Matilde Rosa Araújo

417 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
417
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Matilde Rosa Araújo

  1. 1.
  2. 2.
  3. 3.
  4. 4. (A criança) Para ler... precisa de livros; para ler... precisa de um ambiente lúdico e sério; para ler... precisa de estar com um livro como com um amigo.<br />Matilde Rosa Araújo<br />
  5. 5. Em muitas das suas histórias optou por não escrever finais felizes. Porquê?<br />O que é que eu lhe posso dizer? Gostaria que fossem felizes e acho que [os] devia procurar, mas às vezes torcer a vida, o que temos dentro de nós e aquilo que vivenciámos é difícil.<br />Os meninos que perdoem, está bem?<br />in, Entrevista, por Mariana Sim-Sim David e Joana Caldeira<br />
  6. 6. Quando é que começou a escrever para crianças?<br />Desde que fui professora. Eu digo que não escrevi para crianças por querer escrever para crianças, e foi mesmo assim. (…) Foram eles que me ensinaram.<br />in, Entrevista, por Mariana Sim-Sim David e Joana Caldeira<br />
  7. 7. O que a motivou a integrar projectos humanitários destinados às crianças? <br />Com certeza que foi a existência da criança como um ser que merece o nosso respeito, o nosso amor. Ainda estamos muito longe, apesar de já termos feito um caminho, de dar à criança o respeito, o carinho, o ensinamento que ela merece, porque ela também nos está sempre a ensinar muito, mesmo calada.<br />in, Entrevista, por Mariana Sim-Sim David e Joana Caldeira<br />
  8. 8. A literatura pode ajudar a desenvolver a consciência dos problemas sociais? <br />Pode, com certeza, se a literatura mergulha na vida, a vida tem esse lastro; não é obrigatório, mas pode. Há aquela literatura que é espuma, leveza, que também é muito bela, mas há outra que nos faz pensar.<br />in, Entrevista, por Mariana Sim-Sim David e Joana Caldeira<br />
  9. 9. Como nasce um poema<br />de <br />Matilde Rosa Araújo...<br />
  10. 10. Primeiro, <br />a versão manuscrita, <br />e já algumas correcções.<br />Depois,<br />ao dactilografar, (…) <br />aperfeiçoou.<br />

×