Bom dia Acontece Agora 380

611 visualizações

Publicada em

Bom Dia Acontece

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
611
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
481
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bom dia Acontece Agora 380

  1. 1. ® Defesa da verdade e do desenvolvimento de São Miguel e região -  2031-2364 e 2513-0928 - raleste@gmail. ANO XX - No 380 2ª quinzeNA DE abril DE 2015 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Capela de São Miguel Aracanjo, construída no século XVI pelos índios jesuítas. É uma das mais antigas capelas de São Paulo. No coração de São Miguel Paulista, um marco histórico do Brasil. 20 anos do Grupo Acontece Estação Jardim Shopping A solução dos problemas da Avenida Aricanduva passam pela Avenida Gualtar São Miguel perde um de seus melhores porta-vozes A morte de Gilberto Tra- vesso pegou todos de sur- presa. Hoje 29 de Abril, ele estará recebendo o Troféu Imprensa da ZL em respeito a sua luta pelo desenvolvimen- to de São Miguel e região.P6 A Zona Leste e o bairro do Itaim Paulista ganharão um novo empreendimento, o “Estação Jardim Shopping”, que será construído no antigo terreno da Fábrica da Tecsima que fica na Avenida Marechal Tito, próximo ao Jardim das Oliveiras. P3 “Vamo q Vamo JSV” é campeão da 1º Copa Cruzeirinho No último sábado (25) a Equipe do ‘Vamo q Vamo” consagrou-se campeão da 1a Copa Cruzei- rinho Jd. Maringá sub-15 vencendo nos pênaltis o time EC. Rede/Aricanduva por 4x3, onde ganhou o troféu de melhor goleiro da competição do “Vamo q Vamo”. P16 P4P8
  2. 2. 2 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Circulação: São Miguel, ITAQUERA, vILA Jacuí, jd. helena, v. curuça E GUARULHOS Diretor: Divaldo Rosa Adm. e Financeiro: Ademyr Rodrigues Depto. Comercial: Ariane Andrade Jornalista FL: Silmara G. Nunes Revisão: Suseli Corumba Fotos: Eduardo Rocha Diagramador: Sergio Avante Depto. Jurídico: Agilson M. Oliveira Distribuição: Mart Press Distribuidora Impressão: As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam, necessariamente, a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comercias não mantém vínculo empregatício com a empresa. A J O R L E S T E O jornal Acontece Agora é Filiado à Associação dos Jornais da Zona Leste Avenida dos Guachos, 166 - Vila Curuça Cep: 08030-360 Itaim Paulista – SP E-mail: raleste@gmail.com site: www.grupoacontece.com.brREDAÇÃO E PUBLICIDADE 2031-2364 | 2513-0928 Patente: PROC. 830024034 Classe 16 RPI RM 2087 Tiragem: 40.000 exemplares FL=FreeLancer cnpj: 03.115.443/0001-16 Banca Braguinha Rua santa Rosa de Lima, 874 Pq. Pauistano. Banca Cultural Av. Marechal Tito, 1300 - São Miguel Banca da Estação Rua Conceição de Almeida, 248 - Vila Mara Banca do Mercadão Av. Marechal Tito, 567 São Miguel Banca do Tom Rua São Gonçalo do Rio das Pedras, 800 Banca Naguno Pça. Francisco Pereira, 80 Vila Curuçá Banca Nova Geração Av. Marechal Tito, 686 São Miguel Banca Oliveira Av. Oliveira Freire, 604 Padaria Nova Unida Av. Pires do Rio, 2681 São Miguel Revistaria Cavoa Rua Cavoá, 425 - Vila Curuçá Sebo Papel & Caneta Rua Pedro Soares de Andrade, 221 - Vila Rosaria Subprefeitura de São Miguel - R. Dona Ana Flora Pinheiro de Souza, 76 Vila Jacuí Novo programa de recuperação de Língua Portuguesa e Matemática usará a tecnologia como aliado Escolas da rede estadual começam o novo programa de recuperação. A indicação é que sejam oferecidas aulas extras de Língua Portuguesa e Matemática, ao menos, duas vezes por semana. O re- forço é voltado para estudan- tes do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e Médio com dificuldades no aprendizado. Em todo o Estado, foram in- dicados 205 mil alunos. O horário das aulas varia de acordo com cada unida- de: uma hora antes ou após Aulas extras de reforço começam para 205 mil alunos da rede estadual Atualidades reúnem desafios em lingua- gem de Game que exigem o raciocínio matemático e o domínio de leitura para re- solvê-los. Todas as aulas se- rão acompanhadas de perto por professores capacitados para utilizar a ferramenta educativa. “A Secretaria tem como meta aprimorar o aprendiza- do e as estratégias de ensino. Investimos na formação dos professores que estarão nas salas de aula e vão utilizar a plataforma pela primeira vez. O objetivo é fazer com que nossos alunos continuem avançando em seus estudos”, afirma o secretário da Educa- ção, Herman Voorwald. O novo programa de re- forço tem duração de 10 se- manas. Ao final, a Secretaria fará uma avaliação com os alunos para identificar os resultados. Além dessa mo- dalidade, as escolas estaduais continuam com as opções de recuperação contínua e intensiva ao longo do ano. a grade regular, ou ainda no contraturno. A seleção dos estudantes foi pautada no desempenho deles nas provas do primeiro bimestre e na avaliação diagnóstica aplicada pela Secretaria. A proposta do novo projeto é recuperar o conteúdo já neste início de semestre. A participação das escolas e alunos foi por adesão. Para tornar o programa mais dinâmico e atrativo, a Secretaria elaborou um material com foco na tec- nologia. Em “Aventuras do Currículo +”, as atividades serão feitas com auxílio do computador (da sala do Acessa Escola ou de casa) e Ao visualizar a residência onde mora uma mulher, é pos- sível notar que os ambientes possuem um toque feminino, rico em detalhes na decoração, contemplados em acessórios e utensílios, que transmitem a personalidade da moradora. Para facilitar na montagem do ambiente feminino e na escolha adequada dos itens decorativos, a arquiteta e con- sultora da Telhanorte Concei- to, Sabrina Campos, apresenta dicas práticas e simples, que fazem toda a diferença no Dia das Mães: veja dicas para decoração de ambientes femininoslha dos elementos decorativos. “Em caso de mulheres clássicas, notamos que, por mais que apreciem o vintage, elas não fi- cam presas no tempo e sempre se atualizam com as novidades. A especialista destaca que, quando a moradora é uma mulher moderna, com um perfil independente e des- pojado, sem medo de arris- car em formas e cores, são indicadas tonalidades mais vibrantes e chamativas, como azul, rosa, lilás e vermelho, além das estampas geométri- cas ou abstratas. “Quanto às mulheres básicas, nota-se que elas tendem a apreciar cores e estampas neutras e delicadas, mantendo a discrição e o ro- mantismo na decoração. Para esse perfil, são indicados os tons de branco, bege e preto, com superfície lisa e pouca textura”, acrescenta Sabrina.  De maneira generalista, as estampas de flores e bo- linhas, além dos  tecidos de textura delicada, como linhos e sisal, combinam muito com o universo feminino. Em rela- ção aos móveis, a cor da mobí- lia acaba influenciando muito no momento de compor a decoração. As cores claras e vivas proporcionam um ar mais moderno e despojado, enquanto as cores escuras dão um ar mais sóbrio e clássico. design de interiores.  A primeira coisa que deve ser observada antes de pensar no projeto de decoração é a personalidade da mulher que vive no ambiente, ou seja, se é clássica, moderna ou básica, evitandocometer errosnaesco- ® Em defesa da verdade e do desenvolvimento de São Miguel e Região Uma parceria entre: Rede Bom Dia, Diário de S. Paulo e Jornal Acontece Agora
