Isoladas de História (01)

3.018 visualizações

Publicada em

Isoladas de História (01)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.018
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.563
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Isoladas de História (01)

  1. 1. ISOLADAS DE HISTÓRIA (01) PROF. CARLOS BIDU
  2. 2. POR QUE HISTÓRIA????
  3. 3. “[...] devemos sempre nos lembrar de que cada homem, num certo sentido, representa toda a humanidade e sua história. O que foi possível na história da raça humana em grande escala é também possível em pequena escala em cada indivíduo. Aquilo de que a humanidade precisou pode um dia também ser necessário ao indivíduo [...].” (Jung, 1974).
  4. 4. A história da raça humana é a história da nossa vida através do tempo, e a nossa vida atual reflete nossa vida coletiva.Refletir sobre a história da humanidade e da própria vida propicia compreender parte da inquietação na busca de significado de tudo o que se experimenta.
  5. 5. Quando estudamos algum fato histórico no Brasil ou no mundo, do passado ou do presente, às vezes nos perguntamos: O que tudo isso tem a ver com a gente? Qual a relação que existe entre o(s) fato(s) histórico(s) estudado(s) e, o Brasil em pleno século XXI? Ora, tudo isso diz respeito na medida em que herdamos de outros povos sua cultura, sua influência, suas experiências, seus hábitos e costumes, suas instituições, etc.
  6. 6. A memória de um povo tem a importante função de contribuir para o sentimento de “pertencimento” a um grupo de passado comum, que compartilha memórias de acontecimentos marcantes. Ela garante o sentimento de identidade de um povo com seu país, estado, enfim com a cidade a que se pertence. HISTÓRIA /MEMÓRIA
  7. 7. “A MEMÓRIA É UMA ILHA DE EDIÇÃO” Waly Salomão
  8. 8. “Tens beleza sem rival Cultuas sempre o valor Do bravo descobridor Pascoal Moreira Cabral” Hino de Cuiabá,1962 Eis a terra das minas faiscantes, Eldorado como outros não há, Que o valor de imortais bandeirantes Conquistou ao feroz Paiaguá! Salve, terra de amor, Terra de ouro, Que sonhara Moreira Cabral! Chova o céu Dos seus dons o tesouro Sobre ti, bela terra natal! Hino de Mato Grosso
  9. 9. Pré-história
  10. 10. DIVISÃO TEMPORAL DA HISTÓRIA 1453 d. C. 1789 d. C. Arq. 500.000 aC Atualidade
  11. 11. TEORIA CRIACIONISTA DIFERENTES ORIGENS: TEORIA EVOLUCIONISTA A teoria criacionista defende a idéia de que O mundo e a humanidade são criações Divinas (criações de Deus), da mesma forma como está relatado em Gêneses, um dos livros da Bíblia que descreve a criação do mundo. Esta hipótese está fundamentada no pensamento judaico e cristão, que se baseiam na interpretação literal dos textos sagrados. A teoria evolucionista ou Darwinista foi desenvolvida por Charles Darwin e vai contra a concepção criacionista. A teoria evolucionista afirma que o homem e os demais seres vivos surgiram e se desenvolveram ao longo do tempo, partindo de organismos mais simples que foram se transformando ao longo dos tempos. Atualmente, associado as pesquisas genéticas, o evolucionismo tornou-se um dos marcos do pensamento contemporâneo.
  12. 12. Hominídeos desde 15 milhões Australopithecus 5 mlhões anos Homo hábilis 2 milhões Homo erectus 1 milhão Homo sapiens 100 mil anos Olduvai
  13. 13.  É dividido em três fases: Paleolítico, Mesolítico e Neolítico.  O ser humano foi enfrentado as barreiras da natureza e desenvolvendo as soluções do cotidiano.  Período anterior ao aparecimento da escrita, há 4.000 a.C.  Os meios de sobrevivência, eram a partir das necessidades. Desenvolvendo uma importante cultura. Pré-História
  14. 14. Cavernas Nômade Alimentos
  15. 15. Ferramentas Coletividade
  16. 16.  Também chamado de Pedra Intermediária, é um período situado entre o Paleolítico e o Neolítico.  Em algumas regiões ocorreu este período, principalmente as regiões que sofreram maiores efeitos das glaciações.  Encerrou-se com a introdução da agricultura.
  17. 17. Desenvolvimento Sedentarismo
  18. 18. Divisão de Tarefas Trabalho Especializado Artesanato Tecelagem Fabricação de alimento
