O cristão e seu envolvimento com a hipnose

231 visualizações

Publicada em

A hipnose não é o sono, relaxamento ou um transe. É um redirecionamento da atenção do cérebro longe da interação com o exterior e para o pensamento interno

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
231
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O cristão e seu envolvimento com a hipnose

  1. 1. AUTO-AJUDA CULTURA & VARIEDADES ESTUDO BÍBLICO MILAGRES DE JESUS REFLEXÕES CRISTÃS SALMOS VIDA CRISTÃ     Església en línia Visiti'ns cada dia per l'ensenyament de la Paraula de Déu HOME SOBRE ARQUIVO TERMOS DE USO PRIVACIDADE COMENTÁRIOS CONTATO
  2. 2. A hipnose é um processo pelo qual o pensamento crítico é diminuído e a visualização interna é gradualmente elevada. Ela tem sido usada para diminuir a sensação de dor e o desejo de um vício, bem como a reação subconsciente que leva ao medo. Também foi utilizada em entretenimento para convencer temporariamente pessoas de coisas que não são verdadeiras. Existem diferentes tipos de hipnose. Hipnose tradicional. É quando um hipnotizador coloca uma pessoa em um estado alternativo que lhes abre aos comandos. Esta é mais frequentemente vista em entretenimento, mas também pode ser feito por crianças brincando. Hipnoterapia. É quando o hipnotizador coloca uma pessoa em transe e tenta superar algum problema. Destina-se a vencer medos, perder peso, e parar de fumar. A terapia não é bem sucedida a menos que a pessoa comprometa-se totalmente para a hipnose.  Home > Auto-ajuda > Pode um cristão se envolver com a hipnose? Pesquisa Pode um cristão se envolver com a hipnose? Filhos de Ezequiel
  3. 3. Auto-hipnose. É semelhante à meditação. A pessoa é treinada por um hipnotizador para colocar-se em um estado alternativo e reforçar certos pensamentos para superar um problema. Hipnose secreta é usada numa conversa para hipnotizar alguém sem que ele saiba. A hipnose secreta. É por vezes utilizada por terapeutas sobre as pessoas que são céticas em relação a hipnose em geral, mas também é apresentada como uma forma de controlar as pessoas, especialmente para os homens para influenciar as mulheres a baixar a guarda, com o objetivo da conquista. COMO FUNCIONA A HIPNOSE? Estudos estão lentamente a desvendar os mistérios da hipnose. Não é o sono ou relaxamento, ou mesmo um transe. É um redirecionamento da atenção do cérebro longe da interação com o exterior e para o pensamento interno. O cérebro tem o poder de processamento somente tanto para dispersar a vários centros de pensamento. Isto foi demonstrado em um famoso experimento feito há quinze anos. Pessoas foram orientadas a memorizar um número de 2 dígitos e 7 dígitos, e em seguida, optar por uma salada de frutas ou um pedaço de bolo de chocolate. Aqueles dado o número de 7 dígitos escolheu o bolo com muito mais frequência do que os outros – em parte porque concentrando-se no número deixou menos recursos cognitivos para fazer uma escolha crítica. “Interação com o externo” envolve tomar dados dos arredores, determinando possíveis reações (pensamento crítico), e em seguida, escolher e completando uma reação (tomada de decisão). O pensamento crítico e seções de tomada de decisão do cérebro são mais ativos quando estamos expostos a estímulos externos, particularmente os estímulos que não estão confortáveis. Isso nos coloca em guarda e nos mantém engajados. Habilidades de tomada de decisão pode ser cortadas quando elas não estão sendo estimuladas (tédio), quando elas estão sobrecarregados (confusão), ou quando é necessário o poder do cérebro em uma seção diferente. Por exemplo, falar ao telefone envia recursos para a seção de imagens Jesus cura os dez leprosos Três passos para amar os inimigos O homem da mão mirrada encontra-se com Jesus As sete fases da vida de Abraão O que é o Amor Ágape? 90 minutos no céu O que a Bíblia diz sobre sexo anal É certo o cristão orar no monte? AS 10 PÁGINAS MAIS ACESSADAS
  4. 4. Por exemplo, falar ao telefone envia recursos para a seção de imagens internas do cérebro, deixando menos atenção para o semi estamos prestes a dirigir. Da mesma forma, o hipnotismo deliberado é mais frequentemente realizado em um ambiente tranquilo. Quando o ajuste é confortável, por exemplo, em uma sala silenciosa com alguém que nós confiamos, essas habilidades de pensamento crítico não são tão necessárias. No olhar repousa todos os mistérios da alma A hipnose secreta muitas vezes depende de confundir o assunto para que sua tomada de decisão e habilidades de pensamento crítico sejam sobrecarregados e desligar-se da autodefesa. Em ambos os casos, um hipnotizador vai dirigir o poder do cérebro para as áreas que se concentram em imagens mentais. A sugestão vai escorregar através do pensamento crítico, que pode ser rejeitada e ir direto para uma imagem mental. Se a imagem é forte o suficiente ou repetida muitas vezes, ela pode ser aceita como uma memória. E uma memória suficientemente forte pode mudar nossas crenças e alterar os critérios pelos quais pensamos criticamente. Ser hipnotizado é como baixar um arquivo sem executá-lo através de um firewall e um programa antivírus primeiro. Ele remove o filtro do pensamento crítico e a independência de tomada de decisão. O pensamento crítico é aberto, e a tomada de decisão é entregue, quer Jesus cura o paralítico de Cafarnaum Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia
