Folha do Itaim e Curuçá - Edição 247

68 visualizações

Publicada em

Jornal Folha do Itaim

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
68
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha do Itaim e Curuçá - Edição 247

  1. 1. Tiragem 35mil www.fb.com/FolhaItaimCuruca Tel.:(11)2031-2364 raleste@gmail.com 16 a 31 de Outubro de 2015ANO X / Nº 247 SÃO PAULO DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Foi encerrada a 6ª edição do Moda no CEU, evento que leva gratuitamente atividades como exposições, oficinas, workshops e desfiles relaciona- dos com a alta-costura e a São Paulo Fashion Week (SPFW) para as crianças de escolas mu- nicipais. A programação, que foi iniciada na última segunda- -feira (19) e passou pelos Cen- tros Educacionais Unificados (CEUs) Tiquatira, Inácio Mon- teiro e Três Pontes, na zona les- te, terminou com um desfile da estilista Fernanda Yamamoto, que apresentou a mesma cole- ção exibida por ela na penúlti- ma noite de SPFW. O projeto Moda no CEU, que acontece desde 2012, é uma parceria entre a São Paulo Fashion Week e a Prefeitura de São Paulo .. leia na pág 03 Moda da São Paulo Fashion Week pode ser vista no CEUs Seu filho é alvo de bullying por conta do peso? Professores da E.E. Umber- to Luis D´Urso realiza parceria com o Grupo de coral da 3º Ida- de Viva Vida da Vila Curuçá. Sempre pensando na quali- dade de vida e na boa interação dos alunos com a terceira idade, os professores da E.E. Umberto Luis D´Urso,reinventaram uma fórmula de trazer ao cotidiano um pouco de dedicação, cari- nho, amor e respeito aos idosos. Idealizado pela professo- ra de leitura Roseli Pereira da Costa Dutra e com o apoio do Professor de... leia na pág 02 Câncer de mama em homens: quais são as chances? Saúde Pág 07 “Valorizando Relações” integra juventude e terceira Idade Um goleiro de decisão Fernando Prass. Este nome já está cravado na história do Palmeiras. Em decisão por pênaltis, o goleiro voltou a brilhar e garan- tiu o Verdão na final de mais uma competição. Desta vez, a Copa do Bra- sil. Seis meses após colocar o Verdão na decisão do Paulis- tão, Prass foi o nome da noite. Pegou uma bola de Fred, nos acréscimos, e o pênalti de Scar- pa, e colocou o time na final. Foi um teste para cardíaco. Tensão, 38 .. leia na pág 14 leia na pág 08 leia na pág 11
  2. 2. 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Destaque Local Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Assistênte de Redação: Designer Gráfico Gerente Comercial: Representantes: Redes Sociais: Reporter Fotográfico(fl): Revisora: Administrativo Financeiro: Distrib./Logistica: Impressão: Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Ariane Andrade Ademir Rodrigues João Victor e Eduardo Eduardo Rocha e Luciana Bruno Barreto Rosa Eduardo Rocha Prof. Suseli Corumba Ademir Rodrigues MULTI-Distrib.Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não repre- sentam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360-Vl.Curuçá–SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Camargo, Jd Oliveira, Encostra Norte, Jd Robrú, Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas Associado a: Ed. 247 - 2ª Quinz. Outubro de 2015 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ Professores da E.E. Umberto Luis D´Urso realiza parceria com o Grupo de coral da 3º Idade Viva Vida da Vila Curuçá. Sempre pensando na qualida- de de vida e na boa interação dos alunos com a terceira idade, os professores da E.E. Umberto Luis D´Urso,reinventaram uma fórmula de trazer ao cotidiano um pouco de dedicação, carinho, amor e respeito aos idosos. Idealizado pela professora de leitura Roseli Pereira da Costa Du- tra e com o apoio do Professor de Sociologia Edson Caetano o proje- to escolar leva o nome “Valorizan- do as Relações” e dês do mês de maio deste ano o projeto têm obtido “Valorizando Relações” integra juventude e terceira Idade grande admiração tanto dos jovens como também do público da tercei- ra idade. Segundo a professora Roseli a ideia surgiu quando ela sentiu a necessidade de passar para seus alunos o valor que tem o idoso para a sociedade e a importância de inte- ragir com este público que, muitas vezes, segundo ela, são carentes de afetos e atenção dos jovens. “Muitos alunos não imaginam que um dia irão envelhecer. Infe- lizmente ainda existe muito desca- so com nossos idosos e para rever- ter este quadro eu procurei elaborar este projeto como uma forma de conscientizar os jovens da impor- tância de interagir com a terceira idade, pois um dia eles farão parte deste público. Estou bem satisfeita com o resultado, pois vejo que a cada dia eles levam para casa um pouco mais de sabedoria e apren- dizado. Cuidar dos nossos idosos é valorizar o que um dia teve e tem grande importância para nossa so- ciedade”. O projeto Valorizando as Re- lações é uma maneira de trocar ex- periências e de chamar a atenção da sociedade com base na troca de carinho, repeito e conhecimentos. A proposta é atrás de um encontro mensal onde reúne alunos e o coral Viva a Vida da Curuçá, para um dia de confraternização, entretenimen- to, troca de experiências e muita diversão. A professora Roseli explica que uma das coisas mais gratifican- te foi ouvir de um membro do coral Viva Vida que o projeto é uma das coisas mais belas que ele teve na vida. “No nosso último encontro, ouvi de um idoso emocionado ele dizer que aquele dia tinha sido o dia mais feliz que ele lembrava ter na vida, isto foi magnífico, pois vemos que estamos no caminho certo. Le- var sabedoria e respeito ao próximo para meus alunos é algo que não tem preço”, frisa ela. Feliz com o desenvolvimento dos jovens o professor Edson Ca- etano diz que o projeto começou com um número mínimo de alunos com apenas 10 participantes, mas que com a magnitude da divulgação do projeto entre os próprios jovens no último encontro houve a neces- sidade de fretar um ônibus para que todos pudessem participar. “Quando fazemos uma coisa sem muita intenção, mas com mui- ta dedicação isto se torna prazero- so. Nosso objetivo é trazer da teoria para a pratica o que aprendemos na sala de aula. Isto com certeza difere o aluno na sociedade, então eu acredito que atitudes como está contribui para a formação da indivi- dualidade do caráter e pessoal. Na pratica ele expõem o que aprendeu na teoria e isto é o que constrói ele ser um cidadão do bem”, explica o professor. Segundos os professores os encontros mensais são feitos em período de datas comemorativas para o Grupo de coral da 3º Idade Viva Vida de preferência quando há aniversariante do mês. Na ocasião, os jovens apren- dizes juntamente com os idosos elaboram: contação de histórias, recital de poesias, apresentações teatrais, musicais, danças e muita diversão.
