Revolução de 1820

1.905 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução de 1820

  1. 1. A AFIRMAÇÃO DO LIBERALISMO EM PORTUGAL<br />A Revolução Liberal<br />
  2. 2. NAPOLEÃO<br />
  3. 3. Ordena<br />BLOQUEIO <br />CONTINENTAL<br />NOVEMBRO-1806<br />Proibição de estabelecer contactos comerciais com a Inglaterra com o objectivo de enfraquecê-la economicamente.<br />
  4. 4. Portugal, velho aliado de Inglaterra não obedece a Napoleão . Contava para isso com o apoio da Inglaterra<br />Mediante o risco de uma invasão a família Real foge para o Brasil, à data uma importante colónia portuguesa.<br />Em 1817 Napoleão ordena o início das invasões francesas ao território português.<br />
  5. 5. Fuga da Família Real para o Brasil<br />
  6. 6. AS INVASÕES FRANCESAS<br />2ª Invasão– 1809<br />Comandada por SOULT<br />Batalha do Buçaco<br />3ª Invasão 1810/1811<br />Comandada por MASSENA<br />Linhas de Torres<br />1ª Invasão – 1807/1808<br />Comandada por JUNOT<br />
  7. 7. CONSEQUÊNCIAS DAS INVASÕES:<br /><ul><li>Fuga do Rei para o Brasil, onde permanece mesmo após o fim das mesmas.
  8. 8. A Junta que devia governar em vez do rei, deixa o governo entregue aos ingleses que interferiam em seu benefício.
  9. 9. A principal autoridade em Portugal era Beresford, General inglês.
  10. 10. Profunda crise na Indústria e no Comércio.
  11. 11. Os portos brasileiros são abertos aos estrangeiros e Portugal perde, dessa forma a sua principal fonte de rendimentos, o monopólio do comércio com o Brasil.
  12. 12. Descontentamento da burguesia e do exército, bem como da maioria da população portuguesa.</li></li></ul><li>A Revolta<br />1817 –Conspiração do General Gomes Freire De Andrade, tentativa de revolução é contida e os responsáveis juigados.<br /> - Criação do Sinédrio, organização secreta liderada por Manuel Fernandes Tomás<br />1820<br />REVOLUÇÂO LIBERAL<br />A revolução inicia-se no Porto, pelos membros do Sinédrio.<br />
  13. 13. Consequências<br />Revolta Liberal<br />em Espanha<br />Ida de Beresford <br />ao Brasil<br />Revolta rapidamente se espalhou por todo o país.<br />Manuel Fernandes Tomás redige o <br />MANIFESTO À NAÇÃO,<br />enviado para todos os municípios do país.<br />
  14. 14. MANIFESTO À NAÇÃO:<br />Objectivos da Revolução:<br /><ul><li>Libertar a Pátria dos culpados da sua decadência
  15. 15. Restaurar a glória e o prestígio do passado.
  16. 16. Reunir as cortes para que se redigisse uma constituição liberal.</li></li></ul><li>É criada uma Junta Provisória<br /> para assumir o governo do reino<br />A Junta Provisória entra no Rossio, em Lisboa<br />
  17. 17. ACÇÕES DA JUNTA PROVISÓRIA<br /><ul><li>Acaba com o domínio inglês.
  18. 18. Exige o regresso do rei D. João VI a Portugal.
  19. 19. Procura consolidar o novo governo, a nível internacional, agindo diplomaticamente.
  20. 20. Organiza as eleições para as Cortes Constituintes. </li></li></ul><li>D.João VI<br />Em Setembro de 1822 está pronta a <br />1ª Constituição Portuguesa,<br />que o rei aceita e promulga a 1 de Dezembro. <br />

×