Um Ser Diferente Fátima Irene Pinto  O poeta é um ser diferente, Que sozinho caminha no mundo. Não se sabe se é um descont...
É cachorro que tem muitos donos, Mas que morre de desnutrição. Pois ao vê-lo, supõem que é sono, Seu desmaio de atroz soli...
Se quiseres o amor de um poeta, Sejas dele só a inspiração. Ele foge e toma outra reta, De um amor que lhe impõe restrição...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Um ser diferente

290 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um ser diferente

  1. 2. Um Ser Diferente Fátima Irene Pinto O poeta é um ser diferente, Que sozinho caminha no mundo. Não se sabe se é um descontente, Não se sabe se é um vagabundo. Ardiloso, astuto e profundo, Toma as cores de toda a gente. É capaz de chorar, se contente, E se triste, sorrir loucamente.
  2. 3. É cachorro que tem muitos donos, Mas que morre de desnutrição. Pois ao vê-lo, supõem que é sono, Seu desmaio de atroz solidão. É qual lua, adorado por todos, Mas que nunca se entrega a ninguém. É seu fado viver dos engodos, E dos sonhos que só ele tem.
  3. 4. Se quiseres o amor de um poeta, Sejas dele só a inspiração. Ele foge e toma outra reta, De um amor que lhe impõe restrição. Mas é tanto o amor que ele sente, Que ultrapassa o infinito e o momento. Quando dá seu adeus para sempre, Vira estrela lá no firmamento. Descalvado Música : Dilermando Reis - Rosa Montagem : [email_address] www.pranos.com.br

×