Pes brigada militar

1.751 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
390
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pes brigada militar

  1. 1. CEPGESP 2000 APRESENTADO NO
  2. 2. INTRODUÇÃO
  3. 3. Justificativas Relevância aos rumos da instituição Ineditismo Caráter controverso Diferentes visões CENÁRIOS Real Possível Imaginário Presente Futuro
  4. 4. Postura fundamentada Mutações emergentes Prisma científico Questões de insegurança Clamor público O que se pretende com o trabalho? Rumo estratégico da BM 1 Reflexão
  5. 5. Análise da Realidade Pesquisa consistente Participação do público Interno e externo 2 Referencial Confiável
  6. 6. Realidade contemporânea Filosofia Institucional Metodologia científica Plano Estratégico Comprometimento Sobrevivência 3 Desenvolvimento BM
  7. 7. Fundamentação Teórica
  8. 8. Origem e desenvolvimento histórico das Estratégias. <ul><li>Arte da sobrevivência </li></ul><ul><li>Arte do General </li></ul><ul><li>Arte da Guerra </li></ul><ul><li>Arte para a organizar a sociedade </li></ul><ul><li>Arte de visão de futuro econômico </li></ul><ul><li>Arte política de equilibrar relações, disciplinar e evitar conflitos. . </li></ul>
  9. 9. “ Desde a sua origem, aproximadamente há 500 a.C. , o conceito de estratégia sempre esteve associado à visão militar.[...] e ao longo dos anos, através de diversos estudos, foi-se criando uma arte ou mesmo uma idéia de ciência com o propósito de elaborar planos de guerra. Motta (1991) Estratégia
  10. 10. “ A estratégia, arte do general passa para o domínio político, como a arte de conduzir a Política de Estado em busca do objetivo visado por essa política, ganhando amplitude como a arte do estadista.” Clausewitz Estratégia
  11. 11. <ul><li>“ É o processo através do qual a empresa se mobiliza para atingir o sucesso e construir o seu futuro, por meio de um comportamento pró-ativo, antecipando-se e prevenindo eventuais surpresas do mercado, considerando seu ambiente atual e futuro.” Sampaio (1997) </li></ul>Planejamento estratégico “ É uma ferramenta que deve ser utilizada com o propósito de gerenciamento das organizações para cumprir a missão e estabelecer-se no mercado, para perenizar a sua marca firmada nos princípios e objetivos.” Oliveira (1999)
  12. 12. <ul><li>“ É o resultado final de um conjunto de atividades ou produto final do gerenciamento pelo planejamento estratégico, cujo ponto de partida é a identificação das aspirações e de chegada dos orçamentos. </li></ul><ul><li>Hartmann (1998) </li></ul>Plano Estratégico
  13. 13. Correntes do pensamento estratégico atuais Carlos Matos Militar
  14. 14. Níveis de planejamento ESTRATÉGICO Alta Direção TÁTICO OPERACIONAL E PIRÂMIDE ORGANIZACIONAL
  15. 15. Roteiro da elaboração do planejamento estratégico FILOSOFIA Estratégias Análise do Cenário Ambiente Interno Ambiente externo âmbito da organização Filosofia Políticas Objetivos Vasconcelos & Machado (1979) Hill & Jones (1998)
  16. 16. Aspectos filosóficos do Plano Estratégico O que somos? - Visão O que queremos? - Missão Como vamos fazer? - Princípios
  17. 17. Política organizacional “ São parâmetros ou orientações que facilitam a tomada de decisão. Podem refletir e interpretar os objetivos como estabelecem os limites ao planejamento estratégico.” Oliveira (1999)
  18. 18. Análise do Cenário
  19. 19. <ul><li>“ ...verifica-se a inexistência de planos de ação, quer das forças legais, quer dos revolucionários. As decisões eram tomadas ao calor dos fatos, ao sabor dos acontecimentos, na hora H, dependendo quase sempre o seu sucesso do maior ou menor senso tático, por vezes arrojado , dos Chefes militares ou caudilhos. </li></ul><ul><li>Mariante (1972) </li></ul>
  20. 20. METODOLOGIA
  21. 21. Procedimentos de coleta de dados Diretores Chefes Cmt Aplicação dos questionários Entrevistas Cmt Gerais Atual e Pretéritos Autoridades Pré-teste Análise dos dados 10 6 5 5 29 30 8 7 8 7
  22. 22. Método de análise Coleta Questionário Entrevistas Subsídios Quantitativos Qualitativos Análise de Conteúdo Pré-análise Exploração do material Interpretação dos dados Levantamento Cea D’Ancona Temático Bardin
