APOSTILA 01 – PARA COMPENSAÇÃO DE 10 AUSÊNCIAS
U. E.: _____________________________________________________
ALUNO: _______...
4. Na frase: “Sonhou com o mundo novo reformado inteirinho pelas suas mãos. Uma beleza!”,
o termo em destaque refere-se às...
Matemática
Situações problema
1) Na construção de um prédio tem 280 caixas de capacetes de segurança com 50 capacetes em
c...
9) O encarregado tem a metade da idade do dono da empresa que tem 84. Qual a idade do
encarregado?
R.:
10) Escreva de 50 e...
pelas indústrias alimentícia e de cosméticos. No lado mais seco, a leste, predomina a carnaúba, que
pode atingir até 20 m ...
( ) Subir em árvores com os animais.
( ) Brincar de cabra-cega.
( ) Jogar videogame.
( ) Passear de canoa.
( ) Brincar com...
Ciências
Texto 1
Desigualdade no Brasil
“O conceito de desigualdade é um guarda-chuva que compreende diversos tipos, desde desigual...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apostila 01

196 visualizações

Publicada em

Apostila para compensação de ausências de 5 ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
196
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila 01

  1. 1. APOSTILA 01 – PARA COMPENSAÇÃO DE 10 AUSÊNCIAS U. E.: _____________________________________________________ ALUNO: __________________________________________________ N°: _____ TURMA: ______ PROFESSORA: MARIA EMÍLIA ALVES R. DE LIMA ENTREGUE EM: _____/_____/_____ DEVOLUÇÃO EM: _____/_____/_____ Língua Portuguesa Leia a fábula para responder as questões 1 e 2: O asno e a carga de sal Um asno carregado de sal atravessava um rio. Um passo em falso e ei-lo dentro da água. O sal então derreteu e o asno se levantou mais leve. Ficou todo feliz. Um pouco depois, estando carregado de esponja às margens do mesmo rio, pensou que se caísse de novo ficaria mais leve e caiu de propósito nas águas. O que aconteceu? As esponjas ficaram encharcadas e, impossibilitado de se erguer, o asno morreu afogado. Algumas pessoas são vítimas de suas próprias artimanhas. Fonte: Esopo.Fábulas.Porto Alegre: L&M Pocket, 1997, p. 139-140.19Caderno de Atividades 8. 1. Na expressão retirada do texto, “... pensou que se caísse de novo ficaria mais leve e caiu de propósito nas águas...”, a expressão em negrito pode significar também: a) Casualmente b) Intencionalmente. c) Coincidentemente. d) Proporcionalmente. 2. As ações do Asno dão ideia de: a) Certeza. b) Fraqueza. c) Estranheza. d) Esperteza. Observe o texto abaixo para responder as questões 3 e 4: O reformador do mundo Américo Pisca- Pisca tinha o hábito de pôr defeito em todas as coisas. O mundo, para ele estava errado e a Natureza só fazia asneiras. -- Asneiras, Américo? -- Pois então? ... Aqui mesmo neste pomar, tens prova disso. Ali está uma jabuticabeira enorme sustentando frutas pequeninas, e, lá adiante uma colossal abóbora presa ao caule duma planta rasteira. Não era lógico que fosse justamente ao contrário? Se as coisas tivessem de ser reorganizadas por mim, eu trocaria as bolas passando as jabuticabeiras para a aboboreira e as abóboras para as jabuticabeiras. Não acha que tenho razão? Assim discorrendo, Américo provou que tudo estava errado e que só ele era capaz de dispor, com inteligência, o mundo. Mas, o melhor concluiu é não pensar nisto e tirar uma soneca à sombra destas árvores, não achas? E Pisca- Pisca, pisca- piscando que não acabava mais, estirou-se de papo acima à sombra da jabuticabeira. Dormiu. Dormiu e sonhou. Sonhou com o mundo novo reformado inteirinho pelas suas mãos. Uma beleza! De repente, no melhor da festa, plaft! Uma jabuticaba que cai e lhe esborracha o nariz. Américo desperta de um pulo; medita sobre o caso e reconhece, afinal, que o mundo não é tão malfeito assim. E segue para casa, refletindo: Que espiga! Pois não é que se o mundo fosse arrumado por mim à primeira vítima teria sido eu? Monteiro Lobato 3. No trecho “... Aqui mesmo neste pomar, tens prova disso.” A palavra em destaque refere- se: a) Ao mundo que para ele estava errado e a natureza só fazia asneira. b) A Américo Pisca- Pisca. c) Aqui mesmo neste pomar. d) Ao hábito de pôr defeito em todas as coisas.