  3. 3. 3JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 A Zona Leste e o Itaim Paulista ganham um novo empreendimento, o ‘Estação Jardim Shopping’ que será construído no antigo terreno da Fábrica da Tecsima   Investimentos iniciais somam R$ 277 milhões. “Es- tação Jardim” terá 32 mil m2  de ABL e 200 operações. Mais de 2 mil empregos di- retos serão gerados após a inauguração.  A Zona Leste da cidade de São Paulo irá ganhar um novo shopping center.  A Enplanta Engenharia inicia em abril a comercia- lização do Estação Jardim Shopping.  Com inauguração prevista para 2017, o em- preendimento conta com investimentos iniciais de R$ 277 milhões e será constru- ído em uma área de 50 mil m2  na Av. Marechal Tito, en- tre os bairros de São Miguel e Itaim Paulista. O shopping terá aces- so direto pela Estação Jar- dim Romano  (linha 12 da CPTM), por onde circulam diariamente cerca de 200 mil pessoas. Estação Jardim Shopping tação, 6 salas de cinema, 1 teatro, setor de serviços e estacionamento com 1.600 vagas.  “Nossa expectativa é atingir diretamente uma população de aproximada- O Estação Jardim Shop- ping terá 32 mil m2  de ABL (Área Bruta Locável), divi- didos em quadro pisos, com 200 lojas, sendo 5 âncoras, 5 mega lojas, 3 restaurantes, 22 lojas na  praça de alimen- mente 2 milhões de pessoas, potencialmente 1 milhão de consumidores, transforman- do a rotina dos moradores do local, com novas opções de compras, espaços de la- zer, cultura e convivência para toda a família em um único lugar”, destaca Hen- rique Falzoni, presidente da Enplanta Engenharia, empreendedora do Estação Jardim. Sob medida O projeto arquitetônico do Estação Jardim Shopping é moderno e arrojado, privi- legiando a luz natural, com clarabóias na cobertura e peles de vidro na fachada. Além de permitirem eco- nomia de energia, propor- cionam aos visitantes um ambiente confortável, agra- dável e contemporâneo. Para ter maiores informa- ções comerciais sobre o em- preendimento ligue para (11) 3049-2612. Em breve, stand de vendas no terreno.  www. enplanta.com.br  e  www. estacaojardimshopping.com Destaque Local
  4. 4. 4 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 A Avenida Aricanduva possui um dos piores trânsitos dentre as maiores avenidas da cidade de São Paulo, onde, na parte da manhã e no fim de tarde até as 21 horas, os congestionamentos che- gam a alcançar quase toda a extensão desta importante via da Zona leste. Uma das áreas mais problemáticas é no entroncamento com a Av. Itaquera. A nossa reportagem foi convidada para participar de uma reunião no último dia 24, na paróquia de Santa Terezinha, promovida por moradores dos bairros Jar- dim Santa Terezinha, Parque Savoy City, Jardim Marília, Jardim Bandeirantes, Jardim Brasília, Jardim Ipanema, cujo assunto principal foi o problema de acesso para a Avenida Aricanduva, que ficou prejudicado pela cons- trução do CEU Aricanduva no local onde estava projetada a Avenida Gualtar, que seria o principal acesso de mais de 70 mil moradores desses bairros. A abertura da Avenida Gualtar, bem como a sua interligação com a Avenida Aricanduva, consta em pro- jeto da Prefeitura de São Paulo desde o ano de 1950, quando o então engenheiro Luiz Carlos Berrini Junior projetou e retificou todo o projeto da região, visando uma realidade urbanística mais moderna, com avenidas nas margens dos córregos que era o conceito viário adotado pela cidade naquela época. Em 1964, a propriedade da então Tecelagem Santa Terezinha foi loteada, dando origem ao bairro Santa Tere- zinha, o qual se constitui num dos mais povoados bairros da região, com população esti- mada em 25 mil habitantes. Em 1991, foi inaugurado o Shopping Aricanduva e houve uma melhoria na urbanização do entorno do centro comer- cial, com obras custeadas pela administração do shop- ping, destacando uma ponte sobre o Rio Aricanduva no cruzamento com a Avenida Gualtar, que naquela época já A solução dos problemas da Avenida Aricanduva passam pela Avenida Gualtar existia com apenas uma pista asfaltada e por onde circula- vam os veículos dos bairros adjacentes. O início do problema Na gestão da prefeita Marta Suplicy (então filiada ao PT), a prefeitura projetou a implantação de um CEU-Cen- tro de Educação Unificada no entroncamento das Ave- nidas Aricanduva e Gualtar, cujo projeto original previa a instalação de dois prédios, um de cada lado da Avenida Gualtar, interligados por uma passarela elevada. Na época, a prefeitura chegou a manter uma maquete exposta dentro do Shopping Aricanduva, detalhando o projeto, onde apareciam o CEU, a passarela elevada e a Avenida Gualtar com duas pistas. Essa maque- te ficou exposta por vários meses, para buscar apoio da população. Ao executar a obra do CEU, a prefeitura, de forma arbitrária e sem qualquer consulta popular, resolveu mudar o projeto e ignorar a passarela elevada projetada, fechando a Avenida Gualtar por onde se deslocaria grande parte da população de cinco bairros. A área da avenida passou a ser utilizada como estacionamento dos funcio- nários do CEU Aricanduva. A luta da comunida- de e prefeito Haddad Desde que a prefeitura au- torizou a implantação do CEU Aricanduva sobre a Avenida Gualtar e decidiu de forma arbitrária “excluir” do mapa uma avenida de vital impor- tância para a acessibilidade dos moradores dos bairros da região, a população revoltada vem se mobilizando, colhen- do milhares de assinaturas, promovendo passeatas com interrupção do trânsito da Avenida Aricanduva e até de- nunciando o caso no Ministé- rio público. “No ano passado entregamos documentos nas mãos do prefeito Fernando Haddad, quando ele esteve aqui em uma visita técnica. Nossa esperança agora é que o atual prefeito se sensibilize com nossa situação. Anos atrás, já entramos até na jus- tiça e ganhamos na primeira instância, porém a prefeitura recorreu”, lembra dona Irene presidente da Associação Amigos do bairro. Mais de 04 mil assinaturas já foram colhi- das para que seja retomado o projeto original da Avenida Gualtar. O sofrimento da população “Nossa situação está por anos e anos assim, nos sen- timos totalmente abando- nados pelas autoridades da cidade. Já tivemos diversas reuniões com algumas in- fluentes lideranças e nada foi feito, ficam só as promes- sas. De todo o bairro nós só temos uma saída, o trânsito é horrível, até os próprios policiais já admitiram ter medo de andar na avenida Gualtar por só existir uma saída”, lamenta a moradora Maria Creuza que há 30 anos reside na região. Pesquisa realizada pela comunidade do Jardim Santa Terezinha, identificou que para 83% da população que ali reside ou trabalha, a não realização da conclusão do projeto original na Avenida Gualtar é algo inaceitável. ”Vimos o bairro crescer, acompanhamos todo seu pro- gresso e é triste o que estão fazendo com nós moradores, eles não nos escutam, não dão a mínima atenção para nosso pedido. Isto é um des- respeito enorme para nós que só lutamos por aquilo que é justo porque somos cidadãos e temosnossosdireitosroubados e esquecidos. Queremos que a prefeituraresolvaestasituação da Avenida Gualtar para a va- lorização do bairro, facilitação do acesso viário e para a se- gurança dos nossos filhos que estudam no CEU”, esbraveja a dona de casa Maria Dias. Um novo projeto Tomamos conhecimento de um novo projeto na Ave- nida Aricanduva, onde seria construído um viaduto saindo da pista sentido bairro, pas- sando por cima do rio e com acesso direto para a Avenida Gualtar. Este projeto con- templa a reivindicação dos moradores da região afetada pela obstrução da avenida e ajuda a desafogar o trânsito da Aricanduva. “A obra da Avenida Gual- tar é de suma importância para a solução do problema de trânsito na região da Ave- nida Aricanduva, e ainda vai ajudar a desafogar o trânsito de vários bairros do distrito da Cidade Líder. Qualquer iniciativa que resulte na so- lução desse problema vem de encontro com os interesses maiores da subprefeitura e Prefeitura de São Paulo”, diz o subprefeito de Itaquera, Maurício Martins. Urbanização Antes DepoisMaquete
  5. 5. 5JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 para CB 300R para CB 300R JAPAUTOJAPAUTO www.japauto.com.br CB 300 ENTRADA + MENSAIS R$ 289,28 CARGO 125KS COM KIT MOTOFRETE O MELHOR NEGÓCIO. CONSULTE! PCX 150 ENTRADA + MENSAIS R$ 294,25 CG 150 TITAN EX ENTRADA + MENSAIS R$ 298,72 Respeite os limites de velocidade. CG 125 CARGO KS á vista R$6.484,.Kit Motofrete (baú, antena corta pipa, mata cachorro, fitas refletivas) á vista R$450,.CG 150 Titan EX 15/15 á vista R$9.437, ou entrada R$2.150,+48x298,72 (t.prazo R$16.488,56) c/ juros 2,75% a.m. (38,48% a.a.) Banco Honda.PCX 150 15/15 á vista R$9.839, ou entrada R$1.200+50x294,25 (t.prazo R$15.912,) c/ juros 1,99% a.m. (26,68% a.a.).Banco Honda.CB 300R 15/15 á vista R$13.860, ou entrada R$5.990,+48x289,28 (t. prazo 19.875,44) c/ juros 1,99% a.m. (26,68% a.a.).Banco Honda.Documento e 1ª parcela do IPVA inclusos somente para CB 300R (lacração no DETRAN/CIRETRAN e na mesma cidade de origem da Nota Fiscal).Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso conforme política de comercialização da fábrica.Consulte todas as informações em nosso showroom.Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras.Imagens ilustrativas.Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA /ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA
