Aula 5 biblioteca universitaria 2010

11.012 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.012
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
222
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 5 biblioteca universitaria 2010

  1. 1. Biblioteca Universitária
  2. 2. Biblioteca Universitária Se a matéria-prima da universidade é a informação e o órgão da universidade responsável pelo gerenciamento dessa informação é a biblioteca, pode-se dizer, como uma analogia ao "Ciclo da Informação", que tudo começa e termina na bibliotec a.
  3. 3. Biblioteca Universitária: definição <ul><li>Estabelecimento de ensino superior, que seleciona, administra, organiza, gera informações e conhecimentos, destinada a um público integrado por corpo discente e docente das instituições universitárias, embora possa ser acessível ao público em geral. </li></ul><ul><li>Complexo de serviços de informação científica </li></ul><ul><li>Conjunto de bibliotecas e serviços de documentação e informação de uma Universidade. </li></ul>
  4. 4. Biblioteca Universitária X Universidade <ul><li>No que se refere à universidade, encontrar um conceito que consiga traduzir todas as suas funções ao longo da história não é tarefa das mais fáceis. Pode-se, no entanto, afirmar por consenso que a universidade é uma instituição de ensino superior, que compreende um conjunto de unidades de ensino - escolas, faculdades, institutos - para a formação de profissionais e pesquisadores, nos diversos campos do conhecimento, com a missão precípua de produzir conhecimento e garantir a dinâmica da transferência da informação. </li></ul>
  5. 5. Biblioteca Universitária: missão/função <ul><li>Ensino; </li></ul><ul><li>Pesquisa / Investigação científica; </li></ul><ul><li>Extensão. </li></ul><ul><li>Meio de transmissão do conhecimento; </li></ul><ul><li>Suporte para o desenvolvimento de pesquisa. </li></ul>
  6. 6. Biblioteca Universitária: missão/função <ul><li>A biblioteca deve suprir as necessidades informacionais dos cursos oferecidos pela universidade, além de resguardar a produção intelectual da instituição. Ela é tanto a fonte para a produção de novos trabalhos quanto o receptáculo do produto desses trabalhos, além de oferecer ao pesquisador acesso a alternativas que se encontrem em acervos externos à universidade e de oferecer a outras instituições acesso a seu próprio acervo. Ou seja, ela não só armazena a informação como cria uma rede dinâmica para que ela circule. </li></ul>
  7. 7. Biblioteca Universitária: público <ul><li>Professores; </li></ul><ul><li>Alunos de graduação; </li></ul><ul><li>Alunos de pós-graduação; </li></ul><ul><li>Pesquisadores; </li></ul><ul><li>Alunos e professores de outras instituições. </li></ul>
  8. 8. Objetivos da Biblioteca Universitária <ul><li>Cooperar com os programas escolares, satisfazendo as necessidades de professores e alunos; </li></ul><ul><li>Orientar os professores e alunos no uso esclarecido e proveitoso dos recursos bibliográficos e áudio-visuais da instituição e de outras bibliotecas; </li></ul><ul><li>Orientar professores na seleção e emprego dos tipos de materiais que sirvam aos programas de ensino; </li></ul><ul><li>Organizar, disseminar e disponibilizar a informação, qualquer que seja a proveniência, nos mais diversos suportes físicos e virtuais; </li></ul>
  9. 9. Objetivos da Biblioteca Universitária <ul><li>Orientar professores e alunos na utilização das instituições de pesquisa e das fontes de informação do país e do exterior; </li></ul><ul><li>Participar com os diretores e professores na elaboração de programas que visem o constante aperfeiçoamento profissional e cultural do pessoal docente; </li></ul><ul><li>Difundir a produção científica, colocando à disposição de alunos, professores e pesquisadores; </li></ul><ul><li>Cooperar com outras bibliotecas e agências de serviços social no planejamento e execução de um programa bibliotecário, para toda a comunidade ou zona que se encontra a instituição. </li></ul>
  10. 10. Centralização <ul><li>Oportunidade de haver uma biblioteca completa, sobre os mais variados assuntos, o que é bem interessante uma vez que: </li></ul><ul><li>a) a grande inter-relação entre as ciências leva o usuário à necessidade de pesquisar assuntos afins, o que, nesse caso, pode fazer sem locomover-se de uma para outra biblioteca; </li></ul><ul><li>b) evita duplicações desnecessárias, exigidas por bibliotecas diferentes, dada a própria inter-relação das ciências, podendo empregar racionalmente os recursos financeiros disponíveis na aquisição de novos títulos importantes. </li></ul>
