Colorimetria treinamento comercial março2010

17.784 visualizações

Publicada em

Treinamento MIX USE sobre COLORIMETRIA

Publicada em: Estilo de vida
4 comentários
71 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Claro q vc pode baixar. Clica na página copia a imagem, abre o office ecola.VC temque fazer isso nas 38 págs.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Uma das melhores apostilas que já vi, bem completa e muito bem explicada, realmente uma pena não ter como baixar.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • GOSTEI MUITODAAPOSTILA.PENASNÃOPODERBAIXAR PARA TER O MATERIAL
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Gostei muito do material!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
17.784
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
708
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
4
Gostaram
71
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colorimetria treinamento comercial março2010

  1. 1. COLORIMETRIA
  2. 2. A luz do sol quando decomposta gera um amplo espectro de cores visíveis. A cor do arco-íris é formada pela decomposição do espectro visível da luz solar, sendo formada por sete nuances: As cores primárias
  3. 3. Das cores do arco íris, existem 3 que misturadas entre si, em variadas proporções, formam todas as outras cores visíveis pelo olho humano. Estas cores recebem os nomes de primárias e a mistura entre elas forma todas as outras possíveis. As cores primárias
  4. 4. Cores básicas ou primárias Podemos considerar que todos os cabelos são gradações da cor marrom.
  5. 5. Cores secundárias
  6. 6. Toda coloração ou tonalização, consiste na superposição de duas cores
  7. 7. Leis da colorimetria
  8. 8. Leis da colorimetria • Toda cor é uma mistura de: azul , vermelho e amarelo ; • Estas três cores são chamadas de: básicas ou primárias ; • As três cores primárias misturadas entre si, formam o marrom ;
  9. 9. Leis da colorimetria • Podemos considerar que os cabelos naturais possuem tonalidades, com gradações dentro do marrom. • As três cores primárias determinam as cores dos cabelos, através de suas diferentes proporções; • Na estrela de cores, as tonalidades opostas se neutralizam;
  10. 10. Leis da colorimetria • Quando neutralizamos uma cor, procuramos obter o marrom. Portanto neutralizar uma cor significa alcançar uma tonalidade natural, ou seja: o marrom ; • O objetivo de neutralizar uma cor nos cabelos é alcançar uma tonalidade marrom , pois ela é o tom natural dos cabelos .
  11. 11. A escala de altura recebe uma numeração que vai de 1 até 10, onde o 1 é a cor mais escura e o 10 a mais clara. As alturas de tom
  12. 12. Para melhor entendimento pedagógico, consideraremos que as cores naturais da Cartela de Cores são produzidas a partir da mistura em partes iguais das cores primárias . (Azul + Vermelho + Amarelo) Os reflexos
  13. 13. Predominâncias diferentes de uma, ou de outra cor, gerará os tons com reflexos . Uma cor com reflexo é aquela que não tem uma tendência neutra. (para efeito didático NEUTRO = MARROM) Os reflexos
  14. 14. Os reflexos
  15. 15. Os reflexos
  16. 16. Os reflexos
  17. 17. Estrela de Cores
  18. 18. Numeração das cores O primeiro número antes da vírgula identifica a altura de tom, ou seja, o quanto a cor é mais clara ou mais escura. ( 6 louro escuro) O primeiro número após a vírgula, identifica o reflexo predominante daquela cor, ou seja, a cor mais presente naquela tonalidade. (, 4 cobre) O segundo número depois da vírgula indica o reflexo secundário, que vai acentuar ou atenuar o reflexo principal. (,4 5 acaju esquenta o reflexo principal)
  19. 19. O mecanismo da oxidação
  20. 20. A oxidação age diretamente sobre os pigmentos (natural ou artificial) eliminando-os do interior do fio. O mecanismo da oxidação Oxidação = clareamento. Clareamento = remoção da pigmentação. Oxidar = eliminar os pigmentos.
