sociologia RMJ
  2. 2. + Direitos Humanos e Cidadania. A Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência foi incorporada à legislação brasileira em 2008. Esta convenção tem equivalência na emenda constitucional, nos termos previstos no Artigo 5o, § 3o da Constituição brasileira, o governo brasileiro, quando o fez, reconheceu um instrumento que gera maior respeito aos Direitos Humanos. Iniciativa da Presidência da República, através da Secretaria de Direitos Humanos. E da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Foi firmado com um protocolo facultativo à Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.
  3. 3. + Direitos Humanas e Cidadania.  A Secretaria de Direitos Humanos tem como objetivo a resolução de conflitos e reforçando a atuação dos defensores de Direitos Humanos. Também realiza um trabalho articulado com o Ministério Público, órgãos dos Poderes Judiciário, Legislativo, Executivo federal e dos demais entes federados, e com organizações da sociedade civil.  Tortura  Criança e Adolescente Pessoa Idosa Pessoas com Deficiência LGBT População em Situação de Rua
  4. 4. + Direitos Humanos e Cidadania.  Um dos compromissos do Governo brasileiro, por intermédio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é assegurar um país acessível para todas e todos, o que significa reconhecer e realizar os direitos de mais de 24 milhões de brasileiros e brasileiras com deficiência, segundo o IBGE.  Assim está assumindo a questão como de política pública bem como representa um diferencial positivo do ponto de vista institucional.
  5. 5. + Habermas.  Teoria do Agir do agir comunicativo.  Quanto mais racional uma sociedade, mais evoluída será, por um lado, no sentido da própria racionalização (Estado e mercado) e, por outro, no sentido de maior diferenciação das “esferas do valor” (arte, ciência, moral e política).  Racionalidade instrumental (investir na bolsa de valores para obter um rendimento, produzir mercadorias para gerar lucro, criar funções administrativas para melhor controlar os gastos públicos e privados). – sistema (adequação de meios a fins) presentes nas relações hierárquicas (poder político) e troca (economia)  Razão comunicativa (organiza a identidade e a solidariedade, formas de associação diferentes daquelas que predominam os interesses marcados pela racionalidade instrumental). – mundo da vida (domínio da reprodução simbólica, da linguagem, das redes de significado).
  6. 6. + Patriarcalismo. (Gilberto Freyre) O modelo patriarcal pressupõe, algumas premissas como:  1) a visão de uma sociedade dividida entre senhores e escravos (dominantes e dominados). Este conceito analítico seria definido principalmente por correntes historiográficas de tendências marxistas.  2) A escravidão teria desvirtuado o comportamento familiar do modelo ibérico.  3) A família brasileira seria uma adaptação ao sistema colonial, ou seja, resultado de um processo singular de criação de um determinado tipo de estrutura
  7. 7. + Patriarcalismo. (Gilberto Freyre) O processo de colonização no Brasil deu-se sobre a égide de um tripé fundamental estruturador da sociedade brasileira. Seriam estas as bases: o latifúndio, a escravidão e uma economia agroexportadora. A família senhorial era a resultante desse tripé, segundo a formulação freyreana.
  8. 8. + Oliveira Viana  família brasileira = família patriarcal. Visão de Gilberto Freyre, SBH, Oliveira Viana, entre outros.  Família brasileira = família nuclear burguesa. Florestan Fernandes.
  9. 9. + Jean-Baptist Debret. Viagem pitoresca e histórica ao Brasil.
  10. 10. + Sociabilidade e Redes Sociais
  11. 11. + Sociabilidade e Redes Sociais
  12. 12. + Sociabilidade e Redes Sociais
  13. 13. + Sociabilidade e Redes Sociais
  14. 14. + Sociabilidade e Redes Sociais
  15. 15. + Sociabilidade e Redes Sociais
  16. 16. + Cultura. (Etnia – Nação Zumbi) Podemos considerar a última estrofe, na qual manifestações tradicionais da arte popular aparecem combinadas com o termo que sugere modernidade (“ Maracatu psicodélico”, “ Berimbau elétrico” . Dessa forma os compositores veem a cultura popular atravessada pela vida urbana e suas modernidades. Assim a cultura está sujeita a mudanças e reinterpretações de seus significados.
  17. 17. + Estado - Nação Bauman e a ideia da globalização enfraquecendo o Estado moderno 1) Os problemas globais não podem ser resolvidos por nenhum Estado sozinho. 2) A globalização diminui a liberdade para o Estado regular a economia de seu território. Nesse processo, as empresas multinacionais ganharam muito mais liberdade para escolher em que países querem investir.
  18. 18. + Definição  Movimentos sociais sempre estiveram presentes na História da sociedade.  É durante a luta pela cidadania que se formam os cidadãos.  Os movimentos sociais foram - e são - fundamentais na tarefa de exigir do Estado o reconhecimento dos direitos que compõem a cidadania e para que os próprios cidadãos discutam entre si quais devem ser esses direitos.  Chamamos de movimento social um grupo de pessoas que atua conjuntamente para transformar algum aspecto da realidade.
  19. 19. + Movimentos Sociais - Definição  São diferentes dos partidos políticos porque, não procuram, necessariamente conquistar o controle do Estado.  Em cada época os movimentos sociais tem um “repertório” diferente, um conjunto de práticas utilizadas para reivindicar. No mundo contemporâneo, esse repertório inclui, entre outras coisas, campanhas pela internet, protestos, passeatas, e outras formas de atuação política independente da disputa pelo Estado. (Charles Tilly)
  20. 20. + Manifestação Sindical (1º de maio. Pç da Sé – SP)
  21. 21. + Movimentos dos Trabalhadores Sem Terra (MST)
  22. 22. + Parada do Orgulho LGBT (Movimento de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros)
  23. 23. + Primavera Árabe (2011) – Cairo no Egito.
  24. 24. + Movimento Passe Livre (Jornadas de Julho).
  25. 25. + Reestruturação e Trabalho. http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/ noticias/foxconn-vai-trocar-trabalhadores- por-um-milhao-de-robos-em- tres-anos-20110801.html

×