  6. 6. 6 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Por Idevanir Arcanjo Gilberto (Travesso) Be- nedito Fernandes Dias nos deixou na madrugada de 23 de abril de 2015, exatos três meses antes de completar 56 anos, vítima de complicações hepáticas. Gilberto Travesso, como era conhecido nasceu em Santana e logo se mudou com sua mãe Noris e irmã Zuleica, para a casa de seus avós em São Miguel Paulista, onde passou toda sua infância e adolescência. Adotou o sobrenome “Travesso” de sua mãe Dona Noris Travesso, quando come- çou sua carreira jornalística no início dos anos 80 como repórter fotográfico, pas- sando por diversos jornais de Itaquaquecetuba e alto Tietê, depois ingressou no Diário Popular onde encerrou sua carreira. Comunicador esportivo por toda sua vida profissional, sempre manteve seu olhar crítico de cidadão voltado para São Miguel Paulista, chegando a escrever a coluna Notinhas de São Miguel no jornal Empresas e Negócios em meados 2006, depois criou o “Notinhas de São Miguel”, blog de notícias que relatava o cotidiano de São Miguel. Com este trabalho logo se tornou referência na vida política do bairro e, de suas inquietações sempre con- tundentes, surgiram grandes avanços na área pública. É dele a ideia e conquista da rampa de acesso da estação de trens de São Miguel, na Rua Salvador de Medeiros, a indicação do terreno para construção de uma creche no Jardim Lapenna em conse- quência da transferência da ideia de construir no terreno São Miguel Paulista perde um de seus melhores porta-vozes do antigo cemitério de São Miguel que é reivindicado para construção do Centro Cultural do Bairro, também era responsável pelo impor- tante trabalho de microfil- mar todos os registros dos nascidos em São Miguel no Cartório local. Casado com Ana Júlia, pai de Miguel e Gabriel, católico devoto de São Miguel Arcan- jo, Travesso manteve papel importante no cotidiano da Catedral de São Miguel, in- clusive no acompanhamento histórico de revitalização da “Capela dos Índios” na Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, como membro da Associação Beato José de Anchieta. Ativista cultural e social participou do MPA – Mo- vimento Popular de Arte e do Fórum de Cultura de São Miguel. Ultimamente estava a frente do movimento con- tra o fechamento da Casa de Cultura Luiz Gonzaga. Antes do agravamento de sua saúde, Gilberto Travesso esteve na audiência pública da Câmara de Vereadores no Bairro de São Miguel e na ocasião expos suas últimas solicitações ao poder público em defesa de São Miguel que era a construção do Hospital Público de São Miguel na Avenida Pires do Rio e a ins- talação do Centro Cultural no terreno do antigo Cemitério de São Miguel. No próximo dia 28 de abril, Gilberto Travesso será, lembrado em missa de sétimo dia na Catedral de São Miguel Arcanjo, as 19:30 horas e no dia 29 de abril as 19:30 ho- ras será homenageado pelo Jornal Bom Dia, do Grupo Diário de São Paulo, na sede da Associação Brasileira da IJCSUD, na Rua Engenheiro Cesar Polilo, 91. O mutirão para limpeza e fiscalização do descarte irre- gular de resíduos é uma ini- ciativa que foi criada através da parceria entre a Secretaria Municipal de Serviços, a Sub- prefeitura São Miguel e apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM), visando combater os pequenos e grandes descartes, com a autuação do gerador do resíduo e apreensão das “carrocinhas” e caminhões utilizados, além de prevenir a dengue. A operação iniciou-se com a concentração de cami- nhões, tratores e equipe de agentes operacionais embaixo do viaduto, seguindo pelas ruas do bairro. Foi realizada a capinação, varrição, pintura de guias,limpezamanualdecórregose Tolerância zero contra a sujeira e a Dengue em São Miguel Pta. todo o serviço de zeladoria. Nessa operação foram recolhidos diversos entulhos e lixos, que, como se sabe, prejudicam o meio ambiente, causam entu- pimento de bueiros – gerando enchentes –, além de se torna- rem focos de dengue. O projeto promove a cons- cientização aos moradores para os perigos da dengue, que é transmitida pelo mos- quito Aedes Aegypti, respon- sável, também, pela propaga- ção do vírus chikungunya. Entre as ações, há a distribuição de panfletos nos locais de maior concentração de pessoas e divulgação da campanha por meio de carros de som com jingle de chamadas informa- tivas. Faixas também estão espalhadas em lugares de grande movimentação. Tudo com o intuito de propagar os cuidados que devemos tomar com água parada. Vale lembrar que os sinto- mas da dengue são: • Febre alta e intensa; • Dor atrás do olho; • Mialgias (dores muscu- lares) e dores articulares muito intensas; A ação conta com 128 homens, 19 carros, quatro máquinas e duas peruas. O Subprefeito de São Mi- guel, a Chefe de Gabinete e sua equipe de assessores e coordenadores da Subprefei- tura também estão presentes em boa parte das ações. Comunidade No último dia (10), em São Miguel Paulista, a ação de Tolerância Zero Contra o Lixo foi realizada, retirando faixas irregulares espalhadas pelo bairro. A equipe de eventos da subprefeitura São Miguel trabalhou durante toda à sex- ta-feira para eliminar maior parte dos anúncios no bairro. Na ação foram retiradas 22 faixas das avenidas: Nor- destina, Pires do Rio, Impe- rador, São Miguel, Marechal Tito, Assis Ribeiro, Afonso Lopes de Baião e da Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra. Na segunda-feira, 13, ou- tra operação foi realizada nas ruas do bairro, foi feita uma vistoria e a retirada das faixas que sobraram e das que foram recolocadas. A equipe da subprefeitura está atenta às irregularidades no bairro e pronta para corrigi-las. Vale ressaltar que o valor da multa para quem pratica esse tipo de irregularidade é de R$10 mil. Para reincidentes é de duas vezes o valor. Ação contra poluição visual Retirada de faixas irregulares em São Miguel: foram retiradas 22 faixas nas principais avenidas de São Miguel
  7. 7. 7JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015
  8. 8. 8 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Comunidade No mês de abril de 2015, o Grupo Acontece de Jornais e Revista comemora 20 anos de lançamento da primeira edição do Jornal Acontece Agora, que foi o primeiro jor- nal do Grupo. Passados esses 20 anos, o Jornal Acontece Agora de São Miguel Paulista cresceu e se consolidou na região e hoje se transformou no Grupo Acontece do qual fazem parte: Jornal Aconte- ce Agora, Folha do Itaim & Curuçá, Jornal Ermelino & Ponte Rasa, Jornal Guaianás & Cidade Tiradentes e a Re- vista Acontece Leste. O grupo Acontece de Jor- nais e Revista é o maior e mais respeitado grupo de comu- nicação de São Miguel, Itaim Paulista, Ermelino, Guaianases 20 anos do Grupo Acontece e Cidade Tiradentes. Com 20 anosdecirculaçãoininterrupta. Vencedor de todos os Prêmios Gutenberg da ACSP, além de diversas outras pre- miações como Prêmio Lions de Jornalismo, Mérito Comu- nitário da Câmara Municipal SP e Título de Cidadão Pau- listano ao seu diretor Divaldo Rosa, através da Câmara Mu- nicipal de SP, pelo conjunto da obra jornalística. São mais de 1000 edições de jornais e revistas, somando-se todos os títulos de jornais. Vitorias e derrotas marcantes O presidente e fundador do Grupo Acontece Divaldo Rosa mostra a importância do jornal Acontece Agora para a região e lembra do comprometimento com a verdade e o desenvolvimento da Zona Leste. O primeiro jornal Acontece foi impresso em preto e bran- co passando por um longo período de impressão mista, ou seja, cores nas capas e miolo em PB, até alcançar em 2008 a vanguarda da imprensa mundial com impressão em 04 cores, em todas as páginas. “Nesses 20 anos de exis- tência participamos de todas as lutas em defesa da Zona Leste, tais como: Movimento pela Universidade Pública que deu origem à USP Leste, Movimento Pró Metrô da Va- riante Leste que deu origem a uma completa modernização da Linha F da CPTM (antiga Variante Leste), com novos trens e novas estações, a luta contra o Cadeião que resultou na implantação da Fatec e do Centro tecnológico Paula Souza, na Avenida Águia de Haia, além de diversos outros. De origem simples, ao longo de sua vida profissio- nal e pessoal, o fundador do grupo Divaldo Rosa venceu barreiras, conquistou amigos e lutou contra preconceitos. Vindo de uma família simples de Minas Gerais, pai de qua- tro filhos, Divaldo Rosa, desde sua adolescência, nunca de- sistiu de seus sonhos e ideais. Formador de opinião nato, o jornalista nunca se curvou para as diversidades vindas do lado de seus opo- sitores, muito pelo contrário, sempre lutou pelas causas que ele defende e em muitas delas foi o líder da chapa. Atualmente Divaldo fe- chou uma nova parceria com o Grupo Diário de São Paulo e tornou-se agora o Jornal “Bom Dia” Acontece Agora. Conheça nossos veículos de comunicação Com o prefeito Fernando Haddad, subprefeito Adalberto Tim Maia e chefe de gabinete Celinha Recebendo Prêmio Título de Cidadão Paulistano, indicado pelo Vereador Ricardo Teixeira Com o governador Geraldo Alckmin
