Enem questoes por assunto2

3.799 visualizações

Publicada em

ENEM 2009-2011 questões por assunto

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.799
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enem questoes por assunto2

  1. 1. ENEM 2009-2011
  2. 2. ECOLOGIA
  3. 3. Alelobiose- 2009
  4. 4. Alelobiose-2011
  5. 5. Eutrofisação-2011
  6. 6. (EUTROFIZAÇAO-2010)
  7. 7. O cultivo de camarões de água salgada vem sedesenvolvendo muito nos últimos anos na região Nordeste doBrasil e, em algumas localidades, passou a ser a principalatividade econômica. Uma das grandes preocupações dosimpactos negativos dessa atividade está relacionada à ECOLOGIA / EUTROFIZAÇÃOdescarga, sem nenhum tipo de tratamento, dos efluentes dosviveiros diretamente no ambiente marinho, em estuários ou emmanguezais. Esses efluentes possuem matéria orgânicaparticulada e dissolvida, amônia, nitrito, nitrato, fosfatos,partículas de sólidos em suspensão e outras substâncias quepodem ser consideradas contaminantes potenciais.CASTRO, C. B.; ARAGÃO, J. S.; COSTA-LOTUFO, L. V. Monitoramento datoxicidade de efluentesde uma fazenda de cultivo de camarão marinho. Anais do IXCongresso Brasileiro deEcotoxicologia, 2006 (adaptado).Suponha que tenha sido construída uma fazenda decarcinicultura próximo a um manguezal. Entre as perturbaçõesambientais causadas pela fazenda, espera-se queA a atividade microbiana se torne responsável pelareciclagem do fósforo orgânico excedente no ambientemarinho.B a relativa instabilidade das condições marinhas torne asalterações de fatores físico-químicos pouco críticas à vidano mar.C a amônia excedente seja convertida em nitrito, por meio doprocesso de nitrificação, e em nitrato, formado comoproduto intermediário desse processo.D os efluentes promovam o crescimento excessivo de plantasaquáticas devido à alta diversidade de espécies vegetaispermanentes no manguezal.E o impedimento da penetração da luz pelas partículas emsuspensão venha a comprometer a produtividade primáriado ambiente marinho, que resulta da atividade metabólicado fitoplâncton.
  8. 8. 2011
  9. 9. 2011
  10. 10. 2011
  11. 11. Poluição-2011
  12. 12. 2011
  13. 13. Questões do ENEM 2009 Ecologia Efeito estufa
  14. 14. Efeito estufa 2009
  15. 15. 2009
  16. 16. Lixo-2011
  17. 17. O lixo orgânico de casa – constituído de restos deverduras, frutas, legumes, cascas de ovo, aparas de grama,entre outros –, se for depositado nos lixões, pode contribuir para o (Lixo-2009)aparecimento de animais e de odores indesejáveis.Entretanto, sua reciclagem gera um excelente adubo orgânico, quepode ser usado no cultivo de hortaliças, frutíferas eplantas ornamentais. A produção do adubo ou composto orgânico sedá por meio da compostagem, um processo simplesque requer alguns cuidados especiais. O material que é acumuladodiariamente em recipientes próprios deve ser reviradocom auxílio de ferramentas adequadas, semanalmente, de forma ahomogeneizá-lo. É preciso também umedecê-loperiodicamente. O material de restos de capina pode ser intercaladoentre uma camada e outra de lixo da cozinha. Por meiodesse método, o adubo orgânico estará pronto em aproximadamentedois a três meses.Como usar o lixo orgânico em casa? Ciência Hoje, v. 42, jun. 2008(adaptado).Suponha que uma pessoa, desejosa de fazer seu próprio aduboorgânico, tenha seguido o procedimento descrito no texto,exceto no que se refere ao umedecimento periódico do composto.Nessa situação,A o processo de compostagem iria produzir intenso mau cheiro.B o adubo formado seria pobre em matéria orgânica que não foitransformada em composto.C a falta de água no composto vai impedir que microrganismosdecomponham a matéria orgânica.D a falta de água no composto iria elevar a temperatura da mistura, oque resultaria na perda de nutrientes essenciais.E apenas microrganismos que independem de oxigênio poderiam agirsobre a matéria orgânica e transformá-la emadubo.
