Educação Sexual
Palestrantes: Bruno Djvan
Diogo Ronielson
Henrique Bernardino
Sexualidade
• Vida sexual começando mais cedo: isso é
bom?
• TV, Internet, Vídeos, Música...
Sexualidade
Perigo!
• Gravidez indesejada;
• Aborto;
• Prostituição infantil;
• Doenças sexualmente transmissíveis;
• Pedo...
Sexualidade
Sexualidade
• Em 2007, 21,3% dos nascimentos ocorridos no
país, foram de mães com idade entre 10 e 19 anos;
(Gravidez ante...
Sexualidade
• Projeto de vida = estudos + realização profissional
Concepção e Anticoncepção
O mundo da vida
Sistema reprodutor Feminino
Sistema reprodutor Masculino
Ciclo menstrual
• A ovulação ou época fértil se dá entre o 13º e 14º dia do
ciclo;
• O primeiro dia é sempre o primeiro di...
Menstruação
• A menstruação é a limpeza das paredes internas
do útero, quando não há fecundação;
• Esta limpeza é necessár...
Ovulação e Fecundação
Imagens do embrião
Métodos anticoncepcionais
• Na escolha de um método anticoncepcional não pode
haver dúvidas!
Camisinha Masculina
• Também chamada de condom, preservativo, borrachuda,
é a única maneira segura de fazer sexo despreocu...
Preservativo feminino
• Fabricada em poliuretano, reveste a vagina e a parte
externa da vulva protegendo os grandes lábios...
Espermicidas
• Espermicidas são cremes, supositórios, spray,
que é colocado dentro da vagina antes das
relações, matam os ...
Diafragma
• Diafragma é um pequeno anel de metal recoberto por
uma película de borracha ou silicone que é colocado
pela mu...
Diafragma
Anticoncepcional oral -
Pílula
• Considerado um método muito seguro as pílulas são de
vários tipos e combinações hormonais...
Anticoncepção de emergência
- Pílula do dia seguinte
• Anticoncepção de emergência é a administração de
medicamentos até 7...
Vasectomia
• A vasectomia é a ligadura dos canais deferentes no
homem. Ela corta apenas o canal que leve os
espermatozoide...
Vasectomia
Ligadura de trompas
• A ligadura de trompas é realizada nas mulheres que não
querem mais ter filhos. Pode ser feita de vár...
Ligadura de trompas
Doenças sexualmente
transmissíveis DST/AIDS
Prevenção
Doenças sexualmente
transmissíveis DST
• HIV – VIH (Vírus de Imunodeficiência Humana)
• AIDS – SIDA (Síndrome de Imunodefi...
Doenças sexualmente
transmissíveis DST
• Sinais e sintomas da AIDS
• Febre de origem desconhecida;
• Nódulos linfáticos au...
Doenças sexualmente
transmissíveis DST
Diagnóstico do HIV
• Feito principalmente pela sorologia:
• Através do teste dos an...
Doenças sexualmente
transmissíveis DST
Líquidos com poder de infecção:
• Sangue;
• Fluídos do pênis;
• Fluídos da vagina;
...
Doenças sexualmente
transmissíveis DST
Modos de transmissão:
• Sexo desprotegido com parceiro infectado (oral, vaginal e
a...
Doenças sexualmente
transmissíveis DST
• O HIV não é transmitido por:
• Alimentos, ar, água;
• Picadas de insetos/mosquito...
Doenças sexualmente
transmissíveis Hepatites B e C
• A hepatite é uma inflamação do fígado, causada
por vírus;
• A doença ...
Doenças sexualmente
transmissíveis outras doenças
• Cancro mole;
• Candidíase;
• Candiloma;
• Gonorréia;
• Granuloma;
• Tr...
Doenças sexualmente
transmissíveis - DST
• Como elas podem ser percebidas? (Sintomas)
•Corrimento uretral;
•Corrimento vag...
Doenças sexualmente
transmissíveis - DST
• Como retirar a camisinha masculina CORRETAMENTE
1. Após a ejaculação, retire a ...
Doenças sexualmente
transmissíveis - DST
Doenças sexualmente
transmissíveis - DST
•Sempre que precisar procure ajuda do profissional de saúde
(confidencialidade e ...
O mais importante: ter seus próprios valores!
Sexualidade
Educação sexual - Estágio Supervisionado III e IV
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Educação sexual - Estágio Supervisionado III e IV

271 visualizações

Publicada em

A educação sexual busca ensinar e esclarecer questões relacionadas ao sexo, livre de preconceito e tabus. Antigamente e ainda hoje, falar sobre sexo provoca certos constrangimentos em algumas pessoas, mas o tema é de extrema importância, pois esclarece dúvidas sobre preservativos, DSTs, organismo masculino e feminino, anticoncepcionais e gravidez.