  3. 3. 3FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Comunidade Foi encerrada a 6ª edição do Moda no CEU, evento que leva gratuitamente atividades como exposições, oficinas, workshops e desfiles relaciona- dos com a alta-costura e a São Paulo Fashion Week (SPFW) para as crianças de escolas mu- nicipais. A programação, que foi iniciada na última segunda- -feira (19) e passou pelos Cen- tros Educacionais Unificados (CEUs) Tiquatira, Inácio Mon- teiro e Três Pontes, na zona les- te, terminou com um desfile da estilista Fernanda Yamamoto, que apresentou a mesma cole- ção exibida por ela na penúlti- ma noite de SPFW. O projeto Moda no CEU, que acontece desde 2012, é uma parceria entre a São Pau- lo Fashion Week e a Prefeitura de São Paulo com o objetivo de promover a democratização do acesso à moda, levando as ati- vidades ao alcance das comuni- dades dos CEUs, alunos, edu- cadores e funcionários da Rede Municipal de Ensino. “Educação não é só apren- der português e matemática. O que se vê aqui vai educar o olhar de vocês, sobretudo para as crianças e jovens que estão aqui. Vocês vão passar a ver a moda de outra maneira, os ma- teriais de outra maneira e as combinações de outra manei- ra. Isso faz parte do processo educativo. A educação é mais ampla que uma sala de aula”, afirmou o prefeito Fernando Haddad. Além de conferirem as peças de inverno, feitas em ren- São chocantes as cenas que se repetem ao longo dos anos em pelo menos 71 prontos-so- corros da cidade de São Paulo. A maioria tem pacientes em macas pelos corredores, não se consegue a transferência de doentes e as equipes médicas são incompletas. O quadro dramático se agrava com falta de materiais e de estrutura nas salas de emergência. Algumas consultas podem levar meses, os exames são marcados para muito depois. As filas para atendimento aju- dam a compor esse quadro desumano. Esse conjunto de problemas é o triste cenário da saúde pública na décima cidade mais rica do mundo, segundo estudo do Conselho Regional de Medicina em São Paulo. A dor da parcela carente Moda da São Paulo Fashion Week pode ser vista no CEUs da renascença em parceria com artesãs paraibanas da região do Cariri, cerca de 450 alunos do CEU Vila Atlântica puderam fazer perguntas para a estilista, ouvir um pouco sobre suas ex- periências e o funcionamento do mundo da moda. Um grupo de rendeiras que participaram do desfile na SPFW, também estavam presentes no encerra- mento do “Moda no CEU”. Além do desfile, a progra- mação contou ainda com a ex- posição no CEU Três Pontes, aconteceu a exposição “O Valor do Fazer Manual”, junto com uma oficina de renda renascen- ça com profissionais de Carapi- cuíba, na Grande São Paulo. “Agradeço o privilégio de poder trazer o que ficaria res- trito a um grupo de pessoas. Trazer para cá é poder circular a informação e a cultura por toda a cidade de SP”, afirmou o pre- feito. SUS, a dor que não passa João Doria da população brasileira é tão antiga quanto as discussões sobre o Sistema Único de Saú- de (SUS) e do financiamento da saúde pública. O governo federal não cumpre com seu dever nessa área. E nos últi- mos anos vem reduzindo a sua participação, deixando a conta para ser paga pelos Estados e municípios. O que o governo paga ao SUS jamais cobriu os custos reais com o atendimento. Em São Paulo e em todo o País o número de leitos vem dimi- nuindo e cada vez menos mé- dicos se arriscam a enfrentar a falta de infraestrutura dos hos- pitais e salários precários. O atendimento à saúde é uma equação que não fecha. Nos governos Lula e Dilma a tabela do SUS foi reajustada abaixo da inflação. Há ainda de se levar em conta as fraudes e a corrupção, além da falta de gestão competente, denuncia- das pelo do Conselho Federal de Medicina. No curto prazo não há re- médio que cure o desgoverno nessa área. O descaso com a saúde dos brasileiros é vergo- nhoso, apesar dos discursos de palanque sobre a assistência aos pobres. Enquanto isso, as filas só aumentam. E a popu- lação continua pagamento a conta para não ter atendimento de qualidade. João Doria é jornalista, pre- sidente do Grupo Doria e pré- -candidato à Prefeitura de São Paulo. No próximo dia 09 de novem- bro, a partir das 9:00 horas, a sub- prefeitura do Itaim Paulista & Curu- çá dará início a 14ª Ação Integrada – PREFEITURA NO BAIRRO. A base de atendimento será ins- talada na EMEF – Professor Carlos Pasquale, Av. Barão de Alagoas nº 223, próximo á Casa da Cultura do Itaim Paulista. Nesta Ação, será percorrido 108 ruas dos jardins Tuá, Silva Te- les, Vilas Valdemar e Sérgio, que estão inseridas no setor 5. “Será a última Ação do Ano, neste sentido peço mais uma vez a colaboração de todos, pois aqui no Itaim Paulista o Programa foi um sucesso, e deu contribuição efetiva para melhorar as condições de vida da nossa população”, frisa o subpre- feito Miguel Gianetti No próximo dia 5 de novem- bro acontecerá no palácio dos Bandeirantes o evento do Prêmio Mário Covas, no Quesito Inovação em Gestão Pública, com o Projeto Ação Integrada. 14ª Ação Integrada acontecerá nos bairros do Itaim Paulista
  4. 4. 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Politica VIVER Em Segurança Coronel Emanuel de Aquino O Flagrante provado Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, especializado em Di- reitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas, membro do Núcleo de Proje- tos Estratégicos –ISAE Amazônia edo Luxembourg Brasil Business Council. A Comissão de Consti- tuição e Justiça e de Cida- dania da Câmara dos Depu- tados aprovou proposta que assume uma nova forma de flagrante delito: o flagrante provado, que permite a pri- são em flagrante pelo reco- nhecimento do autor por tes- temunhas, fotos ou vídeos. Esse novo flagrante causou divergências nos debates da Câmara dos Deputados, com votos contrários sob a alegação que essa nova mo- dalidade pode gerar abuso de autoridade. Em síntese, o curto prazo de ocorrência do delito deve ser respei- tado e um flagrante deve constituir um tipo de prisão especial visando conter a marcha criminosa e colher provas, apresentando-se esse conjunto a um juiz em 24 horas para se pronunciar sobre a legalidade do ato. Todos os deputados ligados á área de Segurança Públi- ca estão apoiando o projeto, cuja proposta ainda precisa ser votada em plenário. Tra- ta-se do PL 373/15 que, em sendo aprovado, trará gran- de impacto na sociedade, especialmente no trabalho policial, aproveitando uma série de provas oriundas de meios tecnológicos dis- poníveis nas cidades e que hoje são utilizados de forma precária podendo ser otimi- zados. Primeiro bairro a ser ilumi- nado na atual gestão, Vila Bela recebeu mais 16 pontos de va- por de sódio. A Rua Espelho Mágico, no Itaim Paulista, tam- bém foi contemplada com 8 lu- minárias Com o objetivo de ampliar -e melhorar- a iluminação pú- blica na cidade de São Paulo, e dessa forma contribuir para aumentar a qualidade de vida dos munícipes, a Secretaria de Serviços, por meio do Depar- tamento de Iluminação Pública (Ilume), vem trabalhando com afinco. Na segunda quinzena de outubro, por exemplo, mais Mais iluminação em São Mateus e Itaim Paulista Pedro Simão três localidades da Zona Leste da Capital foram contempla- das, duas delas como parte das ações do programa “Prefeitura no Bairro”, que aconteceu na região da Vila Bela, em São Mateus. Na Rua Beira Rio, por exemplo, ao custo estimado de R$ 30 mil, foram implantadas 10 luminárias de vapor de sódio. Outras seis luminárias, também de vapor de sódio, foram insta- ladas na Praça Travessa Terra Tombada, num investimento de R$ 18 mil. Vale ressaltar que a Vila Bela, em setembro de 2013, de- pois de passar mais de dez anos às escuras, foi o primeiro bairro a ser totalmente iluminado pela atual