Anne frank

4.184 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.184
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anne frank

  1. 1. As pessoas do esconderijo Segundo Anne Frank
  2. 2. Introdução <ul><li>Este é um trabalho realizado na disciplina de Área de Projecto. Neste documento decidimos pôr uma breve descrição de cada pessoa que convivia com Anne no esconderijo.
  3. 3. São pequenas descrições obtidas através do Diário, segundo o ponto de vista de Anne. </li></ul>
  4. 4. Com quem vivia Anne? <ul><li>Anne vivia escondida, na companhia dos seus pais, da sua irmã mais velha, da família Van Pels, que era composta por Hermann, o sócio de Otto Frank, sua esposa, Auguste, o filho, Peter e, mais tarde, na companhia do dentista Fritz Pfeffer. </li></ul>
  5. 5. Otto Frank <ul><li>Otto Frank era o seu pai. No diário, Anne descreve-o como um pai, uma pessoa e um amigo exemplar. Quando Anne e os outros estão no esconderijo, o seu pai, Otto, é um grande apoio e é com ele que Anne desabafa sobre os seus problemas e relacionamentos com as pessoas do esconderijo (em especial a mãe e a senhora van Pels). </li></ul>
  6. 6. Edith frank <ul><li>Edith Frank era a sua mãe. Depois de irem viver para o esconderijo, Anne apercebe-se de que não é apoiada e respeitada como esperava ser por parte da sua mãe. Não se conformava com o seu silêncio perante situações de injustiças, inclusivé a forma como a senhora Auguste van Pels se relacionava com o seu pai, Otto. </li></ul>
  7. 7. Margot Frank <ul><li>Margot era a irmã mais velha de Anne. Anne dava-se bem com a irmã, no entanto não gostava da forma como as pessoas a tratavam, pois sentia-se inferior e não achava certo tratarem a irmã como uma jovem mulher e a ela como apenas uma menina inocente. </li></ul>
  8. 8. Hermann van Pels <ul><li>Anne, no seu diário, não se refere muito a Hermann, apenas o descreve como uma pessoa correcta e um pai um pouco autoritário. </li></ul>
  9. 9. Auguste van pels <ul><li>Anne refere-se a Auguste como uma mulher chata e cuscovilheira. Auguste implica com Anne e trata-a como uma menina rebelde e mal educada. Anne não se conformava com a forma como ela se relacionava com o seu pai, desrespeitando a mãe. </li></ul>
  10. 10. Peter <ul><li>No principio do Diário, Anne descreve Peter apenas como um rapaz tímido, preguiçoso, desajeitado e por vezes mal-educado. Mas ao longo dos tempos, Peter e Anne passam a conviver mais, respeitando-se um ao outro, tornando-se este uma boa companhia e no final chega mesmo a ser o grande amor de Anne. </li></ul>
  11. 11. Fritz pfeffer <ul><li>Fritz foi o último a chegar ao esconderijo. É com ele que Anne partilha o quarto, o que resulta em diversas discussões sobre a divisão do mesmo, sobretudo quanto à partilha da secretária. Isto cria uma distância entre os dois. </li></ul>
  12. 12. Trabalho realizado por: <ul><li>Margarida de Abreu Coutinho </li></ul>Nº 18 <ul><li>Francisca de Abreu Coutinho </li></ul>Nº9 <ul><li>9ºF </li></ul>

×