  21. 21. A oxidação esta diretamente ligada à quantidade de oxigênio desprendido, bem como, com a força do produto colorante. O mecanismo da oxidação
  22. 22. Tonalizantes não têm poder para clarear, pois utilizam um oxidante de baixo percentual de desprendimento de oxigênio. O mecanismo da oxidação
  23. 23. Colorações tradicionais, podem clarear vários tons, já que usam oxidantes Com maior quantidade de oxigênio O mecanismo da oxidação
  24. 24. Durante a ação química de oxidação dos pigmentos, o elemento chave neste serviço é o oxigênio , que é liberado pelo oxidante. O oxigênio é liberado durante o tempo de pausa do produto. O oxidante
  25. 25. Um oxidante de 20 volumes libera 20 vezes seu volume em oxigênio , ou seja, um litro de oxidante de 20 volumes libera 20 litros em oxigênio . O oxidante
  26. 26. Sua fórmula é enriquecida com agentes tratantes e emolientes que visam à melhoria da qualidade dos cabelos. O oxidante sempre deve ser escolhido em função da quantidade de tons a serem clareados. O oxidante
  27. 27. • Quanto maior a volumagem do oxidante, maior o poder de clareamento. • Deve-se imperativamente medir a quantidade de oxidante de acordo ao produto colorante em uso. Crystal Colors® utiliza 90ml de oxidante para cada bisnaga (1 + 1 ½). Crystal Gloss® utiliza 100ml de seu revelador para cada bisnaga (1 + 2). O oxidante
  28. 28. À medida que um cabelo vai clareando , (durante um processo químico), vamos obtendo uma cor que começa em um tom vermelho profundo , podendo alcançar até um amarelo muito claro . Fundos de clareamento
  29. 29. Fundos de clareamento
  30. 30. Podemos fazer uma ligação entre cada tonalidade de fundo de clareamento, com uma cor exata de altura de tom dos cabelos. Fundos de clareamento
  31. 31. Toda coloração ou tonalização, consiste na superposição de duas cores
  32. 32. Estrela de Cores
  33. 33. • Nunca se esqueça: TINTA NÃO CLAREIA TINTA Não podemos usar uma cor mais clara, sobre um cabelo colorido em cor mais escura . Para clarear um cabelo colorido devemos fazer uma: DECAPAGEM Usando o pó descolorante: Brillant Blond Dicas do bom colorista
  34. 34. Dicas do bom colorista • Em cabelos porosos, onde pode haver dificuldade na uniformização da cor, o Pré-Color Equalizer Crystal Synergie cria uma superfície uniforme, (sem porosidade) que permite melhor igualação da cor. • O tempo de pausa total é de 35 minutos (45 minutos para os Superclareadores). • Remova os resíduos com o Ultra Mild Cleanser System Crystal Synergie .
  35. 35. Dicas do bom colorista • A proporção da mistura é de 1 + 1 ½ nas cores normais (uma bisnaga de 60g + 90ml do Crystal Oxy). • Nos superclareadores a proporção é de 1 + 2 (uma bisnaga de 60g + 120ml do Crystal Oxy) • A escolha do Oxidante deverá respeitar a seguinte regra:
  36. 36. Dicas do bom colorista Cabelos brancos: inicie a aplicação sempre por onde houver maior quantidade de fios brancos. Para maior cobertura, misture uma cor fundamental, dentro da mesma altura de tom da cor escolhida e seguindo a seguinte tabela:
  37. 37. Dicas do bom colorista • Nunca use pente para “puxar” o produto, e sim um pincel para espalhar pelo restante do cabelo; • Deixe o cabelo bem arejado durante o tempo de pausa; • Para emulsionar , antes da remoção dos resíduos, molhe os cabelos e massageie como que se estivesse aplicando uma mascara sobre eles. Faça isto durante 3 minutos e enxágüe. Somente depois aplique o Ultra Mild Cleanser System . Esta técnica permite que os resíduos saiam com maior facilidade uniformizando mais a cor.
  38. 38. Este trabalho é de propriedade intelectual da Sul Mix Cosméticos Ltda. Sua reprodução total ou parcial apenas será possível através de autorização por escrito.   Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Sul Mix (51) 3632-3232 [email_address]

×