Texto pôster científico

50.623 visualizações

Publicada em

2 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
50.623
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.292
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
707
Comentários
2
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Texto pôster científico

  1. 1. Volume01Outubro 2008 Pôster Manual de Publicações Científicas Prof.ª Ms. Izabel Lamenha
  2. 2. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 SUMÁRIO1 APRESENTAÇÃO...................................................................................... 032 CONSIDERAÇÕES SOBRE UM PÔSTER .................................................. 052.1 O PÔSTER DEVE .................................................................................... 062.2 PLANEJAMENTO DO PÔSTER .............................................................. 062.3 A CONCEPÇÃO TRADICIONAL DO PÔSTER ...................................... 072.4 CONCEPÇÃO VISUAL DO PÔSTER ..................................................... 072.5 NO PÔSTER É RECOMENDÁVEL .......................................................... 083 ELABORANDO UM PÔSTER ................................................................... 093.1 PREPARAÇÃO DO CONTEÚDO .......................................................... 10 3.1.1 PÔSTER não é PAPER ........................................................................ 113.1.2 Tabelas e gráficos ............................................................................ 123.2 DIAGRAMAÇÃO .................................................................................. 133.2.1 Observe a HIERARQUIA .................................................................... 133.2.2 Elementos de identificação ........................................................... 143.2.3 Destaques .......................................................................................... 163.2.4 Espaçamentos .................................................................................. 173.2.5 Revisão ............................................................................................... 183.2.6 Fonte .................................................................................................. 183.2.6 Espaço ............................................................................................. 21
  3. 3. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 20083.2.6 Alinhamento ...................................................................................... 233.2.7 CAIXA ALTA ou Caixa Baixa ............................................................ 233.2.8 Visual .................................................................................................. 243.3 CRITÉRIOS DE COMPOSIÇÃO ............................................................ 273.3.1 Hierarquia .......................................................................................... 313.3.2 Sobreposição .................................................................................... 313.3.3 Equilíbrio e Rotação ......................................................................... 323.3.4 Harmonia e Desarmonia ................................................................. 32
  4. 4. Curiosidade O pôster é um instrumento de publicação ecomunicação recente no meio da produção daCiência, enquanto estratégia de apresentação depesquisas em eventos científicos. Dicionário No Brasil, o dicionário Aurélio sequer menciona opôster como estratégia de divulgação da ciência(pôster. [Do ingl. poster.] S. m. 1. Cartaz de tamanho reduzido que se usa com finsdecorativos: Usa pôsteres art-nouveau na decoração doquarto. 2. Ampliação fotográfica semelhante a um pôster .
  5. 5. 1 APRESENTAÇÃO São comumente expostos em congressos e demais reuniõescientíficas, as sessões de apresentação e discussão de pôsteres nasênfases do conhecimento, entre elas, a Psicologia nas suas diversas áreasde atuação. O fato do crescimento das apresentações em pôsteres se deve,sobretudo, a dois fatores: o primeiro a característica representativa doinstrumento em possibilitar, num evento de natureza científica, acomunicação de trabalhos que envolve um grande contingente depesquisadores e a segunda por garantir a um vasto número deinteressados a leitura de novos conteúdos e achados da Ciência com oadvento das pesquisas. Quando a apresentação tem lugar em um período previamentedeterminado, nos eventos científicos, existe a possibilidade deestabelecer contatos pessoais entre pesquisadores e interessados nosconteúdos de pesquisa, originando-se “cadeias” entre cientistas cominteresses em comum. Por outro lado, mesmo na impossibilidade da presença doexpositor no local, o pôster viabiliza a comunicação de trabalhoscientíficos, por isso é importante construí-lo de forma adequada paraque no futuro gere entendimento e interesse de outros.