gestão. Na oportunidade, 421 pontos de vapor de sódio passaram a beneficiar 10 mil moradores instalados em 100 ruas, o equivalente a 12 quilô- metros de vias. Perto dali, em Itaim Pau- lista, na Rua Espelho Mágico, que abriga o Espaço Comuni- tário do Conjunto Habitacio- nal Fazenda do Itaim II, foram implantadas oito luminárias de vapor de sódio, com custo esti- mado de R$ 28 mil. “Essas ações mostram nos- sa preocupação de garantir mais conforto ao cidadão paulistano, pois contar com iluminação pú- blica, de qualidade, faz toda a diferença”, esclarece Simão Pe- dro, secretário de Serviços. Ele lembra que desde 2013, cerca de 45 mil pontos de ilu- minação foram incorporados ao parque luminotécnico da cida- de, hoje composto por aproxi- madamente 620 mil unidades. “Recordo que a Meta 74 do Programa de Metas 2013-2016 do município previa a correção de um déficit de 18 mil pontos de iluminação. Ou seja, esse ob- jetivo encontra-se superado em 150%. Enfatizo ainda que den- tro dos objetivos de modernizar a iluminação, um programa interno de eficientização pre- via, em 2013, a remodelação de 120 mil pontos. Essa meta foi ultrapassada, chegando a 125 mil unidades. Com a sequência do programa, esse número está na casa dos 250 mil”, comple- menta. Na última segunda-feira (26) empresários, comerciantes e lideranças regionais do Itaim Paulista se reuniram com os ve- readores do PSDB Andrea Ma- tarazzo e Adolfo Quintas. A iniciativa do encontro partiu do assessor parlamentar do vereador Adolfo Quintas o Sr. Reinaldo Costa que, na oca- sião, fez questão de agradecer a presença de todos e frisou em poucas palavras a importância da pré-candidatura a prefeito do vereador Andrea Matarazzo. O vereador Adolfo Quin- tas parabenizou seu assessor Reinaldo Costa pela iniciativa do encontro e falou sobre seus projetos na câmara de São Pau- lo, e elogiou pré-candidatura do vereador Andrea Matarazzo pelo PSDB a prefeitura de São Paulo. “Além de ser o mais pre- parado o Andrea é aquele que mais conhece a cidade de São Paulo. Nossa cidade precisa de mudanças e precisamos de um representante que saibas as ver- dadeiras necessidades de nossos bairros. Ele já ocupou vários cargos representativos na cida- de e tem experiência de sobra para trazer mais qualidade de Andrea Matarazzo e Adolfo Quintas se reúnem com empresários e lideranças do Itaim Paulista vida, educação, cultura, saúde e muito mais por nós paulista- nos”, disse o assessor Reinaldo. Andrea Matarazzo é um for- te pré-candidato a ocupar o car- go de prefeito da cidade de São Paulo, com uma ampla experi- ência e com longo histórico de serviços prestados à causa pú- blica. Em discurso, o vereador frisa a importância de desen- volver grandes projetos sociais para São Paulo dando priorida- de para as periferias da cidade. “Quando eleito pretendo dar prioridades para milhares de pe- quenas grandes obras na perife- ria de São Paulo. Tenho como meta fazer com que as subpre- feituras da cidade sejam fortes e que tenham um elo direto com os moradores e trabalhadores da própria região. Pretendo traba- lhar com pessoas que realmente conhecem as reais necessida- des. Acredito que isto faz toda a diferença”, finaliza ele. O encontro aconteceu às 20h na pizzaria Caramboleta e contou com a presença de 70 pessoas.
  5. 5. 5FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Saúde
  6. 6. 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Atualidade Dentre as obras, a área ar- borizada será equipada com atividades para a população. A Praça Maria Rosa Dias, localizada na Rua Anísio da Silveira Machado com a Avenida João Batista Santia- go, no Jardim Robru, está re- cebendo melhorias por parte da equipe de manutenção de obras da Subprefeitura Itaim Paulista. O projeto de reforma prevê ambiente apropriado de lazer para a comunidade numa área de 1.186 m². Den- tre as novidades, a área ar- Praça Maria Rosa Dias recebe melhoras borizada será equipada com quadra poliesportiva, passeio e pista de caminhada, play- ground, espaço para a reali- zação de atividades físicas, ATI- Academia da Terceira Idade, mobiliários e paisa- gismo. Para a moradora Edinilza Souza Lopes está é uma rei- vindicação antiga da popu- lação, “sempre lutamos pela melhoria de nosso bairro, uma área de lazer faz fal- ta nossas crianças precisam disto”,explica a moradora. Tiro atingiu braço de dire- tor, que foi encaminhado para o hospital. Ocorreu quando a vítima saía do colégio para reunião. O diretor da Esco- la Estadual João Batista Vi- lanova Artigas foi baleado enquanto saía do colégio, na Rua Fernando Godoy, na ma- nhã desta quarta-feira (28), no Segundo os organizado- res, cerca de 100 mil pessoas participam do ato. Em as- sembleia, professores apro- varam calendário de mobili- zações. Um grupo de professores e alunos bloqueou, na tarde de quinta-feira (29), algumas vias do Centro de São Paulo em protesto contra a reorga- nização da rede de ensino estadual que o governo pau- lista pretende implantar já a partir do início de 2016. Eles se concentraram, por volta das 15h, na Avenida Paulis- ta, e bloquearam totalmente a via no sentido Consolação. Os professores se reu- niram em uma assembleia Protesto contra reorganização no ensino bloqueia vias no Centro de SP no vão livre do Museu de Arte de São Paulo(Masp), e aprovaram um calendário de mobilizações. O próximo encontro será no dia 10 de novembro, às 12h. Eles rea- lizarão uma nova assembleia seguida por um ato público com outras entidades, no Pa- lácio dos Bandeirantes. Às 17h45, os manifes- tantes bloquearam o sentido Centro da Rua da Consola- ção. Por volta das 18h40, os professores e estudantes chegaram à sede da Secreta- ria Estadual de Educação, na Praça da República, e a Ave- nida Ipiranga ficou totalmen- te bloqueada nesse trecho. De acordo com o Sindica- to dos Professores do Ensi- no Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), principal organizador do ato, cerca de 100 mil pessoas participam da manifestação. A Polícia Militar não divulgou o nú- mero de manifestantes. Reorganização escolar A Secretaria da Educação de São Paulo divulgou nesta a lista das 94 escolas da rede estadual de 35 municípios que serão disponibilizadas, ou seja, que serão fechadas como escola da educação bá- sica e seus prédios serão re- aproveitados para outro uso educacional. Diretor é baleado em frente à escola na Zona Leste de São Paulo bairro Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo. Segundo a Secretaria de Estado da Edu- cação, ele iria para reunião na diretoria de ensino. A vítima foi encaminhada para o Hospital Santa Marceli- na e foi liberada. O estado de saúde é está- vel. O diretor foi baleado no braço por volta das 11h, se- gundo informações iniciais da Polícia Militar. Não havia in- formações sobre suspeitos até a tarde desta quarta-feira. A investigação deverá ser feita pelo 50º Distrito Policial, no mesmo bairro do crime
