Professora: Amanda
Alunos: Gustavo Bonatto
ketlyn darold
Fabiana Menegon
Felipe Fantin
Poliane Rozanski.
Mangalarga marchador
Guzerá
Hampshire DownHampshire Down
Os objetivos da raça são as exposições, os concursos de
marcha, o enduro, a lida com o gado, as provas
funcionais, cavalga...
Porte médio, ágil, estrutura forte e bem
proporcionada, expressão vigorosa e sadia,
visualmente leve na aparência, pele fi...
Para machos a ideal é de 1,52 m, admitindo-se para o
registro definitivo a mínima de 1,47 m e a máxima de
1,57 m.
Para fêm...
De forma piramidal, leve em sua aparência geral,
proporcional, oblíquo, de musculatura forte,
apresentando equilíbrio e fl...
Cabeça e pescoço padrão da raça.
Forma: triangular, bem delineada, média e harmoniosa,
fronte larga e plana;
Perfil: retil...
Cernelha: bem definida, longa, proporcionando boa direção à borda
dorsal do pescoço;
Peito : profundo, largo, musculoso e ...
Morfologia do padrão da raça.
Espáduas: longas, largas, oblíquas, musculadas, bem implantadas,
apresentando amplitude de m...
Coxas: musculosas e bem inseridas;
Pernas: fortes, longas, bem articuladas e aprumadas;
Jarretes: descarnados, firmes, bem...
• Tríplice Apoio
• Marcha: andamento marchado, simétrico, a quatro
tempos, com apoio alternado dos bípedes laterais e
diag...
A raça Guzerá é a única raça zebuína que pode ser
considerada de dupla aptidão (carne e leite), com os
animais em idade ad...
Apresenta como características raciais, porte grande com
pelagem que varia do cinza claro ao cinza escuro, havendo
tons pa...
As orelhas são médias relativamente largas, pendentes e de
pontas arredondadas, com a pele do interior alaranjada. O
focin...
Tamanho grande, conformação harmoniosa e
constituição robusta, compacto e musculoso.
É um animal que denota vivacidade, ag...
O pelo é denso, de mechas curtas e de pouco toque.
O diâmetro médio das fibras de lã varia entre 27 e 31
micrômetros.
A lã...
Raça especializada em carne precoce:
cordeiros bem alimentados atingem 35 kg de peso vivo
aos 3 ou 4 meses;
com rendimento...
Essa raça tem como sua especialização principal ser
um ovino de corte.
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down

1.516 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.516
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Característica raciais - Guzerá, Manga Larga Marchador e Hampshire Down