  6. 6. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 No entanto, não é incomum observarmos que as sessões deapresentação de pôsteres ocorrem em locais de grande concentraçãode público participantes do evento, de modo que a atenção do leitor édisputada por dezenas ou centenas de trabalhos expostos, muitas vezespor áreas ou temas. Nesse caso, o interesse do leitor deve ser despertado rapidamente,ou o pôster poderá ser lido apenas por uma restrita população jápreviamente interessada na temática apresentada.Por isso, o que vale também, além da temática relevante para o leitor, opôster deve conter elementos gráficos interessantes e chamativos, nosentido de atrair e reter a atenção do público. Com o Manual de Publicações Científicas será possível construiradequadamente um instrumento de acordo com as normas depublicações e com dicas de elaboração gráfica. Izabel Lamenha
  7. 7. 2 CONSIDERAÇÕES SOBRE UM PÔSTER O pôster é uma comunicação científica que tem o objetivo dedemonstrar as informações e dados mais relevantes da pesquisa. O pôster deverá possuir os seguintes itens:● Título do trabalho, nome(s) do(s) orientador(s) e dos demais autores;● Local onde o trabalho foi realizado;● Metodologia utilizada;● Resultados e conclusão;● Referências. Os organizadores do evento científico colocarão à disposição osespaços para afixarem os painéis, cabendo aos apresentadoresprovidenciarem o material para afixar os pôsteres, tendo, no mínimo, umdos representantes do trabalho para acompanhar e/ou permanecerjunto ao pôster durante o evento; Cada pôster ficará exposto durante os dias do evento paravisitação pública e avaliação das Comissões Julgadoras e público alvoparticipante; Todas as informações relativas, contidas na pesquisa cientifica,
  8. 8. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008deverão ser afixadas no pôster.2.1 O PÔSTER DEVE:I. Apresentar as relações identificadas nos diferentes tópicos da pesquisae de seu processo;II. Ter percurso lógico;III. Conter o texto escrito, com títulos; Imagens; Fotografias; Ilustrações;Gráficos; Diagramas; Mapas; e/ou Esquemas.2.2 PLANEJAMENTO DO PÔSTER O pôster científico geralmente segue o planejamento de umapublicação: título e autores, introdução, métodos, resultados, discussão econclusões. Embora esta estrutura seja familiar aos cientistas e leitores deciência (o que facilita a apreensão do conteúdo pelo leitor), aseqüência não precisa ser obrigatoriamente seguida, considerando-seque o instrumento pôster pode ser mais dinâmico, enquanto instrumentode comunicação. Existe uma polêmica quanto à inclusão ou não debibliografia no corpo do pôster. Alguns autores preferem utilizar melhor oespaço das referências, sugerindo que, caso indispensável, somente seja,incluídas citações essenciais, em fonte menor do que o texto. Na presente proposta de um “pôster interativo”, as referênciaspodem constar do material disponibilizado pelo autor, no momento da
  9. 9. apresentação ou estar localizadas na página da Internet citada nopôster.2.3 A CONCEPÇÃO TRADICIONAL DO PÔSTER Na ciência, não é raro observarmos que o autor encare o Pôstercomo um espaço reduzido onde um texto maior deve ser inserido. Ficasubjacente o conceito de que o Pôster, tal como um artigo científico,deva ser completo no conteúdo. Deste modo, a elaboração do Pôster passa pela redação inicial deum texto extenso, que vai sendo retalhado até caber no espaçodelimitado (que geralmente, considerando-se o tamanho da fonte paraa legibilidade do texto) inclui algo entre 400 a 600 palavras.2.4 A CONCEPÇÃO VISUAL DO PÔSTER Grandes blocos de texto geralmente tornam o Pôster complexo evisualmente menos atraente. A utilização de subtítulos e de itens podemelhorar a apresentação. Os espaços vazios podem ser tão importantesquanto os espaços de texto. Imagens podem ser incluídas com duasfinalidades.  Uma, mais direta, refere-se àquelas que são dados em si. A título de exemplo, podemos citar uma lesão cutânea
  10. 10. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 descrita, ou um aparelho apresentado.  A segunda utilização, de certa forma indireta diz respeito às imagens que são incluídas com a finalidade de despertar a atenção do leitor, como elementos de comunicação visual. Neste caso, em particular, o bom-senso irá indicar a temática e as dimensões destas ilustrações.2.5 NO PÔSTER É RECOMENDÁVEL: I. Clareza - na exposição das idéias para evitar excesso de formas e informações desnecessárias; II. Coerência argumentativa, sabendo articular forma e estrutura da escrita; III. Concisão - objetividade na construção do texto, evitando prolixidades e repetições desnecessárias.