  7. 7. 7FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Emprego Uma das principais razões de as pessoas deixarem seus empregos é ter um chefe ruim. Muitas vezes, os gestores de uma empresa se fazem presen- tes de maneira errada na vida de seus funcionários, seja pela falta de empatia com eles ou pelo pouco interesse em partici- par de suas vidas profissionais. A figura enfraquecida de um chefe pode criar um ambiente de trabalho bem atribulado e acabar atrapalhando no funcio- namento geral da empresa. Para o especialista, é preciso que um líder cultive certas práticas que façam dele uma imagem pre- sente entre a sua equipe, capaz de captar a atenção de todos e criar uma conexão especial com seus trabalhadores. Não é uma tarefa fácil, mas, com algumas atitudes simples é possível se tornar um chefe inesquecível. Veja dicas essenciais que po- dem garantir isso: Seja apaixonado por aquilo que faz Poucas coisas são piores para uma empresa que um chefe desmotivado com a vida e com o seu trabalho. Ou seja, se ele, como responsável, não está nem aí, por que seus funcionários de- veriam estar? Supervisores inesquecíveis são profissionais apaixonados pelo que fazem. Eles acreditam naquilo que estão tentando con- quistar e são capazes de se di- vertir no ambiente profissional. Isso motiva o restante da equipe a querer agir da mesma forma. Sobe para 79% o percentual de brasileiros que aceitariam uma proposta de emprego no exterior, diz pesquisa da Catho Mais brasileiros estão dispos- tos a deixar o Brasil para abraçar uma oportunidade de trabalho no exterior. De acordo com pesquisa da Catho, site líder em classifica- dos de emprego online no país, o percentual de profissionais que aceitariam uma vaga no exterior passou de 75,9% em 2014 para 79,2% neste ano. Também aumentou o número de profissionais que aceitaria uma oportunidade em outro país mes- mo sem nenhum benefício extra, como aumento salarial ou pro- moção de cargo. Esse percentual subiu para 11,5% em 2015, ante Seja um chefe reconhecido pela sua equipe Seja humilde Humildade não é sinônimo de fraqueza, mas de superiori- dade. Depois de saber que até mesmo os melhores líderes de- vem se mostrar vulneráveis em momentos difíceis, é preciso que eles reconheçam que eles não estão acima de nada ou nin- guém. Para se tornar inesquecí- vel, um chefe deve se mostrar humilde e reconhecer suas fa- lhas. Assim, ele se tornará um exemplo a ser seguido pela sua equipe. Arrisque-se pelos seus funcionários Chefes inesquecíveis prefe- rem se arriscar por sua equipe do que colocar seus funcioná- rios em risco. Para o escritor norte-americano, bons empre- endedores preferem solucio- nar problemas e levar a culpa sozinhos por certas falhas da empresa, sem precisar culpar ou envolver seus trabalhadores nos problemas. Faça com que cada membro da sua equipe se sinta especial Para motivar uma equipe, é preciso saber que cada um de seus membros possui gostos e personalidades diferentes. Che- fes inesquecíveis sabem reco- nhecer as dificuldades, pontos fortes, gostos e personalidade de cada funcionário. Com isso, é possível interagir com eles da melhor forma possível e es- tar sempre disposto ajudá-los quando necessário. Sobe procura de trabalho no exterior 8,5% no ano anterior, segundo dados da Catho. A pesquisa mostrou ainda que 38,5% dos profissionais entre- vistados aceitaria se mudar para o exterior por conta de uma pro- posta profissional caso ela repre- sentasse uma oportunidade de de- senvolvimento, mesmo que sem promoção imediata. Em 2014, esse percentual era de 34,2%. Receber uma promoção é condição essencial para que 29,2% dos entrevistados aceitem uma proposta de trabalho exte- rior, enquanto 20,8% dos profis- sionais não aceitaria a mudança sob nenhum pretexto. Os dados fazem parte da Pesquisa dos Pro- fissionais Brasileiros 2015, levan- tamento anual feito pela Catho. “O cenário de crise econômi- ca no Brasil, somado às oportuni- dades que uma oferta de emprego no exterior pode representar, tem levado mais brasileiros a avaliar positivamente a mudança para outro país em virtude de uma pro- posta de trabalho”, afirma Murilo Cavellucci, diretor de gente e ges- tão da Catho. “Em geral, a experiência internacional contribui para o desenvolvimento do profissio- nal, que tem a possibilidade de conhecer outra cultura, além de vivenciar a realidade de sua pro- fissão em outro país. De qualquer modo, é fundamental avaliar com atenção todos os prós e contras na mudança”, diz o executivo.
  8. 8. 8FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Cotidiano Fique atento para tomar pro- vidências, caso seu pequeno so- fra alguma violência física Um dia seu filho chega em casa chorando. Preocupada, você pergunta o que aconteceu. Ele, tímido, diz que não é nada. Ao observar o comportamen- to dele e dos colegas de escola percebe que seu filho é alvo de brincadeiras desagradáveis, que o deixam triste e com as quais ele não sabe lidar muito bem. Ele é vítima de bullying! Você, ao tentar encontrar solução para o problema, descobre que a brincadeira está acontecendo por conta do peso da criança, Seu filho é alvo de bullying por conta do peso? que é obesa. O que fazer? Primeiro de tudo, procure a escola para entender melhor a situação em que seu filho se encontra e também para decidir que providências tomar. Se for possível conversar com os pais das crianças responsáveis pe- las brincadeiras desagradáveis, o faça. Muitas vezes a questão pode ser resolvida com um bate- -papo franco, sem ofensas, ob- viamente. Se nada surtir efeito, e você perceber que seu filho está sofrendo com as piadas das quais é alvo, cogite a pos- sibilidade de colocá-lo em outra escola. Pense que num caso as- sim, o bullying pode, inclusive, atrapalhar o rendimento escolar do aluno. E, o mais importante, con- verse com seu filho sobre o as- sunto. Deixe claro que essa fase vai passar e, principalmente, que ele não deve se sentir ina- dequado ou estranho por não se enquadrar num padrão. Diga a seu pequeno que perder peso se- ria bom para a saúde dele e não por estética e que está disposto a ajudá-lo, se esse for o desejo dele. Ao sentir que pode contar com você, esteja certo que seu filho se sentirá mais forte para encarar o problema. Boa sorte! Estratégias para acordar no horário Muitos de nós travamos lu- tas homéricas não apenas para acordar, mas também para le- vantar, para sair da cama - o que, venhamos, não é a forma mais encorajadora de começar o dia. Felizmente, é possível desenvol- ver hábitos que tornam a rotina de acordar menos chata e difícil. Veja abaixo dicas: Desenvolver uma rotina noturna Antes de fazer qualquer coi- sa, certifique-se de que você está indo para a cama cedo o suficien- te para obter a quantidade de sono que precisa. Para a maioria das pessoas, o sono ideal é de apro- ximadamente 8 horas. Para quem tem insônia, desenvolver uma ro- tina regular para poder adormecer e permanecer dormindo é mais importante ainda. Experimente, por exemplo, tomar um banho ou uma ducha quente em um banhei- ro com pouca luz, escrever uma lista de coisas a fazer no dia se- guinte ou rezar ou meditar até que você comece a se sentir sonolen- to. Também é importante manter a mesma hora para dormir e des- pertar, mesmo nos dias de folga. Isso permite que o relógio interno do corpo mantenha um ritmo re- gular, tornando mais fácil a hora de acordar. Desligue todos os aparelhos eletrônicos Desligue sua televisão, com- putadores, laptops, tablets e smar- tphones de 30 minutos a uma hora antes de ir para a cama. A luz bri- lhante destes dispositivos reduz a quantidade de melatonina que produzimos, tornando mais difí- cil o adormecer e a manutenção do sono. Como regra geral, use o quarto somente para dormir ou para namorar. Não abuse das sonecas Quando o despertador tocar, bata no alarme para adiá-lo e es- tender a soneca apenas uma vez. Depois de apertar o botão snooze, ligue uma lâmpada de cabeceira. Antes de sair da cama, tente fazer alguns alongamentos leves para a região lombar, até o seu alarme apagar de novo. Preste atenção à temperatura Se você tem um ar-condicio- nado com termostato programá- vel, configure-o para que a sala fique mais quente 30 minutos antes do alarme tocar. Aprofun- damos o sono quando a tempera- tura baixa e acordamos quando a nossa temperatura interna sobe. Deixe a luz entrar Depois de sair da cama, expo- nha-se à luz o quanto antes. Se há sol, deixou-o entrar pela janela. Se estiver nublado, ligue luzes ou compre uma caixa de luz de te- rapia pequena para simular a luz do sol. A luz aumenta o estado de alerta e melhora o humor.