  18. 18. LIXO-2009 Uma medida que poderia contribuir para acabar definitivamente com o problema da poluição ambiental porCerca de 1% do lixo urbano é constituído por metais pesados relatado no texto seriaresíduos sólidos contendo elementos tóxicos. Entre esses A deixar de consumir aparelhos elétricos que utilizemelementos estão metais pesados como o cádmio, o pilha ou bateria como fonte de energia.chumbo e o mercúrio, componentes de pilhas e baterias, B usar apenas pilhas ou baterias recarregáveis e de vidaque são perigosos à saúde humana e ao meio ambiente. útil longa e evitar ingerir alimentos contaminados,Quando descartadas em lixos comuns, pilhas e baterias especialmente peixes.vão para aterros sanitários ou lixões a céu aberto, e o C devolver pilhas e baterias, após o esgotamento davazamento de seus componentes contamina o solo, os rios energia armazenada, à rede de assistência técnicae o lençol freático, atingindo a flora e a fauna. Por serem especializada para repasse a fabricantes e/oubioacumulativos e não biodegradáveis, esses metais importadores.chegam de forma acumulada aos seres humanos, por meio D criar nas cidades, especialmente naquelas com maisda cadeia alimentar. A legislação vigente (Resolução de 100 mil habitantes, pontos estratégicos de coleta deCONAMA no 257/1999) regulamenta o destino de pilhas e baterias e pilhas, para posterior repasse a fabricantesbaterias após seu esgotamento energético e determina aos e/ou importadores.fabricantes e/ou importadores a quantidade máxima E exigir que fabricantes invistam em pesquisa para apermitida desses metais em cada tipo de pilha/bateria, substituição desses metais tóxicos por substânciasporém o problema ainda persiste. menos nocivas ao homem e ao ambiente, e que nãoDisponível em: http://www.mma.gov.br. sejam bioacumulativas.Acesso em: 11 jul. 2009 (adaptado).
  19. 19. LIXO- ENEM 2010)
  20. 20. Lixo-2009
  21. 21. 2009
  22. 22. A economia moderna depende da disponibilidadede muita energia em diferentes formas, para funcionar ecrescer. No Brasil, o consumo total de energia pelasindústrias cresceu mais de quatro vezes no período entre1970 e 2005. Enquanto os investimentos em energiaslimpas e renováveis, como solar e eólica, ainda sãoincipientes, ao se avaliar a possibilidade de instalação deusinas geradoras de energia elétrica, diversos fatoresdevem ser levados em consideração, tais como osimpactos causados ao ambiente e às populações locais.RICARDO, B.; CAMPANILI, M. Almanaque BrasilSocioambiental.São Paulo: Instituto Socioambiental, 2007 (adaptado).Em uma situação hipotética, optou-se por construir umausina hidrelétrica em região que abrange diversas quedasd’água em rios cercados por mata, alegando-se quecausaria impacto ambiental muito menor que uma usinatermelétrica. Entre os possíveis impactos da instalação deuma usina hidrelétrica nessa região, inclui-seA a poluição da água por metais da usina.B a destruição do habitat de animais terrestres.C o aumento expressivo na liberação de CO2 para aatmosfera.D o consumo não renovável de toda água que passapelas turbinas.E o aprofundamento no leito do rio, com a menordeposição de resíduos no trecho de rio anterior àrepresa.
  23. 23. Enem 2010 - CICLOS
  24. 24. 2009Ecologia Ciclos O ciclo biogeoquímico do carbono compreende diversos compartimentos, entre os quais a Terra, a atmosfera e os oceanos, e diversos processos que permitem a transferência de compostos entre esses reservatórios. Os estoques de carbono armazenados na forma de recursos não renováveis, por exemplo, o petróleo, são limitados, sendo de grande relevância que se perceba a importância da substituição de combustíveis fósseis por combustíveis de fontes renováveis. A utilização de combustíveis fósseis interfere no ciclo do carbono, pois provoca A aumento da porcentagem de carbono contido na Terra. B redução na taxa de fotossíntese dos vegetais superiores. C aumento da produção de carboidratos de origem vegetal. D aumento na quantidade de carbono presente na atmosfera. E redução da quantidade global de carbono armazenado nos oceanos.