  11. 11. 3 ELABORANDO UM PÔSTER Três passos são indissociáveis na elaboração de um PôsterCientífico: o primeiro corresponde à preparação do conteúdo, seguidosda diagramação e dos critérios de composição, que resultam, no fazer aestruturação propriamente. Antes de iniciarmos a discussão dos passos de elaboração, éimportante que o autor faça a leitura das instruções para elaboração doinstrumento de comunicação, antes de enviá-lo a um congresso. Algunseventos científicos adotam estruturas diferentes, características docontexto em que o mesmo está inserido, mas, no geral, as normas paraelaboração seguem uma padronização de conteúdo e tamanho, alémdas informações de praxe para exposição como local, fixação, horário eretirada do Pôster na Sessão de Painéis. O Pôster possui duas funções específicas compreendidas em: 1. Sintetizar informações e 2. Dados relevantes da Pesquisa
  12. 12. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 20083.1 PREPARAÇÃO DO CONTEÚDO O padrão de estrutura do Pôster segue: Título, Autores, Introdução,Referencial, Objetivos, Metodologia, Desenvolvimento e ResultadosObtidos, Considerações Finais e/ou Conclusão, finalizando com asReferências.ELEMENTO CARACTERISTICATítulo Deve ser sintético e refletir a essência do trabalhoAutores Citados por extenso, acompanhados de sua vinculaçãoIntrodução Apresenta uma visão geral do trabalho Pode ser redigido por ultimoReferencial Apresenta autores e teorias que dão subsídios ao trabalhoObjetivos Expõem claramente a finalidade do trabalho Podem ser gerais e EspecíficosMetodologia Apresenta os procedimentos de coletas e análise dos dadosDesenvolvimentoResultados Obtidos Apresenta e analisa os dados obtidosConsiderações Finais/Conclusão Confirma/refuta os objetivos do trabalhoReferências Cita autores mencionados no texto Os elementos básicos do Pôster são: Texto, Dados (tabelas,gráficos, diagramas, estatísticas) e Imagens (desenhos, fotografias eilustrações).
  13. 13. Antes de estruturar o Pôster, é recomendável fazer uma ou duaspáginas A4, fonte 10 e espaço 1½, para o texto, obedecendo àquantidade de palavras, no limite mínimo de 500 (quinhentas) palavras a1000 (mil) palavras. Desse modo, a idéia textual já estará concreta eviabilizará a aplicação nos padrões e normas do Pôster Científico. 3.1.1 PÔSTER não é PAPER Texto para paper: Nos últimos dias vovó não estava se sentindo muito bem. Na quinta-feira ela teve que ser hospitalizada, pois sentia falta de ar, quase não conseguindo respirar. Ficamos todos preocupados, já temendo o pior. Na sexta-feira o médico nos avisou que a situação não era muito boa, o que se confirmou no sábado de manhã. Depois de uma crise, vovó faleceu um pouco antes do meio dia. Depois dos procedimentos legais, foi contratada uma agência funerária que tomou todas as providências necessárias para o sepultamento. O corpo foi trasladado diretamente para a capela, onde está sendo velado, na mesma capela onde ocorreu o velório de vovô. Todos os parentes estão sendo informados do sepultamento, que deverá ocorrer às 17h 30min, no Cemitério da Santa Casa. Texto para pôster: Nos últimos dias vovó não estava se sentindo muito bem. Na quinta-feira ela teve que ser hospitalizada, pois sentia falta de ar, quase não conseguindo respirar. Ficamos todos preocupados, já temendo o pior. Na sexta-feira o médico nos avisou que a situação não era muito boa, o que se confirmou no sábado de manhã. Depois de uma crise, vovó faleceu um pouco antes do meio dia. Depois dos procedimentos legais, foi contratada uma agência funerária que tomou todas as providências necessárias para o sepultamento. O corpo foi trasladado diretamente para a capela, onde está sendo velado, na mesma capela onde ocorreu o velório de vovô. Todos os parentes estão sendo informados do sepultamento, que deverá ocorrer às 17h 30min, no Cemitério da Santa Casa.