  9. 9. 9 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Universo Masculino Nós já falamos sobre a im- portância de cuidar do seu ca- belo na hora de conquistar uma mulher. Ele e seu sorriso são o que elas reparam primeiro em você, por isso escolher um bom corte de cabelo pode fazer toda a diferença. Mas essa nem sem- pre é uma tarefa simples, princi- palmente se você está pensando em mudar o visual. A verdade é que poucos homens sabem o que fazer na hora de escolher um novo corte. Por isso, separa- mos algumas dicas para ajudar você na sua próxima ida ao ca- beleireiro. Decidindo mudar o corte Trocar o visual vale a pena, embora muitas vezes seja uma escolha difícil, é algo que pode fazer você ficar muito mais atraente. Na hora de escolher um novo corte, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados e parar para refletir um pouco. Quando o cabeleireiro pergun- tar “o que vamos fazer hoje? ”, você não precisar apresentar um plano de ação com todos os detalhes da posição e compri- mento de cada fio, mas é bom ter pelo menos uma vaga ideia Como escolher um novo corte de cabelo para homem do que você pretende fazer. Encontrando inspiração O melhor lugar para come- çar é olhando algumas referên- cias, não é muito difícil encon- trar imagens de cortes para os mais diversos tipos de cabelo. O primeiro passo para escolher o seu novo corte é procurar pelos estilos que mais agradam você. Separe algumas fotos para mos- trar ao seu profissional. Muitos homens sentem-se um pouco constrangidos com isso, mas não há motivo para isso, refe- rências visuais ajudam muito seu cabeleireiro. a ter uma no- ção do que você espera. O que deve influenciar sua decisão O mais importante na hora de escolher um corte novo é ser realista e pensar em um estilo que combine com seu tipo de cabelo. Converse com seu cabe- leireiro e verifique se ele acre- dita que aquele corte que você tem em mente vai funcionar no seu cabelo. Escolhendo o corte ideal Mesmo com as referências e levando todas essas questões em consideração, ainda assim pode ser difícil escolher o que fazer no seu cabelo. Uma das melho- res maneiras de decidir como você quer seu corte é pensar em cada uma das sessões separada- mente. Comece pelas laterais: Você prefere passar máquina ou quer que seu cabelo tenha mais movimento? Você quer que ele mostre ou cubra suas orelhas? A parte de trás: Você quer que o comprimento seja igual ou maior que as laterais? Você quer ele aparado ou repicado atrás? A parte de cima: Como você pretende usar seu cabelo? Espetado, bagunçado, dividido? A parte da frente: Você preten- de usar franja, pentear para trás, para o lado? Quer que ele cubra o seu rosto ou quer que ele fique mais curto? O mais importante é que você se sinta confortável e satisfeito com o corte que es- colher. Seu cabelo deve refletir a imagem que você quer passar para o mundo. Procure um cor- te que faça você feliz e lhe dê confiança. Se você não se sen- te seguro com a sua aparência, provavelmente é hora de tentar algo novo.
  10. 10. 1 0 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Feminissima Lavar e hidratar os cabelos, limpar o rosto, se depilar e to- mar banho: aprenda a fazer tudo isso de forma econômica e sem sofrimento A diminuição do nível de ar- mazenamento do Sistema Can- tareira, principal fonte de abas- tecimento de água da região metropolitana de São Paulo, acendeu uma luz de alerta em todo o Brasil: é preciso usar esse recurso natural com economia e bom senso, para não correr o risco de ficar com as torneiras secas. E levantou uma dúvida em relação aos cuidados pes- soais: como se manter limpa e com cabelos e pele bonitos sem desperdiçar? Não há necessida- de de litros de água para limpar a pele do rosto. Os produtos po- dem ser aplicados com algodão ou lenço umedecido e retirados com pouca água ao final. Veja dicas para aliar a manutenção da beleza ao controle do uso da água em diversas situações do- mésticas. Ao tomar banho: A água só deve sair do chuveiro quan- do for realmente necessária. Ligue o chuveiro para molhar o corpo e o desligue para se ensa- boar. Quando tiver acabado de esfregar o corpo com esponja e sabão, ligue o chuveiro nova- mente para se enxaguar. Se não for lavar os cabelos, a duração ideal de um banho é de cinco minutos. Ao lavar os cabelos: Con- centre seus esforços no couro cabeludo, pois é a partir dele que a oleosidade se espalha pe- los fios. Vale a mesma regra do banho de corpo: chuveiro liga- do apenas para molhar e enxa- guar os fios; enquanto estiver massageando cabeça e cabelos Saiba como lidar com aquelas discussões pelas quais, em um momento ou outro todo relacio- namento passa. Por mais diferentes que sejam os relacionamentos, algumas bri- gas parecem afetar a todos. Ainda que tentemos evitar as discussões ao máximo, em algum momento elas surgem. Afinal, temas como ciúmes, sexo e dinheiro são uni- versais. A forma de agir dos seres humanos é extremamente instin- tiva, o que explica boa parte dos problemas que surgem nas rela- ções amorosas. Veja tipos de bri- gas comuns à maioria dos casais e algumas dicas para resolvê-las: Ciúme: Sentir ciúme é algo natural do ser humano e, em al- guns casos, pode até potenciali- zar o relacionamento. Se eu tenho medo de perder a minha parceira, eu redobro meus cuidados com ela. Segundo o especialista, o que não pode acontecer é a tentativa de ‘prender’ a pessoa amada. Infidelidade: Quando um episódio de infidelidade acon- tece, há duas opções: terminar o relacionamento ou superar a questão e seguir em frente. Um erro comum nestes casos é o tra- ído relembrar constantemente o acontecido, usando o fato como arma nas discussões. Se a ideia é continuar junto, aquele assunto tem que ser esgotado. Falta de sexo: Em ca- sais que ficam juntos por muito tempo, é natural que diminua o desejo pelo outro. Aos poucos, Como cuidar da beleza sem desperdiçar água com o xampu, pode desligar a água. O processo todo deve du- rar no máximo cinco minutos. O condicionador vai só na ponti- nha dos fios. Óleos, silicones e leave-ins podem ser esquecidos por um tempo. Para manter os cabelos com aspecto de limpos no dia seguinte à lavagem: Lavar os cabelos um dia sim, um dia não ajuda a economizar bastante água de banho, mas há que se tomar uma providência para não desfilar raízes oleosas por aí. A melhor pedida é o xampu a seco – produto em aerossol que pode ser encontrado em qualquer boa farmácia. Ao tirar a maquiagem/ limpar o rosto fora do banho: Se para você for imprescindível lavar o rosto, use a água fria re- servada do banho para isso. Mas o ideal é seguir uma rotina de limpeza com creme, tônico ads- tringente e hidratante anti-ole- osidade. Lenços demaquiantes também cumprem bem a missão de remover a maquiagem ou de apenas limpar a pele, especial- mente aqueles com componen- tes calmantes, como a aloe vera. Ao depilar pernas e axi- las: Esqueça a ideia de raspar os pelos com espuma e lâmina no banho – é um processo de- morado e que desperdiça muita água. Além disso, é lenda essa história de que é obrigatório passar água na perna ou nas axi- las para se depilar com lâmina. O processo é bem simples: bas- ta aplicar a espuma sobre a pele seca e ir passando a lâmina onde houver necessidade. Brigas que todo casal o encantamento inicial dá lugar a uma pessoa não mais idealiza- da, que tem qualidades e defeitos próprios. Passada a fase inicial de aprendizado, há um questiona- mento crucial: estou pronto para sair de mim mesmo e lidar com esse universo desconhecido? A melhor forma de recuperar o de- sejo pelo outro é estar aberto para o novo. Falta de cuidado: Quando a gente ama, é claro que a gente cuida, o cuidado com o outro é o componente central do amor, an- tes de completar: “é algo que está presente em todas as formas de amar”. Um dos primeiros sinais de que o relacionamento está mal é quando este cuidado é deixa- do de lado. Esforce-se, portanto, para demonstrar seu amor através de pequenos gestos espontâneos, como um presente fora de hora ou um carinho especial. Dinheiro: Quando a situa- ção econômica do casal vai mal, é comum que as brigas relaciona- das ao dinheiro se tornem rotina. Para evitar atritos, o ideal é que, sempre que possível, ambos con- tribuam com as finanças. No en- tanto, mesmo quando não é este o caso, o controle do dinheiro não deve ficar apenas nas mãos da pessoa que trabalha. Este é um modelo muito antigo de família, não é contemporâneo. Para faci- litar as coisas e organizar o caixa, buscar os serviços de um consul- tor financeiro pode ser uma ótima pedida.
