PHP - Tratamento de Erros

3.533 visualizações

Publicada em

Introdução a tratamento de erros no php.

4 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.533
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.272
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
4
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PHP - Tratamento de Erros

  1. 1. TRATAMENTO DE ERROS COM PHP Bruno Quaresma - SENAI PE
  2. 2. Por que tratar os erros?• Para podermos saber quais os erros que aconteceram e indicar para o sistema quais ações ele deve tomar; Bruno Quaresma - SENAI PE
  3. 3. Forma errada de tratar um erro Bruno Quaresma - SENAI PE
  4. 4. E como tratar?• Através do comando: – throw new Exception(‘Mensagem de erro’); Bruno Quaresma - SENAI PE
  5. 5. Forma certa de tratar um erro Bruno Quaresma - SENAI PE
  6. 6. Sim mas... Como capturar esse erro?• Utilizando o try e catch(); Bruno Quaresma - SENAI PE
  7. 7. Entendendo um pouco melhor• O try, ele vai testar um bloco de código e caso seja lançada alguma exceção durante a execução desse código o catch() irá tratá-la;• Assim que uma exceção é lançada dentro do try o php irá ver se a exceção foi definida em algum catch(); Bruno Quaresma - SENAI PE
  8. 8. Bruno Quaresma - SENAI PE
  9. 9. Resultado Bruno Quaresma - SENAI PE
  10. 10. Um pouco mais sobre o catch()• Para que o catch() saiba que erro ele irá tratar nós passamos como parâmetro a classe da exceção com a variável que irá receber sua instância. Classe Variável Bruno Quaresma - SENAI PE
  11. 11. A classe Exception• Essa classe é a classe pai de todas as exceções no PHP;• Ela contém quatro métodos básicos: – getMessage() - Retornar a mensagem de erro. – getCode() - Retornar o código do erro. – getFile() - Retorna o caminho do arquivo onde a exceção foi gerada. – getLine() - Retorna o número da linha onde a exceção foi gerada. Bruno Quaresma - SENAI PE
  12. 12. Criando exceções personalizadas• Basta apenas criar uma classe que seja filha da classe Exception; Bruno Quaresma - SENAI PE
  13. 13. Bruno Quaresma - SENAI PE
  14. 14. Posso tratar vários erros?• Claro que SIM!;• Um try suporta diversas exceções com seus respectivos catch();• Mas, de que forma? Bruno Quaresma - SENAI PE
  15. 15. Bruno Quaresma - SENAI PE
  16. 16. Bruno Quaresma - SENAI PE
  17. 17. Exercício• Crie uma classe de conta bancária com os métodos: – saque(); – deposito();• Escreva quais os erros que podem acontecer e como eles podem ser resolvidos ou tratados;• Depois, trate devidamente os erros que podem ser gerados;• Ao final, tente executar todos os erros que você listou e verifique se eles foram devidamente tratados; Bruno Quaresma - SENAI PE
  18. 18. Pesquisa• Vimos que podemos gerar uma classe personalizada para o tratamento de erros de forma bem simples. Para se aprofundar no assunto você irá pesquisar “Exceções personalizadas no PHP” para debatermos na próxima aula. Bruno Quaresma - SENAI PE

×