Análise de dados

308 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise de dados

  1. 1. ANÁLISE DE DADOS Questionário aplicado à Maxtrack, empresa do setor de aftermarket automotivo,mercado de reposição de peças automotivas, em 29 de março de 2011, buscou descrevercomo a educação, a cultura e a economia podem extrair o melhor dos Tablets, bemcomo buscou um melhor entendimento a respeito do processo de adaptação a essasnovas tecnologias. Quando se quis saber que recursos eram utilizados, antes do início do uso dosTablets, a Maxtrack afirmou que, no seu segmento de atuação, o aftermarketautomotivo, antes do imxt, seu novo sistema informático, diversos dispositivos eramutilizados para efetuar funções de rastreamento, verificação das variáveis do veículo(computador de bordo), sistema de gravação de imagens (DVR), equipamento parainterface com o condutor (terminal de dados), equipamentos para emissão de NF-e ouleitura de código de barras, navegador (GPS), entre outros. O imxt integrou todas estasfuncionalidades e com um único dispositivo é possível realizar todas estas tarefas emuitas outras, tais como consulta a sites, identificação do condutor etc. Sobre quais são as vantagens e as desvantagens do uso do Tablet, a empresaafirma que a principal vantagem é consolidar diversas tecnologias num únicodispositivo robusto. De fato, verifica-se que a vantagem da condensação de vários sistemas em um émesmo relevante, pois contribui para a economia de tempo de trabalho nas empresas,tornando possível o investimento na capacitação dos funcionários, melhoria nosprocessos de trabalho etc. Com relação à desvantagem, é possível que nem todo segmento automotivoconsiga fazer uso dessa ferramenta, pois até então, não foram desenvolvidos aplicativosvoltado para todos os setores. Quando se buscou saber quais são os aplicativos que, na opinião da Maxtrack,contribuíram para o trabalho do profissional, apurou-se que isso depende do segmento eda operação, porém aplicativos voltados à mobilidade e conectividade sãofundamentais, como celulares, palms, smartphones e sistemas operacionais como os daMicrosoft.
  2. 2. Figura 1: notebook Figura 2: smartphone Fonte: <megamamute.tempsite.ws> Fonte: <ekocelular.wordpress.com> Nesse sentido, também, podemos falar de aplicativos voltados à mobilidade econectividade como a Livetouch que desenvolve aplicativos corporativos parasmartphones e a TKN Mobile Studio que desenvolve aplicativos voltados a mobilidadecomo celulares, palms e smartphones, fundamentais o trabalho profissional da áreaempresarial, bancos, fundações voltadas para a cultura e portais ligados à educação.Isso, porque os aplicativos desenvolvidos são versáteis e prestam-se o uso em diversossegmentos. Podemos ainda citar a transição do colecionador de revistas em papel para ocolecionador digital (MOURAD, 2011), com a criação de aplicativos voltados para aleitura de histórias em quadrinhos em Tablets e smartphones, ou autores que antes nãotinham oportunidade de lançar seus livros e utilizam aplicativos para e-book,disponibilizando livros gratuitamente na rede, ou, ainda, empresas especializadas emT.I., que usam o iPad como ferramenta de negócios (BANNER, 2010). Sem dúvida, osTablets trazem uma grande perspectiva para sua aplicação no cotidiano das pessoas; esetores como o setor editorial podem extrair o melhor dos Tablets, devido a suascaracterísticas, entre elas, mobilidade e conectividade. A respeito de como o uso dessa tecnologia contribuiu para o trabalho dainstituição, a Maxtrack respondeu que as empresas de logística/segurança e as equipesexternas (vendas, pesquisa, fiscalização etc.) passam a utilizar uma ferramenta commuitos recursos disponíveis e robustez adequada para operações agressivas. A utilização dos recursos que um Tablet pode favorece a empresa que podeutilizá-lo como ferramenta para os negócios, por exemplo. Existe a possibilidade dedesenvolvimento de aplicativos que uma empresa pode utilizar em recurso próprio.Veja-se o uso da promoção do produto, até a sua venda efetiva.