  11. 11. Centralização <ul><li>Melhor qualidade dos serviços, com menor custo, evitando-se duplicação desnecessária de todo tipo de material e equipamentos, bem como utilização racional do pessoal técnico e diminuição do pessoal de outras categorias, como porteiro, zeladores; </li></ul><ul><li>Uma só biblioteca poderá ter melhores instalações, pois, geralmente, multiplicidade de bibliotecas dá origem a instalações, às vezes, inadequadas </li></ul>
  12. 12. Descentralização <ul><li>Necessidade de o material bibliográfico estar localizado próximo aos usuários, sem que os mesmos precisem locomover-se de sua unidade de ensino para a biblioteca central; </li></ul><ul><li>Maior rapidez na aquisição do material bibliográfico solicitado por docentes e pesquisadores; </li></ul><ul><li>Podem ser independentes da biblioteca central. Seu acervo é composto de acordo com a área da instituição. </li></ul>
  13. 13. Descentralização X Centralização <ul><li>Assim, não há como afirmar a priori que o modelo centralizado é melhor que o descentralizado ou ao contrário, uma vez que não só as características das universidades são diferentes como, principalmente, as características particulares de cada uma delas podem mudar, dado o caráter dinâmico da evolução social. </li></ul>
  14. 14. Biblioteca Universitária: Organização e Direção <ul><li>BIBLIOTECA CENTRAL : dirige o sistema, promove a aquisição e registro, classificação, catalogação e encadernação, preparo para empréstimo de todo material bibliográfico e áudio-visual necessário. </li></ul><ul><li>O acervo, geralmente, é composto por todas as áreas do conhecimento, ou seja, dos cursos que a Universidade ou a Faculdade oferece aos alunos. </li></ul>
  15. 15. Biblioteca Universitária: Atividades AQUISIÇÃO <ul><li>Atividade : AQUISIÇÃO : seleção e aquisição. Compra, doação, permuta, registro, conservação e preservação e descarte. </li></ul><ul><li>Definição : Processo que engloba as atividades de formação, manutenção e controle do acervo da biblioteca de acordo com as necessidades dos usuários. </li></ul>
  16. 16. Biblioteca Universitária: Atividades PROCESSO TÉCNICO <ul><li>Atividade : PROCESSO TÉCNICO (Monografias) - Catalogação, classificação, indexação e preparo para empréstimo; </li></ul><ul><li>Atividade: PROCESSO TÉCNICO (Publicações periódicas) - Catalogação, classificação, registro das coleções, indexação e preparo para empréstimo. </li></ul><ul><li>Definição : Apresentação descritiva e temática da documentação, visando a identificação e recuperação da informação. </li></ul>
  17. 17. Biblioteca Universitária: Atividades PROCESSO TÉCNICO - Materiais Especiais <ul><li>Atividade : PROCESSO TÉCNICO (Materiais especiais: mapas, recortes, jornais, áudio-visuais, obras raras, etc.) - Catalogação, classificação, indexação e preparo para empréstimo. </li></ul><ul><li>Definição : Representação descritiva e temática da documentação não convencional , visando a identificação e recuperação da informação. </li></ul>
  18. 18. Biblioteca Universitária: Atividades e Serviços Atendimento ao Usuário (circulação) <ul><li>Atividade : ATENDIMENTO AO USUÁRIO - (Circulação) Consulta ao acervo, empréstimo do acervo, empréstimo entre bibliotecas, comutação bibliográfica. </li></ul><ul><li>Definição : Fornecimento de informação de dentro para fora da instituição, de fontes impressas ou não, de organismos de orientação sobre métodos e técnicas do trabalho bibliográfico. Constitui o eixo dos serviços da biblioteca por meio do qual é possível orientar, informar e assessorar na pesquisa da informação solicitada e na normalização de documentos. </li></ul>
  19. 19. Biblioteca Universitária: Atividades e Serviços Atendimento ao Usuário (referência) <ul><li>Atividade : ATENDIMENTO AO USUÁRIO - (Referência) Assistência ao usuário, busca bibliográfica e normalização técnica. </li></ul><ul><li>Definição :Assistência direta e pessoal ao usuário na busca de informações existentes, tanto no acervo da biblioteca, como em outras instituições, no acesso a multivariadas fontes de informação e na normalização documentária. </li></ul>