  1. 1. Professora: Amanda Alunos: Gustavo Bonatto ketlyn darold Fabiana Menegon Felipe Fantin Poliane Rozanski.
  2. 2. Mangalarga marchador Guzerá Hampshire DownHampshire Down
  3. 3. Os objetivos da raça são as exposições, os concursos de marcha, o enduro, a lida com o gado, as provas funcionais, cavalgadas e lazer em geral.
  4. 4. Porte médio, ágil, estrutura forte e bem proporcionada, expressão vigorosa e sadia, visualmente leve na aparência, pele fina e lisa, pelosvisualmente leve na aparência, pele fina e lisa, pelos finos, lisos e sedosos, temperamento ativo e dócil.
  5. 5. Para machos a ideal é de 1,52 m, admitindo-se para o registro definitivo a mínima de 1,47 m e a máxima de 1,57 m. Para fêmeas a ideal é de 1,46 m, admitindo-se para o registro definitivo a mínima de 1,40 m e a máxima deregistro definitivo a mínima de 1,40 m e a máxima de 1,54 m.
  6. 6. De forma piramidal, leve em sua aparência geral, proporcional, oblíquo, de musculatura forte, apresentando equilíbrio e flexibilidade, com inserções harmoniosas, sendo a do tronco no terço superior do peito, admitindo-se, nos machos, ligeira convexidadepeito, admitindo-se, nos machos, ligeira convexidade na borda dorsal - como expressão de caráter sexual secundário - crinas ralas, finas e sedosas.
  7. 7. Cabeça e pescoço padrão da raça. Forma: triangular, bem delineada, média e harmoniosa, fronte larga e plana; Perfil: retilíneo na fronte e de retilíneo a sub-côncavo no chanfro; Olhos: afastados e expressivos, grandes, salientes, escuros e vivos, pálpebras finas e flexíveis; Orelhas: médias, móveis, paralelas, bem implantadas,Orelhas: médias, móveis, paralelas, bem implantadas, dirigidas para cima, de preferência com as pontas ligeiramente voltadas para dentro; Garganta: larga e bem definida; Boca: de abertura média, lábios finos, móveis e firmes; Narinas: grandes, bem abertas e flexíveis; Ganachas: afastadas e descarnadas.
  8. 8. Cernelha: bem definida, longa, proporcionando boa direção à borda dorsal do pescoço; Peito : profundo, largo, musculoso e não saliente; Costelas: longas, arqueadas, possibilitando boa amplitude torácica; Dorso: de comprimento médio, reto, musculado, proporcional, harmoniosamente ligado à cernelha e ao lombo; Lombo: curto, reto, proporcional, harmoniosamente ligado ao dorso e àLombo: curto, reto, proporcional, harmoniosamente ligado ao dorso e à garupa, coberto por forte massa muscular; Ancas: simétricas, proporcionais e bem musculadas; Garupa: longa, proporcional, musculosa, levemente inclinada, com a tuberosidade sacral pouco saliente e de altura não superior à da cernelha; Cauda: de inserção média, bem implantada, sabugo curto, firme, dirigido para baixo, de preferência com a ponta ligeiramente voltada para cima quando o animal se movimenta. Cerdas finas, ralas e sedosas.
  9. 9. Morfologia do padrão da raça. Espáduas: longas, largas, oblíquas, musculadas, bem implantadas, apresentando amplitude de movimentos; Braços: longos, musculosos, bem articulados e oblíquos; Antebraços: longos, musculosos, bem articulados, retos e verticais; Joelhos: largos, bem articulados e na mesma vertical do antebraço; Canelas: retas, curtas, descarnadas, verticais, com tendões fortes e bemCanelas: retas, curtas, descarnadas, verticais, com tendões fortes e bem delineados; Boletos: definidos e bem articulados; Quartelas: de comprimento médio, fortes, oblíquas e bem articuladas; Cascos: médios, sólidos, escuros ou claros e arredondados. Aprumos: corretos.
  10. 10. Coxas: musculosas e bem inseridas; Pernas: fortes, longas, bem articuladas e aprumadas; Jarretes: descarnados, firmes, bem articulados e aprumados; Canelas: retas, curtas, descarnadas, verticais, com tendões fortes e bem delineados; Canelas: retas, curtas, descarnadas, verticais, com tendões fortes e bem delineados; Boletos: definidos e bem articulados; Quartelas: de comprimento médio, fortes, oblíquas e bem articuladas; Cascos: médios, escuros e arredondados; Aprumos: corretos.
  11. 11. • Tríplice Apoio • Marcha: andamento marchado, simétrico, a quatro tempos, com apoio alternado dos bípedes laterais e diagonais, sempre intercalados por momentos de tríplice apoio. • Características ideais: regular, elástico, com ocorrência de sobrepegada ou ultrapegada, equilibrado, com avanço sempre em diagonal e tempos de apoio dos bípedes diagonais maiores que laterais, movimento discreto de anteriores, descrevendo semicírculo visto de perfil, boa flexibilidade de articulações.
  12. 12. A raça Guzerá é a única raça zebuína que pode ser considerada de dupla aptidão (carne e leite), com os animais em idade adulta chegando a atingir 1.300 kg e 950 kg (machos e fêmeas respectivamente), e suas fêmeas atingido produções de leite próximas defêmeas atingido produções de leite próximas de 10.000kg/leite/lactação.
  13. 13. Apresenta como características raciais, porte grande com pelagem que varia do cinza claro ao cinza escuro, havendo tons pardos e prateados. As fêmeas apresentam pelagem mais clara que os machos. A cabeça é relativamente curta, larga e expressiva, com perfil subcôncavo a retilíneo.perfil subcôncavo a retilíneo. A fronte é moderadamente larga, subconcava ou quase plana. Os olhos são pretos e elípticos, de órbitas ligeiramente salientes, protegidos nos touros, por rugas na pele da pálpebra superior. Os chifres são grandes e de cor escura, saindo horizontalmente para fora e para cima, em forma de lira, terminando para dentro, ou para trás.
  14. 14. As orelhas são médias relativamente largas, pendentes e de pontas arredondadas, com a pele do interior alaranjada. O focinho é preto e as narinas são dilatadas. O Guzerá é de dupla aptidão, com algumas linhagens definidas para leite e a maioria do gado selecionado para carne. As linhagens leiteiras também são animais de grande porte podendo ser utilizados no corte. Seus touros são muito utilizados em plantéis leiteiros de pequeno porte, além de fêmeas leiteiras gerarem machospequeno porte, além de fêmeas leiteiras gerarem machos para abate.Mesmo as linhagens de leite são de grande porte. Na idade adulta, as fêmeas pesam entre 500-700 kg. Os touros pesam entre 850-1000kg. Habilidade materna, rusticidade, fertilidade, bom rendimento de carcaça e precocidade são as principais características da raça Guzerá. Além disso, ela é indicada para o cruzamento com raças européias na geração de F-1.
  15. 15. Tamanho grande, conformação harmoniosa e constituição robusta, compacto e musculoso. É um animal que denota vivacidade, agilidade e desembaraço. Pelos que cobrem boa parte do corpo, parte da cabeça,Pelos que cobrem boa parte do corpo, parte da cabeça, membros, até a altura dos cascos. Tem pelagem branca exceto os joelhos que tem pelos pretos.
  16. 16. O pelo é denso, de mechas curtas e de pouco toque. O diâmetro médio das fibras de lã varia entre 27 e 31 micrômetros. A lã é branca. As mechas atingem um máximo de 10 cm nos animais de plantel, e 5 a 7 cm nos animais de rebanho. As ondulações são irregulares e pouco nítidas. Há grande tendência ao aparecimento de fibras negras entremeadas no velo, sendo mesmo admissível no pescoço, perto da cabeça, e extremidades; o excesso é considerado defeito.
  17. 17. Raça especializada em carne precoce: cordeiros bem alimentados atingem 35 kg de peso vivo aos 3 ou 4 meses; com rendimentos de carcaça de 45 a 50% ; com pesos de 14 a 18 kg;com pesos de 14 a 18 kg; carcaça de boa qualidade; boa fertilidade e prolífera, atingindo índices de nascimento de 140%.
  18. 18. Essa raça tem como sua especialização principal ser um ovino de corte.

×