  2. 2. 4. Na frase: “Sonhou com o mundo novo reformado inteirinho pelas suas mãos. Uma beleza!”, o termo em destaque refere-se às mãos: a) Do Mundo. b) Do Pisca-pisca. c) Das jabuticabeiras. d) Da Natureza. Estudo ortográfico
  3. 3. Matemática Situações problema 1) Na construção de um prédio tem 280 caixas de capacetes de segurança com 50 capacetes em cada uma. Quantos capacetes têm ao todo na construção? R.: 2) Um carpinteiro tem 25 pregos e o outro tem 10 vezes a mais. Quantos pregos têm o outro carpinteiro? R.: 3) O funcionário mais novo na empresa tem 40 dias de trabalho e o outro que começou a trabalhar antes dele tem 10 vezes a mais tempo trabalhado. Quantos dias de trabalho tem o outro funcionário? R.: 4) Roberto tem 98 bolas, adicionou 52 ficou com 150. Qual a operação ele tem que fazer para voltar a ter 98? R.: 5) Se a contabilidade juntar 1 unidade de milhar com 5 centenas, 9 dezenas e 3 unidades, qual número obterá? R.: 6) O mestre de obra tem 20 anos e o engenheiro tem o triplo desta idade. Qual a idade do engenheiro? R.: 7) Se multiplicarmos o numero 35 por 10, 100, 1000. Quais serão os resultados? R.: 8) A empresa vai distribuir entre seus 20 funcionários 80 brindes. Quantos brindes ganhará cada funcionário? R.:
  4. 4. 9) O encarregado tem a metade da idade do dono da empresa que tem 84. Qual a idade do encarregado? R.: 10) Escreva de 50 em 50 do 0 até 300: R.: Geografia Leia o texto abaixo para responder as questões que se seguem. Vegetação Brasileira Mata Atlântica – É uma floresta de clima tropical, quente e úmido. Predomina na costa brasileira, onde planaltos e serras impedem a passagem da massa de ar, provocando chuva. Entre as florestas tropicais, é a que apresenta a maior biodiversidade por hectare do mundo, com espécies como ipê, quaresmeira, cedro, palmiteiro, canela e imbaúba. É a mais devastada das florestas brasileiras. Caatinga – Ocupa a região do sertão nordestino. É composta de plantas xerófilas, próprias de clima seco, adaptadas à pouca quantidade de água. Pantanal mato-grossense – É a maior planície inundável do mundo. Ocupa uma área de 150.000 km², englobando do sudoeste de Mato Grosso ao oeste de Mato Grosso do Sul até o Paraguai. Nessa formação podem ser identificadas três diferentes áreas: as alagadas, as periodicamente alagadas e as que não sofrem inundações. Nas áreas alagadas, a vegetação de gramíneas desenvolve-se no inverno e é usada para o gado bovino. Nas de eventuais alagamentos encontram-se, além de vegetação rasteira, arbustos e palmeiras como o buriti e o carandá. E nas que não sofrem inundações predomina os cerrados e, em pontos mais úmidos, espécies arbóreas da floresta tropical. Cerrado – Formação típica de área tropical com duas estações marcadas, um inverno seco e um verão chuvoso. A vegetação caracteriza-se principalmente pela presença de pequenos arbustos e árvores retorcidas, com cortiça (casca) grossa e folhas recobertas por pêlos. Encontram-se, ainda, gramíneas e o cerradão, um tipo mais denso de cerrado que já abriga formações florestais. Campos – Formados por herbáceas, gramíneas e pequenos arbustos, ocupam áreas descontínuas do país e possuem características diversas. São denominados campos limpos quando predominam as gramíneas. Se a estas se somam os arbustos, são denominados campos sujos. Quando ocupam áreas de altitude superior a 100 m são chamados de campos de altitude, como na Serra da Mantiqueira e no Planalto das Guianas. Já os campos da hiléia se referem às formações rasteiras que se encontram na Amazônia. Os campos meridionais, quase sem espécie arbustiva, como