  11. 11. 11FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Saúde Assim como nas mulhe- res, o fator genético tem pa- pel importante no surgimen- to do câncer de mama em homens. Quem tem casos da doença na família, indepen- dente do gênero, tem mais chances de ser acometido pelo problema As mutações dos genes BRCA1 e BRCA2 são dire- tamente ligadas à probabili- dade de câncer de mama em homens e mulheres e tam- bém, no caso delas, de ová- rio. Conhecer a predisposi- ção genética cria um maior estado de alerta em relação ao surgimento de qualquer alteração na região das ma- mas. Assim como nas mulhe- res, a idade também é um fa- tor de risco. O National Can- cer Institute, do sistema de saúde dos Estados Unidos, revela que grande parte dos pacientes que desenvolvem esse problema têm entre 60 e 70 anos. Exposição à radiação é uma das causas desse tipo de câncer. Altos níveis de estrogênio(hormônio femi- nino) no organismo tam- bém são fator de risco para o aparecimento da doença. O distúrbio hormonal ainda pode ser causado por outras enfermidades, como cirrose Câncer de mama em homens: quais são as chances? ou problemas genéticos. Ter o conhecimento das principais causas da doença permite ações de prevenção ou dediagnóstico precoce, que diminui as chances de tratamentos invasivos e o risco de morte. Ao perceber qualquer sinal de anormali- dade na sua saúde, procure um médico. Segundo o National He- alth Service, do Reino Uni- do, o câncer de mama em homens se forma em uma pequena área de tecido ma- mário atrás dos mamilos. Geralmente, a doença é de- tectada pelo surgimento de um caroço duro e indolor nessa região do corpo. Outros problemas rela- cionados ao câncer de mama em homens são as mutações no mamilo. Ele pode retrair, se tornar inchado e com as- pecto inflamado ou ainda li- berar alguma substância em razão da doença. Se esses sinais forem ignorados, a progressão do câncer causa dores nos os- sos, aumento dos gânglios linfáticos, fadiga e coceira na pele. Esses sintomas indi- cam metástase, que é quan- do a doença atinge outros órgãos do corpo que não o de origem da doença. O tratamento é feito com a remoção do caroço na mama através de cirurgia. Em alguns casos, os médi- cos recomendam quimiote- rapia ou radioterapia para eliminar células malignas restantes e impedir o retorno do câncer. A terapia hormonal para o bloqueio de estrogênio também é recomendada na maioria dos casos. A falta desse hormônio impede a reincidência da doença. As chances de cura va- riam conforme a progressão da doença no momento do diagnóstico, a idade e outros fatores de saúde. Apenas uma equipe médica poderá recomendar o tratamento adequado para cada caso e informar o paciente sobre as chances e o tipo de pro- cedimentos necessários para livrar-se do câncer.
  12. 12. 1 2 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 29 DE OUTUBRO DE 201528 horóscopopor João Bidu ÁRIES (21/3 a 20/4) Hoje, você vai mostrar seu lado extro- vertido em todos os contatos. Bom mo- mento para se aproximar de pessoas novas e trocar informações. Só não vale exagerar para não ficar em fofocas. TOURO (21/4 a 20/5) Melhor pensar duas vezes antes de gastar ou emprestar grana para al- guém, inclusive um amigo. Com cautela e bom senso, pode economizar. O de- sejo de estabilidade cresce. GÊMEOS (21/5 a 20/6) A Lua em seu signo destaca seus pon- tos fortes: se souber usá-los, vai che- gar mais longe. Só não vale insistir na sua opinião a ponto de provocar briga com um superior. CÂNCER (21/6 a 21/7) Hoje, ficar no seu canto será uma boa maneira de afastar pessoas intrometi- das. Trabalhando de forma isolada, vai chegar mais longe. Mas vale a pena re- dobrar a cautela nos estudos. LEÃO (22/7 a 22/8) A Lua inspira seu lado sonhador e idea- lista. Bom dia para expandir seus hori- zontes, correr atrás de interesses varia- dos e passar mais tempo com os ami- gos. Controle seu gênio. VIRGEM (23/8 a 22/9) Bom dia para batalhar por melhorias e correr atrás do que deseja. O planeja- mento e a dedicação são as melhores armas para chegar mais longe. Só não baixe a guarda. LIBRA (23/9 a 22/10) Saia da mesmice, tente algo mais ousa- do e use o bom humor para se enten- der com as pessoas. Mas é melhor ser realista, caso contrário, pode levar um tombo quando menos espera. ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) Seu signo não tem dificuldade para cor- tar laços, se livrar do que incomoda e recomeçar do zero, sempre que é ne- cessário. Isso é ótimo e pode ser usado a seu favor, mas é melhor não exagerar. SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) Tudo o que você fizer em equipe tem mais chance de ser um sucesso. Apro- veite para resolver tarefas que depen- dem da colaboração dos colegas. O ro- mance ganha importância redobrada. CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1) O trabalho vai exigir empenho redobra- do. Em compensação, pode resolver até as pendências mais chatas, já que vai mergulhar de cabeça. Para o serviço render, avalie bem o que ouvir. AQUÁRIO (21/1 a 19/2) Simpatia e charme serão suas armas secretas. Não será complicado encantar todo mundo ao redor, seja no trabalho, em casa ou na vida pessoal. Mantenha a cautela com dinheiro. PEIXES (20/2 a 20/3) Assuntos antigos podem vir à tona. Há risco de se desentender com parente se não pegar mais leve ao mostrar suas opiniões. Programa caseiro vai ajudar a estreitar os laços no romance. Cruzadas passatempo Soluções Sete erros Sudoku O conteúdo de Passatempo é fornecido pela www.coquetel.com.br Preencha os espaços vazios com algarismos de 1 a 9. Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais e horizontais, nem nos quadrados menores (3.3). Passatempo
  13. 13. 13FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 TV em Ação DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 29 DE OUTUBRO DE 201526 diáriodafama Conheça a nova Joelma da Banda Calypso n Após os boatos de que ela seria a substituta de Joelma na Banda Ca- lypso, veio a confirmação. A asses- soria da banda revelou, ontem à tarde, que Thábata Mendes é a no- va cantora do grupo de Belém, no Pará. A loira de 28 anos comparti- lhou o link de uma reportagem que anunciava o título. A escolha, é cla- ro, dividiu a opinião dos internautas. É cedo para dizer se ela vai se dar bem com Chimbinha e com os mú- sicos da Calypso ou se será aceita pelos fãs, mas uma coisa é certa: ela é linda e canta muito. A coluna torce pelo sucesso de Thábata! Henri diz ter energia pro final n “I Love Paraisópolis” está para acabar e o elenco segue a todo va- por, gravando as cenas finais. Henri Castelli falou sobre essa correria. “Muito orgulho e gratidão de fazer parte dessa novela. Vamos doar to- da nossa energia para terminar com chave de ouro”, declarou o ator, que na trama deu vida ao vilão Gabo. Thábata é natural de Mossoró, Rio Grande do Norte Santoro n Em “Totalmente Demais”, pró- xima das 19h, Malu Galli vai ser uma mãezona, que fará de tudo pelos filhos. A