  9. 9. 9JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Comunidade Esta sem dinheiro para viajar? Leve a família até um Parque de sua região e não deixe o feriadão passar sem diversão O feriado do “Dia do Tra- balho” este ano vem com tudo. Se você não deseja pegar a estrada o melhor é curtir o feriadão nos parques da região. Neles você vai encontrar muito lazer e diversão gratui- ta para toda a família, na Ca- pital e no Interior: quiosques de churrasco, espaço verde para piqueniques, trilhas, quadras, pedalinhos, ciclovia, pista para skate, entre outras opções.  No Núcleo Engenheiro Goulart existem 9 quiosques com churrasqueira, que de- vem ser previamente agen- dados com certa antecedên- cia, pelo telefone 2958-1477, além de 12 churrasqueiras descobertas de uso livre, por ordem de chegada. Já o Vila Jacuí, possui 12 quiosques com churrasqueiras. Também é ne- cessário agendamento prévio, pelo telefone 2033-1940.  O Nascentes do Tietê não possui churrasqueiras, porém, está pertinho, na cidade de Salesópolis, e é uma boa pedida para quem quer fugir da cidade e aproveitar a na- tureza conhecendo a história e as nascentes do nosso Tietê.  Saiba mais sobre as opções de lazer de todos os núcleos:  P a r q u e   E c o l ó g i c o do Tietê  - Divido em três nú- cleos – Engenheiro Goulart, Vila Jacuí e Ilha do Tamboré – esse imenso espaço verde está distribuído pelas zonas leste e oeste da Região Metropoli- tana de São Paulo, e oferece diversos equipamentos e ati- vidades para todas as idades. Núcleo Engenheiro Goulart: Neste núcleo - o maior do Parque Ecológico do Tie- tê - os visitantes poderão desfrutar de uma área com 14 milhões de m² que possui des- de atrações culturais, progra- mas de educação ambiental a vários equipamentos de lazer como pista de bicicross; 9 km de trilhas; 14 km de ciclovia (na área externa do centro de lazer) e aluguel de bicicletas; 3 quadras de futsal, 2 quadras poliesportivas e 5 campos de Curta o feriadão prolongado nos Parques de sua região futebol society; 16 campos de futebol (4 internos e 12 exter- nos); playground; academia; palco ao ar livre; teatro de arena; anfiteatro; lago com pedalinho e pedalão; passeio de trenzinho e triciclos; res- taurante e lanchonetes (que funcionam todos os dias).  A estrutura do Núcleo Enge- nheiro Goulart conta ainda com 12 sanitários, sendo 4 para pessoas com deficiência, 7 vestiários e ambulatório.  Núcleo Vila Jacuí Quem visitar o Jacuí, nú- cleo um pouco menor com 171 mil m² - bem ao lado do Núcleo Engenheiro Goulart, também na Zona Leste - en- contrará 2 campos de fute- bol; 3 quadras poliesportivas; pista de bicicross e skate; quadra para vôlei de praia; áreas para recreação; salão de festa; vestiários; equipa- mento e centro de atividades para a terceira idade; pista de cooper.  Parque Nascentes do Tietê  Outra opção para este fe- riadão é uma visita ao Par- que Nascentes do Tietê. O espaço com 1,34 milhão de m² preserva e valoriza a nascente do rio e a diversidade da flo- ra, da fauna e características de seu entorno, permitindo que a sociedade usufrua des- se exemplo de recuperação, como importante aprendiza- do de educação ambiental.  O parque encontra-se em área coberta por Mata Atlântica, com diversidade de plantas e animais. Possui como atrativos a observação das nascentes do rio  Tietê; visitas monitoradas e edu- cativas em quatro trilhas (da Nascente, da Araucária, da Pedra e do Bosque); um mu- seu iconográfico com fotos sobre diversos aspectos do Rio Tietê, como o rio limpo muito poluído, o tempo em que era navegável e onde se realizavam competições; his- tórico sobre o rio; as cidades que percorre; a eclusa de Bar- ra Bonita; e, ainda, uma sala das águas - onde  através de vidros parecidos com tubos de ensaio, se analisa e ob- serva a qualidade das águas.  Amostras de água do Tie- tê indicam também a cor da água que vai se alterando, de acordo com os municípios por onde o rio passa: Sale- sópolis, São Paulo, Pirapora, Salto,Tietê, Barra Bonita, entre outros. Atualmente, segundo Gastão Gonçalves, coordenador e responsável pelo parque, o local recebe mensalmente em torno de 2.000 visitantes. 
  10. 10. 10 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Comunidade Grande plenária aconte- ceu no dia (24), no auditório da Entidade PROCEDU- Pro- jeto Cultural Novo Pantanal, na Rua Cinco de Novembro 713, União de Vila Nova, es- teve abrilhantando esta reu- nião o Secretário da Saúde, Subprefeito e assessoria da Subprefeitura, Vereadores e lideranças que mostraram em seus depoimentos a ne- cessidade da construção de uma nova UBS na União de Vila nova. O Secretário da Saúde disse que o poder público tem que estar no bairro, é impor- tante a comunidade levar as demandas ao conhecimento das autoridades competentes. O Subprefeito falou que a comunidade está de parabéns pela luta que está desenvol- vendo e pelo compromisso de manter o local onde moram limpo: “Fizemos um mutirão de limpeza em baixo dos via- dutos e em toda a União de Vila Nova, e a comunidade local está mantendo tudo em perfeita ordem. A dengue está menor em São Miguel e é graças ao efeito de toda a equipe que assumiu o compromisso de Plenária de Saúde na União de Vila Nova Evento acontece na entidade Projeto Cultural Novo Pantanal no dia 24 rança, que é membro do Conselho participativo, disse que o Secretário empenhou sua palavra e está presente com a comunidade, a nossa reivindicação é um Posto de Saúde Integral com o objetivo de unificar os dois PSF. Depois da plenária os vereadores, o Secretario, o Subprefeito e sua assessoria juntamente com a comuni- dade local foram visitar os dois PSF que funcionam na União de Vila Nova, o Adão Manuel e o União I, em se- guida foram até a área que será destina da a construção da Nova Unidade. ter tolerância zero contra o lixo e o descarte irregular de etulho, plano de trabalho ela- borado pelo Governo Local. A Subprefeitura agradece a cobrança da comunidade, pois isso, segundo o subpre- feito anima a trabalhar em conjunto com todos. Vontade de vencer e su- perar as dificuldades, com essa luta e garra a UBS será uma grande conquista para a comunidade disse Senival Moura. A Supervisora Técnica da Saúde parabe- niza a articula- ção da comu- nidade e disse que a meta do governo Ha- ddad é três uni- dades para São Miguel a união de Vila Nova apesar de não está na meta, está dentro dos nossos compro- missos.  Sousa Lide-
  11. 11. 11JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015
