Kanban - Migrando do Scrum para o Kanban

407 visualizações

Publicada em

Apresentação utilizada em palestra na FGV.

Baseada no excelente curso da knowledge21, muito influenciada pelo instrutor, mestre, PhD Rodrigo Toledo.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 2minutos
    Nome
    Brincadeira
    -André estava procurando um cara BOM de kanban.. Muito FERA...
    -Ainda bem que ele não achou, ai eu pude vir falar com vocês.
    -rsrsrsr
    -Me sinto lisonjeado, quero agradecer ao André e a vocês pela oportunidade

    Apresentacao profissional
    Interesse muito particular com gerenciamento de projetos e demandas.
    Trabalho com gerenciamento de projetos e times pelo menos 8.
    Nesse meio tempo buscando certificações CSPO, CSM, Kanban, PMP
    Nos últimos 6 anos uso extensivo de scrum e kanban, implantações e coaching de times
  • Escopo (product backlog / selected product backlog / sprint backlog / incremento do produto)
    Reuniões (sprint plan, review, retrospective)
    Papéis (po, s.m., developer)
    quadro (TODO/DOING/DONE)

    definition of ready-> garantia que é começava
    definition of done-> visibilidade-> entrega de valor
    42'
  • 3minutos
    Ao usar, ao vender, ao enviar, o cartão que estava no produto vai para o quadro.
    Quando os cartões chegarem ao nível vermelho, todos os itens amarelo e vermelho são despachados para “compra ou produção ou transporte”

    Com Caixas, quando uma caixa esvazia, a própria caixa identificada vai para o setor onde são produzidos a quantidade de itens para encher a caixa. (caixa tem a necessidade mensal ou semanal, etc.)
    (cada CAIXA também pode ter um CARTOES que vai para o QUADRO)

    Lean, diminuir desperdícios

    Just In Time.
    Produção a medida que necessita.

    Processo puxado
    Puxado pela demanda (não empurrado por alguém)

    Processo é auto gerido (pelo chão de fábrica)
    Os próprios funcionários da fábrica gatilham o processo.
  • explicitar disfunção em vez de argumentar contra (5 stories no test)
    impedimentos
    happyness door
    32'
  • eu SUSPEITO, PREFIRO PQ MANTEM.
    LER ITEM A ITEM
    ….
    o que é / mapa mental / busca e armazena
    —————————-
    O quadro é algo que todos interagem, e criam um modelo mental COMPARTILHADO.
    ——
    27'


    vc olha para uma imagem (um quadro), você cria um sentido, vc sabe onde cada coisa esta.
    alguns casos, tem caneta mais grossa, outros em vermelho, outros tem tua letra, uma asterisco.
     —————————-
    - image to clarify ideas (entende, organiza, cria posicionamento) VER
    - interact with images to create engagement INTERAGIR
    - sentimento, reação, tornar persistente GERAR REACAO
     —————————-
    —————————————————————————————————
    3WAYS THE BRAIN CREATES MEANING (TED)
    a mente não ve o mundo como realmente eh
    um modelo mental de aha-moments
    primeiro shapes e encaminha para outras partes
    1) what detector
    2) fiscal body space (fecha um mapa mental, se fechar o olho continua vendo)
    3) parte que sente/feels ohh ok, reacao, sentimento
    esses processo ajudam a criar meaning
  • Por que limitar
    TODO O processo ACORDO com a ETAPA mais LENTA.
    processo de LIMITAR.. ja vai ajudar a entender QUEM É gargalo
    POSSIBILITA O TRATAMENTO, CONTRATACAO POR EXEMPLO.
    ———
    PROCESSO FEITO/CLASSIFIQUE/ESPERA
    (LIMITE com o que tem ATUAL e DEPOS DIMINUA, o ideal eh encostar(se não encosta não tem sentido)…
    ——————
    amenizar (BUFFERS)
    WAIT / ACTION / WAIT / ACTION
    Tornam homogeneos
    Permitem que mais rápidos que acumulem trabalhos para puxar.
    ——————
    LIMITAR TRABALHO FAZ A PESSOA PARAR DE PRODUZIR.
    SEM DIMINUIR A PRODUCAO FINAL.
    *Quando descobriu que TER TEMPO livre, SEM ALTERAR a producao (R$) ficou muito feliz.
    *fazer QUALQUER outra coisa que NAO AUMENTE A SAIDA FINAL, não resultará em NENHUM BENEFICIO.