atriz terá Felipe Si- mas, Lellezinha, Juan Paiva e Cauê Campos como pupilos. Ma- lu mal teve tempo de descansar. A última novela dela foi “Sete Vi- das”, no ar no início deste ano. Chef ensina receitas fáceis Mãezona sem descanso n Ele está de volta. Após 12 anos sem fazer novelas, Rodrigo San- toro, que trilha uma carreira in- ternacional, estará em “Velho Chico”, próxima das 21h da Glo- bo. “Fiquei muito feliz com o con- vite do Luiz Fernando (Carvalho), que é um grande parceiro, e com a oportunidade de trabalhar com o Benedito (Ruy Barbosa). Acho que vai ser um reencontro com o público e com a Globo, que foi onde eu comecei. Faz tempo que sinto saudades de trabalhar em casa”, declarou o ator. n A trama com Santoro está prevista para estrear no primeiro semestre de 2016, substituindo “A Regra do Jogo”. A esperança é de que o ator consiga atrair o te- lespectador para o horário, já que, após o fracasso de “Babilô- nia”, a tão esperada novela de João Emanuel Carneiro também ainda não vingou. Será que o galã n Dalton Rangel estreou on- tem no R7 um portal de recei- tas, como ele mesmo define, para facilitar a vida do público. “São vídeos bem rápidos, de um minuto, onde é possível visualizar todo processo de receita, sem que a pessoa fi- que lendo”, contou o chef do “Hoje em Dia”, que também pensou em receitas que não pesem no bolso. “São suges- tões relativamente baratas, criativas, assinadas por mim, onde coloco meu toque pra di- ferenciar das convencionais. São mais de 400 receitas”, disse Dalton, animado com a repercussão do trabalho. AlexPalarea/AgNews Reprodução EduMoraes/TVRecord vai conseguir? “Claro que a figura dele atrai público. Ele vem com um diferencial a mais para atrair atenção. É uma forma de divul- gação a mais”, opinou o doutor e especialista em TV pela USP Claudino Mayer, que acredita que só o ator não vai dar conta. “Ele não é determinante para o su- cesso, o que é fundamental é a história a ser contada”, avaliou. n Com tantos projetos fora do país, a participação de Santoro será curta, apenas na primeira fase da novela. Em entrevista re- cente ao DIÁRIO, o ator havia dito que só aceitaria um papel nessas condições. “O difícil é conseguir tempo para conciliar tudo, por- que exige um período de dispo- nibilidade. Mas tenho acompa- nhado a produção daqui e sei que estão investindo em formatos mais curtos, como minisséries, que me interessam”, afirmou. PRA ESQUECER Corajosamente, Letícia Sabatella postou nas redes sociais um relato sobre o assédio sexual que sofreu, aos 12 anos. A atriz entrou na campanha #MeuPrimeiroAbuso. Sabrina lançará linha de roupas n É comum ver Sabrina Sato em- prestando seu talento para anunciar objetos de grandes marcas ou criando linhas próprias de produtos de beleza ou de moda. Desta vez, a apresentadora vai lançar uma cole- ção de roupas para a Sommer. Em- polgada com o projeto, ela mostrou um dos croquis nas redes sociais. CLIMÃO A notícia de que Douglas não seria expulso de “A Fazenda” revoltou os peões. Responsável por avisá-los, Roberto Justus teve de ser duro com os participantes. pegou bem pegou mal FotosdeReprodução/Instagram O ator será o protagonista da primeira fase, depois vivido por Antonio Fagundes por Camila Juliotti camilaj@diariosp.com.br Com Luciano Guaraldo PedroCuri/TVGlobo é aposta para salvar audiência
  14. 14. 1 4 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Esporte DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 29 DE OUTUBRO DE 201512 esportes COPA DO BRASIL / PALMEIRAS X FLUMINENSE 8,5 FERNANDO PRASS Uma bela defesa, em chute de fora, e um mi- lagre, nos acréscimos. No gol, sem culpa. Nos pênaltis, pegou o dele. 4,0 LUCAS Não apoiou tão bem, va- cilou muito na marcação no gol de Fred e no fim, quando Prass salvou. 6,5 VITOR HUGO Atuação segura, levou a melhor em todas bolas, principalmente pelo alto. 6,5 JACKSON Outro que também não cometeu falhas. Passou a segurança que às ve- zes lhe falta em campo. Bateu bem o pênalti. 4,5 ZÉ ROBERTO Bateu mal o pênalti, no tempo normal, e não recompôs a marcação no contra-ataque do gol. 5,5 AMARAL Com o time, caiu demais no segundo tempo e deixou Gerson jogar à vontade no meio. 6,5 MATHEUS SALES Bem no jogo. Muito lúcido com a bola nos pés. No fim, cansou, mas não deixou de brigar. 7,0 ROBINHO Fez bem a saída de bola e acreditou demais no lance do primeiro gol, com bela assistência. Rafael Marques entrou e não fez muita coisa. Firme no pênalti. 6,0 6,5 GABRIEL JESUS Muito presente no ataque, faltou caprichar um pouco no passe final. Allione entrou com vontade e bateu bem o pênalti decisivo. 6,5 5,5 DUDU Não vinha brilhando nem fazendo um jogo ruim, mas foi mal ao se preci- pitar no passe errado que deu contra-ataque para o Flu marcar o gol. 7,5 LUCAS BARRIOS Dois gols de centroavan- te, tanto por acreditar nas jogadas como no posicionamento. Lutou muito e saiu cansado. Cristaldo bateu o pênalti com perfeição. 6,5 5,5 MARCELO OLIVEIRA Bem no primeiro tempo na pressão no campo de ataque, mas, sem Robi- nho, o time voltou a dar chutão para a frente. ATUAÇÕES|PALMEIRAS FLUMINENSE Péssimo no primeiro tempo, lutou muito e melhorou no segundo. Fred, no sacrifício, marcou de cabeça com muita precisão, mas teve a bola do jogo nos acréscimos. Prass pegou. A zaga bateu muita cabeça. Palmeiras 4-3-3 Fernando Prass; Lucas, Vitor Hugo, Jackson n e Zé Roberto; Amaral, Matheus Sales e Ro- binho (Rafael Marques); Dudu, Gabriel Jesus (Allione) e Lucas Barrios (Cristaldo) T: Marcelo Oliveira Fluminense 4-4-2 Diego Cavalieri; Wellington Silva n, Gum, Marlon e Breno Lopes (Osvaldo); Jean, Cícero, Vinícius (Magno Alves) e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior (Gerson) e Fred n T: Eduardo Baptista COPA DO BRASIL > SEMIFINAL — VOLTA Onde: Allianz Parque, em São Paulo Juiz: Anderson Daronco (RS) Gols:LucasBarriosaos13eaos17do1o - tem- po; Fred aos 25 do 2o - Renda e público: R$ 2.760.200 / 38.562 2-1Um goleiro de decisãoFernando Prass revive as noites históricas do ídolo São Marcos, fecha o gol, pega pênalti e ajuda o Verdão a alcançar sua quarta final de Copa do Brasil Gabriela Chabatura gabriela.chabatura@diariosp.com.br F ernandoPrass.Esteno- me já está cravado na história do Palmeiras. Em decisão por pênal- tis, o goleiro voltou a brilhar e garantiu o Verdão na finaldemaisumacompetição. Destavez,aCopadoBrasil. Seis meses após colocar o VerdãonadecisãodoPaulistão, Prass foi o nome da noite. Pe- gou uma bola de Fred, nos acréscimos,eopênaltideScar- pa,ecolocouotimenafinal. Foi um teste para cardíaco. Tensão,38milpresentesecân- ticos durante 90 minutos cria- vamumclimadedecisão. Diferentemente dos últimos jogos, o Palmeiras entrou em campocomumaposturaofen- siva–mesmoaindatendoabu- sadodaligaçãodireta–eseguro defensivamente.Fred,longede estar 100%, foi facilmente en- golidoporVitorHugo,Jackson, AmaraleMatheusSales. Robinho, recuperado de le- são muscular, por pouco não inaugurou o placar antes dos dez minutos. Os torcedores aplaudiram, mas