  20. 20. Biblioteca Universitária: Atividades e Serviços Atendimento ao Usuário (treinamento de usuário) <ul><li>Atividade : ATENDIMENTO AO USUÁRIO - (Treinamento de usuário) </li></ul><ul><li>Definição : Cursos e programas de instrução orientada em caráter regular, para capacitar o usuário na utilização dos recursos da biblioteca, nos métodos e técnicas da pesquisa bibliográfica e nas normas técnicas de documentação. </li></ul>
  21. 21. Biblioteca Universitária: Atividades e Serviços Atendimento ao Usuário (Disseminação da informação) <ul><li>Atividade : ATENDIMENTO AO USUÁRIO - (Disseminação da Informação) </li></ul><ul><li>Definição : Divulgação contínua e regular ao usuário das informações ou material recebidos pela biblioteca. </li></ul>
  22. 22. Biblioteca Universitária: Atividades e Serviços Publicação e Divulgação <ul><li>Atividade : Publicação e Divulgação - Preparo das informações para publicação, normalização técnica, composição de originais, revisão tipográfica e encaminhamento para impressão; DIVULGAÇÃO: Controle de estoques das publicações, promoção das publicações, expedição das publicações, elaboração de cadastro de instituições e pessoas físicas. </li></ul><ul><li>Definição :Promoção das atividades e acervo da biblioteca, por meio da elaboração de notícias ou publicações pertinentes. </li></ul>
  23. 23. Biblioteca Universitária Padrões de qualidade do Mec <ul><li>Nos padrões de qualidade do MEC a biblioteca constitui-se em uma unidade de análise no item infra-estrutura e equipamentos dos cursos, o que demonstra sua avaliação somente como instalação e não com uma função acadêmica e pedagógica. </li></ul><ul><li>São considerados os seguintes indicadores: </li></ul><ul><li>Acervo de livros(formação básica e específica) o acervo deve ser adequado em quantidade, pertinência, relevância acadêmico-científica e atualização, segundo o projeto pedagógico do curso </li></ul><ul><li>Acervo de periódicos e bases de dados; </li></ul><ul><li>área física; </li></ul><ul><li>organização do acervo e formas de acesso; </li></ul><ul><li>recursos humanos; </li></ul><ul><li>Informatização; </li></ul><ul><li>produtos e serviços; </li></ul><ul><li>política de atualização e expansão; </li></ul>
  24. 24. Biblioteca Universitária Padrões de qualidade do Mec <ul><li>O art. 4 º da Lei n º 10.861/2004 define que a avaliação dos cursos de graduação tem por objetivo &quot;identificar as condições de ensino oferecidas aos estudantes, em especial as relativas ao perfil do corpo docente, às instalações físicas e a organização didático-pedagógica </li></ul><ul><li>1) Autorização </li></ul><ul><li>2) Reconhecimento </li></ul><ul><li>3) Recredenciamento </li></ul>
  25. 25. Biblioteca Universitária Padrões de qualidade do Mec Caso não consiga visualizar este e-mail, clique aqui Não deseja mais receber nossas mensagens? Cancele o recebimento aqui.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        
  26. 26. Biblioteca Universitária Padrões de qualidade do Mec Caso não consiga visualizar este e-mail, clique aqui Não deseja mais receber nossas mensagens? Cancele o recebimento aqui.                                                                                                                                           PORTARIA No-1.567, DE 22 DE OUTUBRO DE 2009. A Secretária de Educação Superior, usando da competência que lhe foi conferida pelo Decreto no 5.773, de 9 de maio de 2006, alterado pelo Decreto 6.303, de 12 de dezembro de 2007, tendo em vista o Relatório SESu/DESUP/COREG no 295/2009, da Diretoria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, conforme consta do Processo no 23000.013673/2002-03, Registro SAPIEnS no 707556, do Ministério da Educação, resolve: Art. 1o Indeferir o pedido de autorização do curso de Direito, bacharelado, pleiteado pela Faculdade Atual, na Avenida Mendonça Furtado, nº 1.220, bairro Santa Rita, na cidade de Macapá, no Estado do Amapá, mantida por Motinha & CIA Ltda., com sede na cidade de Macapá, no Estado do Amapá. Art. 2o Esta Portaria entra em vigor na data de sua pu- blicação.    DOU 27/10/2009                                                                                            