  14. 14. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 3.1.2 Tabelas e gráficos Numa pesquisa com bastante resultados, fica sempre a dúvida doque publicar. É importante lembrar que, apenas, os gráficos e as tabelasnecessárias a conclusão devem ser colocadas, 13% 13% 1° Trim 17% 2° Trim 3° Trim 4° Trim 57%
  15. 15. 3.2 DIAGRAMAÇÃO É a distribuição de elementos gráficos e elementos textuais nasuperfície do Pôster.Qual o tamanho do Pôster? Tamanhos comuns: 90 X 90 90 cm 90 X 100 90 X 120 90 X 140 70 X 90 60 X 90 Tamanho mais utilizado 60 cm 3.2.1 Observe a HIERARQUIA TÍTULO AUTORES INSTITUIÇÃO SUBTÍTULOS TEXTO CONCLUSÕES REFERÊNCIAS
  16. 16. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 3.2.2 Elementos de identificação a) Título do trabalho Deverá ser o mais claro e objetivo possível, contendo apenas dozepalavras, seguindo normas da ABNT. b) Autores Deverão constar todos os autores, no máximo de cinco, sendo umdestes o orientador da pesquisa. Todos os autores devem vir seguidos desua Instituição. Recomendável usar o símbolo da Instituição. É importanteconstar também no campo de autores a informação de um endereçoeletrônico para cont@to. c) Subtítulos Hierarquizar o texto por meio de subtítulos torna a leitura mais fácil.Veja os exemplos a seguir:Diagramar um textoIntrodução: A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pósgraduação emSaúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivos verificar aaceitação da postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhadores nos setores de costurade uma indústria calçadista de grande porte, descrever as possíveis alterações biomecânicaspara a coluna vertebral com enfoque nas lombalgias e discutir os aspectos críticos sob o pontode vista de fadiga.Desenvolvimento: Os indicadores detectados na pesquisa se destinam a incentivar novosestudos, a fim de descobrir fatos relativos a um campo bastante dúbio e reforçar os conceitos naanálise da melhor postura de trabalho no setor de costura da indústria calçadista, visando maiorconforto e bem-estar dos trabalhadores. O trabalho busca avançar com o conhecimentocientífico e o conhecimento proveniente do senso comum, procurando trazer, para um debatemais consistente, a manifestação direta daquele que executa a atividade no setor de costura: otrabalhador.Conclusão: Os setores de produção das indústrias de calçados constituem um segmentoindustrial de relevante significado econômico e social para o Estado do Rio Grande do Sul. Porconseguinte, a sua competitividade depende, entre outros fatores, da segurança nos postos deserviço, do bem-estar postural e da adaptação das condições de trabalho às característicaspsicofisiológicas dos trabalhadores, o que também está ligado à Ergonomia e à qualidade devida do trabalhador.
  17. 17. Diagramar um textoIntroduçãoA proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduação em SaúdeColetiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivos verificar a aceitaçãoda postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhadores nos setores de costura de umaindústria calçadista de grande porte, descrever as possíveis alterações biomecânicas para acoluna vertebral com enfoque nas lombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vistade fadiga.DesenvolvimentoOs indicadores detectados na pesquisa se destinam a incentivar novos estudos, a fim de descobrirfatos relativos a um campo bastante dúbio e reforçar os conceitos na análise da melhor posturade trabalho no setor de costura da indústria calçadista, visando maior conforto e bem-estar dostrabalhadores. O trabalho busca avançar com o conhecimento científico e o conhecimentoproveniente do senso comum, procurando trazer, para um debate mais consistente, amanifestação direta daquele que executa a atividade no setor de costura: o trabalhador.ConclusãoOs setores de produção das indústrias de calçados constituem um segmento industrial derelevante significado econômico e social para o Estado do Rio Grande do Sul. Por conseguinte, asua competitividade depende, entre outros fatores, da segurança nos postos de serviço, do bem-estar postural e da adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dostrabalhadores, o que também está ligado à Ergonomia e à qualidade de vida do trabalhador.Diagramar um textoINTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃOA proposta deste estudo, Os indicadores detectados Os setores de produçãoque é uma exigência do na pesquisa se destinam a das indústrias de calçadosPrograma de Pós- incentivar novos estudos, a constituem um segmentograduação em Saúde fim de descobrir fatos industrial de relevanteColetiva na área de relativos a um campo significado econômico eatenção à saúde do bastante dúbio e reforçar social para o Estado do Riotrabalhador, tem como os conceitos na análise da Grande do Sul. Porobjetivos verificar a melhor postura de trabalho conseguinte, a suaaceitação da postura de no setor de costura da competitividade depende,trabalho de pé na indústria calçadista, entre outros fatores, dapercepção dos visando maior conforto e segurança nos postos detrabalhadores nos setores bem-estar dos serviço, do bem-estarde costura de uma indústria trabalhadores. O trabalho postural e da adaptaçãocalçadista de grande busca avançar com o das condições de trabalhoporte, descrever as conhecimento científico e às característicaspossíveis alterações o conhecimento psicofisiológicas dosbiomecânicas para a proveniente do senso trabalhadores, o quecoluna vertebral com comum, procurando trazer, também está ligado àenfoque nas lombalgias e para um debate mais Ergonomia e à qualidadediscutir os aspectos críticos consistente, a de vida do trabalhador.sob o ponto de vista de manifestação diretafadiga. daquele que executa.