respiraram aliviados,mesmo,depois. Aos 13 minutos, Robinho se redimiudoerroefezumaótima jogada na linha de fundo pelo lado direito. Ele acreditou e mandou namedida paraLucas BarriosdesviaràmetadoFlu.A explosão dos palmeirenses na Arenaconfirmava:1a0afavor. Barrios, que àquela altura já contabilizavaquatrogolscontra o Fluminense, queria mais. Dois minutos depois do pri- meiro gol, Gabriel Jesus sofreu pênalti de Wellington Silva. ZéRobertoerroue,norebote,o paraguaioampliouoplacar. Os dois gols fizeram o Pal- meiras recuar cedo e apostar nos contra-ataques. E pagou o preçonasegundaetapa. No momento em que apenas assistia ao Fluminense tocar a boa,Fred(aquelequejogavano sacrifício) deu sobrevida aos cariocas.Aos25minutos,oca- pitãodesvioudecabeçaelevou apartidaparaospênaltis.Masa noite era mesmo de Fernado Prass...EquevenhaoPeixe! AndréLucasAlmeida/FuturaPress 4 1Palmeiras Rafael Marques 4 Jackson 4 Cristaldo 4 Allione 4 Fluminense Jean 4 Gustavo Scarpa 8 Gum 8 Pênaltis HERÓI ALVIVERDE Como se não bastasse ter salvado o Palmeiras no fim do jogo em finalização de Fred, o goleiro ainda pegou um pênalti, de Scarpa, e foi fundamental para a vaga PalmeiraseSantos farãoumapréviada finalnestedomingo, naVila,noBrasileiro Osdoisjádecidiram oPaulistão,também esteano.Peixelevou ataçadecampeão
  15. 15. 15FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Esporte DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 29 DE OUTUBRO DE 2015 13 Opinião Plínio Rocha, editor assistente de Esportes do DIÁRIO Na raça também vale, às vezes n Foram dois Palmeiras em cam- po, ontem. O do primeiro tempo, com Robinho organizando o jogo no meio de campo, teve bela atuação. Chegou tocando, pres- sionou e conseguiu o resultado. Na etapa final, sem o meia, a coisa mudou completamente e apare- ceram os clássicos chutões para a frente e a ligação direta entre a defesa e o ataque. Dessa maneira, claro, os cariocas cresceram e só não deixaram o Allianz Parque com o 2 a 2 no tempo normal por- que Fernando Prass fez um mila- gre, nos acréscimos. Mas, no ge- ral, foi na raça. E isso vale, sim, às vezes. Além da precisão e da cal- ma nas penalidades. Na final, po- rém, vai ter de jogar bem mais. Torcedorameaça jogadordoFlu emredesocial n O meia Vinicius, do Fluminen- se, foi alvo de ofensas e ameaças por parte de um suposto torce- dor do Palmeiras em uma rede social. No Instagram, o indivíduo – identificado como Gabriel San- tos – ameaçou a família do joga- dor caso ele “chutasse a bola para o gol” e o jurou de morte se ele “não cooperasse no jogo”. “É uma pena que tenham ati- tudes como essa, diria lamentá- veis. Deus é tudo e me livre de todo o mal. Amém”, escreveu o camisa 29 em resposta ao co- mentário do torcedor. Ele relatou o episódio no perfil de outra rede social, o Facebook O Fluminense já avisou que vai apurar o caso e tomar todas as medidas legais. “Vinícius e Flumi- nense tomarão medidas cabíveis contra esses torcedores que usam as redes sociais e fazem ameaças”, declarou o vice-presi- dente de futebol e também ad- vogado, Mário Bittencourt.Lucas Barrios comemora um dos dois gols marcados ontem à noite RodrigoGazzanel/FuturaPress HeróidoVerdão comparaadefesa aumgolmarcado n Herói na classificação do Pal- meiras para a final da Copa do Brasil, o goleiro Fernando Prass comemorou o pênalti como um artilheiro que marca um gol. “Hoje (ontem) era aniversário dos meus filhos. Goleiro não faz gol e, justo no aniversário, pude defender um pênalti. Tenho de agradecer todos os dias, porque, sem dúvida, sou abençoado”, disse o arqueiro Fernando Prass, que fez a festa dos colegas. “Estava no estacionamento porque estava passando mal e voltei. Feliz por ter contribuído nesta vitória. Todo mundo aju- dou”, completou o meia Robinho. Durante a festa do Verdão, até mesmo o presidente Paulo Nobre invadiu o campo para celebrar. Apesar de estar cabisbaixo com o resultado, o Fluminense ressaltou o equilíbrio. “Fizemos um bom jogo. Infelizmente, al- guém tinha de sair derrotado”, lamentou o atacante Fred. Ficar atento a ofertas e to- mar cuidado com redes sociais e sites falsos são algumas dicas para escapar de possíveis trans- tornos Com uma expectativa dos varejistas de faturar de R$ 978 bilhões na Black Friday deste ano o consumidor deve ficar atento para não cair em nenhum golpe e não ser prejudicado pelas empresas. Nas edições anteriores o evento foi popu- larmente apelidado de “black fraude” por maquiar preços ou vender sem descontos. Para aju- dar o internauta o iG preparou um material com dicas para que os clientes possam aproveitar o evento sem preocupações e sem levar gato por lebre. Faça uma pesquisa cuidado- sa das empresas O primeiro passo é ficar atento às diferentes empresas e o que elas estão oferecendo. “É uma grande oportunidade [a Black Friday] para as empresas ‘picaretas’ levarem vantagem”, afirma Mauricio Vargas, CEO do ReclameAQUI. Ele cita um caso de uma empresa chama- da “Pernas Bacanas” que usou as cores da rede Pernambuca- nas, e acabou levando vários a comprarem seus itens como se fossem a verdadeira loja. “O Saiba como fugir das fraudes na Black Friday consumidor desavisado pega e entra. Então o consumidor tem que pesquisar e ficar bastante atento por que vão haver opor- tunistas, como sempre tem, que vão levar o direito do consumi- dor”, declara. Caso o consumidor acabe comprando em uma empresa fraudulenta, Vargas afirma que o Reclama Aqui não poderá aju- dar o consumidor, mas reitera que a organização trará avisos para deixar os consumidores em alerta sobre questões como essa. O órgão também desenvol- veu um sistema de selos para empresas para demonstrar a confiabilidade de diferentes organizações. O selo é dado a empresas que demonstrem bons índices de atendimento no ReclameAQUI e se baseia em critérios como número de ava- liações da empresa, índice de resposta e índice de solução. O selo pode ser usado por consumidores para saber quais empresas possuem um grau de confiabilidade certificado. Var- gas destaca que a reputação de- monstrada no selo é referente aos últimos seis meses e vale apenas para a Black Friday des- te ano. Toda a empresa que de- sejar usar o selo precisa entrar em contato com o ReclameA- QUI. Vargas conta ainda que o ReclameAQUIrealizará o acompanhamento das compras. Ele afirma ainda que empresas podem chegar a perder o selo no dia da Black Friday em si. “Nós vamos monitorar e qualquer alteração de preço nós vamos informar ao consumidor que a empresa, mesmo tendo o selo, cometeu uma penalidade.”, diz Tome cuidado com redes sociais e sites falsos O consumidor também deve ter muito cuidado ao navegar a rede para não cair no golpe de sites que simulam varejos ver- dadeiros. “Muitos sites são có- pias. Então é importante prestar atenção no endereço, na URL, porque muitas vezes o site pos- sui um nome parecido.”, alerta o gerente de inteligência da Cle- arSale Omar Jarouche.
  16. 16. 1 6 FOLHA ITAIM & CURUÇÁ - 16 A 31 DE OUTUBRO DE 2015 Esporte

×