  12. 12. 12 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 VIVER EM SEGURANÇA Emanuel de Aquino Lopes No mês de abril deste ano tivemos uma das maio- res demonstrações emble- máticas de como se trata o crime nesse país. A imprensa brasileira viu e ficou pasma com uma cabal manifestação de es- cárnio ao que conhecemos e obedecemos como padrão de justiça adotado pela nossa sociedade. Em Minas Gerais, na cidade de Ouro Preto, antiga Vila Rica, local onde existiu o centro do mo- vimento denominado Incon- fidência Mineira, o governo daquele Estado outorgou comenda a um dos princi- pais artífices e comandan- tes das atitudes invasoras, truculentas e até violentas, cometidas pelo Movimento dos Sem Terra, escandalizan- do a todos aqueles que, de alguma forma, acreditam naqueles ideais de liberdade e justiça que Tiradentes, em sua época, havia defendido com ardor, chegando a per- der a própria vida. Se ele fosse vivo hoje, estaria vendo seu nome estampado numa comenda usada para render honras aos representantes de al- guns dos mais aviltantes atos criminosos que a nossa histó- ria brasileira recentemente tem registrado. Com certeza ele também faria uma reflexão com o que ocorreu no seu tempo quando preso com outros militares intelectuais, por conta da traição de Joaquim Silvério dos Reis, fez parte do grupo revoltado que acabou sendo transferido para o Rio de Janeiro para o julgamento pela Corte Portuguesa, então opressora ostensiva da nação que já ia nascendo. Naquele julgamento, a maioria dos envolvidos, pe- los mais variados interesses, negaram suas participações, enquanto que Tiradentes foi o único que assumiu suas convicções e atos, não se in- timidando com as consequ- ências que se aproximavam. Se vivo estivesse hoje, assis- Se Tiradentes fosse vivo... tiria a uma s é r i e d e escândalos em nossa pátria, com tanta gente envolvida e negando qualquer conhecimento ou autoria, sem o mínimo de decência e honradez. Exem- plos como esse irradiam na sociedade como um aviso de que, até certo ponto, tudo é permitido e o que vale é o vil metal e nada mais. Tiradentes foi adotado como símbolo inspirador da Polícia e dia 21 de abril é a data em que se deve reverenciar a sua memória. No nosso tempo de escola primária, fazíamos traba- lhos e redações enaltecendo esse mártir e tínhamos na consciência a ideia que ele lutou por um Brasil melhor, livre de atos criminosos ou opressivos. Hoje, o seu nome nos faz repensar quanto estamos perdendo com essa inversão de valores. Tanto é que, um alto oficial da Polícia de Minas Gerais, não se contendo em sua indignação, devolveu a comenda ao governo, declarando que não ficará perfilado com gente que perpetra crimes e aterroriza a sociedade com ameaças de reações violentas, usando o tal “exército de Stédile” como verdadeira arma. Do que se trata isso? Medo? Prevenção? Ou estamos diante de um conluio e unidade de propósitos cuja sombra está por nos cobrir como cidadãos que traba- lham e pagam impostos, e portanto, com direito a viver em segurança. Se Tiradentes fosse vivo, ele deveria estar extrema- mente triste ao ver tudo isso... *Emanuel de Aquino Lopes é Co- ronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Policiais de Se- gurança e Ordem Pública, especia- lizado em Direitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas , membro do Núcleo de Projetos Estratégicos – ISAE Amazônia e da OSCIP Ins- tituto Brasil – IBRA (www.ibra.org. br) . O prefeito Fernando Ha- ddad deu duas entrevistas constrangedoras na última quinta. Abusando da presun- ção e da arrogância, recusou- -se a admitir os graves pro- blemas da cidade e buscou terceirizar a culpa pelo caos que os paulistanos enfrentam diariamente. Na rádio CBN, o prefeito discorreu sobre a nova lei das sacolas plásticas e as ciclovias. Pareceu seguir o lema do Cha- crinha, o Velho Guerreiro: “Eu estou aqui para confundir, não estou aqui para explicar”. Até agora, a lei só criou problema para os moradores de São Paulo. Os comerciantes repassaram os custos para os usuários, que precisam gastar mais para comprar o mesmo, em uma época de inflação alta. As sacolas recicláveis sumiram da praça —muitas vezes, o consumidor fica sem a velha nem a nova, tendo que se virar para levar a compra para casa. Não há in- formação clara sobre a coleta de lixo reciclável, que não atinge a maior parte da cida- de. Além do que, as sacolas não são 100% orgânicas. O resultado é que, com ou sem sacolinha, a maioria do lixo reciclável acaba misturado com o orgânico. Quanto às ciclovias, ele insistiu no blablablá de que é preciso primeiro pintar as faixas para que os ciclistas passem a utilizá-la. Poderia até ser verdade, desde que fosse feito com planejamen- to, não no improviso. A terceirização da responsabilidade Política Mais tarde, no SPTV, Ha- ddad falou de dengue. Ten- tou jogar a culpa pela epide- mia no Estado e pediu ajuda para o Exército. Antes de terceirizar suas responsabi- lidades, ele deveria cumprir com a sua parte, investindo na prevenção e na zeladoria da cidade. Ruas sujas, to- madas pelo mato, com lixo espalhado e córregos sem limpeza —o cenário de hoje de São Paulo— é tudo que o mosquito da dengue sempre sonhou. O prefeito está preocupa- do com assuntos que não são prioritários, em uma cidade com a saúde sucateada, o transporte deficiente, sem vaga em creches e a com a periferia abandonada. Os paulistanos estão can- sados de tanta conversa e tão pouca ação. Ninguém aguen- ta mais um prefeito que só se importa com o acessório e ignora o que efetivamen- te éimportante para a vida das pessoas. Andrea Matarazzo é vereador e líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo. Antonio Donato O debate em torno de uma reforma política está aberto e isto interessa a todos os cidadãos. A discussão está no cotidiano de quem milita na política brasileira, inde- pendentemente de partido ou cargo que ocupa. Claro que mudar o sistema de re- presentação, como a forma de escolha de vereadores, deputados e senadores, não é o remédio para todos os males da política nacional, mas, diante da atual situação, ela é bastante saudável e é um primeiro e grande passo para consolidarmos a demo- cracia brasileira. Precisamos também buscar um modelo de reforma que diminua os custos de campanha e forta- leça os partidos políticos. Além disso, há a necessi- dade de se aproximar repre- sentantes e representados. Critica-se muito que a po- pulação não se recorda em quem votou nas últimas elei- ções, mas diante do grande número de candidatos e seu distanciamento do eleitor, é compreensível que isto aconteça. Como maior parlamento municipal do país, a Câmara Municipal de São Paulo se co- locou à frente deste debate. Na segunda semana de abril, recebemos o deputado fede- ral Marcelo Castro (PMDB-PI), relator do projeto de reforma política no Congresso Nacio- nal. Sua exposição alimentou o debate na Casa. E, assim, seguimos. Na próxima semana, a partir do dia 4 (segunda-feira), a Câ- mara Municipal, por meio da Escola do Parlamento, inicia um ciclo de debates sobre o tema. É uma oportunidade de o cidadão entender me- lhor o assunto e as alternati- vas. Mais informações estão no site www.camara.sp.gov. br. Participe, seja presencial- mente ou pela internet, e contribua para este debate tão importante para São Paulo e para o país. Antonio Donato é vereador pelo PT e atual presidente da Câmara Municipal de São Paulo Reforma política em pauta
  13. 13. 13JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015
  14. 14. 14 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Variedades Itaquera ganha Centro GastronômicoNo último sábado (25) o bairro de Itaquera ga- nhou o tão esperado “Centro Gastronômico” que fica localizado na Praça da Estação, na Rua Gregório Ramalho, no coração do bairro de Itaquera. O espaço que foi inau- gurado para a popula- ção contou com a pre- sença do prefeito de São Paulo Fernando Haddad e do subprefeito de Ita- quera Mauricio Maurício Martins O espaço, que foi inaugurado vai funcio- nar de segunda-feira a quinta-feira, das 10h às 20h. E de sexta-feira a domingo, das 10h até as 22h. A iniciativa é da Câma- ra de Dirigentes Lojistas de Itaquera (CDLI) e do Núcleo de Desenvolvi- mento Sustentável de Itaquera, com o apoio da Prefeitura. O objetivo do projeto é revitalizar a praça e promover o de- senvolvimento do bairro. No espaço é possível encontrar cerca de 20 estabelecimentos comer- ciais. São boxes que ven- dem alimentos como pi- zza, açaí, cachorro quen- te e comida japonesa. Ali perto também há os food trucks, que tem comidas mexicana e italiana. Os preços dos alimen- tos variam de R$ 5 a R$ 40. São boxes que vendem alimentos como pizza, açaí, cachorro quente e comida japonesa. Ali perto também há os food trucks, que tem comidas mexicana e italiana, visite!!!