  5. 5. O pensamento crítico é aberto, e a tomada de decisão é entregue, quer ao hipnotizador ou ideias pré-determinadas que os reforça hipnotizados dentro de si mesmo. Crenças centrais ainda estão lá, mas sem antivírus, elas podem ser gradualmente alteradas. O objetivo declarado da hipnoterapia é implantar imagens e lembranças que ajudam as pessoas a superar algumas dificuldades. Quando um fumante pensa em um cigarro, a imagem de orgulho por ter parado de fumar ultrapassa a imagem do desejo. Quando alguém que tem medo de água fica em um barco, ela vai para uma imagem de paz em vez da memória de quase afogamento, quando ela tinha seis anos. A imaginação é uma ferramenta poderosa; ela pode criar uma experiência totalmente diferente do que a pessoa já testemunhou, e criar “memórias” de vidas passadas ou de abuso que nunca aconteceu. O poder da hipnose é usado todos os dias das mais sutis maneiras, nós o chamamos de carisma. As pessoas que confiam muito em seu líder entregam suas habilidades de decisão, até certo ponto. Vemos isso com líderes religiosos, chefes militares, políticos, vendedores agressivos e sectários. E fazemos isso a nós mesmos quando decidimos bloquear a dor, enquanto praticamos esportes ou ao ler um livro, assistir a um filme ou jogar um jogo de vídeo (especialmente sozinho) estamos completamente absorvidos. PERIGOS E DEFESAS CONTRA A HIPNOSE Hipnose é uma forma de lavagem cerebral, e pode ser utilizada para efeito semelhante. Feito de forma inadequada ou maliciosamente, ela pode alterar memórias e crenças de uma forma prejudicial. Outro perigo é o treinamento limitado dea Hypno-“terapeutas”. Hipnoterapeutas podem ser treinado em hipnose, mas não necessariamente no aconselhamento. Eles não estão preparados para lidar com as questões subjacentes que resultaram no problema, e pode apenas encobrir algo que precisa ser totalmente tratado. Existem dois grupos de pessoas que são um pouco protegidos da hipnose. O primeiro é quem não quer ser hipnotizado, que deliberadamente mantêm sua tomada de decisão e as seções de pensamento crítico “on”.
  6. 6. mantêm sua tomada de decisão e as seções de pensamento crítico “on”. Essas pessoas não podem ser hipnotizadas por meios convencionais, embora elas ainda podem ser suscetíveis a hipnose secreta. O segundo grupo, como descoberto pela Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, tem uma desconexão entre a tomada de decisão e seções de pensamento crítico de seu cérebro. Pode ser que, enquanto a maioria das pessoas removem o poder de processamento da sua tomada de decisão e pensamento crítico seções uniformemente, outros têm um duplo portão de guarda – a hipnose pode passar através de um, mas não o outro. A RESPOSTA CRISTÃ Há especulação entre os cristãos que a hipnose pode abrir a mente a influência demoníaca. Nós não sabemos como isso funciona, exatamente, mas é possível. Quando as habilidades de pensamento crítico e tomada de decisão de uma pessoa são desligados e sua imaginação interno dobrada para cima, elas são mais suscetíveis às mentiras e influências nocivas. Este parece ser um momento propício para um ataque demoníaco. Na verdade, 1 Pedro 5:8 nos adverte que devemos ser auto-controlado (fazer a nossa própria decisão) e alerta (pensar criticamente) a ser protegido contra o inimigo. E a hipnose tem sido associado com aqueles no ocultismo que querem alcançar os maus espíritos. Isso pode até mesmo explicar “memórias” surpreendentemente detalhadas que as pessoas normalmente não teriam (Atos 16:16-18). É interessante notar como o pensamento crítico e a capacidade de tomar decisões guardam o que vem à mente, à luz de Provérbios 4:23 (NVI): “Acima de tudo, guarde o seu coração, por tudo que você faz flui a partir dele.” Quando colocamos os guardas para dormir, os nossos corações são deixados sem defesa, o que influencia diretamente nossas ações. Mesmo que o hipnotizador esteja trabalhando para o nosso benefício, o risco de perigo é fenomenal. A Bíblia valida isso. Gálatas 5:22-23 menciona que precisamos nos controlar, não dar o controle a outra pessoa. Romanos 6:12-13 diz precisamos nos submeter a Deus, e não outra pessoa. Romanos 6:16 nos
  7. 7. precisamos nos submeter a Deus, e não outra pessoa. Romanos 6:16 nos adverte contra a apresentação de nossas decisões para o outro. Apesar das histórias de sucesso, apesar de o quanto podemos confiar no hipnotizador, a Bíblia nos diz para ficar longe de qualquer um que tenta controlar nossas mentes. Artigo traduzido do original em inglês Should a christian be involved with hypnosis? PESQUISAR JURACI ROCHA Juraci Rocha, um paulistano já cinquentão. Escrevo neste blog onde procuro captar os anseios e expectativas dos leitores que por aqui passam. Assim, procuro oferecer artigos de auto-ajuda, reflexões, mensagens, estudos bíblicos, cultura e variedades, tudo centrado numa perspectiva cristã. Participe da discussão, deixe o seu comentário Escreva o seu comentário aqui...Escreva o seu comentário aqui...
  8. 8. Filhos de Ezequiel Copyright © 2015.

×