  27. 27. Biblioteca Universitária ISO 9001 <ul><li>ISO 9001 – Sistema de gerenciamento da qualidade – requisitos </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>É um conjunto de elementos que estão inter-relacionados ou em interação para a melhoria continua de processos internos e serviços prestados, de forma a garantir aos clientes níveis adequados de qualidade </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Objetivos: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Melhorar continuamente o desempenho da organização, considerando as necessidades das partes interessadas (mantenedores, clientes, empregados e fornecedores). </li></ul><ul><li>Recurso necessários :   Humanos    Infra-Estrutura  Ambiente </li></ul><ul><li>de trabalho </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>; </li></ul>
  28. 28. Biblioteca Universitária ISO 9001 <ul><li>Quais as vantagens de se obter a certificação ISO? </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Mostrar para o cliente que a qualidade da organização foi avaliada por uma entidade independente reconhecida por um organismo nacional. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Etapas necessárias para a certificação: </li></ul><ul><li>  Comprometimento da direção/diretoria   </li></ul><ul><li>Identificar os processos necessários para o sistema de gestão da qualidade e sua aplicação por toda a organização </li></ul><ul><li>  Realização de diagnóstico dos vários setores da biblioteca </li></ul><ul><li>  Elaboração e divulgação da política de qualidade </li></ul><ul><li>  Envolvimento de pessoas </li></ul><ul><li>  Treinamento </li></ul><ul><li>  Elaboração do manual de qualidade </li></ul><ul><li>Foco no cliente </li></ul><ul><li>  Melhoria Contínua   </li></ul>
  29. 29. Biblioteca Universitária A qualidade também pode ser alcançada pelo 5S <ul><li>O 5S é um sistema organizador, mobilizador e transformador de pessoas e organizações, têm sua origem nas iniciais das palavras japonesas seiri, seiton,seiso, seiketsu, shitsuke. </li></ul><ul><li>Em português são conhecidos como os sensos de: </li></ul><ul><li>utilização, organização, limpeza,saúde e autodisciplina. </li></ul><ul><li>Fonte: VANTI, Nadia. Ambiente de qualidade uma biblioteca universitária: aplicação do 5S </li></ul><ul><li>estilo participativo administração. Ci. Inf ., Brasília, v. 28, n. 3, p. 333-339, set./dez. 1999 </li></ul>
  30. 30. Biblioteca Universitária E o bibliotecário ? Qual o perfil desejado ? <ul><li>  </li></ul><ul><li>Conhecedor das bases teóricas da Biblio e CI </li></ul><ul><li>Senso de organização </li></ul><ul><li>Cultura geral </li></ul><ul><li>Empreendedor </li></ul><ul><li>Negociador </li></ul><ul><li>Conhecedor da literatura dos cursos ministrados pela instituição </li></ul><ul><li>Ser capaz de prover treinamento e orientação sobre o manuseio das obras e bases de dados </li></ul><ul><li>Ter conhecimento das bases de dados nas áreas de interesse dos cursos da instituição </li></ul><ul><li>Dominar tecnologias da informação </li></ul><ul><li>Incentivador da pesquisa científica </li></ul><ul><li>Ser capaz de trabalhar em equipe </li></ul><ul><li>Disseminar conhecimento com os colegas e usuários </li></ul><ul><li>Conhecer regras do MEC </li></ul><ul><li>Comunicativo  </li></ul>
  31. 31. CONCLUSÃO <ul><li>Que a biblioteca universitária exerça influência ativa e dinâmica no ambiente acadêmico; </li></ul><ul><li>Seja agente de disseminador da informação </li></ul><ul><li>Acompanhe o projeto pedagógico dos cursos; </li></ul><ul><li>Promova o desenvolvimento da pesquisa; </li></ul><ul><li>Atenda às expectativas de seus usuários ( professores e alunos). </li></ul>
  32. 36. <ul><li>Biblioteca Universitária - Exercício de fixação </li></ul><ul><li>O processo de desenvolvimento da coleção de materiais informacionais, de forma coerente e uniforme, torna-se suporte para todas as áreas do conhecimento, em especial no contexto da biblioteca universitária. O caráter administrativo desse </li></ul><ul><li>processo compete ao bibliotecário dos serviços de: </li></ul><ul><li>A) aquisição. </li></ul><ul><li>B) apoio ao usuário. </li></ul><ul><li>C) referência. </li></ul><ul><li>D) processamento técnico. </li></ul><ul><li>Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (2002) </li></ul>

×