a Campanha Gaúcha, no Rio Grande do Sul, são ocupados principalmente pela pecuária. Mata de araucária – Própria do clima subtropical, é encontrada na Região Sul e em trechos do estado de São Paulo. É uma floresta aciculifoliada (folhas em forma de agulha, finas e alongadas) e tem na Araucária angustifólia, ou pinheiro do paraná, a espécie dominante, cujo fruto é o pinhão. Atingem mais de 30 m de altura e possuem formação aberta, oferecendo certa facilidade à circulação. Seu principal produto, o pinho, tem ampla e variada aplicação econômica na indústria de móveis, na construção civil e na indústria de papel e celulose. Mata de cocais – Situada entre a floresta amazônica e a caatinga, a mata de cocais está presente nos estados do Maranhão e do Piauí e norte do Tocantins. No lado oeste, onde a proximidade com o clima equatorial da Amazônia a torna mais úmida, é freqüente o babaçu: palmeiras que atingem de 15 a 20 m de altura. Dos cocos do babaçu extrai-se o óleo, muito utilizado
  5. 5. pelas indústrias alimentícia e de cosméticos. No lado mais seco, a leste, predomina a carnaúba, que pode atingir até 20 m de altura. Das folhas da carnaúba é extraída a cera. Mangue – É uma formação vegetal composta de arbustos e espécies arbóreas que ocorrem em áreas de lagunas e restingas ao longo de todo o litoral. Nessa formação vegetal predominam troncos finos e raízes aéreas e respiratórias (ou raízes-escora), adaptadas à salinidade e a solos pouco oxigenados. Por ser rico em matéria orgânica, tem papel muito importante na reprodução e no abrigo de espécies da fauna marinha. Restinga – É uma vegetação própria de terrenos salinos, formada por ervas, arbustos e árvores. Predomina no litoral da Bahia ao Rio de Janeiro e no do Rio Grande do Sul. Os destaques são a aroeira de praia e o cajueiro. QUESTÕES 1) Qual é a vegetação formada de arbustos que se entrelaçam com variedade de cactos e outras plantas espinhosas. É característica das regiões onde chove pouco e o clima é seco? R: 2) É uma floresta formada por palmeiras,predominando o babuçu e a carnaúba.Dessas árvores, extrai-se matéria-prima para produzir óleo,cera,sabão,fibras,etc. R: 3) Vegetação que acompanha o litoral e foi bastante devastada pelo homem para a extração de madeira e carvão. Essa devastação começou com a chegada dos portugueses ao Brasil. R: 4) Aparece no sul do País. Essa vegetação é formada quase que totalmente por uma única espécie de árvore: o pinheiro-do-paraná. Dessas árvores é retirada a celulose, matéria-prima para a fabricação de papel. R: História 1. Leia o texto e faça as questões que seguem: A terra onde mora é muito importante para os indígenas. É como uma mãe que lhes dá alimento e água. Em uma aldeia, a terra pertence a todos: ela é coletiva, assim como o trabalho. ( Adaptado de Instituto Socioambiental < www.socioambiental.org >, acesso em jan. 2004) a) A maioria das terras indígenas se concentra no interior ou no litoral do Brasil? R: _________________ b) Escreva ( V ) para as frases verdadeiras e ( F ) para as frases falsas: ( ) Os indígenas não falam todos a mesma língua. ( ) Nas aldeias, homens e mulheres fazem os mesmos trabalhos. ( ) Os indígenas gostam de trabalhar em grupos. ( ) Os rios não têm muita importância para os grupos indígenas. ( ) As comunidades indígenas são diferentes entre si. 2. Nas sociedades indígenas, as crianças são muito importantes. Elas ouvem histórias contadas pelos mais velhos e brincam muito. Numere de acordo com a legenda: (1 ) brincadeiras das crianças indígenas. (2) brincadeiras realizadas por você e seus amigos.
