An autopsy of a dead social network

138 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
138
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

An autopsy of a dead social network

  1. 1. AN AUTOPSY OF A DEADSOCIAL NETWORKA autopsia de uma rede social morta
  2. 2. Friendster• Rede social lançada em Março de 2002, com sua base na Malásia.• Em seu pico teve mais de 100 milhões de usuários (sudoeste da Asia).• Em julho de 2009, devido a problemas técnicos e um redesenho o site sofreu um declínio catastrófico e os seus usuários migraram para outras redes como o facebook• Recusou a oferta de compra do Google de $30 milhões de dolares.• Atualmente é uma plataforma de jogos com sucesso no sudoeste da Asia.
  3. 3. Autopsia• David Garcia (Swiss Federal Institute of Technology) com Pavlin Mavrodiev, Frank Schweitzer analisaram os dados da rede social.• Se o custo (tempo e esforço) para entrar e se manter na rede social for maior que os seus benefícios então a rede social poderá sofrer um êxodos.• Efeito cascata: Se um dos seus amigos sair, você se torna mais propicio a sair da rede social, causando um efeito cascata
  4. 4. K Core• Resistencia contra o efeito cascata, que é determinada pelo número de amigos que uma pessoa tem.• A distribuição de núcleo K (K-core): Se uma rede social tem vários usuários, com por exemplo 2 amigos, e 1 desses amigos deixa a rede é provável que essa outra pessoa deixe de usar a rede também. Porem se a pessoa tiver muitos amigos e uma deixa a rede, essa saída não é tão significativa• Analisou a distribuição de nucleo K no Friendster, Facebook e no Myspace e chegou a conclusão que cada rede social tem valores diferentes
  5. 5. Lições para outras redes socias• O custo beneficio do Friendster aumentou devido a problemas técnicos e mudanças no serviço.• Diferente de outros serviços a sobrevivência de uma rede social depende de seu fator de distribuição K• Em 2009, o Facebook pensou ter se beneficiado do colapso do Friendster, porem é possível que ele seja vitima das mesmas circunstancias

×