  19. 19. Polimento I t e rc â n m ib o Poligamia
  20. 20. Metalurgia Rudimentar Ferro
  21. 21. A religião na PRÉ-HISTÓRIA As primeiras manifestações religiosas vão aparecer ainda na pré- história, estas, desde o início tentando dar explicações ao “desconhecido” e ao “sobrenatural”. Desta forma, acreditando já na vida pós-morte, os homens passaram a cultuar deuses. Inicialmente, os primeiros deuses a serem cultuados eram ligados a elementos da natureza: animais, plantas, água, fogo, a lua, o sol e constelações eram adoradas em diversas manifestações religiosas. As manifestações religiosas podem ser: Politeísta: Cultuam vários deuses. Monoteísta: cultua apenas um deus. Ateísta: Não acredita em deus ou deuses.
  22. 22. artes
  23. 23. Consideramos como arte pré-histórica todas as manifestações que se desenvolveram antes do surgimento das primeiras civilizações e portanto antes da escrita. No entanto isso pressupõe uma grande variedade de produção, por povos diferentes, em locais diferentes, mas com algumas características comuns. O homem introduz duas revoluções nos costumes: enterrar seus mortos e fazer pinturas.
  24. 24. A pintura pré-histórica recebeu o nome de arte rupestre ou parietal pelo fato de ter se desenvolvido quase que exclusivamente em paredes de pedra, no interior de cavernas e grutas. PINTURA
  25. 25. A princípio retratavam cenas envolvendo principalmente animais, homens e mulheres e caçadas, existindo ainda a pintura de símbolos, com significado ainda desconhecido. Essa fase inicial é marcada pela utilização principalmente do preto e do vermelho e é considerada portanto como naturalista.
  26. 26. ESCULTURA
  27. 27. As figuras femininas foram mais numerosas, sem dúvida à sua clara relação com o culto à fecundidade e mostram uma desproporção deliberada entre os genitais e as demais partes do corpo. Essas estatuetas são conhecidas entre os especialistas como Vênus.
  28. 28. FERRAMENTAS
  29. 29. Fim da Pré- história Início da História
  30. 30. AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES
  31. 31. O CULTIVO DA TERRA PERMITIU QUE AS SOCIEDADES PRODUZISSEM MAIS ALIMENTOS. COM ISSO, A POPULAÇÃO HUMANA CRESCEU MAIS RAPIDAMENTE
  32. 32. A CONSEQUÊNCIA DO AUMENTO DA POPULAÇÃO FOI A NECESSIDADE DE AMPLIAR AS ÁREAS CULTIVADAS E DESENVOLVER NOVAS TÉCNICAS PARA MELHORAR A PRODUTIVIDADE DO SOLO.
  33. 33. AS PEQUENAS COMUNIDADES E ALDEIAS COMEÇARAM A SE UNIR PARA CONSTRUIR SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO E APROVEITAR MELHOR AS MARGENS FÉRTEIS DOS RIOS. A UNIÃO DAS ALDEIAS PROVOCOU A FORMAÇÃO DE CIDADES.
  34. 34. AS PRIMEIRAS CIDADES FORMARAM-SE NAS PROXIMIDADES DE GRANDES RIOS, POIS A ÁGUA ERA ESSENCIAL Á AGRICULTURA.
  35. 35. O SURGIMENTO DAS CIDADES INDICAVA O NASCIMENTO DAS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES FLUVIAIS.
  36. 36. NO VALE DO RIO NILO, AS CIDADES EGIPCIAS
  37. 37. ENTRE OS RIOS TIGRES E EUFRATES, AS CIDADES DOS DIFERENTES POVOS MESOPOTÂMICOS
  38. 38. DIFERENTEMENTE DOS AGRUPAMENTOS HUMANOS ANTERIORES (AS ALDEIAS NEOLÍTICAS) AS CIDADES TINHAM DUAS CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: A DIVISÃO SOCIAL DO TRABALHO E CENTRALIZAÇÃO POLÍTICA.
  39. 39. CIDADE-ESTADO • Cidade-Estado é um país com sua extensão restrita apenas àquela cidade. Lugar onde a vida e o controle políticos estão centralizados numa única cidade, COM GOVERNANTE DEFINIDO, DEUS PROTETOR E DIVISÃO SOCIAL.
  40. 40. O COMÉRCIO E A DIVISÃO DO TRABALHO
  41. 41. A MAIOR PARTE DA POPULAÇÃO DA CIDADE TRABALHAVA NA AGRICULTURA E NA CRIAÇÃO DE ANIMAIS.
  42. 42. A CONSTRUÇÃO DE SISTEMA DE IRRIGAÇÃO AJUDOU NA PRODUÇÃO DE MAIS ALIMENTOS DO QUE O NECESSÁRIO PARA O CONSUMO.
  43. 43. ESSES EXCEDENTES PUDERAM SER TROCADOS COM OS EXCEDENTES DE OUTROS POVOS, DANDO ORIGEM AO COMÉRCIO
  44. 44. ESSA GRANDE QUANTIDADE DE ALIMENTOS TAMBÉM DEU PARA ABASTECER UM GRUPO DE TRABALHADORES QUE DEDICAVA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (MÉDICOS, SOLDADOS, SACERDOTES) OU FABRICAÇÃO DE OBJETOS ( CERÂMICA, INSTRUMENTO DE METAL, TECIDOS).