  3. 3. Com relação às operações agressivas da Maxtrack, a empresa procura atender àuma demanda nacional e internacional de peças para o setor automotivo e possui rígidoscritérios de controle de qualidade e trabalha com matéria-prima de última geração,produzindo tecnologia de ponta no mercado de logística automotiva, verificando-se,portanto, que o uso dos Tablets é fundamental para a realização dessas operações. Na sequência, perguntou-se se, após o início da utilização do Tablet, houvealguma melhoria no desenvolvimento das atividades por parte dos usuários daorganização. A Maxtrack foi categórica ao afirmar que sim. De fato, os Tablets, em geral, trouxeram grandes vantagens devido aos váriosaplicativos que auxiliam na vida do profissional, facilitando sua rotina de trabalho etrazendo conforto à pessoa que utiliza. Como exemplo, atualmente profissionais quetrabalham com demonstrações de produtos e serviços fazem uso do Tablet. Ao se perguntar se com os Ipads, livros eletrônicos e outras ferramentastecnológicas, o uso do papel iria diminuir, a empresa diz acreditar que não, mas não dizo porquê. Entretanto, acredita que as instituições mais antigas estão 100% aptas autilizar os novos recursos. Nesse sentido, pode-se dizer que se uma empresa acredita que as instituiçõesmais antigas estão aptas a utilizar esses novos recursos, a tendência seria a de que o usodo papel irá diminuir gradualmente, já que essas instituições estão fazendo uso dessanova tecnologia até mesmo para se adaptar às tendências do mercado atual. O seu usoconstante implica diretamente na quantidade de papel que é gasto, e futuramente,causará impactos na indústria de papel, por exemplo. Como vimos, para a referida organização, a tecnologia contribui para o trabalhodas empresas, com agilidade e otimização de processos, conectividade e disponibilidadede acesso. Em especial, a Maxtrack afirma que para profissionais que trabalhamexternamente o uso de tablets trará facilidades para a rotina profissional. A rotina do profissional, como vimos anteriormente, torna-se muito mais fácil,quando se têm todos os recursos necessários na palma da sua mão. O simples fato de seter toda a sua rotina de trabalho compactado em um aparelho, que pode ser manejadosem dificuldade, pequeno e leve de ser carregado, já traz muitos benefícios para a vidado profissional. É o que acorre com empresas especializadas em T.I., por exemplo, queexploram as funcionalidades do iPad como aplicativo do seu “portfólio de serviços” aser apresentado nas visitas comerciais (BANNER, 2010).
  4. 4. Em outro momento da coleta de dados, em sondagem de conhecimento datecnologia informatizada, por pesquisa quantitativa realizada na Praça da liberdade, de23 de março a 08 de abril de 2001, com uma população entre os 16 e os 75 anos, detodas as classes sociais, buscou-se saber o nível de conhecimento dos cidadãos arespeito dos Tablets. Para tanto, perguntou-se às pessoas se conheciam novas tecnologias como Ipads,livros eletrônicos e/ou outros. 93,87% dos respondentes afirmaram conhecer e, entre asnovas tecnologias citadas, o Ipad foi citado 26 vezes; o iPad 2, 01 vez; o e-book, 02vezes; livros digitais ou eletrônicos e o iPhone, citados 06 vezes; o Galaxy, o OptimusPad, o Positivo Alfa e o Pen drive foram citados 01 vez e a opção “Todos” apareceu 01vez. 6,13% afirmam não conhecer quaisquer dessas tecnologias (cf.: GRAF. 1). Conhecimento das Pessoas em Relação aos Tablets 6,13% conhecem não conhecem 93,87% Gráfico 1: Conhecimento das Pessoas em Relação aos Tablets Fonte: dados da pesquisa quantitativa Os dados acima comprovam que a maior parte das pessoas conhece os Tablets,sendo que a maior parte tem conhecimento dos iPads, já que se tornou um produto maispopular. 16,32% possuem algum desses instrumentos e, entre as novas tecnologiascitadas, o iPad foi citado 04 vezes; o livro digital ou eletrônico, 02 vezes; o iPhone, 02vezes e o Pen drive, 01 vez. 83,68% dos respondentes disseram que não possuemnenhum desses instrumentos.
