Slide artigo orkut vitória

517 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
517
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide artigo orkut vitória

  1. 1. O ESPAÇOTEMPO NA/DA CIBERCULTURA: REDES DE SABERES E FAZERES DO CURRÍCULO ONLINE<br />Rosemary dos Santos – UERJ<br />(brisaerc@hotmail.com)<br />Edméa Santos – UERJ<br />(edmeabaiana@gmail.com)<br />
  2. 2. O lugar de onde falo<br />GPDOC<br />UERJ<br />Proped<br />ORKUT<br />Escola<br />cidade<br />
  3. 3. Objetivo<br />O objetivo da pesquisa foi investigar como o espaçotempo na/da cibercultura modifica as relações estabelecidas nas redes de saberes e fazeres presentes na tessitura do conhecimento do currículo online via mídias digitais e redes sociais.<br />
  4. 4. Neste estudo primeiramente mapeamos as noções de cibercultura a partir das relações produzidas nos usos dos praticantes das redes sociais e mídias digitais em rede, nas quais práticas, narrativas e apropriações encontraram-se profundamente interconectadas. <br />A seguir problematizamos algumas questões sobre as mídias digitais e redes sociais como meios possíveis para um currículo online a partir de suas interfaces comunicacionais e suas potencialidades sociotécnicas e pedagógicas<br />
  5. 5. Dialogamos com <br />Lévy e Lemos sobre cibercultura, com Santos e Silva sobre docência online e com Oliveira e Alves sobre a noção de tessitura do conhecimento em rede<br />
  6. 6. As redes no ciberespaço: composição comunicativa e sociotécnica<br />Segundo Recuero (2009), “uma rede social é geralmente definida como um conjunto de dois elementos: pessoas, instituições ou grupos, que são os nós das redes e suas conexões, que são as interações ou laços sociais” (p. 94). <br />Para Santos (2005), a rede é um todo, um fluxo e feixe de relações entre seres humanos e interfaces digitais, no qual os signos são produzidos e socializados no e pelo ciberespaço, compondo um processo de comunicação em rede.<br />Ainda sobre a rede, Castells (1999, p. 439) nos fala que boa parte das comunicações que acontecem nelas são espontâneas, não organizadas e diversificadas numa coexistência pacífica de vários interesses e culturas, ou seja, a rede constitui-se um ambiente democrático, aberto às divergências de ideias. Além disso, de caráter mais interessante, Castells (1999) ressalva que a presença e participação na rede são elementos de poder na transformação da sociedade. <br />
  7. 7. Na tessitura do conhecimento em rede, muitas conexões: o caso do orkut<br />O Orkut é um software social que alcançou grande popularidade entre os usuários brasileiros. Apresentado em janeiro de 2004, por Orkut Buyukkokten, e criado enquanto Buyukkokten era aluno da Universidade de Stanford e funcionário do Google, o Orkut permite que seus usuários criem sua lista de amigos, participem de comunidades de seu interesse e utilizem aplicativos e jogos. <br />
  8. 8. A comunidade dos professores<br />http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=103627146<br />
  9. 9. As falas dos praticantes<br />Utilizo sempre até para que os alunos possam se comunicar. Na escola em que trabalhei os alunos não podiam utilizar o Orkut, com o que eu não concordava. Então, criava atividades para eles utilizarem o mesmo tipo; eles entravam em contato com colegas e perguntavam a matéria que estavam dando, enfim, eles adoravam. (LINDI).<br />
  10. 10. Uso o Orkut para comunicação com os alunos e oferecer um suporte se eles solicitarem, mas aula e pesquisa eles fazem em sites de busca em casa. (RENATO)<br />
  11. 11. Nunca usei, apesar de achar uma ferramenta muito interessante. Talvez agora, com mais segurança de uso, utilizaria-a com bastante frequência. (GISÁ)<br />
  12. 12. Nunca usei porque na escola não temos acesso à internet na sala, há um monitor que orienta os alunos nas aulas de informática. (PEQUENA)<br />
  13. 13. Achados<br />Percebemos que a dinâmica dos ambientes online é capaz de criar redes sociais de docência e aprendizagem, permitindo experiências significativas de aprendizagem nos diferentes espaçostempos da cibercultura, através dos usos das interfaces comunicacionais que são ao mesmo tempo dispositivos de formação e potencializadores de diálogo, da autoria coletiva e da partilha de sentidos em múltiplas linguagens e mídias.<br />
  14. 14. Obrigada!<br />

×