  18. 18. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 Observe que o exemplo 1 (um) compromete a leitura, tornando otexto difícil e desmotivante. Portanto, adotar os exemplos 2 (dois) e 3(três) melhoram o aspecto visual, aumentam a motivação para leitura dopúblico e por fim, valorizam o texto. 3.2.3 Destaques Para que o trabalho seja atrativo, alguns destaques sãoimportantes, e devem ser feitos como é o caso da conclusão dapesquisa, muitas vezes o leitor a ler primeiro. Caso sejam interessantes osresultados, o leitor retoma a leitura desde o princípio. Portanto, destaqueas: CONCLUSÕES Na representação do texto, os destaques podem ser realizados dediversas maneiras, a única restinção diz respeito ao uso máximo de umou dois destaques por vez. Utilize DESTAQUES: “aspas” sublinhado negrito MAIÚSCULAS itálico Tamanho
  19. 19. 3.2.4 Espaçamentos No caso dos espaçamentos entre linhas, também se deve terbastante cuidado, esta organização, será imprescindível na hora que oleitor estiver apreciando o seu Pôster, podendo deixar o leitor motivado ainiciar a leitura ou desistir imediatamente dela, esta última, não pelo fatodo trabalho está mal escrito ou ruim, apenas, porque está desorganizadona sua estrutura. Observe os exemplos:A proposta deste estudo, que é uma A proposta deste estudo, que é umaexigência do Programa de Pós-graduaçãoem Saúde Coletiva na área de atenção à exigência do Programa de Pós-graduaçãosaúde do trabalhador, tem como objetivos em Saúde Coletiva na área de atenção àverificar a aceitação da postura detrabalho de pé na percepção dos saúde do trabalhador, tem como objetivostrabalhadores nos setores de costura de verificar a aceitação da postura deuma indústria calçadista de grande porte,descrever as possíveis alterações trabalho de pé na percepção dosbiomecânicas para a coluna vertebral trabalhadores nos setores de costura decom enfoque nas lombalgias e discutir osaspectos críticos sob o ponto de vista de uma indústria calçadista de grande porte,fadiga. descrever as possíveis alterações biomecânicas para a coluna vertebral com enfoque nas lombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga. Veja que o exemplo 2 (dois) com um espaçamento adequadofacilita a leitura.
  20. 20. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 3.2.5 Revisão Depois de organizar a parte textual, o autor deve fazer umarevisão, a fim de eliminar os erros gramaticais existentes no Pôster e quecomprometem inclusive, a avaliação do trabalho. REVIZÃO GRAMATICAL REVISÃO GRAMATICAL 3.2.6 Fontes Outro ponto relevante é o cuidado com as fontes, não só existeTimes New Roman, a escolha adequada também poderá apresentar,esteticamente, melhor o seu trabalho, como comprometer todo ele,revendo aquela discussão anterior do trabalho bom, no entanto, malestruturado. Observe o exemplo abaixo: No primeiro texto a escolha da fonte tornou o texto mais legível, jánão acontecendo o mesmo no segundo texto. Fontes comuns e commais legíveis nos textos são Arial, Times New Roman e Verdana.
  21. 21. A proposta deste estudo, que é uma A proposta deste estudo, que é uma exigência doexigência do Programa de Pós-graduação Programa de Pós-graduação em Saúdeem Saúde Coletiva na área de atenção à Coletiva na área de atenção à saúde dosaúde do trabalhador, tem como objetivosverificar a aceitação da postura de trabalhador, tem como objetivos verificar atrabalho de pé na percepção dos aceitação da postura de trabalho de pé natrabalhadores nos setores de costura de percepção dos trabalhadores nos setores deuma indústria calçadista de grande porte, costura de uma indústria calçadista de grandedescrever as possíveis alterações porte, descrever as possíveis alteraçõesbiomecânicas para a coluna vertebral biomecânicas para a coluna vertebral comcom enfoque nas lombalgias e discutir osaspectos críticos sob o ponto de vista de enfoque nas lombalgias e discutir osfadiga. aspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga. Mas, é bom não exagerar no uso de fontes variadas no corpo dotexto, pois isso pode prejudicar a leitura. Uma fonte para o título e subtítulos e outra para o corpo do textopode ser boa alternativa, já no caso do corpo de texto, adote fontes quetenham boa legibilidade.
