Dgc segurança dos consumidores no carnaval 2014

678 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
678
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
167
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dgc segurança dos consumidores no carnaval 2014

  1. 1. Brincar ao em Segurança
  2. 2. CARNAVAL é sinónimo de fantasia e diversão. Para que esta época festiva decorra sem incidentes, deverão ser tomadas precauções na utilização de alguns produtos associados a esta época, de modo a evitar situações indesejáveis. Fatos, máscaras, cabeleiras, barbas, bigodes, apitos, buzinas, serpentinas, bombas de mau cheiro, estalinhos, abelhas, foguetões e bombas são alguns dos produtos usados nas brincadeiras de Carnaval.
  3. 3. A lguns destes produtos, nomeadamente, serpentinas, bigodes e máscaras, são considerados brinquedos, pelo que devem cumprir os requisitos essenciais de segurança estabelecidos na lei para estes produtos.
  4. 4. BOMBAS DE CARNAVAL xistem produtos como as “bombas de Carnaval”, designadas bombas de arremesso, que são verdadeiros produtos explosivos. E Estas bombas estão na origem dos acidentes que ocorrem com maior frequência nesta época festiva, causando lesões de maior gravidade. A explosão de uma bomba de Carnaval pode provocar ferimentos, fraturas ou queimaduras de dedos ou de toda a mão, podendo, nos casos mais graves, provocar amputação de dedos. Estes acidentes acontecem, geralmente, quando se segura a bomba, se acende o rastilho ou se apanha do chão uma bomba que não tenha rebentado. A explosão pode também provocar irritação e abrasão no globo ocular devido ao fumo ou a partículas de pólvora. Outros produtos, tais como bombas de mau cheiro, pós de comichão ou para espirrar, podem provocar alergias e irritações em pessoas sensíveis, especialmente nas crianças, devido à sua composição.
  5. 5. ...POR ESTAS RAZÕES NÃO TRANSPORTE nos bolsos bombas de Carnaval, estalinhos, abelhas e foguetões porque podem rebentar com a fricção e o calor; NÃO ACEITE bombas, estalinhos, abelhas e foguetões se estes lhe forem oferecidos; NÃO INTRODUZA bombas de Carnaval em garrafas ou latas, porque podem rebentar e projetar estilhaços, ferindo-o; NÃO APANHE bombas de Carnaval do chão ou de qualquer outro local, pois mesmo que pareça já terem sido utilizadas ainda podem rebentar; NÃO ATIRE bombas de Carnaval para uma fogueira, porque podem explodir ou aumentar a intensidade do fogo de forma incontrolável.
  6. 6. FANTASIAS, MÁSCARAS, CABELEIRAS E OUTROS ACESSÓRIOS Para brincar ao Carnaval em segurança, escolha tintas específicas para as pinturas no rosto e fantasias leves e de tecidos arejados.
  7. 7. Não utilize, EM ESPECIAL NAS CRIANÇAS: Objetos e acessórios pontiagudos, pois podem causar ferimentos;  Peças e acessórios pequenos que podem provocar sufocação por aspiração (asfixia);  Artigos com cordões, faixas e cintos soltos, para que não exista risco de estrangulamento;  Máscaras de material sintético, pois podem impedir a respiração. 
  8. 8. A DIREÇÃO-GERAL DO CONSUMIDOR ALERTA    Esteja atento às atividades das crianças e jovens; O uso de bombas de Carnaval pode acarretar riscos graves para a saúde e segurança; Antes de comprar quaisquer artigos de Carnaval é imperativo saber se estes se adequam à idade dos utilizadores. Direção-Geral do Consumidor Praça Duque de Saldanha, nº 31 1069-013-Lisboa Telefone:21 356 4600 Telecópia:21 356 4719 endereço eletrónico: dgc@dg.consumidor.pt www.consumidor.pt https://www.facebook.com/dgconsumidor fevereiro 2014

×