  25. 25. Enem 2010 ( Ciclos do carbono)
  26. 26. Enem 2010 ( Ciclos do nitrogenio)
  27. 27. Ciclo da agua - 2009
  28. 28. Uma pesquisadora deseja reflorestar uma área demata ciliar quase que totalmente desmatada. Essaformação vegetal é um tipo de floresta muito comum nasmargens de rios dos cerrados no Brasil central e, em seu Para o reflorestamento da região desmatada,clímax, possui vegetação arbórea perene e apresenta A a espécie 8 é mais indicada que a 1, uma vez quedossel fechado, com pouca incidência luminosa no solo e aquela possui melhor adaptação a regiões comnas plântulas. Sabe-se que a incidência de luz, a maiordisponibilidade de nutrientes e a umidade do solo são os incidência de luz.principais fatores do meio ambiente físico que influenciam B recomenda-se a utilização de espéciesno desenvolvimento da planta. Para testar unicamente osefeitos da variação de luz, a pesquisadora analisou, em pioneiras, isto é, aquelas que suportam altacasas de vegetação com condições controladas, o incidência de luz, como as espécies 2, 3 e 5.desenvolvimento de plantas de 10 espécies nativas da C sugere-se o uso de espécies exóticas, pois somenteregião desmatada sob quatro condições de luminosidade: essas podem suportar a alta incidência luminosauma sob sol pleno e as demais em diferentes níveis de característica de regiões desmatadas.sombreamento. Para cada tratamento experimental, a D espécies de comunidade clímax, como as 4 e 7, sãopesquisadora relatou se o desenvolvimento da planta foi as mais indicadas, uma vez que possuem boabom, razoável ou ruim, de acordo com critériosespecíficos. Os resultados obtidos foram os seguintes: capacidade de aclimatação a diferentes ambientes. E é recomendado o uso de espécies com melhor desenvolvimento à sombra, como as plantas das espécies 4, 6, 7, 9 e 10, pois essa floresta, mesmo no estágio de degradação referido, possui dossel fechado, o que impede a entrada de luz.
  29. 29. 2011- cadeia alimentar
  30. 30. Ecologia 2010
  31. 31. 2009
  32. 32. 2009
  33. 33. DNA/ Genética
  34. 34. Genética- 2009
  35. 35. Genetica 2009 Em um experimento, preparou-se um conjunto de plantas por técnica de clonagem a partir de uma planta original que apresentava folhas verdes. Esse conjunto foi dividido em dois grupos, que foram tratados de maneira idêntica, com exceção das condições de iluminação, sendo um grupo exposto a ciclos de iluminação solar natural e outro mantido no escuro. Após alguns dias, observou-se que o grupo exposto à luz apresentava folhas verdes como a planta original e o grupo cultivado no escuro apresentava folhas amareladas. Ao final do experimento, os dois grupos de plantas apresentaram A os genótipos e os fenótipos idênticos. B os genótipos idênticos e os fenótipos diferentes. C diferenças nos genótipos e fenótipos. D o mesmo fenótipo e apenas dois genótipos diferentes. E o mesmo fenótipo e grande variedade de genótipos.
  36. 36. Endocrino/ DNA 2009 ( biotecnologia)Um novo método para produzir insulina artificialque utiliza tecnologia de DNA recombinante foidesenvolvido por pesquisadores do Departamento deBiologia Celular da Universidade de Brasília (UnB) emparceria com a iniciativa privada. Os pesquisadoresmodificaram geneticamente a bactéria Escherichia colipara torná-la capaz de sintetizar o hormônio. O processopermitiu fabricar insulina em maior quantidade e emapenas 30 dias, um terço do tempo necessário para obtê-lapelo método tradicional, que consiste na extração dohormônio a partir do pâncreas de animais abatidos.Ciência Hoje, 24 abr. 2001. Disponível em:http://cienciahoje.uol.com.br (adaptado).A produção de insulina pela técnica do DNA recombinantetem, como consequência,A o aperfeiçoamento do processo de extração deinsulina a partir do pâncreas suíno.B a seleção de microrganismos resistentes aantibióticos.C o progresso na técnica da síntese química dehormônios.D impacto favorável na saúde de indivíduos diabéticos.E a criação de animais transgênicos.
  37. 37. DNAA figura seguinte representa um modelo de transmissão dainformação genética nos sistemas biológicos. No fim doprocesso, que inclui a replicação, a transcrição e atradução, há três formas proteicas diferentes denominadasa, b e c.Depreende-se do modelo queA a única molécula que participa da produção deproteínas é o DNA.B o fluxo de informação genética, nos sistemasbiológicos, é unidirecional.C as fontes de informação ativas durante o processo detranscrição são as proteínas.D é possível obter diferentes variantes proteicas a partirde um mesmo produto de transcrição.E a molécula de DNA possui forma circular e as demaismoléculas possuem forma de fita simples linearizadas.
