Educação para a saúde

815 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação para a saúde

  1. 1. Educação para a saúde <br />1<br />E.B. 2,3 PENAFIEL Nº3 <br /> Disciplina de Área De Projecto <br />
  2. 2. Índice:<br />Introdução pag.:3<br />Alimentação saudável e obesidade pag.:4/9<br />Doenças cardiovasculares pag.:10/13<br />Diabetes e anemia pag.:14/21<br />Higiene corporal e leucemia pag.:22/27<br />Anorexia e Alzheimer pag.:28/36<br />Excertos do filme “Precious” pag.:37<br />Conclusão pag.:38<br />2<br />
  3. 3. 3<br />
  4. 4. Alimentação Saudável<br />4<br />
  5. 5. O Que é a Alimentação ?<br /> A alimentação é o processo pelo qual os organismos obtêm e assimilam alimentos ou nutrientes para as suas funções vitais, incluindo o crescimento, movimentoe reprodução.<br />5<br />
  6. 6. 6<br />O que é necessário para uma boa alimentação?<br />Água<br />Frutas<br />Legumes<br />Verduras<br />Precisas de:<br />Alimentação Saudável<br />Não podemos comer.<br />Dá mais:<br />Gorduras<br />Energia<br />
  7. 7. Cuidados:<br />Ter uma alimentação saudável e equilibrada.<br />Não comer por dois como muitas pessoas fazem.<br />Beber muita água; cerca de 1.5 litros, e beber muito leite devido às exigências de cálcio do bebé.<br />Evitar a gordura da carne.<br /> Os alimentos crus devem ser bem lavados.<br />Evitar o sal e alimentos muito condimentados.<br />Cozinhar muito bem os alimentos<br />7<br />Alimentação na gravidez<br />
  8. 8. OBESIDADE<br />Obesidade, nediez ou pimelose é uma doença crónica multifatorial, na qual a reserva natural de gordura aumenta até ao ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade. É resultado do balanço energético positivo, ou seja, a ingestão alimentar é superior ao gasto energético. <br />8<br />
  9. 9. Curiosidades:<br />A roda dos alimentos criada em 1977 apresentava 5 grupos de alimentos:<br />Leite e derivados;<br />Carne, peixe e ovos;<br />Óleos e gorduras;<br />Cereais e leguminosas;<br />Hortaliças, legumes e frutos.<br />No entanto, a evolução dos conhecimentos científicos e as diversas alterações na situação alimentar portuguesa conduziram à necessidade da sua reestruturação.<br />9<br />
  10. 10. DOENÇAS<br />10<br />CARDIOVASCULARES<br />
  11. 11. O que são doenças cardiovasculares?<br />- De um modo geral, são o conjunto de doenças que afectam o aparelho cardiovascular, designadamente o coração e os vasos sanguíneos.<br />11<br />
  12. 12. As doenças cardiovasculares devem-se essencialmente à acumulação de gorduras na parede dos vasos sanguíneos - aterosclerose - um fenómeno que tem inicio numa fase precoce da vida e progride silenciosamente durante anos e que, habitualmente, já está avançado no momento em que aparecem as primeiras manifestações clínicas.<br />As consequências mais importantes - o enfarte do miocárdio, o acidente vascular cerebral e a morte - são frequentemente súbitas e inesperadas.<br />A maior parte das doenças cardiovasculares resulta de um estilo de vida inapropriado e de factores de risco modificáveis. O controlo dos factores de risco é uma arma potente para a redução das complicações fatais e não fatais das doenças cardiovasculares.<br />12<br />
  13. 13. Exemplos de doenças cardiovasculares:<br />Angina de Peito<br />Aterosclerose<br />AVC (acidente vascular cerebral)<br />Cardiomegalia<br />Cardite<br />Doença Arterial Coronária<br />Insuficiência aórtica<br />Enfarto Agudo do Miocárdio<br />13<br />
  14. 14. 14<br />DIABETES<br />
  15. 15. O que são diabetes? <br />A diabetes é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo em transformar toda a glicose proveniente dos alimentos. À quantidade de glicose no sangue chama-se glicemia e quando esta aumenta diz-se que o doente está com hiperglicemia.<br />15<br />
  16. 16. Sintomas dos Diabetes<br />16<br />
  17. 17. Tipos de Diabetes<br />Diabetes tipo 1 - que é causada pela destruição das células do pâncreas que produzem a insulina. Manifesta-se habitualmente antes dos 30 anos de idade mas pode ocorrer em qualquer idade.<br />Diabetes tipo 2 - é muito mais frequente e representa cerca de 90-95% de todos os casos de diabetes a nível mundial. Esta forma de diabetes ocorre quase inteiramente em adultos e resulta da incapacidade do organismo em responder à acção da insulina.<br />17<br />
  18. 18. 18<br />ANEMIA<br />
  19. 19. O que é a Anemia?<br />A Anemia é a diminuição de hemoglobina no organismo, uma proteína localizada dentro dos glóbulos vermelhos do sangue, que possui o ferro responsável por levar oxigénio aos tecidos. <br />19<br />
