Escolha do terreno

751 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
374
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escolha do terreno

  1. 1. Para a escolha do terreno foi necessário o levantamento de toda a Avenida Getúlio Vargas. Os critérios utilizados para esta escolha levaram em conta a grande movimentação de pessoas pelo local, um alto índice de veículos, além de estar próximo da Ferrovia, da Rodovia Washington Luís e também da Avenida São Carlos. Este local servirá de referência a toda população são carlense que poderá disponibilizar de fácil acesso através das várias vias coletoras e locais da cidade. A área possui ainda uma boa infraestrutura, com energia elétrica, água e uma boa arborização. Ao redor do terreno compreendem em sua maioria residências e há também uma Unidade Universitária (ASSER), o Ginásio Milton Oláio Filho e uma Unidade Básica de Saúde (UBS), já o comércio existente naquela região são em sua maioria empresas de distribuição de materiais de construção, peças automobilísticas, serralherias e madeireiras todos esses com uma tipologia construtiva de galpão, além de postos de combustíveis, concessionárias de veículos e hotéis. 12
  2. 2. Avenida Getúlio Vargas Principais vias de acesso à Avenida Getúlio Vargas
  3. 3. Avenida São Carlos Rodovia Washington Luis A leitura feita compreende a Avenida Getúlio Vargas e parte de seus bairro lindeiros como: Avenida Getúlio Vargas Jd. São Paulo Vila Lutfalla Vila Isabel Parque São José
  4. 4. <ul><li>Com base no Plano Diretor da Cidade de São Carlos, essa é uma área que está na Zona 2 de Ocupação Condicionada , a qual, é composta por áreas com predominância de uso misto do território com grande diversidade de padrão ocupacional. </li></ul><ul><li>As características dessa Zona 2 de Ocupação Condicionada são basicamente: </li></ul><ul><li>I. Fragmentação e descontinuidade do sistema viário; </li></ul><ul><li>II. Presença de áreas com carência de infra-estrutura de drenagem; </li></ul><ul><li>III. Ocorrência de bolsões com deficiência de áreas públicas ou de equipamentos públicos; </li></ul><ul><li>IV. Ocorrência de bairros que exigem a transposição das barreiras da mobilidade urbana em razão da ferrovia da Rede Ferroviária Federal e da Rodovia Washington Luiz – SP 310; </li></ul><ul><li>V. Ocorrência de loteamentos com uso misto consolidado ferindo o disposto nos contratos de loteamentos a serem regularizados por meio de outorga onerosa de alteração de uso do solo. </li></ul><ul><li>E tem como diretrizes: </li></ul><ul><li>I. Prover áreas infra-estruturadas para uso de habitação popular; </li></ul><ul><li>II. Garantir a diversidade de uso e de padrão social; </li></ul><ul><li>III. Equacionar conflitos de uso e ocupação do solo; </li></ul><ul><li>IV. Adequar as transposições da ferrovia da Rede Ferroviária Federal e da Rodovia Washington Luiz - SP 310; </li></ul><ul><li>V. Adequar o sistema viário urbano nas regiões de morfologia fragmentada; </li></ul>

×