Na Vida, Ou Avançamos Ou
Regredimos Não Há 3ª Opção!
Na vida nada pára! Tudo muda e cada
vez mais depressa. Tudo muda exceto
a mudança, que teima em ser ela
própria.
Não se convença de que as coisas estão bem como
estão. Pois logo logo - se nada fizer - ficarão
piores!
Vou vos dar um exemplo de como eu vejo a
vida em comparação a experiência e sensação
de andar de bicicleta.
Com ela vai-se...
Agora experimente ficar em cima - se
conseguir - de uma bicicleta parada. Você
vai se dar mal! Ou então vai transpirar tal...
Na vida é a mesma coisa! Você gasta
mais energia com o seu mau humor,
com sua frustração, numa depressão, na
reclamação co...
Desculpas
- Ó Brígido! Você não sabe da minha
vida! Eu não tenho tempo para mais
nada. Ando sempre a correr de um lado
par...
Não será bem assim como pinta!
Eu conheço pessoas que têm um emprego, um
negócio em part-time, colaboram numa
associação d...
Mas também conheço outras, que passam a vida
sentadas no selim da sua enferrujada – pela falta
de uso - bicicleta, em que ...
Dê corda aos pedais da
bicicleta da sua vida, ou
então faça o favor de
encostar a berma para deixar
os ciclistas com “C”
p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Na Vida, Ou Avaçamos Ou Regredimos Não Há 3ª Opção!

230 visualizações

Publicada em

Na vida nada pára! Tudo muda e cada vez mais depressa. Tudo muda exceto a mudança, que teima em ser ela própria.
Não se convença de que as coisas estão bem como estão. Pois logo logo - se nada fizer - ficarão piores!

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Na Vida, Ou Avaçamos Ou Regredimos Não Há 3ª Opção!

  1. 1. Na Vida, Ou Avançamos Ou Regredimos Não Há 3ª Opção!
  2. 2. Na vida nada pára! Tudo muda e cada vez mais depressa. Tudo muda exceto a mudança, que teima em ser ela própria.
  3. 3. Não se convença de que as coisas estão bem como estão. Pois logo logo - se nada fizer - ficarão piores!
  4. 4. Vou vos dar um exemplo de como eu vejo a vida em comparação a experiência e sensação de andar de bicicleta. Com ela vai-se avançando, estrada acima, estrada abaixo. Umas vezes mais depressa outras mais devagar. Levando com o vento na cara e o seu cabelo que esvoaça. E ao mesmo tempo que se desloca do ponto A ao ponto B, queima calorias, desenvolve os ossos, tendões e músculos. Bombeia sangue fresco e oxigenado para o coração e cérebro. E de pedalada em pedalada chega mais depressa as suas metas...
  5. 5. Agora experimente ficar em cima - se conseguir - de uma bicicleta parada. Você vai se dar mal! Ou então vai transpirar tal é o esforço que vai ter de fazer para manter o equilíbrio. Vai transpirar mais e gastar mais energia para se manter em cima da bicicleta parada, do que necessitaria para correr com ela.
  6. 6. Na vida é a mesma coisa! Você gasta mais energia com o seu mau humor, com sua frustração, numa depressão, na reclamação contínua, e outros "ãos". Ou marcando passo numa passividade doentia enquanto dorme” na sua “protegida” zona de conforto do que gastaria se desse "corda aos sapatos" e fizesse alguma coisa diferente que a maioria faz. E que com ela marcasse a diferença na sua vida e na vida dos outros.
  7. 7. Desculpas - Ó Brígido! Você não sabe da minha vida! Eu não tenho tempo para mais nada. Ando sempre a correr de um lado para outro tentando sobreviver, mas a maldita da minha sina faz com que esta minha vida madrasta, não me deixe sair da cepa torta.
  8. 8. Não será bem assim como pinta! Eu conheço pessoas que têm um emprego, um negócio em part-time, colaboram numa associação de cariz social, escrevem livros, colunas sociais ou em blogs, são pais e mães presentes e fazem questão de estarem presentes nas datas importantes, quer da família e/ou de amigos. E Sempre estão com um sorriso e de bom humor. Estes são aqueles que lhes chamo de autênticos ciclistas da vida. Eles aproveitam as oportunidades, geram bem o seu tempo e vivem melhor que a maioria. Estas pessoas têm um factor comum entre elas: são pessoas insatisfeitas mas no entanto geram essa insatisfação com boa atitude.
  9. 9. Mas também conheço outras, que passam a vida sentadas no selim da sua enferrujada – pela falta de uso - bicicleta, em que as molas do mesmo já lhe ferem o rabo. E por isso fartam-se de gemer "aqui del rei" quem me acode? Mas sempre se negam a mexer a bunda. Choram que nem "Madalena numa salve rainhas neste vale de lágrimas". Dizendo mal de todos e apontando o dedo a toda a gente. Quando têm emprego só fazem o suficiente para não serem despedidos. E sempre que podem andam a caça de um qualquer subsídio para ficarem dependentes dele. E por fim, andam sempre cansados e stressados. A estes lhes chamo de bundas de chumbo e línguas-de-trapos. E todas elas também têm 2 factores em comum: insatisfação e preguicite aguda.
  10. 10. Dê corda aos pedais da bicicleta da sua vida, ou então faça o favor de encostar a berma para deixar os ciclistas com “C” passarem. Se você for fruto de um espermatozoide vencedor, dê- se ao privilégio de ver este vídeo ou… VÁ JÁ ADQUIRIR A SUA “BICICLETA” DE COMPETIÇÃO AQUI: http://brigidosilva.com/bs/?p =plano90dias

×