  20. 20. Causas da Anemia<br />1 - Pela perda de glóbulos vermelhos, designadamente: <br />a) perda de sangue aguda: (por exemplo hemorragia, trauma ou cirurgia); <br />b) perda de sangue crónica: normalmente através do intestino, do sistema urinário ou reprodutivo (por exemplo um cancro no intestino). <br />2 - Por uma diminuição da produção de glóbulos vermelhos, designadamente: <br />a) Deficiências nutricionais;<br />b) Infecções virais (exemplo VIH); <br />c) Patologia da medula óssea (por exemplo leucemia, tóxicos); <br />d) Redução da produção de eritropoietina (insuficiência renal crónica); <br />e) Doenças crónicas.<br />3 - Por um aumento da destruição de glóbulos vermelhos, designadamente: <br />a) Infecções (bacterianas, virais, parasitárias); <br />b) Medicação; <br />c) Doenças auto-imunes; <br />d) Doenças congénitas.  <br />4 - Por um aumento fisiológico da procura de glóbulos vermelhos, em consequência da gravidez. <br />20<br />
  21. 21. Sintomas da Anemia<br /> A anemia permanece não detectada em muitas pessoas e os sintomas podem ser vagos. O mais comum é a sensação de fraqueza ou fadiga. A falta de ar é relatada em casos mais severos.  <br /> Muitos casos de anemia severa incitam uma resposta compensatória na qual o trabalho cardíaco é aumentado levando a palpitações e transpiração; este processo pode ocasionar falha cardíaca nos idosos. A palidez somente é notável em casos de anemia severa e, desta forma, não é um sintoma fiável. <br />21<br />
  22. 22. 22<br />Higiene Corporal<br />
  23. 23. 23<br />
  24. 24. 24<br />
  25. 25. 25<br />Leucemia<br />
  26. 26. O que é a leucemia?<br />É uma doença maligna com origem nas células imaturas da medula óssea.A produção de glóbulos brancos fica descontrolada e o funcionamento da medula óssea saudável torna-se cada vez mais difícil, diminuindo progressivamente a produção decélulas normais, dando lugar ao aparecimento de anemia, infecções e hemorragias.<br />Existem vários tipos de leucemia caracterizadas pelo tipo de célula afectada.  Pode ser aguda ou crónica dependendo da velocidade de proliferação das células leucemias.  <br /> Em cada ano aparecem 60 a 100 novos casos por cada milhão de indivíduos.<br />Alguns tipos de leucemia são mais frequentes em determinados grupos etários. A Leucemia Linguística Aguda é mais frequente nas crianças e nos jovens. <br />26<br />
  27. 27. A Leucemia Mieloblástica Aguda é mais comum nos adultos. <br />As Leucemias Crónicas ocorrem geralmente entre os 40 e 70 anos.  <br />Desconhece-se qual a causa específica desta doença. Os cientistas suspeitam que alguns vírus bem como factores genéticos ambientais e imunológicos possam estar envolvidos.<br />Alguns vírus causam leucemia em animais. No homem causam apenas tipos muito raros de leucemia. Mesmo que tenha sido causada por um vírus, a leucemia não é contagiosa. <br /> Factores ambientais com altas doses de radiações e exposição a certos produtos químicos tóxicos foram identificados como estando ligados ao aparecimento da doença.   <br />Os sintomas iniciais são geralmente a fadiga, perda de peso, palidez, infecções e hemorragias.<br />27<br />
  28. 28. 28<br />A Anorexia<br />
  29. 29. 29<br />Oque é a Anorexia?<br /><ul><li>Chamamos de anorexia uma percepção distorcida quanto ao próprio corpo, que leva a pessoa a ver-se e sentir-se como "gorda" mesmo após perder muito peso. Essa percepção faz com que a pessoa em questão mantenha seu peso abaixo dos níveis ideais para sua estatura, prejudicando seriamente a própria saúde. Mesmo quando parentes e amigos comentam sobre sua magreza excessiva, o indivíduo não consegue perceber e insiste em continuar a emagrecer;
  30. 30.      A anorexia atinge com maior frequência mulheres (90% dos casos) na faixa etária compreendida entre os 14 e os 18 anos, raramente ocorrendo após os 40 anos;
  31. 31. A Anorexia é um problema com que algumas pessoas se deparam e do qual por vezes é difícil sair.</li></li></ul><li>Sintomas de anorexia<br />30<br /><ul><li>Negação do baixo peso corporal actual;
  32. 32. Medo intenso de ganhar peso mesmo estando com a massa corporal abaixo do normal; </li></ul>  <br /><ul><li>Visão distorcida negativamente do peso ou da forma do corpo;  
  33. 33. Amenorreia (ausência de pelo menos três ciclos menstruais consecutivos); </li></ul>   <br /><ul><li>Dietas e jejuns sem orientação e acompanhamento médico;
  34. 34. Exercícios físicos intensos, sem orientação e/ou acompanhamento especializados;  
  35. 35. Recusa emmanter o peso corporal em um nível igual ou acima do mínimo adequado à idade e a altura;</li></li></ul><li>TRATAMENTO!<br />Algumas formas de tratamento<br />31<br /><ul><li>A combinação de psicoterapia com tratamento medicamentoso tem trazido melhores resultados, pois enquanto a terapia trabalha para restabelecer a correcta percepção da imagem corporal os medicamentos servem como paliativos para os sintomas e proporcionam maior conforto para o paciente até o seu total restabelecimento.