  5. 5. Relação Entre as Pessoas que Possuem e não Possuem Tablets 16,32% possuem não possuem 83,68% Gráfico 2: Pessoas que Possuem e não Possuem Tablets Fonte: dados da pesquisa quantitativa Os dados acima comprovam o grande conhecimento por parte das pessoas emrelação à maioria dos Tablets, disponíveis no mercado. De fato, na categoria dastecnologias portáteis, primeiro, foi o desktop, depois os portáteis como o Palm e oNotebook, que ganharam popularidade e, agora, a inovação que atrai os consumidores eaquece o mercado tecnológico é mesmo o Tablet (LUCAS, 2010). Entretanto, apesardo grande conhecimento, poucos possuem algum deles, sendo a maioria de iPad. Ao se buscar saber se os respondentes comprariam alguma das tecnologiasportáteis, 61,22% disseram que sim e, entre as citadas, o iPad apareceu 11 vezes; oiPad2, 05 vezes; o iPhone, 03 vezes; i-book, 01 vez; qualquer um com GPS, 01 vez e aopção “Todos”, 03 vezes. Apenas 38,78% dos respondentes disseram que nãocomprariam qualquer tecnologia portátil. Entre estes, 1,93% disseram não, porque osoutros aparelhos não me trazem benefícios algum. 5,81% argumentaram que não têminteresse; 1,93% disseram que os filhos possuem o Tablet, mas eles não têm interesseem ter um. Outros afirmam (1,93%) não conhecerem os produtos; outros (7,72%) dizemdo preço elevado e 1,93% argumentam que já têm Notebook. Ainda, 3,86% disseramque não comprariam qualquer tecnologia portátil, em razão de não ver nelas uso para odia-a-dia; e outros 1,93%, porque a consideram pouco acessível, em termos financeirose de funcionalidade do próprio aparelho.
  6. 6. Pessoas que Comprariam ou não Comprariam um Tablet 38,78% comprariam não comprariam 61,22% Gráfico 3: Pessoas que Comprariam e não Comprariam Tablets Fonte: dados da pesquisa quantitativa Os dados acima comprovam que mesmo com uma porcentagem pequena depessoas que possuem algum tipo de Tablet (GRAF. 2), uma grande porcentagem depessoas afirma ter interesse de adquirir alguma tecnologia portátil, evidenciando querealmente as novas tecnologias envolvem aspectos humanos, pois despertam o desejo dese possuir ou o interesse pela modernização, gerando impactos e mudanças nocomportamento cultural e econômico (KEEN, 1993) das pessoas em geral. Enfim, 3,86% argumentam que preferem métodos mais tradicionais para leiturae 1,93%, porque não se adaptam facilmente a novas tecnologias. 5,81% não deramqualquer razão.