  22. 22. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduação emSaúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivosverificar a aceitação da postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhadoresnos setores de costura de uma indústria calçadista de grande porte, descrever aspossíveis alterações biomecânicas para a coluna vertebral com enfoque naslombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga. Os indicadoresdetectados na pesquisa se destinam a incentivar novos estudos, a fim de descobrir fatosrelativos a um campo bastante dúbio e reforçar os conceitos na análise da melhorpostura de trabalho no setor de costura da indústria calçadista, visando maior confortoe bem-estar dos trabalhadores. O trabalho busca avançar com o conhecimentocientífico e o conhecimento proveniente do senso comum, procurando trazer, para umdebate mais consistente, a manifestação direta daquele que executa a atividade nosetor de costura: o trabalhador. Os setores de produção das indústrias de calçadosconstituem um segmento industrial de relevante significado econômico e social para oEstado do Rio Grande do Sul. Por conseguinte, a sua competitividade depende, entreoutros fatores, da segurança nos postos de serviço, do bem-estar postural e daadaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dostrabalhadores, o que também está ligado à Ergonomia e à qualidade de vida dotrabalhador. Texto de leitura difícilA proposta deste se destinam a incentivar Os setores de produçãoestudo, que é uma novos estudos, a fim de das indústrias deexigência do Programa descobrir fatos relativos calçados constituemde Pós-graduação em a um campo bastante um segmento industrialSaúde Coletiva na área dúbio e reforçar os de relevante significadode atenção à saúde do conceitos na análise da econômico e socialtrabalhador, tem como melhor postura de para o Estado do Rioobjetivos verificar a trabalho no setor de Grande do Sul. Poraceitação da postura costura da indústria conseguinte, a suade trabalho de pé na calçadista, visando competitividadepercepção dos maior conforto e bem- depende, entre outrostrabalhadores nos estar dos trabalhadores. fatores, da segurançasetores de costura de O trabalho busca nos postos de serviço,uma indústria calçadista avançar com o do bem-estar postural ede grande porte, conhecimento científico da adaptação dasdescrever as possíveis e o conhecimento condições de trabalhoalterações iomecânicas proveniente do senso às característicaspara a coluna vertebral comum, procurando psicofisiológicas doscom enfoque nas trazer, para um debate trabalhadores, o quelombalgias e discutir os mais consistente, a também está ligado àaspectos críticos sob o manifestação direta Ergonomia e àponto de vista de daquele que executa a qualidade de vida dofadiga. Os indicadores atividade no setor de trabalhador.detectados na pesquisa costura: o trabalhador. Texto de leitura facilitada
  23. 23. 3.2.7 Espaço Na distribuição espacial do Pôster, geralmente, encontram-se errosque comprometem a leitura e estética visual. O cuidado com aorganização espacial é um ponto relevante que fará a diferença,observe o exemplo:A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programade Pós-graduação em Saúde Coletiva na área de atenção àsaúde do trabalhador, tem como objetivos verificar aaceitação da postura de trabalho de pé na percepção dostrabalhadores nos setores de costura de uma indústriacalçadista de grande porte, descrever as possíveis alteraçõesbiomecânicas para a coluna vertebral com enfoque naslombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vistade fadiga. Uso de todo espaço, desorganização espacial A proposta deste estudo, que é dos trabalhadores nos setores de uma exigência do Programa de costura de uma indústria calçadista Pós-graduação em Saúde de grande porte, descrever as Coletiva na área de atenção à possíveis alterações biomecânicas saúde do trabalhador, tem para a coluna vertebral com enfoque como objetivos verificar a nas lombalgias e discutir os aspectos aceitação da postura de críticos sob o ponto de vista de fadiga trabalho de pé na percepção Uso adequado do espaço, organização espacial Sobre o tamanho das fontes na organização espacial, para umaconcepção visual mais adequada recomenda-se o uso 25 (vinte ecinco).