  38. 38. Uma vítima de acidente de carro foi encontradacarbonizada devido a uma explosão. Indícios, como certosadereços de metal usados pela vítima, sugerem que amesma seja filha de um determinado casal. Uma equipepolicial de perícia teve acesso ao material biológicocarbonizado da vítima, reduzido, praticamente, afragmentos de ossos. Sabe-se que é possível obter DNAem condições para análise genética de parte do tecidointerno de ossos. Os peritos necessitam escolher, entrecromossomos autossômicos, cromossomos sexuais (X eY) ou DNAmt (DNA mitocondrial), a melhor opção paraidentificação do parentesco da vítima com o referido casal.Sabe-se que, entre outros aspectos, o número de cópiasde um mesmo cromossomo por célula maximiza a chancede se obter moléculas não degradadas pelo calor daexplosão.Com base nessas informações e tendo em vista osdiferentes padrões de herança de cada fonte de DNAcitada, a melhor opção para a perícia seria a utilizaçãoA do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna,pois, em cada célula humana, há várias cópias dessamolécula.B do cromossomo X, pois a vítima herdou duas cópiasdesse cromossomo, estando assim em númerosuperior aos demais.C do cromossomo autossômico, pois esse cromossomoapresenta maior quantidade de material genéticoquando comparado aos nucleares, como, por exemplo,o DNAmt.D do cromossomo Y, pois, em condições normais, este étransmitido integralmente do pai para toda a prole eestá presente em duas cópias em células deindivíduos do sexo feminino.E de marcadores genéticos em cromossomosautossômicos, pois estes, além de serem transmitidospelo pai e pela mãe, estão presentes em 44 cópias porcélula, e os demais, em apenas uma.
  39. 39. 2011
  40. 40. (Genética -2009)
  41. 41. FISIOLOGIA HUMANA
  42. 42. 2009
  43. 43. (S. circulatório- 2009)
  44. 44. Sabe-se que o olho humano não consegue diferenciarcomponentes de cores e vê apenas a cor resultante,diferentemente do ouvido, que consegue distinguir, porexemplo, dois instrumentos diferentes tocadossimultaneamente. Os raios luminosos do espectro visível, quetêm comprimento de onda entre 380 nm e 780 nm, incidem nacórnea, passam pelo cristalino e são projetados na retina. Na O OLHOretina, encontram-se dois tipos de fotorreceptores, os cones e HUMANOos bastonetes, que convertem a cor e a intensidade da luzrecebida em impulsos nervosos. Os cones distinguem as coresprimárias: vermelho, verde e azul, e os bastonetes diferenciamapenas níveis de intensidade, sem separar comprimentos deonda. Os impulsos nervosos produzidos são enviados aocérebro por meio do nervo óptico, para que se dê a percepçãoda imagem.Um indivíduo que, por alguma deficiência, não conseguecaptar as informações transmitidas pelos cones, perceberáum objeto branco, iluminado apenas por luz vermelha,comoA um objeto indefinido, pois as células que captam a luzestão inativas.B um objeto rosa, pois haverá mistura da luz vermelhacom o branco do objeto.C um objeto verde, pois o olho não consegue diferenciarcomponentes de cores.D um objeto cinza, pois os bastonetes captamluminosidade, porém não diferenciam cor.E um objeto vermelho, pois a retina capta a luz refletidapelo objeto, transformando-a em vermelho.
  45. 45. Fisiologia 2009)Para que todos os órgãos do corpo humanofuncionem em boas condições, é necessário que atemperatura do corpo fique sempre entre 36 ºC e 37 ºC.Para manter-se dentro dessa faixa, em dias de muito calorou durante intensos exercícios físicos, uma série demecanismos fisiológicos é acionada.Pode-se citar como o principal responsável pelamanutenção da temperatura corporal humana o sistemaA digestório, pois produz enzimas que atuam na quebrade alimentos calóricos.B imunológico, pois suas células agem no sangue,diminuindo a condução do calor.C nervoso, pois promove a sudorese, que permite perdade calor por meio da evaporação da água.D reprodutor, pois secreta hormônios que alteram atemperatura, principalmente durante a menopausa.E endócrino, pois fabrica anticorpos que, por sua vez,atuam na variação do diâmetro dos vasos periféricos.
