Apresentação para a wiki grupo 9 10ºb

626 visualizações

Publicada em

Apresentação "Nos passos de Magalhães " grupo 9 - 10 º B

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
626
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para a wiki grupo 9 10ºb

  1. 1. • Micronésia•Guam- Ilha dos Ladrões•Limasawa- A cerimónia diplomática
  2. 2. Das costas da América do Sul às costas dasFilipinas, Magalhães descobre duas coisas: que o pacíficoainda não tinha nome e que a terra é de facto redonda.Embora o custo em dias de navegação e vidas humanas sejaenorme, o destino parece apontar para um regresso emapoteose das Molucas. Ele contraria o destino.
  3. 3. Depois de sair do Chile, a expedição de Magalhães lança-se na travessia dooceano que ainda não tinha nome (chama-se atualmente Pacifico, designaçãoque o próprio Magalhães lhe deu) para provar que a terra era redonda e queas Molucas faziam parte do hemisfério espanhol e não do português.A viagem do Chile até à Micronésia demorou cerca de 3 meses.Restavam apenas três naus, a fome e o cansaço também já eram muitos, pois anau abastecedora tinha desertado e levado a maior parte dos mantimentos daexpedição, o que põe os 3 navios numa situação delicada. A armada avistaterra no dia 6 de março de 1521. No limite da exaustão física e emocional, eainda sem ter completado totalmente a travessia do Pacifico, a expedição deMagalhães acaba de concretizar a mais longa viagem marítima jamaisrealizada. Magalhães acaba de descobrir o arquipélago das Marianas, naMicronésia.
  4. 4. O desembarque de Magalhães em Guam foi motivado pela falta denutrição e de mantimentos. Magalhães batizou as Marianas com o nome de ilhasdas velas latinas. Ao desembarcar em Guam um enxame de nativos sai da baia deUmatac em direção às naus e começa a recolher tudo o que vê e que lhe atrai aatenção, daí o nome a ilha dos ladrões. A tripulação consegue expulsá-los doconvés das naus europeias e no dia seguinte Magalhães, irritado, envia um grupode homens para punir os nativos de Guam. Então os nativos de Guam, apesar deterem visto a maior parte do seu povo morta e as suas aldeias serem queimadas,voltam às naus oferecendo alimentos, confraternizam , trocam bugigangas eoutras amizades.
  5. 5. No dia 28 de março, a Armada das Molucas chega a Limasawa, umapequena ilha habitada no mar de Mindanao.Foi em Limasawa que Magalhães provou que a terra era redonda. Aodesembarcar os filipinos falaram-lhes, fizeram perguntas e receberam respostasporque havia um tripulante que conhecia a sua língua: Enrique o escravooriental de Magalhães, comunica com outros orientas. Em Limasawa deu-se aprimeira cerimónia diplomática entre a Europa e o Extremo-Oriente. Ambas asculturas fizeram rituais e jantares em honra do europeus.
  6. 6. • Valparaíso-Chile (la sebastiana)•Cargueiro Navimag•Micronésia•Guam•Selam- Filipinas•Limasawa
  7. 7. Valparaíso
  8. 8. A viagem de Cadilhe pelo Pacífico: em Valparaísocomeça a reparar na dimensão política de Magalhães.No seu contacto com os mapas de Neruda Cadilheconstatou que antes de existirem a Argentina e o Chileexistia um imenso território austral que se chamava “TerrasMagalhânicas” (era a designação que servia paracartografar as terras para lá do fim do mundo).
  9. 9. O cargueiro Navimag
  10. 10. Viajou no cargueiro Navimag, com o capitãoManuel Veja Moro, que liga Punta Arenas aPuerto Montt, uma viagem de 4 dias pelaságuas dessas terras magalhânicas.
  11. 11. Micronésia
  12. 12. Cadilhe revela que alguns dos melhores momentos da sua vida forampassados no mar, na viagem pela Micronésia.O autor de "Nos Passos de Magalhães" encontra-se agora na Micronésiaque, para o explorador português, era assim:"Naveguem desde o Chile três meses e dez dias, depois virem à direita."Três meses e dez dias é muito tempo: muitos membros da expediçãomorreram durante esse tempo, vítimas da fome, da sede, do escorbuto. Naverdade, Fernão de Magalhães não esperava enfrentar um oceano tãovasto. No entanto, mesmo que conhecesse a sua real extensão, onavegador teria, provavelmente, seguido em frente na mesma: eraimprescindível regressar a Espanha em glória, com o cumprimentoimaculado da sua missão (alcançar as Molucas pelo mar do Oeste e provarque se encontram no lado espanhol do tratado de Tordesilhas).
  13. 13. GuamGuam – O Choque Cultural
  14. 14. Gonçalo Cadilhe dá entrada naquele ilha pertencente ao arquipélagodas Marianas a bordo de um avião. Mais tarde, aluga um carro no aeroporto, oqual o irá levar até a um motel, onde ficará hospedado. Durante a condução,são vistas várias coisas: as ruas sem peões e apenas com automobilistas,arranha-céus, hotéis de cinco estrelas e o maior centro K-Mart do mundo,para além de uma quantidade quase infinita de diferentes sucursais degrandes cadeias alimentares mundiaisA baía de Umatac, onde está visível aos olhos de todos uma bonitahomenagem ao navegador português, assume uma enorme importânciahistórica: foi nesse local que os Chamorros (nativos de Guam) seapresentaram aos europeus, e vice-versa.
  15. 15. Selam• Foi nesta primeira travessia ao OceanoPacífico alguma vez feita, que, Magalhãesficou conhecido por ter feito a constatação daesfericidade do globo.
  16. 16. Limasawa• Gonçalo Cadilhe prepara-se para se dirigir a Limasawa. Nasua viagem rumo a esta terra, o escritor é surpreendido pelafacilidade, segurança e tranquilidade da navegação inter-ilhas,quando viaja de "ferry" até Leyte. Um autocarro, um"jeepney" (uma espécie de carro para transporte de bagagensadaptado), um riquexó artesanal (veículo de duas rodaspuxado por uma pessoa) e uma insegura piroga ajudam-no achegar à ilhota pretendida.
  17. 17. Trabalho Realizado por :• David Peralta Nº 9• Diogo Carpinteiro Nº10• Gonçalo Picaró Nº 13

×