  24. 24. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 3.2.8 Alinhamento Podemos considerar, os exemplos abaixo, observando a formamais adequada para o texto, no que se refere ao alinhamento do corpotextual. Recomenda-se o uso do texto na forma justificada.A proposta deste aceitação da postura alteraçõesestudo, que é uma de trabalho de pé na biomecânicas para aexigência do Programa percepção dos coluna vertebral comde Pós-graduação em trabalhadores nos enfoque nas lombalgiasSaúde Coletiva na área setores de costura de e discutir os aspectosde atenção à saúde do uma indústria calçadista críticos sob o ponto detrabalhador, tem como de grande porte, vista de fadigaobjetivos verificar a descrever as possíveis 3.2.9 CAIXA ALTA ou Caixa Baixa Outro alerta a respeito do corpo textual, refere-se a organizaçãoda caixa alta e caixa baixa do texto. Veja o exemplo abaixo e identifique os excessos que podemprejudicar a concepção visual.
  25. 25. A proposta deste estudo, que é uma NOS SETORES DE COSTURA DE UMAexigência do Programa de Pós- INDÚSTRIA CALÇADISTA DE GRANDEgraduação em Saúde Coletiva na área PORTE, DESCREVER AS POSSÍVEISde atenção à saúde do trabalhador, ALTERAÇÕES BIOMECÂNICAS PARA Atem como objetivos verificar a COLUNA VERTEBRAL COM ENFOQUEaceitação da postura de trabalho de NAS LOMBALGIAS E DISCUTIR OSpé na percepção dos trabalhadores. ASPECTOS CRÍTICOS SOB O PONTO DE VISTA DE FADIGA. 3.2.10 Visual No visual do Pôster quanto mais atrativo for, mais chamará aatenção do leitor, certo? Errado, deve-se ter bastante atenção ao uso do contraste, porexemplo. Serão apresentados erros comuns na concepção visual doPôster, a seguir. A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduaçãoem Saúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivosverificar a aceitação da postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhadoresnos setores de costura de uma indústria calçadista de grande porte, descrever aspossíveis alterações biomecânicas para a coluna vertebral com enfoque naslombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga.
  26. 26. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduaçãoem Saúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivosverificar a aceitação da postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhadoresnos setores de costura de uma indústria calçadista de grande porte, descrever aspossíveis alterações biomecânicas para a coluna vertebral com enfoque naslombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga. Uma pergunta sempre é recorrente na elaboração do Pôster, épermitido o uso de figuras fundo? Sim, desde que haja um cuidado paranão prejudicar a leitura do texto que está na frente. Veja o exemplo: A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduaçãoem Saúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivosverificar a aceitação da postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhadoresnos setores de costura de uma indústria calçadista de grande porte, descrever aspossíveis alterações biomecânicas para a coluna vertebral com enfoque naslombalgias e discutir os aspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga. Evite o exemplo 1
  27. 27. A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduaçãoem Saúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivosverificar a aceitação da postura detrabalho de pé na percepção dostrabalhadores nos setores de costura deuma indústria calçadista de grandeporte, descrever as possíveis alteraçõesbiomecânicas para a coluna vertebral comenfoque nas lombalgias e discutir osaspectos críticos sob o ponto de vista de fadiga. Uso Adequado da figura. Ainda comentando sobre as figuras, é comum encontrar nosPôsteres, cliparts. Essas estruturas possuem baixa resolução e não sãoadequadas para uso no Pôster, e não acrescentam valor significativonenhum. Portanto, recomenda-se o não uso dos cliparts, recorra a figuraspara ilustrar e com maior resolução. Em relação a resolução das figuras,o tamanho indicado é de 120 dpi.