  6. 6. ( ) Subir em árvores com os animais. ( ) Brincar de cabra-cega. ( ) Jogar videogame. ( ) Passear de canoa. ( ) Brincar com brinquedos feitos por elas mesmas ou por seus pais. 3. Algum tempo depois de chegarem ao Brasil, os portugueses perceberam que precisavam garantir a posse dessa terra. Assinale com um (X) a resposta correta: a) O que eles fizeram para garantir seu domínio sobre as terras? ( ) Pagaram uma grande quantia, em dinheiro, aos índios. ( ) Ocuparam as terras, trazendo portugueses para viverem aqui. b) Os portugueses decidiram ocupar o território brasileiro por que: ( ) Os japoneses queriam construir suas casas aqui. ( ) Os franceses e holandeses vieram em busca de pau-brasil. 4. Quando os portugueses chegaram, a cana-de-açúcar não existia no Brasil. Foram eles que a trouxeram para cá. Responda: a) Como eram chamadas as fazendas onde se produzia açúcar? ___________________________ b) Escreva: S para o senhor de engenho e E para o escravo: ( ) Realizava a maior parte do trabalho em um engenho. ( ) Todos deviam obedecer-lhe. ( ) A maior parte era trazida da África em navios. 5.
  7. 7. Ciências
  8. 8. Texto 1 Desigualdade no Brasil “O conceito de desigualdade é um guarda-chuva que compreende diversos tipos, desde desigualdade de oportunidade até desigualdade de escolaridade, de renda, de gênero, etc. De modo geral, a desigualdade econômica, a mais conhecida, é chamada de desigualdade social, dada pela distribuição desigual de renda. No Brasil, a desigualdade social tem sido um cartão de visita para o mundo, pois é um dos países mais desiguais.” http://www.brasilescola Texto 2 Texto 3 Quanta fome que há em nosso mundo E também trabalho escravo e infantil Que existe na África e América Central Mas também acontecem aqui no Brasil Quanto dinheiro se dá aos banqueiros Quanto dinheiro se dá ao já rico Algumas migalhas que se dá aos pobres Dizem que prejudica o patrimônio público Este é o grande mal de nossa população Não sabem que os ricos desviam milhões Enquanto os pobres contam moedinhas Eu me revolto sempre com esta situação Porque a mídia só vê como boa ação Aquilo que se faz para os almofadinhas. Produção Individual de texto – gênero:POEMA Os textos acima mencionam sobre a desigualdade existente no Brasil. O poema retrata que a desigualdade é a mãe da injustiça, enquanto ela existir, o mundo vai viver em desequilíbrio, onde uns poucos têm muito e muitos têm pouco. Um poema é uma obra literária geralmente apresentada em versos e estrofes. Os versos organizam-se em estrofes e estrofe é um agrupamento de versos. Por meio dessa afirmação e de acordo com os textos acima, organize suas ideias e crie um poema que retrate a desigualdade existente no Brasil. Atenção: Faça um poema com cinco estrofes de quatro versos; Cuidado com as margens e caligrafia; Observe atentamente a ortografia e pontuação; Revise e corrija o necessário; Passe seu texto a limpo à caneta.

×