  46. 46. Sanguineo-2011 2011
  47. 47. (Fisiologia -2010)
  48. 48. CITOLOGIA
  49. 49. CARIOLOGIA/Botânica
  50. 50. Cariologia-2009
  51. 51. Biomoléculas 2009
  52. 52. Fotossíntese 2009
  53. 53. Fotossíntese- 2011
  54. 54. Um medicamento, após ser ingerido, atinge a corrente sanguínea e espalha-se peloorganismo, mas,como suas moléculas “não sabem” onde é que está o problema, podematuar em locais diferentes do local “alvo” e desencadear efeitos além daqueles desejados.Não seria perfeito se as moléculas dos medicamentos soubessem exatamente onde está oproblema e fossem apenas até aquele local exercer sua ação? A técnica conhecida comoiontoforese, indolor e não invasiva, promete isso. Como mostram as figuras, essa novatécnica baseia-se na aplicação de uma corrente elétrica de baixa intensidade sobre a peledo paciente, permitindo que fármacos permeiem membranas biológicas e alcancem acorrente sanguínea, sem passar pelo estômago. Muitos pacientes relatam apenas umformigamento no local de aplicação. O objetivo da corrente elétrica é formar poros quepermitam a passagem do fármaco de interesse. A corrente elétrica é distribuída poreletrodos, positivo e negativo, por meio de uma solução aplicada sobre a pele. Se amolécula do medicamento tiver carga elétrica positiva ou negativa, ao entrar em contatocom o eletrodo de carga de mesmo sinal, ela será repelida e forçada a entrar na pele(eletrorrepulsão - A). Se for neutra, a molécula será forçada a entrar na pele juntamentecom o fluxo de solvente fisiológico que se forma entre os eletrodos (eletrosmose - B). MEMBRANA PLASMÁTICA-2009
  55. 55. De acordo com as informações contidas no texto e nasfiguras, o uso da iontoforeseA) provoca ferimento na pele do paciente ao seremintroduzidos os eletrodos, rompendo o epitélio.B) aumenta o risco de estresse nos pacientes, causadopela aplicação da corrente elétrica.C) inibe o mecanismo de ação dos medicamentos notecido-alvo, pois estes passam a entrar por meio dapele.D) diminui o efeito colateral dos medicamentos, secomparados com aqueles em que a ingestão se fazpor via oral.E) deve ser eficaz para medicamentos constituídos demoléculas polares e ineficaz, se essas forem apolares.
  56. 56. Osmose-2009
  57. 57. Membrana- osmose ENEM 2010
  58. 58. Osmose- 2011
  59. 59. EVOLUÇÃO/taxonomia
  60. 60. Taxonomia-2011
  61. 61. EVOLUÇÃOOs ratos Peromyscus polionotus encontram-sedistribuídos em ampla região na América do Norte. Apelagem de ratos dessa espécie varia do marromclaro até o escuro, sendo que os ratos de umamesma população têm coloração muitosemelhante. Em geral, a coloração da pelagemtambém é muito parecida à cor do solo da região emque se encontram, que também apresenta a mesmavariação de cor, distribuída ao longo de um gradientesul-norte. Na figura, encontram-se representadassete diferentes populações de P. polionotus. Cadapopulação é representada pela pelagem do rato, poruma amostra de solo e por sua posição geográfica nomapa.O mecanismo evolutivo envolvido na associação entre cores de pelagem e de substrato éA a alimentação, pois pigmentos de terra são absorvidos e alteram a cor da pelagem dos roedores.B o fluxo gênico entre as diferentes populações, que mantém constante a grande diversidadeinterpopulacional.C a seleção natural, que, nesse caso, poderia ser entendida como a sobrevivência diferenciada deindivíduos comcaracterísticas distintas.D a mutação genética, que, em certos ambientes, como os de solo mais escuro, têm maiorocorrência e capacidade dealterar significativamente a cor da pelagem dos animais.E a herança de caracteres adquiridos, capacidade de organismos se adaptarem a diferentesambientes e transmitiremsuas características genéticas aos descendentes.