    ——————
    ENTAO O QUE EU FAÇO??????
    ——
    VERDADE LIMITE, mecanismo de COORDENACAO
    (CONVITE conversação, ALARME que os próprios FUNCIONÁRIOS dao)
    —————
    ENTAO O QUE EU FAÇO?????? (EFEITOS DO LIMITE:)
    —-> FOLGA.. falar de COREY LADAS), PROCESSADOR do GRAFICO de ocupacao
    -ideias, trabalho de infra/limpeza, templates, colocar coisas em dia…
    —-> MOVIMENTACAO… ajudar a terminar coisas, com o efeito puxado, pare de começar e comece a terminar…
    —-> SWARMING - força tarefa (movimentacao em conjunto) (taskforce)(forca tarefa)
    ———————
    LIMITACAO POR CLIENTE
    ———————
  • -fila de banco
    -fila de supermercado
    ————
    qual é a agil?
    qual é a puxada qual é a ‘empurrada’?
    ———
    expedite (sugestao 1 por vez)
    ———
    quando a fila é bem projetada sabe-se quanto tempo vai demorar para ficar pronto.
    ————
    expedite
  • —propaganda de um produto
    —em jornal, revista, facebook, email
    —arte, comunicacao, finalização
    ————-
    time crescer
  • na toyota mandam apertar o botao que para a linha
    encaixe de vidro
    -> erro zero, só colocar no patio carros prontos
    -> qual a definicao de pronto?
    ———————-
    problema no check, (é briefing? ainda tenho 10 capítulos? não produzo mais nenhum com defeito)
    quanto mais cedo, mais rápido o conserto, mas fácil descobrir a causa
    guarda para retrospectiva
    ———————
    conserta imediatamente? -> broken windows (depois ler texto abaixo)
  • forma de sair do scrum em lotes -> para fluxo contínuo
    ——-
    scrum planejar 2 semanas, 1 semana.
    —-
    PARALelo metro aviao
    priorizado so o suficiente para não parar.
    —-
    sem sprint, não tenho mais o retrospective ou review(demonstration)
    -> agendar 15 em 15
    -> limitar done 15 tarefas?
    -> junto com um release
    retrospective
    -> quando tiver 5 erros, ou postits de HAPPYNESS DOOR
  • se não ADIANTA focar em um SETOR,
    foco deve ser o NO FLUXO

    Q ME DE FREQUENCIA, RITMO (producao final de 80 itens G, 40 M)
    —-
    tarefas o QUEBRADAS MENOR o possível para (evitar o PARA ISSO COMECA AKILO)

    EVITAR OTIMIZACAO LOCAL
    (tal setor está mais produtivo!
    mas não afeta o resultado(trabalho acumulado) )

    não adianta falar números, mas no final o cliente ficar insatisfeito.
    MEDEM TRABALHO, não trabalhador
    —-
    demming existem variações (considerar isso nas previsões tarefas)
    evitar de definir muitos tamanhos de camisa.
    ———
    FINALIZACAO
    COLOCO ULTIMO POSTITI DONE
    CONCLUO CONTEUDO, CRIACAO E FINALIZACAO
    e agora jogo a bola para vocês para fazerem, críticas, sugestões, lamurias e quem sabe perguntas..
    NAO SEM ANTES NOVAMENTE AGRADECER A TODOS Q ME AGUENTARAM ATÉ AKI! :))
    ————
  • Kanban - Migrando do Scrum para o Kanban