  23. 23. Validação do estudo Dados Triangulação Metodológica De sujeitos Diferentes instrumentos de coleta de dados * Questionário * Entrevista 1 * Entrevista 2 * Cmt Gerais * Autoridades * Diretores * Chefes * Cmt * Diferenciação de instrumentos * Diferenciação de métodos
  24. 24. ANÁLISE E DISCUSSÃO
  25. 25. Questão Norteadora - 1 Momento atual
  26. 26. Níveis de planejamento presentes nos planos de comando da BM Diretores, Chefes e Cmt OPM Fonte: Questionário - Anexo “A” 1 QN 1 - Questão Instrumental I
  27. 27. A missão legal expressando a razão de ser da Brigada Militar Fonte:Questionário Anexo “A” QN 1- Questão Instrumental II 2 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  28. 28. A missão legal da Brigada Militar expressando as aspirações da comunidade Fonte:Questionário Anexo “A” QN 1- Questão Instrumental II 3 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  29. 29. A filosofia atual da Brigada Militar contempla as aspirações institucionais? Fonte: Questionário Anexo “A” QN 1 - Questão Instrumental III 4 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  30. 30. A filosofia atual da Brigada Militar contempla as aspirações da Comunidade? Fonte: Questionário Anexo “A” QN 1- Questão Instrumental III 5 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  31. 31. A política atual da Brigada Militar contempla as aspirações institucionais? QN 1 - Questão Instrumental IV Fonte: Questionário Anexo “A” 6 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  32. 32. A política atual da Brigada Militar contempla as aspirações da Comunidade? QN 1 - Questão Instrumental IV Fonte: Questionário Anexo “A” 7 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  33. 33. Pontos fortes da Brigada Militar QN 1 - Questão Instrumental V Fonte: Entrevista Anexo “B” 8 Cmt Gerais
  34. 34. Pontos fracos da Brigada Militar QN 1 - Questão Instrumental V Fonte: Entrevista Anexo “B” 9 Cmt Gerais
  35. 35. Questão Norteadora - 2 Conhecimento do Planejamento
  36. 36. Conhecimento da metodologia do planejamento QN 2 - Questão Instrumental VI Fonte: Questionário - Anexo “A” 10 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  37. 37. Conhecimento sobre a existência de plano estratégico atual na Brigada Militar QN 2 - Questão Instrumental VII Fonte: Questionário - Anexo “A” 11 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  38. 38. Conhecimento da visão estratégica atual da Brigada Militar QN 2 - Questão Instrumental VIII Fonte: Questionário - Anexo “A” 12 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  39. 39. Conhecimento dos objetivos a curto,médio e longo prazo constantes nos planos da Brigada Militar Fonte: Questionário - Anexo “A” 13 QN 2 - Questão Instrumental IX Diretores, Chefes e Cmt OPM
  40. 40. Óbices que dificultam a implementação do plano estratégico da Brigada Militar Fonte: Entrevista - Anexo “B” 14 QN 2 - Questão Instrumental X Cmt Gerais
  41. 41. Compatibilidade entre o planejamento atual e a realidade operacional da Brigada Militar QN 2 - Questão Instrumental XI Fonte: Questionário - Anexo “A” 15 Diretores, Chefes e Cmt OPM
  42. 42. Questão Norteadora - 3 Momento Futuro
  43. 43. Princípios filosóficos que devem fundamentar o plano estratégico da BM QN 3 - Questão Instrumental XII Fonte: Questionário e Entrevistas ( Anexos “A”, “B”e “C” ) 16 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  44. 44. Políticas que devem ser contempladas no plano estratégico da BM QN 3 - Questão Instrumental XIII Fonte: Questionário e Entrevistas (Anexos “A”, “B”e “C”) 17 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  45. 45. Objetivos a curto prazo que devem ser formulados no plano estratégico da BM QN 3 - Questão Instrumental XIV Fonte: Questionário e Entrevistas (Anexos “A” ,“B”e “C”) 18 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  46. 46. Objetivos a médio prazo que devem ser formulados no plano estratégico da BM QN 3 - Questão Instrumental XIV Fonte: Questionário e Entrevistas (Anexos “A”, “B”e “C”) 19 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  47. 