"É comum a gente sonhar, eu sei Quando vem o entardecer Pois eu também dei de sonhar Um sonho lindo de morrer
Vejo um berço e nele eu me debruçar Com o pranto a me correr E assim, chorando, acalentar O filho que eu quero ter"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar De sonhar sempre, Pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma Eu...
 
 
 
 
 
 
 
RECEITA DE VIAJAR NO TEMPO andar para trás para trás dar a mão para a mãe para a avó para a bisavó feche os olhos abra os ...
 
Agora é minha vez!!!!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Faça um pedido Jogue a moeda na fonte comigo Quem sabe o amor dirá que sim, que sempre Esperava por nós ali
Basta um desejo Basta um beijo sem nenhum motivo É só acreditar no amor, pra sempre Que o céu saberá te ouvir
TRANSFORMAÇÃO Fabrico uma árvore com uma  simples semente, terra escura e quieta, umas gotas de água. Pouco a pouco, de lu...
 
 
 
 
 
 
Quando o dia tem cheiro de festa Ser feliz é muito bom
Sonhos brilham no meio da testa Bate forte o coração
Nós queremos viver Brincar, deitar e rolar
Queremos uma festa Que dure a noite inteira
E que a vida tenha Um pouco mais de brincadeira
Vem cá, meu coração Esqueça já da hora Me dê a sua mão não vá embora.
 
Beth Produções
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Carol

281 visualizações

Publicada em

Um presente para a minha filha na sua formatura. Parabéns, Carol!

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Carol

  1. 2. "É comum a gente sonhar, eu sei Quando vem o entardecer Pois eu também dei de sonhar Um sonho lindo de morrer
  2. 3. Vejo um berço e nele eu me debruçar Com o pranto a me correr E assim, chorando, acalentar O filho que eu quero ter"
  3. 13. Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar De sonhar sempre, Pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E assim me construo a ouro e sedas, em salas supostas, invento palco, cenário para viver o meu sonho entre luzes brandas E músicas invisíveis. Fernando Pessoa
  4. 21. RECEITA DE VIAJAR NO TEMPO andar para trás para trás dar a mão para a mãe para a avó para a bisavó feche os olhos abra os olhos feche e abra a porta da roda da morte e da vida essa é a dança ciranda do tempo entre na água no meio do vento e semeie futuro em terra azul. Roseana Murray
  5. 23. Agora é minha vez!!!!
  6. 39. Faça um pedido Jogue a moeda na fonte comigo Quem sabe o amor dirá que sim, que sempre Esperava por nós ali
  7. 40. Basta um desejo Basta um beijo sem nenhum motivo É só acreditar no amor, pra sempre Que o céu saberá te ouvir
  8. 41. TRANSFORMAÇÃO Fabrico uma árvore com uma  simples semente, terra escura e quieta, umas gotas de água. Pouco a pouco, de lua em lua, de folha em folha, enquanto o tempo desenha arabescos em meu rosto, minha árvore se transforma em poema vivo, suas letras  são flores, são frutos, são música Roseana Murray
  9. 48. Quando o dia tem cheiro de festa Ser feliz é muito bom
  10. 49. Sonhos brilham no meio da testa Bate forte o coração
  11. 50. Nós queremos viver Brincar, deitar e rolar
  12. 51. Queremos uma festa Que dure a noite inteira
  13. 52. E que a vida tenha Um pouco mais de brincadeira
  14. 53. Vem cá, meu coração Esqueça já da hora Me dê a sua mão não vá embora.
  15. 55. Beth Produções

×