RECICLAGEM DE
RESÍDUOS COM ALUMÍNIO
Eliezer Almeida – Tecnoquim
Eduardo Rocha – Tech All
Introdução
• O desenvolvimento desse trabalho visa,
gerar para as empresas de Extrusão de
Alumínio, Anodização entre outro...
Objetivo
• O trabalho é o recebimento de resíduos “matéria-prima”, na indústria da empresa
para a fabricação de Sulfato de...
Condições
• A viabilidade do recebimento desses
resíduos dependem de alguns requisitos
básicos que são:
– Não contaminação...
Formas de Envio
• O recebimento ideal desse sub-produto é
através de:
– “Big-bags”: forma de melhor recebimento, mas que
i...
Curitiba e Região
• Para as empresa de Curitiba e região, foi
criado no Boqueirão uma área (400 m 2)
para recebimento inte...
Clientes
Licença de Operação
• 2.4 Resíduos Sólidos:
– Industriais: lodo do
sistema de tratamento
de águas residuárias
anodização/E...
Licença de Reciclagem
•
•
•
•
•
•
•

•

Tipo de Resíduo: Borra da estação de
tratamento de efluentes (gerada no
processo d...
Custos
• Dentre os tratamentos de resíduos (ou
reciclagem) dos tratamentos superficiais é
o que queremos ter menor custo d...
Custos
Aterro Industrial
R$ 300,00
R$ 250,00
R$ 200,00
R$ 150,00
R$ 100,00
R$ 50,00
R$ 1
Aterro Industrial

Fonte: Prof. R...
Custos
Queima em Fornos
R$ 350,00
R$ 300,00
R$ 250,00
R$ 200,00
R$ 150,00
R$ 100,00
R$ 50,00
R$ 1
Queima em Fornos

Fonte:...
Custos
Reciclagem
R$ 200,00
R$ 150,00
R$ 100,00
R$ 50,00
R$ 1
Reciclagem

Fonte: Tech All
Observações
• O custo do frete R$ 60,00 / tonelada para
envio para aterro e/ou queima em fornos;
• A disponibilização em a...
O que envolve estes custos?
• Transporte especializado da empresa até
a Tech All;
• Disponibilização do recipiente adequad...
Considerações
• Os resíduos provenientes de:
– borra do tanque de fosqueamento (soda
mole); tanque de anodização, borra da...
Considerações
• Os resíduos provenientes de:
– Cromo: não podem ter esse metal em
estação de tratamento;
– Níquel / Estanh...
• Pela atenção muito obrigado!!
Eliezer Almeida
eliezer.almeida@tecnoquim.com.br
55 41 3376-8472
55 41 9962-8135
Eduardo R...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reciclagem de residuos de aluminio

992 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
992
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reciclagem de residuos de aluminio