  28. 28. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 O cuidado com as cores deve existir, excesso de cores prejudica avisualização e compromete o trabalho. O que se vê na tela não é o quese vê impresso, faça sempre uma cópia impressa, isso lhe dará maisgarantias e lhe aproximará da visualização real do Pôster.3.3 CRITÉRIOS DE COMPOSIÇÃO Erros são agravantes no produto final do Pôster, no entanto, serãocitados três erros mais comuns, e que devem ser evitados, como: •Dificuldade de ler o pôster a uma distância de 1,20m ou mais; •Excesso de informações; •Objetivos e conclusões não destacadas. Não obstante a essa questão, serão indicadas sete dicas para nãoerrar na construção e composição do Pôster. 1. Cabeçalho: Cabeçalho deve empregar no mínimo fonte 150pontos (33 mm), indicando o título do trabalho, autor(es) e instituição. 2. Texto: Letras do texto devem empregar fonte com 36 pontos(10mm). 3. Destaque as seções: Numere ou destaque cada seção paraguiar o leitor do Pôster. O uso de cores é um método efetivo de separar
  29. 29. as seções e garantir um impacto visual. Verifique se a combinação decores não prejudica a leitura. 4. Desenvolvimento: O pôster deverá incluir 3 a 5 breves sentenças.Destacando as informações necessárias para compreender a pesquisa eporque foi feita. As questões da pesquisa ou as hipóteses de trabalho aserem testadas devem ser clara e sucintamente apresentadas. 5.Metodologia: Destaque brevemente a metodologia,apresentando apenas detalhes de novos métodos ou modificações demétodos já utilizados. 6. Gráficos: Resultados apresentados sob a forma de gráficos sãomuito mais efetivos do que blocos de texto. Use legenda para símbolos, eincluía a interpretação dos resultados abaixo de cada gráfico. 7. Conclusões: Apresente as conclusões sucintamente, em fontemaior. (Muitos leitores lêem isso primeiro. Assim, as conclusões devem serfacilmente compreendidas). (www.uniovinos.unipampa.edu.br, 2008) A utilização de princípios de composição devem obedecer:hierarquia, alinhamento, simetria, sobreposição, ordem, oposição,contraste, simplicidade, equilíbrio e etc. Observem alguns exemplos:
  30. 30. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 3.3.1 Hierarquia Psicologia do Esporte COMO FAZER UM PÔSTER Lamenha, Izabel AutoresIntroduçãoÁrea das Ciências do Esporte que estuda o SUB-TÍTULOScomportamento do atleta no meio esportivo.Desenvolvimento Corpo do textoConclusão ReferênciasMONALISA Distribuição em ordem. 3.3.2 Sobreposição BALEIA JUBARTE Lamenha, Izabel Introdução Grande Mamífero Cetácio (relativo aos grande mamíferos que tem forma de peixe) Encontrado em todo litoral brasileiro para reprodução de sua espécie.
  31. 31. BALEIA JUBARTE Lamenha, Izabel Introdução Grande Mamífero Cetácio (relativo aos grandes mamíferos que tem forma de peixe). Encontrado em todo litoral brasileiro para reprodução de sua espécie. Indicado uma cor mais contrastante e um papel de fundo maisclaro, não deixando de mostrar a representação do objeto de estudo. 3.3.3 Equilíbrio e Rotação
  32. 32. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 20083.3.4 Simetria e Assimetria3.3.5 Seqüência Introdução Desenvolvimento e Objetivo Conclusão Referências
  33. 33. 3.3.6 Ordenamento A proposta deste estudo, que é uma exigência do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva na área de atenção à saúde do trabalhador, tem como objetivos verificar a aceitação da postura de trabalho de pé na percepção dos trabalhador es3.3.7 Simplicidade e Complexidade tem como objetivos verificar a aceitação da postura de tem como trabalho de pé natem como objetivos verificar a objetivos percepção dosaceitação da postura de trabalho de verificar a trabalhadorespé na percepção dos trabalhadores aceitação da postura de trabalho detem como objetivos verificar a pé naaceitação da postura de trabalho de percepçãopé na percepção dos trabalhadores dos trabalhadores
  34. 34. Manual de Publicações Volume 01 Setembro 2008 3.3.8 Harmonia e Desarmonia tem como objetivos verificar a aceitação da postura de trabalho tem de como tem como tem como objetivos pé na objetivos objetivos verificar a percepção verificar a verificar a aceitação da dos aceitação da aceitação da trabalhadorespostura tem como de postura de postura de trabalho de trabalho de trabalho de objetivos pé na tem como objetivos verificar a verificar a pé na pé na percepção aceitação da postura de trabalho de aceitação da percepção percepção dos pé na percepção dos trabalhadores postura de dos dos trabalhadores trabalhadores trabalhadores trabalho de pé na percepção dos trabalhadoresComo Fazer um Pôster? Os programas mais utilizados são o Power Point e o Corel Draw,neles você poderá estruturar e organizar o pôster mais adequadamente.

×