Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01

242 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01

  1. 1. AGOSTO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 60 AGOSTOTática© Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 61 A PLANIFICAÇÃO TÁTICA da PRÉ-TEMPORADA em equipes profissionais Autor: Michele Tossani • Colaborador de Futbol-Tactico en Italia. Fotos: Shutterstock.com pré-temporada é a parte da temporada na que se vai a começar a desenvolver todos os aspectos do trabalho de um plantel, incluso os da preparação tática. É um período de tempo onde às equipes podem trabalhar com tranquilidade. O objetivo é o chegar ao inicio da temporada nas melhores condições de preparação tática. No futebol é importante o chegar ao começo da temporada com um bom nível de forma tática. O máximo nível chegará com o tempo, mas se deve estar a um bom nível para o inicio dos primeiros jogos.
  2. 2. AGOSTO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 62 AGOSTOTática© Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 63 Em geral, este período de tempo se caracteriza por um grande volume de treinamento com uma intensidade que vai de moderada a submáxima. Fim do primeiro dia de treinamento, o treinador deve treinar todos os aspectos táticos de sua equipe: ofensivo, defensivo, transições, ações a bola parada. E deve ser capaz de produzir um sistema de jogo equilibrado – flexível – racional, é dizer: • Equilibrado porque deve dar importância à fase ofensiva, defensiva, e de transições. • Flexível, porque deve ser adaptável a cada situação de jogo. • Racional porque deve ter em conta as características físicas, técnicas e táticas dos jogadores do plantel. Decidir o que fazer desde um ponto de vista tático é um problema cotidiano. No período preparatório, o objetivo fundamental é “a aquisição da forma esportiva que necessita o futebolista para iniciar o campeonato com um nível o suficientemente alto de rendimento” (Fernandez Pombo, 1993). Nosso objetivo é fazê-lo desde um ponto de vista tático. Por isso, a atenção se centra ai desde o primeiro dia. É desde o primeiro dia, que o corpo técnico deve definir claramente o modelo de jogo e os sistemas táticos. Em nossa proposta metodológica, segundo a Periodização Tática, o preparador físico tradicional não desaparece, mas deve colaborar com o treinador para executar um trabalho globalizado. Os aspectos físicos, táticos, e psicológicos são uma consequência da filosofia de trabalho do treinador, sempre subjacente ao modelo de jogo que se pretende desenvolver sobre todos os pontos de vista; Organização defensiva, Organização ofensiva, Transições, Ações a bola parada. Existe a ideia de que o período preparatório é diferente do período competitivo em términos de volume e intensidade do trabalho porque nesta fase, como disse se trabalha em geral com volumes elevados e com baixas intensidades, para inverter tudo isso acerca do inicio da temporada. Este modo de trabalhar pode ser mantido, mas não porque mantenha a intensidade na concentração psicológica e tática. Nestes, os períodos são iguais. A estrutura da sessão de treinamento deve produzir cada dia, alta essa intensidade tática e deve estar relacionada com os objetivos táticos e com o modelo de jogo do treinador. Isso é o que pretende sempre José Mourinho no treinamento de suas equipes. “Minhas preocupações diárias são dirigidas só para operacionalizar nosso Modelo de jogo.” (José Mourinho) É uma alternativa horizontal, uma hierarquia dos princípios de jogo que não é a progressão convencional, para o volume ou a intensidade. Nos dias de carga, a preocupação se dirige fundamentalmente para os princípios e subprincípios de jogo, em regime de trabalho elevado. Espaços pequenos, tensão elevada, baixo número de jogadores, e alta duração se alternam com dias de descarga, onde se joga em espaços longos, com mais jogadores, menos tensão muscular, um treinamento mais descontinuo. Não se faz carreira continua se continua a trabalhar o modelo de jogo. É uma progressão filosófica: o tempo presente está relacionado com o passado, mas prepara para o futuro. Isso é o que acontece no morfociclo de trabalho: cada dia se treina em função do que foi o treinamento anterior e do que será o seguinte.