  15. 15. 15JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015
  16. 16. 16 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Esportes Local No último sábado (25) a Equipe do ‘Vamo q Vamo” consagrou-se campeão da 1a Copa Cruzeirinho Jd. Maringá sub-15 vencendo nos pênaltis o time EC. Rede/Aricanduva por 4x3, onde ganhou o troféu de melhor goleiro da competição do “Vamo q Vamo”. Na Copa Interclube Leste a equipe do “Vamo q Vamo” venceu a semifinal do sub-16 contra a equipe do Alfa Par- que Savoy por 3x0. A equipe “Vamo q Vamo” estará na final que acontecerá no próximo dia 09 de maio no CDC Baquirivú às 14hs. O “Vamo q Vamo” agra- dece a toda sua diretoria pelo trabalho realizado: Pre- sidente Raimundo Oliveira , Vice presidente João Luiz bombeiro, Secretário: José Edivaldo, Treinador de go- leiros, Tesoureiro Irineu Au- gusto Coordenador Técnico, Diretor Esportivo João Rosa, diretor Social Newton Cesar (Pita), Diretora Cultural Caro- line Leles (Carol), Presidente do Conselho DR. Edivaldo Mendes, Conselheiro Paulo Eduardo Grillo, Conselheiro Gildo José, Conselheiro Su- plente Almir. Colaboradores: Tiago Administrativo, Tizó técnico ”Vamo q Vamo JSV” é campeão da 1º Copa Cruzeirinho sub-11, Nena Técnico Sub-14, Cascão Técnico Sub-15, Minei- ro Aux.Técnico sub16, Parceiros: Baby Bello, Serralheria Fórum, Retifica do Cabelo, Contru Acm, Cdc Tide Setubal, Fundação Tide Setubal, Familia Senkiio. “Vamo q Vamo JSV” 34 anos de história, tradição e conquistas A associação “VAMO Q VAMO”, foi criada em 1981 por um grupo de amigos do Jardim São Vicente que se se reuniam no CDM TIDE SETU- BAL, para jogar bola fazer o tradicional samba nas beiras das quadras e campos como antigamente. Após alguns anos surge a necessidade de formar seu próprio bloco carnavalesco, pois já tinha crescido muito a entidade e a comunidade co- bravaocarnavaldeRuadoJSV. Sobre a Entidade “Vamo q Vamo” Missão da Organização: Contribuir na formação sócio- -educacional e esportiva de crianças e adolescentes em área de vulnerabilidade social de São Miguel Paulista, atra- vés de atividades esportivas, promovendo a integração social. Principais Valores: Discipli- na, Cooperação, Solidarieda- de, União das diversas classes sociais e credos religiosos, Coordenador Técnico Irineu Augusto - Equipe Vamo q Vamo Sub 15 Equipe Vamo q Vamo Sub 16
  17. 17. 17JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Esportes Local Ética profissional, Lealdade, Participação nos treinos, In- tegração Social. Desafios: Ter uma Sede, e ônibus próprio para levar os alunos para os jogos e passeios, Conseguir parceria fixa anualmente e patrocina- dores para isentar os alunos de qualquer taxa. Formar jovens cidadãos para a socie- dade, em busca de um futuro de uma sociedade mais justa igualitária para todos. Revelações do Projeto: Profissional Bruno Gonçal- ves Atacante de 23 anos, começou no Rio Claro onde disputou o Paulista Sub 15 e Sub 17, aos 18 anos foi para o São Bernardo Futebol Clube disputou pela base o Paulista Sub 20 e com uma boa cam- panha na base subiu para o profissional do bernô, dispu- tou o campeonato Paulista e marcou o primeiro gol do São Bernardo x Paraná Clube na Copa do Brasil entrando para a história do clube. Revelações Categoria de base AD São Caetanao: Leonardo Pereira 17 anos e André dos Santos 16anos Ju- venil ,klayve e Pablo Clulver 15 anos Infanti, Leonardo Senkio, João Santana sub14. Pstc Londrina Profissio- nal Felipe Oliveira 22 Anos Lateral: iniciou no Famengo de Guarulhos aos 13 anos disputou varios campeonatos Paulista e Copa Junior de Fute- bol Pelo clube até os 18 anos, aos 19 foi para o SCCP onde se Profissionalizou e atuou até os 21 anos.hoje esta no PSTC disputando o campeonato Paranaense 2015. Pstc Londrina Catego- ria De Base: Kaio Felipe Meia Atacante de 16 anos, iniciou no E. C. Primavera de indaiatuba na categoria sub 15 onde disputou o primeiro campeonato Paulista, hoje esta no sub 17 do PSTC dis- putando a Copa Paranaense e Copa Rio. Aos34anosdetradiçãoo VQV do Jardim São Vicente ja conquistou muitos títulos Bruno Gonçalves Atacante de 23 anos sendo os mais importantes: Campeão da Copa Neto 2014 Sub-10 e Sub-14 e Vice Campeão Sub-16 (Estádio do ECUS) Suzano. Vice Campeão Taça São Paulo 2014 Sub 14 e Cam- peão Sub-16 2009 Estádio do Pacaembú Campeão Copa Sulameri- cana 2012 Sub-13 e Vice Cam- peão Sub-15 2007.Estádio de Carlos (Guarulhos) Bi-Campeão Juvenil Copa Novos Talentos 2008 e Cam- peão Infantil/juvenil 2007 Estádio Municipal (Itaquá- quecetuba).
  18. 18. 18 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 DIÁRIO DE S. PAULO - DOMINGO / 26 DE ABRIL DE 2015 37 horóscopopor João Bidu ÁRIES (21/3 a 20/4) As coisas vão correr melhores do que esperava e não faltam oportunidades para se divertir. Use a criatividade para fazer um programa animado, inclusive com as crianças da família. TOURO (21/4 a 20/5) Momentos de carinho e atenção com o pessoal de casa animam o domingo. Mostre seu lado mais família e aproveite para fazer algumas coisas na casa. Po- de ter uma surpresa com as finanças. GÊMEOS (21/5 a 20/6) Mais falante e agitado do que o normal, vai se divertir na companhia de pessoas próximas. Aproveite para ampliar seu círculo social, conhecer gente nova e colocar em papo em dia com amigos. CÂNCER (21/6 a 21/7) Você estará mais apegado às suas coi- sas. Pode ser um bom momento para rever contas, fazer alguns ajustes e até ganhar um dinheiro. Vale a pena gastar um pouco mais para cuidar do corpo. LEÃO (22/7 a 22/8) Bom momento para correr atrás dos seus interesses e fazer só o que gosta. Cuidar do visual também vai levantar sua autoestima e reforçar seu charme. Faça algo ao lado dos amigos. VIRGEM (23/8 a 22/9) Tratar de assuntos sigilosos tem tudo para dar certo, especialmente se for al- go que envolva os familiares. Fazer uma mudança radical na sua imagem pode trazer o resultado que esperava. LIBRA (23/9 a 22/10) Aproveitar o domingo na companhia dos amigos de longa data vai ser a me- lhor pedida. Bom dia também para re- novar a esperança e ir atrás dos seus sonhos. Se puder, faça um passeio. ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) Com a atenção voltada para a imagem que passa aos outros, você vai gastar um tempinho extra na hora de se pro- duzir. As mudanças também vão render elogios por parte do seu par. SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) Você não vai pensar duas vezes antes de aproveitar qualquer oportunidade para sair da rotina. A vida amorosa re- cebe ótimas energias e o romantismo deixa a relação ainda mais gostosa. CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1) O domingo promete ser muito movi- mentado e cheio de surpresas. Mudan- ças de última hora, inclusive em progra- mas com a família, não estão descarta- das. Não há motivo para preocupação AQUÁRIO (21/1 a 19/2) Os astros mandam boas energias para os assuntos do coração. Se já encon- trou sua alma gêmea, mostre o quanto se importa com o romance. Declaração de amor e romantismo marcam pontos. PEIXES (20/2 a 20/3) Você terá energia de sobra para se de- dicar ao que despertar a sua atenção, inclusive tarefas ou passatempo. Tam- bém não vai negar ajuda a quem pedir, ainda mais se for da família. Cruzadas passatempo Soluções Sete erros Sudoku O conteúdo de Passatempo é fornecido pela www.coquetel.com.br Preencha os espaços vazios com algarismos de 1 a 9. Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais e horizontais, nem nos quadrados menores (3.3). Diversão e Arte
  19. 19. 19JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015