  7. 7. não traz benefícios Motivos Para não se Comprar um Tablet não têm interesse filhos possuem 1,93% não conhecem 5,81% 5,81% preço elevado 1,93% possuem notebook 1,93% não têm uso para 3,86% o dia-a-dia 1,93% tecnologia pouco acessível 1,93% preferem métodos tradicionais 3,86% 7,72% não se adaptam a 1,93% tecnologia não deram razão Gráfico 4: Motivos para não se Comprar um Tablet Fonte: dados da pesquisa quantitativa Os dados acima comprovam que os motivos pelos quais as pessoas nãocomprariam um Tablet, incluem principalmente o preço elevado do aparelho,especialmente no Brasil, já que muitos dos produtos são importados e até mesmo osnacionais possuem alto custo de produção, elevando o preço de venda, refletindo esseimpacto no comportamento econômico (KEEN, 1993). Outro motivo é o fato de nãoterem interesse e de preferirem métodos tradicionais. Há pessoas que também acreditamque o Tablet não possui uso para o dia-a-dia. Os aspectos humanos considerados sãoditados pela faixa etária e/ou rejeição a quase tudo aquilo que é novo, e até mesmo opoder aquisitivo da maior parte da população brasileira, limitando os consumidores aterem acesso a essa nova tecnologia. 85,68% dos entrevistados acham que o uso desses aparelhos traz benefícios paraa nossa sociedade, entre eles: agilidade, fácil comunicação, comodidade, praticidade narotina, rapidez, sustentabilidade, dinamismo, facilidade na vida estudantil e na vidaprofissional e maior circulação de informação. Alguns respondentes disseram que o usodessa tecnologia traz benefícios para a sociedade, mas que pode ser considerado uma“faca de dois gumes”, pois, apesar da praticidade e rapidez, elimina o convívio social.
  8. 8. Afirmam, ainda, que essas ferramentas deveriam ser utilizadas apenas para trabalho,fortalecendo nossa análise anterior. 14,32% dos entrevistados responderam que o uso dos Tablets não traz benefícioalgum para a sociedade. Entre as justificativas estão: a falta de conhecimento doproduto, a não adaptação a um livro digital no lugar do livro de papel, e até o fato deacreditarem que a tecnologia deixa as pessoas alienadas. Outros acreditam que apenas olivro digital é prático e que as outras tecnologias são passageiras. Benefícios dos Tablets para a Sociedade 14,32% trazem benefícios para a sociedade não trazem benefícios para a sociedade 85,68% Gráfico 5: Benefícios dos Tablets para a Sociedade Fonte: dados da pesquisa quantitativa Os dados acima são os esperados: uma minoria que acha que os Tablets nãotrazem benefícios para a sociedade e uma maior parte afirmando seus benefícios e suacapacidade de fazer a diferença para o dia-a-dia pessoal ou profissional, provando-seque o mercado consumidor é altamente receptivo (RODRIGUES, 2010) a essa categoriadas tecnologias portáteis. Quando perguntados sobre qual o principal benefício que o uso do Tablet trazpara o dia-a-dia, 30,6% dos entrevistados aludiram à praticidade na rotina doprofissional e do usuário comum; 36,72% disseram que trazem eficiência, rapidez efácil acesso a diversos aplicativos; 34,68% não responderam e apenas 2,04% disseramque causam distanciamento entre as pessoas.
  9. 9. Benefícios do Uso Tablets praticidade na rotina 2,04% do profissional eficiência,rapidez,fácil 30,60% acesso 34,68% não traz benefícios não souberam dizer 4,08% não responderam 4,08% 36,72% causa distanciamento entre as pessoas Gráfico 6: Benefícios do Uso Tablets Fonte: dados da pesquisa quantitativa Pelos dados, podemos concluir que os Tablets causam grande impacto positivoentre as pessoas. Muitas têm o interesse em possuí-los, afirmando seus benefícios e suacapacidade de fazer a diferença para o dia-a-dia pessoal ou profissional, impedidasapenas por questões econômicas e por sua visão cultural. Nesse contexto, o iPad aparece como a inovação que atrai os consumidores epromete aquecer o mercado tecnológico, pois é a que teve mais aceitação e, por isso,tornou-se mais popular. Diante da quantidade de aplicativos e facilidades compactadas em um simplesaparelho, ainda que o preço dessas novas tecnologias seja, de fato, elevado no Brasil, atendência ao uso de Tablets é o crescimento, uma tecnologia que tem de tudo para semanter forte no mercado.

×