  45. 45. A ESPECIALIZAÇÃO DO TRABALHO PERMITIU DUAS INOVAÇÕES TÉCNICAS MUITO IMPORTANTES: A CONFECÇÃO DE TECIDOS E A CERÂMICA.
  46. 46. A CENTRALIZAÇÃO POLÍTICA
  47. 47. COM O DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA E O AUMENTO POPULACIONAL, FOI PRECISO ORGANIZAR MELHOR O TRABALHO NA SOCIEDADE.
  48. 48. ESSA COORDENAÇÃO ERA FEITA PELA FAMÍLIA MAIS PODEROSA, QUE PASSAVA A CONTROLAR A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS E A CONSTRUÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS.
  49. 49. O CHEFE DESSA FAMÍLIA PASSAVA ENTÃO A SER UM REI.
  50. 50. LEMBRANDO: No mundo antigo, a religião e a política entrelaçavam-se. O PODER ERA CENTRALIZADO E LEGITMADO COM O APOIO RELIGIOSO
  51. 51. SURGIU ENTÃO UMA ORGANIZAÇÃO DE PESSOAS COM PLENA AUTORIDADE SOBRE A POPULAÇÃO, QUE PODIAM, POR EXEMPLO, CRIAR E COBRAR IMPOSTOS, ORGANIZAR A DEFESA, FAZER AS LEIS E JULGAR OS CRIMES.
  52. 52. UM DOS PRINCIPAIS RESULTADOS DO SURGIMENTO DAS CIDADES FOI O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA POR VOLTA DE 4000 a.C.ISSO SE DEVEU A VÁRIOS FATORES.
  53. 53. A NECESSIDADE DE CONTABILIZAR OS PRODUTOS COMERCIALIZADOS E OS IMPOSTOS ARRECADADOS PELOS SERVIDORES DO REI.
  54. 54. O LEVANTAMENTO DA ESTRUTURA DAS OBRAS, QUE EXIGIU A CRIAÇÃO DE UM SISTEMA DE SINAIS NÚMERICOS, PARA A REALIZAÇÃO DOS CÁLCULOS GEOMETRICOS.
  55. 55. COM A ESCRITA, O SER HUMANO CRIOU TAMBÉM UMA FORMA DE REGISTRAR SUAS IDEIAS E DE SE COMUNICAR Á DISTÂNCIA, TANTO NO TEMPO QUANTO NO ESPAÇO.
  56. 56. Sociedades do antigo oriente Fenícios, Persas e Hebreus
  57. 57. OS FENÍCIOS: • Atual Líbano; • Descentralização política; • Cidades-Estado(Ugarit, Biblos, Sidon, Tiro); • Comércio, navegação e pirataria; • Fundação de colônias no Mar Mediterrâneo: – Cartago (TUN); – Cádiz e Málaga (ESP); – Palermo (ITA); • Maior legado: ALFABETO.
  58. 58. Os maiores comerciantes marítimos da Antiguidade
  59. 59. > Localização da Fenícia em relação ao Mar Mediterrâneo
  60. 60. Principais fatores que justificam o êxito dos fenícios no comércio marítimo:
  61. 61.  A escassez de terras férteis;  A proximidade do Mar Mediterrâneo (encruzilhada de rotas comerciais);  Bons portos naturais (litoral recortado);  A abundância de madeira para a indústria naval, etc. Floresta de cedros Barco fenício
  62. 62. 3. Organizados politicamente em Cidades-Estado Ruínas de Ugarit, Sídon e de Tiro
  63. 63. > Cartago: a mais importante colônia fenícia
  64. 64. 4. O alfabeto fonético – o maior legado cultural
  65. 65. 5. Religião politeísta: cada Cidade-Estado possuía seu Deus (Baal)
  66. 66. > O comércio, base da economia, permitia a mobilidade social. A arte do comércio entre os fenícios
  67. 67. Civilização Persa > Um dos maiores impérios da Antiguidade. Ruínas de Persépolis
  68. 68. OS PERSAS: • Atual IRÃ; • Maior império da Antigüidade Oriental; • Ciro e Cambises: conquistas territoriais; • Dario I – auge; – Divisão em províncias chamadas SATRÁPIAS; – 1ª moeda internacional – DÁRICO; – Rede de estradas e comunicações desenvolvidas; • Xerxes – decadência (Guerras Médicas); CIRO
  69. 69. O IMPÉRIO PERSA
  70. 70. > A tradição de respeitar a cultura e os costumes dos povos submetidos Os soldados imortais Mosaico representando Dario I
  71. 71. Ruínas do palácio de Dario I, em Persépolis
  72. 72. Civilização Hebraica Primeiro povo monoteísta da História Através da crença no deus único ( lavé ), forneceu fundamentos religiosos para a formação do cristianismo e do islamismo.
  73. 73. Períodos da evolução política: Governo dos Patriarcas ( 1800 – 1200 a.C.) • Chegaram à Palestina, chefiados por Abraão ( pastores nômades);
  74. 74. Emigraram ( 1750 a.C.) para o Egito, devido a uma grande seca; • Perseguidos e escravizados pelos egípcios, foram reconduzidos à Palestina sob o comando de Moisés ( Êxodo );
  75. 75. Rota do Êxodo hebreu
  76. 76. No Monte Sinai, Moisés recebe de Iavé (Jeová) as tábuas contendo os Dez Mandamentos
  77. 77. FILMES

×