  20. 20. 20 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Fernão Ketelhuth fernaohk@diariosp.com.br O Palmeiras ganhou o jogo, mas perdeu a chance de conseguir um placar elástico, suficiente para jogar com tranquilidade na Vila Belmiro, no próximo domingo. A vitó- ria por 1 a 0 manteve aberta a decisão do Campeonato Paulista. O Verdão garantirá o título com um empate na partida de volta. Objetivo difícil de se alcançar contra um Santos que sabe se impor na Baixada — ainda mais se tiver Robinho, desfalque no duelo de ontem. Foi um confronto tenso, no qual o Alviverde, sabe-se lá o motivo, esteve melhor até ficar com um jogador a mais, após a expulsão de Paulo Ricardo, aos 13 minutos do segundo tempo. O Santos sentiu demais a ausência do Rei do Drible. Desde o começo, ficou clara a intenção do Alvinegro de segurar o adversário, levando para a Vila a menor desvanta- gem possível. O Palmeiras, por outro lado, partiu para cima, prin- cipalmente depois de Cleiton Xavier substituir Arouca, ma- chucado. Foi o meia recém- -repatriado quem iniciou a jogada que terminou em gol de Leandro Pereira, aos 29 da etapa inicial. Foi um lance polêmico, porque Robinho, em posição de impedimento, deixou a bola passar por entre as pernas antes do cruzamen- to preciso de Lucas. APITO CONFUSO: im- possível, aliás, falar do jogo sem citar o nome de Vinicius Furlan. O árbitro deixou de dar um pênalti claro em Ra- fael Marques, minutos antes do intervalo, para apontar penalidade inexistente em Leandro Pereira, puxado por Paulo Ricardo fora da área. Como desgraça pouca é bo- bagem, Furlan exibiu cartão vermelho para David Braz, que em nada se parece com Paulo Ricardo — o erro foi corrigido a tempo pelo quar- to árbitro. Mas juiz também tem sorte, para azar de Dudu. O atacante, que uma semana atrás cobrara a melhor das 14 penalidades batidas em Itaquera, desta vez mandou no travessão a oportunidade de matar o Peixe. A decisão do estadual está mais aberta do que nunca. Esportes esportes PAULISTÃO / PALMEIRAS X SANTOS Perdeu uma chancePalmeiras conquista vantagem no Allianz Parque, mas pênalti desperdiçado por Dudu pode custar caro no jogo de volta, na Vila Fernão Ketelhuth fernaohk@diariosp.com.br O Palmeiras ganhou o jogo, mas perdeu a chancedeconseguir um placar elástico, suficiente para jogar comtranquilidadenaVilaBel- miro, no próximo domingo. A vitóriapor1a0manteveaberta adecisãodoCampeonatoPau- lista.OVerdãogarantiráotítulo com um empate na partida de volta. Objetivo difícil de se al- cançar contra um Santos que sabe se impor na Baixada — ainda mais se tiver Robinho, desfalquenoduelodeontem. Foi um confronto tenso, no qual o Alviverde, sabe-se lá o motivo,estevemelhoratéficar comumjogadoramais,apósa expulsãodePauloRicardo,aos 13minutosdosegundotempo. OSantossentiudemaisaau- sênciadoReidoDrible.Desdeo começo, ficou clara a intenção do Alvinegro de segurar o ad- versário, levando para a Vila a menordesvantagempossível. O Palmeiras, por outro lado, partiu para cima, principal- mentedepoisdeCleitonXavier substituirArouca,machucado. Foi o meia recém-repatriado queminiciouajogadaqueter- minou em gol de Leandro Pe- reira,aos29daetapainicial.Foi um lance polêmico, porque Robinho,emposiçãodeimpe- dimento, deixou a bola passar por entre as pernas antes do cruzamentoprecisodeLucas. APITO CONFUSO/ Impossível, aliás, falar do jogo sem citar o nomedeViniciusFurlan.Oár- bitro deixou de dar um pênalti claro em Rafael Marques, mi- nutos antes do intervalo, para apontarpenalidadeinexistente em Leandro Pereira, puxado por Paulo Ricardo fora da área. Como desgraça pouca é boba- gem,Furlanexibiucartãover- melhoparaDavidBraz,queem nada se parece com Paulo Ri- cardo — o erro foi corrigido a tempopeloquartoárbitro. Mas juiz também tem sorte, para azar de Dudu. O atacante, queumasemana atráscobrara a melhor das 14 penalidades batidas em Itaquera, desta vez mandounotravessãoaoportu- nidadedemataroPeixe. A decisão do estadual está maisabertadoquenunca. PAULISTÃO: PALMEIRAS x SANTOS Perdeu uma chance Palmeiras conquista vantagem no Allianz Parque, mas pênalti desperdiçado por Dudu pode custar caro no jogo de volta, na Vila
  21. 21. 21JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Esportes NÃO QUERO NEM VER Dudu encheu o pé na hora de cobrar o pênalti, mas acertou o travessão. Atacante olhou mais para o goleiro do que para a bola. Deu no que deu... 6,5 FERNANDO PRASS Teve pouco trabalho, mas deu conta do recado quando preciso e ajudou a segurar a vantagem. 8,0 LUCAS Fez o seu serviço na de- fesa e deu muito traba- lho quando partiu ao ataque. Foi o responsá- vel pelo cruzamento do gol de Leandro Pereira. 6,0 VICTOR RAMOS Foi o mais instável da za- ga alviverde. Teve dificul- dade para segurar o rival, mas não comprometeu. 7,0 VITOR HUGO Apesar de ter cometido algumas falhas, foi um dos nomes do jogo. Afi- nal, salvou uma chance clara de gol, quando tra- vou Ricardo Oliveira. ATUAÇÕES|PALMEIRAS 5,5 ZÉ ROBERTO Esteve abaixo do espe- rado e o Santos explorou o seu lado para criar jo- gadas. Ainda não está totalmente recuperado. 6,5 GABRIEL Foi bem na marcação e ajudou a congestionar o meio de campo. Teve a difícil tarefa de perseguir Lucas Lima. 7,0 CLEITON XAVIER Além de começar o lance do gol, deu mais mobili- dade para a equipe. Arouca sentiu lesão ain- da no primeiro tempo e saiu. SEM NOTA 6,0 ROBINHO Efetivo na marcação, apareceu pouco na cria- ção. Kelvin quase não tocou na bola. 5,5 4,5 DUDU Pediu para cobrar o pê- nalti e errou. Também tentou puxar o ataque na base da velocidade, mas sem muito sucesso. 6,0 RAFAEL MARQUES Ajudou bastante a criar espaços no ataque, mas não foi tão participativo quanto em outros jogos. 8,0 LEANDRO PEREIRA Mostrou oportunismo para abrir o placar e ain- da sofreu o pênalti . Ga- briel Jesus não conse- guiu levar perigo ao gol adversário. 5,0 7,0 OSWALDO DE OLIVEIRA Soube montar bem a equipe, que aproveitou os espaços, e também fez as alterações corre- tas durante o confronto. David Braz vibra com Vladimir depois do pênalti desperdiçado por Dudu FotosdeNelsonCoelho/DiárioSP Palmeiras 4-3-3 FernandoPrass;Lucas,VictorRamosn, VitorHugoneZéRoberto;Gabrieln,Arouca (CleitonXaviern)eRobinho(Kelvin); Dudu,RafaelMarqueseLeandroPereira (GabrielJesus) T:OswaldodeOliveiran Santos 4-4-2 Vladimir;Cicinho,DavidBraz,PauloRicardo neVictorFerraz(Jubal);LucasOtávio,Re- nato,LucasLimaneChiquinho;Geuvânio (Gabriel)eRicardoOliveira(Leandrinho) T:MarceloFernandesn PAULISTÃO>FINAL—JOGODEIDA Onde:EstádioAllianzParque,emSãoPaulo Juiz:ViniciusFurlan Gol:LeandroPereiraaos29do1o - tempo Rendaepúblico:R$4.181.281,25/39.479 1-0 Opinião José Eduardo Martins, repórter do DIÁRIO Pênalti não é loteria, Dudu n Existe um ditado no futebol que considero mentiroso: “Pênalti é loteria”. Para se cobrar bem uma penalidade, é preciso talento para finalizar, além de muito treino. Pe- lo visto, Dudu não tem essa pre- cisão toda na frente do gol. Afinal, foi o segundo erro dele no Paulis- ta. E a falha pode custar muito ca- ro. O Verdão teve a faca e o queijo na mão para abrir boa vantagem, mas murchou com o chute no tra- vessão. Por isso, não poderá per- der por dois gols na Vila Belmiro. 6,0 VLADIMIR Fez o possível para se- gurar o placar e não teve culpa no gol do Verdão. 5,0 CICINHO Não estava bem na mar- cação e, quando partiu para o ataque, quase sempre errou na hora do último passe. 7,0 DAVID BRAZ Mostrou segurança e conseguiu segurar o ím- peto do adversário, que tinha um jogador a mais durante boa parte do se- gundo tempo. 4,0PAULO RICARDO Deu muito espaço para o ataque Palmeirense, co- mo no lance do gol e, de quebra, foi expulso de- pois de cometer falta em Leandro Pereira. ATUAÇÕES|SANTOS 5,5 VICTOR FERRAZ Sofreu demais para se- gurar o lateral-direito Lucas. Também pouco foi ao ataque. Jubal deu mais segurança à defesa, que estava com um ho- mem a menos. 6,5 6,0 LUCAS OTÁVIO Oscilou bastante de ren- dimento durante a parti- da. Depois de um primei- ro tempo fraco, cresceu na etapa final. 5,5 RENATO Segurou demais a bola no meio de campo. Pre- cisa de um pouco mais de velocidade no passe. 5,0 CHIQUINHO Teve participação discre- ta. Pouco efetivo tanto na marcação quanto na armação de jogadas. 7,0 LUCAS LIMA Foi o grande responsável pela criação. Deu um ex- celente lançamento para Ricardo Oliveira, que não soube aproveitar. 6,0 GEUVÂNIO Precisa trabalhar mais o físico. Começou muito bem, mas perdeu rendi- mento durante o jogo. Gabriel teve poucas oportunidades. 5,5 5,0 RICARDO OLIVEIRA Teve nos pés a chance de empatar o jogo, mas desperdiçou ao ser tra- vado por Vitor Hugo. Leandrinho entrou no fim da partida. SEM NOTA 6,5 MARCELO FERNANDES Armou o time para não perder de muito e con- seguiu o que queria. 25’ Prass salva Ricardo Oliveira deixa a marcação do Verdão para trás e manda para o gol. Fernando Prassa defende. 1o- TEMPO Minuto a minuto 29’ Goooool 45’ Pênalti? 15’ Perdeu! 2o- TEMPO Após corta-luz de Robinho, Lucas recebe na direita e cruza. Opor- tunista, Leandro Pereira marca. Dudu toca para Rafael Marques, Geuvânio derruba o palmeirense na área. O árbitro nada marca. Paulo Ricardo começa a puxar Leandro Pereira fora da área e é expulso. Dudu perde o pênalti. 20’ Zagueirão Lucas Lima lança para Ricardo Oliveira, que prepara o chute. Vi- tor Hugo dá o bote e evita o gol. 40’ Uhhhh Depois de escanteio cobrado pela direita por Lucas, Vitor Hugo quase marca o seu de cabeça.