O objetivo principal da educação sexual é preparar os adolescentes para a vida sexual de forma segura, chamando-os à responsabilidade de cuidar de seu próprio corpo para que não ocorram situações futuras indesejadas, como a contração de uma doença ou uma gravidez precoce e indesejada. Infelizmente o ser humano tende a acreditar que o perigo sempre está ao lado de outras pessoas e que nada irá acontecer com ele mesmo, o que o coloca vulnerável a tais situações.

Os meios de comunicação, entre tantos outros que utilizam o sexo para chamar a atenção das pessoas, acabam por estimular e criar curiosidades precoces até em crianças, o que dificulta bastante o processo de conscientização e responsabilidade individual dessas sobre o assunto. Dessa forma, se torna cada vez mais importante ensinar os adolescentes quanto ao assunto, isso dentro de casa e nas instituições de ensino

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
271
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação sexual - Estágio Supervisionado III e IV

  1. 1. Educação Sexual Palestrantes: Bruno Djvan Diogo Ronielson Henrique Bernardino
  2. 2. Sexualidade • Vida sexual começando mais cedo: isso é bom? • TV, Internet, Vídeos, Música...
  3. 3. Sexualidade Perigo! • Gravidez indesejada; • Aborto; • Prostituição infantil; • Doenças sexualmente transmissíveis; • Pedofilia; • Evasão escolar; • Banalização das relações inter-pessoais
  4. 4. Sexualidade
  5. 5. Sexualidade • Em 2007, 21,3% dos nascimentos ocorridos no país, foram de mães com idade entre 10 e 19 anos; (Gravidez antes dos 17 e após os 38 é de alto risco) Causas frequentes: • Desconhecimento dos métodos para evitar a gravidez; • Método conhecido, mas não praticado; • Uso incorreto ou falha no uso de um método.
  6. 6. Sexualidade • Projeto de vida = estudos + realização profissional
  7. 7. Concepção e Anticoncepção
  8. 8. O mundo da vida
  9. 9. Sistema reprodutor Feminino
  10. 10. Sistema reprodutor Masculino
  11. 11. Ciclo menstrual • A ovulação ou época fértil se dá entre o 13º e 14º dia do ciclo; • O primeiro dia é sempre o primeiro dia da menstruação.
  12. 12. Menstruação • A menstruação é a limpeza das paredes internas do útero, quando não há fecundação; • Esta limpeza é necessária para que o processo comece novamente.
  13. 13. Ovulação e Fecundação
  14. 14. Imagens do embrião
  15. 15. Métodos anticoncepcionais • Na escolha de um método anticoncepcional não pode haver dúvidas!
  16. 16. Camisinha Masculina • Também chamada de condom, preservativo, borrachuda, é a única maneira segura de fazer sexo despreocupado com doenças sexuais ou AIDS
  17. 17. Preservativo feminino • Fabricada em poliuretano, reveste a vagina e a parte externa da vulva protegendo os grandes lábios. • É lubrificado por dentro e por fora deve ser colocado antes da relação sexual.
  18. 18. Espermicidas • Espermicidas são cremes, supositórios, spray, que é colocado dentro da vagina antes das relações, matam os espermatozoides.
  19. 19. Diafragma • Diafragma é um pequeno anel de metal recoberto por uma película de borracha ou silicone que é colocado pela mulher dentro da vagina entes da relação e retirada 12 horas após. • Ele impede que os espermatozoides entrem no útero. • A duração do diafragma é muito grande, bastando cuidados de conservação.
  20. 20. Diafragma
  21. 21. Anticoncepcional oral - Pílula • Considerado um método muito seguro as pílulas são de vários tipos e combinações hormonais de dosagem baixas ou altas. Vantagens: • Regula o ciclo menstrual e alivia as cólicas; • Não exige abstinência das relações sexuais; • É prática. Pode ser transportada na bolsa; • Após suspender o tratamento, volta a ovular rapidamente. Desvantagens: • Exige disciplina; • Não previne contra DST/AIDS; • Contra indicado para mulheres fumantes e acima de 35 anos.
  22. 22. Anticoncepção de emergência - Pílula do dia seguinte • Anticoncepção de emergência é a administração de medicamentos até 72 horas após a relação desprotegida ou acidental, visando evitar a gravidez. • Dentro de sua características só deve ser usado em caso de emergência e não como método anticoncepcional de rotina.