47. Objetivos a longo prazo que devem ser formulados no plano estratégico da BM QN 3 - Questão Instrumental XIV Fonte: Questionário e Entrevistas (Anexos “A”, “B”e “C”) 20 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  48. 48. Necessidades que devem ser priorizadas no plano estratégico da BM QN 3 - Questão Instrumental XV Fonte: Questionário e Entrevistas (Anexos “A”, “B”e “C”) 21 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  49. 49. Espaço temporal ideal aos objetivos constantes do plano estratégico da Brigada Militar QN 3 - Questão Instrumental XVI Fonte: Entrevista - Anexo “C” 22 Autoridades
  50. 50. Questão Norteadora - 4 Afirmação
  51. 51. O plano estratégico como ferramenta de gestão eficaz para atingir os objetivos Institucionais da BM QN 4 - Questão Instrumental XVII Fonte: Questionários (Anexo “A”) e Entrevistas (Anexo “B”e “C”) 23 Cmt Gerais, Autoridades e Dir, Ch e Cmt OPM
  52. 52. CONCLUSÕES
  53. 53. Dimensões Evidenciadas POLITICAS PRINCIPIOS OBJETIVOS AÇÕES REFERENCIAL TEÓRICO QUESTIONÁRIO ENTREVISTAS QUADROS TABELAS GRÁFICOS PLANO ESTRATÉGICO EFICAZ GERENCIAMENTO BRIGADA MILITAR da OBJETIVO
  54. 54. Trabalhos desenvolvidos nos cursos da BM Fonte: IPBM 9 Marketing 8 Ensino 4 Polícia Comunitária 3 Quebra da disciplina 9 RH 9 Disciplina 2 Desmonte /estrutura 2 Visão 2 Eficiência/ eficácia 1 Espírito de corpo 5 Doutrina 9 Formação
  55. 55. SUGESTÕES
  56. 56. Sugestão I <ul><li>Construção e implementação do plano estratégico da BM: </li></ul><ul><ul><li>que contemple: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>As Políticas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Os objetivos: curto, médio e longo prazo. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>e espelhe: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>os princípios </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>e a visão institucional, </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>adequando ao: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>cenário estimativo presente e perspectivo futuro. </li></ul></ul></ul>
  57. 57. Sugestão II <ul><li>Criação de uma Assessoria de Planejamento Estratégico </li></ul><ul><ul><li>Vinculada ao Comandante Geral da BM </li></ul></ul><ul><ul><li>Afim de assegurar: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Assessoramento </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Acompanhamento sistemático, contínuo e permanente dos cenários evolutivos. </li></ul></ul></ul>Resultantes das ameaças, oportunidades, pontos fortes e fracos, constituintes do ambiente que a Corporação se insere.
  58. 58. Sugestão III <ul><li>Capacitar os dirigentes da BM, em todos os níveis, com vista a desenvolver: </li></ul><ul><ul><li>uma nova cultura de planejamento </li></ul></ul><ul><ul><li>que resulte numa nova política de administração </li></ul></ul><ul><ul><li>voltada ao gerenciamento técnico –científico, equilibrado e responsável. </li></ul></ul>
  59. 59. Sugestão IV <ul><li>Compatibilizar os atuais planejamentos existentes com a realidade operacional da Brigada Militar institucionalizando: </li></ul><ul><ul><li>os programas </li></ul></ul><ul><ul><li>os projetos </li></ul></ul><ul><ul><li>as ações de interesse da Corporação </li></ul></ul>Promovendo uma unidade de pensamento que estabeleça uma visão e políticas organizacionais.
  60. 60. Sugestão V <ul><li>Aproveitar os trabalhos já realizados nas várias áreas do conhecimento que hoje estão armazenadas no IPBM e na Biblioteca da APM, </li></ul><ul><ul><li>para que sirvam de subsídios para os processos de implementação do plano estratégico da Brigada Militar, </li></ul></ul><ul><ul><li>em razão da riqueza intrínseca de seus conteúdos e </li></ul></ul><ul><ul><li>pelo vínculo associativo e interativo com os objetivos organizacionais. </li></ul></ul>
  61. 61. “ Aos seres humanos está reservado dois caminhos: unirem-se e fazerem a história, ou passar à sombra dela.” Dal Piero.

×