  3. 3. AGOSTO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 64 AGOSTOTática© Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 65 Neste dia se desenham exercícios que impliquem curta duração e tensão elevada tanto tática como muscular. Arecuperaçãovaiseralternadaentretreinamentos de carga e de recuperação, segundo um modelo estabelecido,tipo2-1,doisdiasdetrabalhointenso e 1 de descarga ou 3-1 ou 5-1, mas sempre em uma especificidade respeito ao modelo de jogo. Mas algo para os que seguem outros modelos de treinamento, e que vão a desenvolver o Modelo de Matveiev, o Modelo integrador de Bondarchuk, o Modelo A.T.R. de Issurin e Kaverin, o Modelo de longo estado de forma de Bompa ou o Modelo congnitivista de Seirul-lo, é que todas as tarefas Tudo isso significa que as tarefas serão diferentes se, por exempli, nas Transições Ataque- Defesa, a equipe deve regressar ou se deve tentar de pressionar o mais próximo da trave rival exista perdida da bola ou o rival inicia seu jogo ofensivo. Profissionais: Cada coisa está relacionada com os objetivos táticos. Este é um exemplo de morfociclo 2-1: com bola e as formas jogadas que fazem devem estar relacionadas ao modelo de jogo. Tudo o que se deve fazer é estabelecer um modelo de jogo, seus princípios e seus subprincípios. Utilizando um sistema de ataque baseado em princípios e não nos padrões de jogo vamos a desenvolver taticamente uma pré-temporada profissional segundo os conceitos ofensivos de jogo ‘Joga onde vê’ e ‘Joga e ataca os espaços’ e o defensivo de ‘Defesa pressionante’. Cada treinamento esta relacionado com os aspectos táticos do modelo de jogo. • Duração do período: de seis a oito semanas. • Número de sessões semanais: um cada dia sem dupla sessão. • Número de jogos amistosos por semana: um ou dois. • As sessões de treinamento devem durar 90 minutos. Aquecimentos com bola trabalhando passes e exercícios de coordenação e alongamento muscular. 1 1-. Varias tarefas de posse 5x5 com as mãos, segundo os conceitos de jogo ‘Joga onde vê’ e ‘Joga e ataca os espaços’. 2-. Várias tarefas de posse 4x4, dois toques: - atenção sobre o conceito ‘Joga e atacam os espaços’, movimentos de desmarque onde se pode receber a bola. 2
  4. 4. AGOSTO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 66 AGOSTOTática© Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 67 3-. Dois curingas jogam com a equipe que controla a bola; atenção sobre o conceito de criar triângulos próximos o portador da bola. Ações a bola parada ofensiva e defensiva 11x11 Nos dias de descarga se trabalha em espaços longos, mais jogadores, menos tensão muscular. Algumas tarefas podem ser: Tarefa posse da bola 11x11 baixa intensidade, só interceptar a bola. Ações ofensivas 10x10 Tarefa para a melhora do ataque e da transição defensa-ataque, 9x9, 10x10 com finalização em uma metade de campo: muita defesa pressiona depois que a bola se perdeu. Várias tarefas de 4x4, dois toques com finalização. - atenção sobre o conceito ‘Joga onde vê’ - atenção sobre o conceito ‘Jogo e ataca os espaços’, depois de cada passe o jogador tem que atacar o espaço para adiante. - atenção sobre o conceito ‘Joga e ataca os espaços’, depois de cada passe o jogador tem que mover- se em uma direção diferente da onde vaia o passe.
  5. 5. AGOSTO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 68 AGOSTOTática© Artigo publicado em www.futbol-tactico.com 69 Tarefa para a melhora de transição ataque-defesa-ataque 11x11 com trabalho em profundidade e finalização no meio-campo. Trabalhos sobre mudanças de frente e centros. Tarefa de posse posicional da bola 10x10 com goleiros como curingas fora do campo; muita defesa pressionante. Tarefa para a melhora do ataque e da transição defesa-ataque 11x11 com finalização em vários níveis do campo: muita defesa pressionante. Tarefas para a melhora de finalização 10x11 na zona final do campo. Tarefa de revisão dos movimentos ofensivos 11x11 com defesa passiva.

×