  36. 36.     O internamentopara a reposição de nutrientes é recomendada quando o nível de desnutrição é ameaçador para a saúde do portador de anorexia.
  37. 37.      Em todas as etapas do tratamento o apoio de familiares e amigos é fundamental para o restabelecimento do paciente. </li></li></ul><li>curiosidades<br />Sabias que uma pessoa que sofra da doença evita trocar de roupa na frente dos outros; <br />E que usa roupas largas, para disfarçar o corpo;<br />Começa a afastar-se dos amigos, porque acha que todas as pessoas a acham feia e gorda;<br />Quando come, tem rituais estranhos: pica tudo em pedacinhos, divide os alimentos em pequenas porções e come bem devagar;<br />Foge de programas que inclua comida<br />Sabe de cor as calorias e só fala de dieta.<br />32<br />
  38. 38. Alzheimer<br />33<br />
  39. 39. O que é Alzheimer?<br />A doença de Alzheimer é uma doença do cérebro (morte das células cerebrais), progressiva, irreversível e com causas e tratamento ainda desconhecidos. Começa por atingir a memória e, progressivamente, as outras funções mentais, acabando por determinar a completa ausência de autonomia dos doentes.<br />  <br />Os doentes de Alzheimer tornam-se incapazes de realizar a mais pequena tarefa, deixam de reconhecer os rostos familiares, ficam incontinentes e acabam, quase sempre, acamados. <br />É uma doença muito relacionada com a idade, afectando as pessoas com mais de 50 anos. A estimativa de vida para os pacientes situa-se entre os 2 e os 15 anos.<br />34<br />
  40. 40. Qual é a causa da doença de Alzheimer?<br />35<br /><ul><li>A causa da doença de Alzheimer ainda não está determinada.
  41. 41. No entanto, é aceite pela comunidade científica que se trata de uma doença geneticamente determinada, embora não implica que se transmita entre familiares, nomeadamente de pais para filhos.</li></li></ul><li>Curiosidades<br /><ul><li>O dia 21 de Setembro é o dia mundial do Alzheimer.
  42. 42. A vitamina B pode atrasar a evolução da doença.
  43. 43. A doença de Alzheimer não é tida como crónica.
  44. 44. Estima-se que cerca de 156 mil pessoas sofram da doença em Portugal.
  45. 45. São 37 milhões de pessoas no mundo também ligadas ao Alzheimer</li></ul>36<br />
  46. 46. Excertos do filme “Precious”<br /> O filme está relacionado com dois temas do nosso trabalho que são:<br /> A obesidade e a má alimentação.<br /> <br /> A obesidade da personagem pode ver-se através da estrutura do seu corpo, através dos seus maus hábitos alimentares.<br /> Nota-se que ela é muito impulsiva na maneira como come, pois não tem quaisquer regras para ter uma boa alimentação. Ela come muito depressa, em grandes quantidades e bastantes vezes durante o dia. Um dos principais motivos para ela comer dessa forma é para se abstrair dos problemas que tem em casa e na escola. <br />37<br />
  47. 47. Conclusão:<br />Nós, neste trabalho, concluímos que existem muitos tipos de doenças provocadas por uma má alimentação.<br />Aprendemos como as prevenir e saber tratar quando estas estão presentes no nosso organismo.<br />Esperamos que tenham gostado do nosso trabalho, que o tenham percebido e que as dúvidas tenham sido todas esclarecidas. <br />38<br />
  48. 48. OBRIGADO:<br />Trabalho elaborado por:<br />-Ana Filipa nº1<br />-Ana Rita nº3<br />-Andreia Luísa nº6<br />-Isabela nº26<br />-José Carlos nº28<br />39<br />

×