POP e OP ARTE
ARTE POP
POP ART 
WHAMM! Com um estrondo, os quadros 
derivados de história em quadrinhos de 
Roy Lichtenstein tomaram como alvo 
d...
Com raízes no dadaísmo de Marcel 
Duchamp, a pop art ( arte pop) começou a 
tomar forma no final da década de 1950, 
quand...
E as obras... 
Representavam, assim, os componentes 
mais ostensivos da cultura popular, de 
poderosa influência na vida c...
Objetivo da Pop Art 
Crítica irônica do bombardeamento da 
sociedade capitalista pelos objetos de 
consumo da época.
• Richard Hamilton é considerado o “ Pai da 
Pop Art” 
Richard Hamilton, O que exatamente torna os lares 
de hoje tão dife...
Sobre a imagem anterior... 
• A colagem do interior de uma casa dos 
anos de 1950 é um marco da arte pós-guerra. 
• Observ...
Andy Warhol é considerado o papa da Pop 
Art. 
Um de seus quadros mais famosos 
Marilyn Monroe, estampa várias capas de 
c...
Andy também foi financiador e mentor 
intelectual da banda 
The Velvet Underground (A-do-rO) e a 
sua bananinha, portanto,...
• Pilares da National Gallery, em Edimburgo, na Escócia, foram 
cobertos com latas de sopa Campbell gigantes que inspirara...
Outro pintor, e creio que o mais pop das 
pop arts é o Roy Lichtenstein, que faz 
quadros como histórias em quadrinho, 
co...
“
OP ARTE
Característica fundamental: valorização do 
impacto sensorial, sobre a vista do observador, 
causado pela sensação de movi...
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
POP e OP ARTE
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

POP e OP ARTE

5.221 visualizações

Publicada em

POP e OP ARTE

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.221
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.316
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

POP e OP ARTE

  1. 1. POP e OP ARTE
  2. 2. ARTE POP
  3. 3. POP ART WHAMM! Com um estrondo, os quadros derivados de história em quadrinhos de Roy Lichtenstein tomaram como alvo direto a arte abstrata dos anos cinquenta.
  4. 4. Com raízes no dadaísmo de Marcel Duchamp, a pop art ( arte pop) começou a tomar forma no final da década de 1950, quando alguns artistas, após estudar os símbolos e produtos do mundo da propaganda nos Estados Unidos, passaram a transformá-los em tema de suas obras.
  5. 5. E as obras... Representavam, assim, os componentes mais ostensivos da cultura popular, de poderosa influência na vida cotidiana na segunda metade do século XX.
  6. 6. Objetivo da Pop Art Crítica irônica do bombardeamento da sociedade capitalista pelos objetos de consumo da época.
  7. 7. • Richard Hamilton é considerado o “ Pai da Pop Art” Richard Hamilton, O que exatamente torna os lares de hoje tão diferentes, tão atraentes?
  8. 8. Sobre a imagem anterior... • A colagem do interior de uma casa dos anos de 1950 é um marco da arte pós-guerra. • Observe a inscrição Pop no pirulito.
  9. 9. Andy Warhol é considerado o papa da Pop Art. Um de seus quadros mais famosos Marilyn Monroe, estampa várias capas de comunidades do orkut.
  10. 10. Andy também foi financiador e mentor intelectual da banda The Velvet Underground (A-do-rO) e a sua bananinha, portanto, protagoniza a capa de um dos CDs.
  11. 11. • Pilares da National Gallery, em Edimburgo, na Escócia, foram cobertos com latas de sopa Campbell gigantes que inspiraram a obra do artista plástico e cineasta norte-americano Andy Warhol. As colunas foram decoradas para promover a exposição que marca os 20 anos da morte do artista.
  12. 12. Outro pintor, e creio que o mais pop das pop arts é o Roy Lichtenstein, que faz quadros como histórias em quadrinho, com direito a onomatopéias e tudo mais.
  13. 13.
  14. 14. OP ARTE
  15. 15. Característica fundamental: valorização do impacto sensorial, sobre a vista do observador, causado pela sensação de movimento, pelo ritmo e pelas vibrações criadas pela composição, principalmente quando ele muda seu ângulo de observação da obra.

×