Aula 4 - H arte I

765 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
765
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 4 - H arte I

  1. 1. Aula 04 O PAIRO O PAPIRO Arte Egípcia
  2. 2. HIERÓGLIFOS (do grego hieros que significa sagrado, e ghyhhein que significa gravar) pictogramas + fonogramas
  3. 3. Destaques da produção deste povo: As pirâmides O hieróglifo O papiro As jóias A matemática A medicina O estudo das estrelas (astronomia)
  4. 4. Algumas curiosidades: O primeiro sapato A peruca
  5. 5. Futuros Egípcios - 7.000 a 5.000 a.C Cultura Nágada - 4.000 a.C 3.000 a.C 2.000 a.C 1000 a.C Antigo Império Médio Império Novo Império em um total de 31 dinastias
  6. 6. Ciência e cultura egípcias Ciência e cultura egípcias
  7. 7. Arquitetura, engenharia e matemática nessas áreas, os Egípcios se destacaram: lançando os fundamentos da geometria e do cálculo complexo inventando técnicas de irrigação e de construção (a alavanca)
  8. 8. As pirâmides monumentos ao faraó
  9. 9. Djoser A primeira construída, em Secará, Menphis (séc. XXVIII a.C.)
  10. 10. No deserto de Gisé estão as mais famosas: Quéops aproximadamente 2,3 milhões de blocos de rocha, cada um pesando em média 2,5 toneladas 146 metros de altura
  11. 11. Quéfren 143 metros de altura
  12. 12. Miquerinos media 66 metros e 44 centímetros
  13. 13. Os hieróglifos a escrita sagrada
  14. 14. os egípcios inventaram cerca de 6900 sinais escrita hieroglífica demótica (com ideogramas) Pedra da Roseta (para fins hierática (para uso religioso) comuns)
  15. 15. O papiro
  16. 16. O principal responsável pela tradução do hieróglifo egípcio foi o francês Jean-François Chapollion, com a ajuda definitiva da Pedra da Roseta, encontrada em 1.799 por soldados de Napoleão, na região de Roseta, Egito.
  17. 17. Religião
  18. 18. Religião - Politeísta e antropozoomórfica (deuses representados por corpo ou cabeça de animais) Entre 1.377 e 1.358 a.C., Amenófis IV introduz o monoteísmo
  19. 19. A ARTE // CARACTERÍSTICAS // combinação de regularidade geométrica e aguda observação da natureza; // representação dos objetos sempre a mais completa possível; // cada objeto devia ser observado de seu ângulo mais característico - dessa forma o método do artista era semelhante ao método de um cartógrafo; // lei da frontalidade: representação do corpo humano: * cabeça era representada de perfil; * o olho era sempre representado de frente; * os ombros e o tronco também eram representados de frente; * o pé era representado sempre lateralmente.
  20. 20. A lei da frontalidade
  21. 21. Sobre o método 1. Antes de iniciar o trabalho, o artista desenhava uma rede de linhas retas; 2. Distribuía as figuras ao longo dessas linhas.
  22. 22. As cores De acordo com O livro dos mortos: Azul escuro: o céu à noite Verde: ressureição e renovação Vermelho: sangue, energia e vida
  23. 23. As mudanças Novo Império
  24. 24. Nefertiti, 18ª dinastia, Museu do Cairo
  25. 25. Cruz Egípcia - Ankh / Ansata
  26. 26. Olho de hórus
  27. 27. O escaravelho
  28. 28. Par de pulseiras de Ramsés II.
  29. 29. O Egito Greco-Romano (Macedônios, Ptolomeus e Romanos)
  30. 30. • Alexandre o Grande ocupa o Egito • General de Alexandre, Ptolomeu, torna-se rei e funda uma dinastia • Gravação da Pedra de Rosetta (196 a.C.) • Reinado de Cleópatra VII (51-30 a.C.) • O Egito passa a ser uma província do Império Romano (30 a.C.)
  31. 31. Retrato de um Homem. Têmpera sobre madeira Século IV d.C. Museu do Cairo.

×