  22. 22. 22 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Acredite se puder: neste mês, “Malhação” completou 20 anos no ar. Pois é! No dia 24 de abril de 1995, Héricles (Danton Mello) chegava do interior e conseguia um em- prego na academia de Paula (Sílvia Pfeifer), onde conhe- ceria vários de seus novos amigos. Era a deixa para tocar “Assim Caminha a Humanida- de”, de Lulu Santos, e assim se iniciar um novo capítulo na história da televisão. A academia fechou suas portas, deu lugar ao colé- gio Múltipla Escolha, ao bar Gigabyte e a vários outros cenários que povoam as fan- tasias adolescentes. Nessas duas décadas, mais de 5 mil capítulos foram exibidos e centenas de atores já passa- ram pela novela. Alguns deles, com perso- nagens tão marcantes que até hoje são reconhecidos na rua por seus papéis. Caso de Sér- gio Hondjakoff, o eterno Ca- beção, e de André Marques, cujo Mocotó é tão icônico que sua história está intimamente associada à da novela. “Só tenho boas recordações e muito orgulho de até hoje ser chamado de Mocotó nas ruas. Foi um personagem muito querido e que carregarei para sempre”, conta André, hoje no “SuperStar”. Fato é que “Malhação”, comumente chamada de “no- velinha”, passa bem longe do rótulo pejorativo. Conseguiu fazer debates importantes em uma época em que os assun- tos eram praticamente tabu na televisão. Como se esque- cer de Sócrates (Erik Marmo), que se revelou homossexual e enfrentou o preconceito na escola? Ou de Érica (Samara Felippo), que foi contamina- da pelo vírus HIV e levantou a discussão sobre a Aids? Ou ainda Helô (Fernanda Souza) e Sávio (Robson Nunes), que eram discriminados por serem um casal interracial? Mais do que tudo isso, “Malhação” foi responsável por revelar – ou consagrar – atores que atualmente brilham em diversas produ- ções da Globo e de outras emissoras. Para comemorar as duas décadas da trama, o DI- ÁRIO procurou 20 atores que passaram pela novela e eles compartilharam suas memó- rias e experiências da época de “Malhação”. Confira! Giro dos Famosos DIÁRIO DE S. PAULO - DOMINGO / 26 DE ABRIL DE 201532 Fábrica DANTONMELLO “A novela me levou para outro patamar. Mostrou que eu poderia fazer personagens importantes e aguentar o volume de cenas” viva ‘AINDA VAI LEVAR UM TEMPO...’ Luciano Guaraldo lucianog@diariosp.com.br Acredite se puder: anteontem, “Malhação” completou 20 anos no ar. Pois é! No dia 24 de abrilde1995,Héricles(Danton Mello) chegava do interior e conseguiaumempregonaaca- demia de Paula (Sílvia Pfeifer), ondeconheceriaváriosdeseus novos amigos. Era a deixa para tocar “Assim Caminha a Hu- manidade”, de Lulu Santos, e assim se iniciar um novo capí- tulonahistóriadatelevisão. Aacademiafechousuaspor- tas,deu lugaraocolégio Múlti- plaEscolha,aobarGigabyteea vários outros cenários que po- voam as fantasias adolescen- tes. Nessas duas décadas, mais de 5 mil capítulos foram exibi- dosecentenasdeatoresjápas- sarampelanovela. Alguns deles, com persona- genstãomarcantesqueatéhoje são reconhecidos na rua por seus papéis. Caso de Sérgio Hondjakoff, o eterno Cabeção, e de André Marques, cujo Mo- cotó é tão icônico que sua his- tória está intimamente asso- ciada à da novela. “Só tenho boasrecordaçõesemuitoorgu- lho de até hoje ser chamado de Mocotónasruas.Foiumperso- nagem muito querido e que carregarei para sempre”, conta André,hojeno“SuperStar”. Fato é que “Malhação”, co- mumente chamada de “nove- linha”, passa bem longe do ró- tulopejorativo.Conseguiufazer debates importantes em uma épocaemqueosassuntoseram praticamentetabunatelevisão. Como se esquecer de Sócrates (Erik Marmo), que se revelou homossexual e enfrentou o preconceito na escola? Ou de Érica (Samara Felippo), que foi contaminada pelo vírus HIV e levantou a discussão sobre a Aids?OuaindaHelô(Fernanda Souza) e Sávio (Robson Nu- nes), que eram discriminados porseremumcasalinterracial? Mais do que tudo isso, “Ma- lhação”foiresponsávelporre- velar – ou consagrar – atores queatualmentebrilhamemdi- versasproduçõesdaGloboede outras emissoras. Para come- morar as duas décadas da tra- ma,oDIÁRIOprocurou20ato- res que passaram pela novela e eles compartilharam suas me- móriaseexperiênciasdaépoca de“Malhação”.Confira! JOHNNYMASSARO “Eu passei boa parte da minha adolescência lá, dos 15 aos 18 anos. E foi muito especial, porque é um produto feito na raça, todos aprendem juntos” LAILAZAID “Eu me divertia muito no estúdio. Foi uma ótima forma de me descobrir atriz. Acho importante você ter a alegria de poder experimentar” HUGO BONEMER “Malhação marcouumano deaprendizado sobreTVe causoumuitas alegrias.Levoa experiênciapra vidatodacom saudadeeamor” Há 20 anos no ar, ‘Malhação’ revelou vários nomes que brilham até hoje na telinha. Para comemorar, o DIÁRIO reuniu 20 atores que passaram pela novela e compartilham suas experiências ANNARITA CERQUEIRA “Eu já tinha feito TV, mas nada se compara. O impacto é mutio maior. O elenco se une, a energia é ótima. ‘Malhação’ é minha grande paixão” tu ANDRÉMARQUES “‘Passei cinco anos lá, foi o meu início profissional. Aprendi muito como ator e como homem. Ganhei responsabilidades e fiz grandes amizades” DANIELDEOLIVEIRA “Em ‘Malhação’ fiz amigos que carrego até hoje. Como o Roger Gobeth, com quem fiz uma viagem pelo interior do país recentemente” PRISCILAFANTIN “Foi a minha escola. Ali, descobri o que era ser atriz. De lá, trago amigos e a responsabilidade que a profissão exige. Salve, ‘Malhação’! Vida longa” Há 20 anos no ar, “Malhação” revelou vários nomes que brilham até hoje na telinha. Para comemorar, o DIÁRIO reuniu 20 atores que passaram pela novela e compartilham suas experiências Luciano Guaraldo lucianog@diariosp.com.br
  23. 23. 23JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 DIÁRIO DE S. PAULO - DOMINGO / 26 DE ABRIL DE 2015 33 de talentos CLÁUDIOHEINRICH “Acredito que muitos que começam em ‘Malhação’ têm sorte em outros trabalhos por conta do retorno positivo do público” SÉRGIO HONDJAKOFF “Lutei muito por aquele momento e aconteceu. O Cabeção era o meu sexto papel na Globo, mas foi o que me deixou mais conhecido” DANISUZUKI “‘Malhação’ foi um grande aprendizado, fiz grandes amigos. É um prazer fazer parte do aniversário de 10 anos e, agora, do de 20 também” ALICEWEGMANN “Não foi só uma porta de entrada, mas um ‘corredor’ para mim. Dei os primeiros e alguns outros passos ali. Aprendizados que levo para a vida toda” ISABELLASANTONI “‘Malhação’ e eu temos a mesma idade. Ela nasceu duas semanas antes de mim (risos). Fico feliz, a trama merece todo esse retorno” FERNANDAVASCONCELLOS “Eu não conhecia nada, nunca tinha trabalhado com roteiro. E a disciplina também, todo o meu entendimento da profissão começou ali. A minha alegria era tão grande que dava até medo” JESSIKAALVES “Nãopoderiater começadodeum jeito melhor.‘Malhação’é umaótimaentrada paranovosatores. Guardocom carinho udooquevivilá” BIANCARINALDI “‘Malhação’ foi a minha primeira conquista como atriz. Foi lá que comecei a colocar em prática o que escolhi para ser feliz, atuar” NÍVEASTELMANN “Tenho muito orgulho de ter feito ‘Malhação’. Fiz vários amigos lá. Que venham mais 20 anos de informação e entretenimento aos jovens” MÁRIOFRIAS “Fiz quatro papéis e guardo todos com carinho. Eu me sinto orgulhoso e feliz por poder dizer que faço parte dessa história” HENRICASTELI “Foi uma fase especial da minha vida. Encontrei a Juliana (Silveira) outro dia, ficamos conversando. E eu adoraria voltar, é só chamar” RAFAELVITTI “Eu sinto na pele o carinho do público, nas ruas e nas redes sociais, e fico imensamente grato e feliz com todo afeto. ‘Malhação’ é uma fábrica de sonhos” Giro dos Famosos
  24. 24. 24 JORNAL BOM DIA ACONTECE - 2a . QUINZENA DE ABRIL 2015 Nitro Química lança selo comemorativo para marcar seus 80 anos Em setembro de 2015, a pioneira do bairro de São Miguel Paulista completará bodas de Carvalho. O principal slogan do selo “Você faz parte desta história” é uma homenagem ao bairro e as pessoas que, desde 1935 passaram pela Companhia, fizeram e ainda fazem histórias junto a esta grande acolhedora. Confira o selo que foi desenvolvido especialmente para marcar esta data muito especial.

×