  1. 1. RECICLAGEM DE RESÍDUOS COM ALUMÍNIO Eliezer Almeida – Tecnoquim Eduardo Rocha – Tech All
  2. 2. Introdução • O desenvolvimento desse trabalho visa, gerar para as empresas de Extrusão de Alumínio, Anodização entre outros que tenham em seu resíduo teores de alumínio, aluminato e que podem ser reaproveitados pela empresa Tech All.
  3. 3. Objetivo • O trabalho é o recebimento de resíduos “matéria-prima”, na indústria da empresa para a fabricação de Sulfato de Alumínio, produto este utilizado na indústria de refino da pasta de celulose, tratamento industrial.
  4. 4. Condições • A viabilidade do recebimento desses resíduos dependem de alguns requisitos básicos que são: – Não contaminação por outros resíduos (níquel, estanho, cromo, etc.); – Teor de Alumínio livre disponível no “resíduo”; – Teor de Umidade; – Produto livre de produtos e sujeiras (tipo: EPI’s; madeira, restos de fio de alumínio.
  5. 5. Formas de Envio • O recebimento ideal desse sub-produto é através de: – “Big-bags”: forma de melhor recebimento, mas que inviabilizam em muitas empresas pequenas. Tem volume de 500 a 1.200 kg. – Sacos de Ráfia: Para empresas de pequeno porte é o ideal para armazenamento e despacho dos resíduos. Tem volume de 40 kg. – Tambor Metálico: é o de forma menos utilizada, devido ao custo dos recipientes e principalmente a dificuldade de manuseio. Tem volume de 200 kg. – Containeres: será a forma utilizada para recebimento de produtos in-natura (líquido). Tem volume para 1.000 kg.
  6. 6. Curitiba e Região • Para as empresa de Curitiba e região, foi criado no Boqueirão uma área (400 m 2) para recebimento intercalado dos resíduos. • Serão colocados também três tanques reservatórios com capacidade para 30.000 litros para recebimento dos resíduos líquidos.
  7. 7. Clientes
  8. 8. Licença de Operação • 2.4 Resíduos Sólidos: – Industriais: lodo do sistema de tratamento de águas residuárias anodização/ETE: disposição final em aterro industrial controlado e/ou comercializado a terceiros como insumo industrial.
  9. 9. Licença de Reciclagem • • • • • • • • Tipo de Resíduo: Borra da estação de tratamento de efluentes (gerada no processo de decapagem de alumínio) Quantidade :100.000 kg - mês Classificação : Classe lI-A Estado Físico : Sólido Responsável pelo Transporte: Terceiros Acondicionamento para Transporte: Sacos plásticos - O sulfato de alumínio produzido não poderá ser comercializado com empresas de saneamento, para o tratamento de água para abastecimento publico, ___________________________________ Exigências: A presente autorização tem a validade acima indicada, para transporte de resíduos provenientes do empreendimento supra identificado, para reutilização no processo de fabricação de Sulfato de Alumínio no autorizado,
  10. 10. Custos • Dentre os tratamentos de resíduos (ou reciclagem) dos tratamentos superficiais é o que queremos ter menor custo de disposição.
  11. 11. Custos Aterro Industrial R$ 300,00 R$ 250,00 R$ 200,00 R$ 150,00 R$ 100,00 R$ 50,00 R$ 1 Aterro Industrial Fonte: Prof. Rui Simas
  12. 12. Custos Queima em Fornos R$ 350,00 R$ 300,00 R$ 250,00 R$ 200,00 R$ 150,00 R$ 100,00 R$ 50,00 R$ 1 Queima em Fornos Fonte: Prof. Rui Simas
  13. 13. Custos Reciclagem R$ 200,00 R$ 150,00 R$ 100,00 R$ 50,00 R$ 1 Reciclagem Fonte: Tech All
  14. 14. Observações • O custo do frete R$ 60,00 / tonelada para envio para aterro e/ou queima em fornos; • A disponibilização em aterro gera a coresponsabilidade do material armazenado no local; • A queima em fornos, tem a condição de volumes que dependendo do forno não tem como queimar grande volumes.
  15. 15. O que envolve estes custos? • Transporte especializado da empresa até a Tech All; • Disponibilização do recipiente adequado para o envio dos resíduos (big-bags; saco de ráfia; etc.); • Treinamento in-loco para melhor aproveitamento dos resíduos; • Suporte técnico para emissão de todas as licenças relativos a reciclagem do resíduo.
  16. 16. Considerações • Os resíduos provenientes de: – borra do tanque de fosqueamento (soda mole); tanque de anodização, borra da ETE; – soda proveniente da correção de ferramentaria de extrusão; São todos re-aproveitáveis desde que observados as condições técnicooperacionais.
  17. 17. Considerações • Os resíduos provenientes de: – Cromo: não podem ter esse metal em estação de tratamento; – Níquel / Estanho: podem ser aproveitados desde que coletados e enviados separadamente dos outros resíduos contendo alumínio.
  18. 18. • Pela atenção muito obrigado!! Eliezer Almeida eliezer.almeida@tecnoquim.com.br 55 41 3376-8472 55 41 9962-8135 Eduardo Rocha eduardo.rocha@pqg.ind.br 55 19 3868-9214

×