  23. 23. Vasectomia • A vasectomia é a ligadura dos canais deferentes no homem. Ela corta apenas o canal que leve os espermatozoides do testículo até as outras glândulas que produzem o esperma masculino. • Continua a haver ejaculação normal, apenas, agora, sem espermatozoides. • É uma pequena cirurgia feita com anestesia local em cima do escroto (saco). Não precisa de internação. • É uma cirurgia de esterilização voluntária definitiva e, por isto, o homem tem de ter certeza absoluta que nunca mais poderá ter filhos.
  24. 24. Vasectomia
  25. 25. Ligadura de trompas • A ligadura de trompas é realizada nas mulheres que não querem mais ter filhos. Pode ser feita de várias maneiras mas sempre exige internação e anestesia geral ou regional.
  26. 26. Ligadura de trompas
  27. 27. Doenças sexualmente transmissíveis DST/AIDS
  28. 28. Prevenção
  29. 29. Doenças sexualmente transmissíveis DST • HIV – VIH (Vírus de Imunodeficiência Humana) • AIDS – SIDA (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida) • O vírus ataca o sistema imunológico e destrói as defesas do organismo contra infecção e doenças
  30. 30. Doenças sexualmente transmissíveis DST • Sinais e sintomas da AIDS • Febre de origem desconhecida; • Nódulos linfáticos aumentados; • Erupção cutânea e tosse; • Diarréia persistente; • Grande perda de peso; • Lesões cutâneas; • Perda do apetite e fadiga.
  31. 31. Doenças sexualmente transmissíveis DST Diagnóstico do HIV • Feito principalmente pela sorologia: • Através do teste dos anticorpos (ELISA); • Se positivo, confirmação pelo Western Blood.
  32. 32. Doenças sexualmente transmissíveis DST Líquidos com poder de infecção: • Sangue; • Fluídos do pênis; • Fluídos da vagina; • Leite materno. • Janela imunológica ou Tempo de lactência: • É o tempo máximo que o corpo demora para encontrar o vírus da AIDS no organismo (reação dos anticorpos perante o antígeno invasor em média 90 dias.
  33. 33. Doenças sexualmente transmissíveis DST Modos de transmissão: • Sexo desprotegido com parceiro infectado (oral, vaginal e anal); • Usuários de drogas injetáveis; • Transfusão de sangue contaminado e não testado; • Gravidez, parto e aleitamento; • Acidente com material perfurante contaminado.
  34. 34. Doenças sexualmente transmissíveis DST • O HIV não é transmitido por: • Alimentos, ar, água; • Picadas de insetos/mosquito; • Tosse, espirro; • Aperto de mãos, carícias, beijo seco ou abraço; • Piscinas, banheiros, etc.
  35. 35. Doenças sexualmente transmissíveis Hepatites B e C • A hepatite é uma inflamação do fígado, causada por vírus; • A doença pode ser fatal. • Na maioria das vezes não há sintomas no início da infecção. Por isso é importante fazer exames clínicos periódicos;
  36. 36. Doenças sexualmente transmissíveis outras doenças • Cancro mole; • Candidíase; • Candiloma; • Gonorréia; • Granuloma; • Tricomoníase; • Herpes; • Sífilis.
  37. 37. Doenças sexualmente transmissíveis - DST • Como elas podem ser percebidas? (Sintomas) •Corrimento uretral; •Corrimento vaginal; •Verrugas nos genitais; •Úlceras (feridas, bolhas) nos genitais; •Irritação (queimação);
  38. 38. Doenças sexualmente transmissíveis - DST • Como retirar a camisinha masculina CORRETAMENTE 1. Após a ejaculação, retire a camisinha com o pênis ereto. Fechando com a mão a abertura para evitar que o esperma vaze da camisinha. 2. Dê um nó no meio da camisinha e jogue-anolixo. Nunca eu a camisinha mais de uma vez. Usar a camisinha duas vezes não previne contra doenças e gravidez. 3. Aperte a ponta do preservativo para retirar o ar. 4. Desenrole a camisinha até a base do pênis 5.Só use lubrificante à base de água. Evite vaselina e outros lubrificantes à base de óleo.
  39. 39. Doenças sexualmente transmissíveis - DST
  40. 40. Doenças sexualmente transmissíveis - DST •Sempre que precisar procure ajuda do profissional de saúde (confidencialidade e sigilo); •Adotem práticas mais seguras (uso de preservativos); •Realize o tratamento adequado (parceiros); •Lembre que o consumo de álcool altera a percepção de risco. CONCLUSÃO
  41. 41. O mais importante: ter seus próprios valores! Sexualidade

×