  62. 62. Evolução 2010
  63. 63. 2009
  64. 64. BIOTECNOLOGIA
  65. 65. A análise do padrão eletroforético defragmentos de dna, originado pelo corte com enzimas de restrição, é o hoje o método mais seguro para identificar pessoas, sendo largamente utilizadas em investigações policiais e em processos judiciais.
  66. 66. Os plasmídios contem genes não essenciais à vida da bactéria, porém contém genes que permitem asbactérias sobreviverem em ambientescujas condições são inóspitas à vida.
  67. 67. OS VETORES SÃOFUNDAMENTAIS PARA ATRANSFERÊNCIA DE GENES.
  68. 68. OS ORGANISMOSQUE RECEBEM E INCORPORAM GENES DEOUTRA ESPÉCIESÃO CHAMADOS DETRANSGÊNICOS.
  69. 69. Trangênicos-2011
  70. 70. Trangênicos-2010
  71. 71. Bitecnologia- ENEM 2010)
  72. 72. EPIGENÉTICAEstuda:• Mudanças reversíveis e herdáveis no genoma funcional que não alteram a seqüência de nucleotídeos do DNA.• Os padrões de expressão são passados para os descendentes;• Como ocorre a mudança de expressão espaço temporal de genes durante a diferenciação de um tipo de célula;• Como fatores ambientais podem mudar a maneira como os genes são expressos.
  73. 73. Mecanismos principais de alterações epigenéticas: • Metilação do DNA, • Modificações de histonas; • Ação de RNAs não codificadores;Todos estão relacionados com o silenciamento do GENE A epigenética está intimamente relacionada com o aumento de variabilidade fenotípica dos indivíduos resultando em relevante importância para a evolução.
  74. 74. Epigenética-2011
  75. 75. Nanotecnologia. O que é a nanotecnologia? Submúltiplo Símbolo Valor Milicoulomb Milimetro m 10 – 6 m –6C Microcoulomb Micrometro μ 10 – 6 m –6C Nanocoulomb Nanometro n 10 – 9 m –9C Picocoulomb Picometro p 10 – 12 m – 12 C 1nm = 1.10-9 m 1nm = 0,000 000 001 m A nanobiologia é um casamento entre a física, a química, a biologia e a engenharia com o objetivo de criar novos materiais.
  76. 76. Nanotecnologia.Algumas das inúmeras aplicações:  Reparos de neurônios.  Estimular o crescimento de tecidos.  Reparo de danos feitos por radiação.  Criação de nanorobôs.
  77. 77. CONSEQUÊNCIAS:Na manipulação em escala nanométrica, os átomos revelam característicaspeculiares, podendo apresentar tolerância à temperatura, reatividadequímica,condutividade elétrica, ou mesmo exibir força de intensidade extraordinária.Essas características explicam o interesse industrial pelos nanomateriais que estãosendo muito pesquisados em diversas áreas, desde o desenvolvimento decosméticos, tintas e tecidos, até o de terapias contra o câncer.LACAVA, Z. G. M; MORAIS, P. C. Nanobiotecnologia e Saúde. Disponível em:http://www.comciencia.br (adaptado).A utilização de nanopartículas na indústria e na medicinarequer estudos mais detalhados, pois NANOBIOLOGIA-2009A) as partículas, quanto menores, mais potentes eradiativas se tornam.B) as partículas podem ser manipuladas, mas nãocaracterizadas com a atual tecnologia.C) as propriedades biológicas das partículas somentepodem ser testadas em microrganismos.D) as partículas podem atravessar poros e canaiscelulares, o que poderia causar impactosdesconhecidos aos seres vivos e, até mesmo, aosecossistemas.E) o organismo humano apresenta imunidade contrapartículas tão pequenas, já que apresentam a mesmadimensão das bactérias (um bilionésimo de metro).
  78. 78. Clonagemreprodutiva
  79. 79. Óvulo sem núcleo Fusão Células totipotentes Núcleo da célula somática Blastocisto retirada do doador Cultura de células pluripotentes Medula Célula Músculo óssea nervosa cardíaco
  80. 80. IMUNOLOGIA
  81. 81. Vírus- 2009
  82. 82. ENEM 2010
  83. 83. 2011IMUNOLOGIA
  84. 84. 2011
  85. 85. BACTÉRIAS eOUTROS PARASITAS
  86. 86. ENEM 2010
  87. 87. (ENEM 2010-Reino Monera)
  88. 88. ENEM 2011

×