    1. 1. DO SCRUM AO KANBAN Victor H. Bilouro bilouro@bilouro.com Baseado no treinamento Kanban Oficial LKU Instrutor Rodrigo de Toledo
    2. 2.  Scrum Clássico  Kanban de Produção  Kanban para Knowledge Workers  Quadro Físico vs Quadro Eletrônico  Limitando WIP  Teoria de Filas  Como Mapear as demandas  Ao encontrar um problema Stop de Line  Fluxo Contínuo  Métricas  Dúvidas AGENDA
    3. 3. SCRUM CLASSICO product backlog selected product backlog sprint backlog product increment sprint Planning 1 sprint planning 2sprint retrospective review Product Owner Scrum Master Developers Scrum Master Developers Scrum Master Developers Product Owner Scrum Master Developers
    4. 4.  Organização simples baseada em cartões/caixas para controlar fluxos de produção, transporte e estoques.  É um palavra em japonês que significa cartão, etiqueta, placa visível Taiichi Ohno (Toyota Production System) KANBAN
    5. 5. • Explicite • Limite o trabalho em progresso (wip) • Torne as políticas e regras explicitas • Melhoria contínua • Melhore colaborativamente usando experimentação KANBAN ADAPTADO PARA KNOWLEDGE WORKERS  Desenvolvido por David Anderson. Adaptação do kanban original, baseado em Ágil e Lean, inicialmente para desenvolvimento de software mas posteriormente, marketing, business, pequenas organizações, etc... • Comece pelo que você faz agora • Mudança incremental e evolutiva • Respeite papéis, responsabilidades e cargos • Iniciativa top-down, liderança por exemplo PRINCÍPIOS PRÁTICAS
    6. 6. QUADRO FÍSICO vs QUADRO ELETRÔNICO • Praticidade • Alta visibilidade • Imperfeições ajudam no mapa mental • Modelo mental funcional • Mapa mental compartilhado • Estimula o engajamento • Estimula o comprometimento • Fácil refactoring • Orgânico, prazeroso FÍSICO • Acesso remoto • Dados históricos • Extração de métricas • Muitos itens pequenos ELETRÔNICO
    7. 7. • Não crie coisas que ninguém quer agora • Não gere conteúdo que sua arte não possa criar • Não crie artes que seu cliente não possa olhar • Ou que você não possa publicar. (adaptado do Corey Ladas) • Folga • Movimentação (pare de começar e comece a terminar) • Swarming WIP - TRABALHO EM PROGRESSO LIMITADO COMO APROVEITAR O LIMITE O QUE ESTÁ SENDO FEITO? CLASSIFIQUE O QUE ESTÁ EM ESPERA?
    8. 8. TEORIA DE FILAS • Gera ansiedade • Não lida bem com variabilidade • Desfavorece o espirito de time • Cultura de heróis e vilões • Não incentiva Multidisciplinaridade PROBLEMAS FILA POR PESSOA FILA ÚNICA FILA POR PESSOA
    9. 9. MAPEAMENTO • BVI (Business value increment) (interno) • MMF (Minimum marketable product) (externo) • MVP (Minimum viable product) (produto/fake) VALOR PARA O NEGÓCIO VALOR PARA CLIENTE • Subproduto verificável do valor para o negocio • Item de trabalho • Sozinho não agrega valor VALOR PARA O TÉCNICO
    10. 10. STOP DE LINE • Evitar refluxos • Redução do tempo entre criação e correção • Mais rápido • Relação causa-efeito • Consertar imediatamente? Sim • Lembrar na retrospectiva PRINCÍPIOS Broken Windows (1982) James Q. Wilson e George L. Kelling Uma estratégia de êxito para prevenir o vandalismo, dizem os autores do estudo, é resolver os problemas quando eles são pequenos
    11. 11. 10 entregas 5 50 entregas 1 FLUXO CONTÍNUO CADÊNCIA DO METRÔCADÊNCIA DO METRÔ 1 entrega com 50 QUADRO DO PRODUCT OWNER O QUE É INTERESSANTE MANTER CADENCIADO? • Reuniões de retrospectiva • Reuniões de demonstração • Reuniões de priorização com cliente
    12. 12. MÉTRICAS • Alinhadas ao propósito • Rítmo e frequência • Sistêmicas • Quantificar sistema como um todo • Cuidado com otimizações locais • End-to-end • Compreensíveis pelo cliente final • Medem os trabalhos não trabalhadores • Consideram que o trabalho está sujeito a variações. (Deming) CARACTERÍSTICAS DE BOAS MÉTRICAS
    13. 13. Fiquei com dúvida... Lá na minha empresa… AGRADECIMENTO e MOMENTO DÚVIDAS Obrigado! Victor H. Bilouro bilouro@bilouro.com
    14. 14. 14
    15. 15. 15

    ×