Estudos biblicos

167 visualizações

Publicada em

Diversos temas de cunho espiritual.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudos biblicos

  1. 1. A GUERRA CÓSMICA ENTRE O BEM E O MAL Existem fantasias científicas que prendem nossa imaginação. Viagem no tempo. O universo cheio de alienígenas de todos os tipos. Um universo cheio de conflitos e defeitos. Por mais estranho que possa parecer, o livro de Daniel revela uma guerra cósmica não muito diferente daquelas encontradas nas cenas de ficção científica. Na Terra, o surgimento e queda de impérios e reinos não simplesmente acontecimentos na história do mundo. Cada evento é uma parte da grande controvérsia que se iniciou muito tempo atrás entre Jesus e Satanás. Somente quando isto é visto no contexto desta batalha cósmica, o livro de Daniel pode ser entendido corretamente. O tema central do livro de Daniel é o drama cósmico sendo dramatizado na Babilônia antiga. Estes eventos são simbólicos do final do grande conflito que vai ter lugar no tempo final. Nos últimos dias, forças cósmicas estão trabalhando, procurando destruir aqueles que são fiéis a Jesus. 1. Quem é derrotado na abertura do livro de Daniel? (Daniel 1:1,2) “...No ano terceiro do reinado de __________, rei de ______, veio Nabucodonosor, rei de Babilônia, a ____________, e a sitiou...” 2. O que ultimamente tem acontecido ao povo de Deus? (Daniel 12:1) “... e haverá um tempo de ___________, qual nunca houve, desde que existiu nação até aquele tempo...” O PODEROSO PROTETOR O tema cósmico da batalha entre as forças do bem e do mal. Nesta guerra, o vilão é Satanás e o protetor é Jesus. Bem como na batalha cósmica na Babilônia antiga, Jesus vai ser o grande protetor do povo de Deus no tempo do fim. Vamos ver como o livro de Daniel apresenta Jesus como o poderoso protetor do povo de Deus. 3. Após Nabuconodosor haver lançado Sadraque, Mesaque e Abedenego dentro da fornalha ardente, quantas pessoas ele viu no fogo e Como se parecia este homem caminhando pelo fogo com Sadraque, Mesaque e Abedenego? (Daniel 3:25) “... Eu, porém, vejo _______ homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, e nenhum dano sofrem... e o aspecto do quarto é semelhante a um _______ dos deuses...” NOTA: Enquanto Nabucodonosor havia lançado somente três homens dentro do fogo, ele agora vê um quarto homem caminhando com os outros três. Nabucodonosor reconheceu que estava vendo alguma coisa sobrenatural – um “filho dos deuses”. Quando os servos de Deus vão através da fornalha ardente, o Filho de Deus vai através do fogo com eles. Aqui está a tremenda figura de Jesus. Ele vem para proteger Seu povo fiel no meio de sua prova de fogo. Jesus é o Protetor. 4. Descreva Aquele que deu encorajamento a Daniel em uma de suas visões e o Ser que apareceu a João como o Revelador do livro de Apocalipse. (Daniel 10:5,6 e Apocalipse 1:13-16) “... levantei os meus olhos, e olhei, e eis um homem vestido de _______, cujos ombros estavam cingidos com _______ puro de Ufaz; o seu corpo era como o ________, e o seu rosto como um ___________, os seus olhos, como ________ de _______, os seus braços e os seus pés brilhavam como _______________; e a voz das suas palavras era como o __________ de muita __________...” (Daniel 10:5,6) “... e no meio dos candeeiros um semelhante a Filho de Homem, com vestes _________ e cingido, à altura do peito com uma ________ de _______... os olhos como _________ de ______ ; os pés, semelhantes a ______________ como que refinado numa fornalha... a voz, como a voz de muitas ________... o seu rosto brilhava como o _____ , na sua força.” (Apocalipse 1:13-16)
  2. 2. NOTA: Comparando as descrições que vimos, concluímos que Daniel e João viram a mesma pessoa. 5. Quem é Este que apareceu a Daniel e João? (Apocalipse 1:13) “...Um semelhante a _________ do Homem...” NOTA: Jesus é apresentado como sendo O Filho do Homem no Apocalipse e Filho de Deus em Daniel. O único apresentado como o Protetor, Aquele que mantém constante comunhão com Seus servos tanto nos tempos do Antigo quanto do Novo Testamento, não é nenhum outro senão Jesus. O OPRESSOR 6. Que nomes são usados pela Bíblia para aquele que se opõe a Jesus e que tipo de ser esse quando ele foi criado? (Apocalipse 12:9, Isaías 14:12, Ezequiel 28:12-15) “... E foi expulso o grande _______ , a antiga _________ , que se chama _______ e _________ , o sedutor de todo o mundo ...” (Apocalipse 12:9) “... Como caíste do céu, ó __________ da ________ , ______ da _____ !” (Isaías 14:12) “... _________ eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti ...” (Ezequiel 28:15) NOTA: Deus não criou um demônio mal. Ele criou um anjo perfeito chamado Lúcifer. Lúcifer se tornou mal porque ele assim escolheu. 7. O que Lúcifer tentou fazer e como resultado de sua rebelião, o que aconteceu a ele? (Isaías 14:13 e Apocalipse 12:7-9) “... tu dizias no teu coração: Eu ________ ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu ______ ; e no _______ da ____________ me assentarei ...” (Isaías 14:13) “... E foi ___________ o grande dragão, a antiga serpente... e, com ele, os seus _______...” (Apocalipse 12:9) NOTA: Lúcifer procurou se sentar onde se assentava Deus. Ele procurou colocar regras onde Deus colocou regras. Ele sentiu que poderia ser melhor que Deus regendo o universo, então se rebelou contra Deus. Uma guerra teve lugar no céu, não em alguma parte remota do universo. A rebelião que se iniciou com Lúcifer finalmente em ser lançado fora do céu. 8. Quando Lúcifer foi lançado fora do céu, quem ele procurou enganar e como ele engana o povo? (Apocalipse 12:12 e 2 Coríntios 11:12-15) “... Ai da ______ e do mar, pois o Diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta...” (Apocalipse 12:12) “... E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em ______ de _____ ... Não é muito, pois, que também os seus próprios ministros se transformam em ministros de ___________ ...” (2 Coríntios 11:14-15) NOTA: Tenham cuidado os habitantes da terra e do mar O diabo está cheio de fúria porque seu tempo é curto. Satanás não aparecerá como sendo mal. Ele tentará enganar o povo professando ter grande luz e verdade. 9. Satanás pode realmente operar milagres e até quem ele vai enganar? (Apocalipse 16:12,14 e Mateus 24:24) “... Porque eles são espíritos de demônios, ___________de sinais...” (Apocalipse 16:14) “... porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se _________, os próprios __________.”(Mateus 24:24)
  3. 3. NOTA: Os enganos de Satanás nos últimos dias vão ser tão convincentes que muitos vão ser enganados. Nossa fé não pode descansar em milagres, sinais ou prodígios; nossa fé tem que descansar segura somente na Palavra de Deus. 10. Com quem o povo de Deus vai fazer contenda nas batalhas da vida e como poderão os cristãos resistir ao adversário? (Efésios 6:11-13) “... Revesti-vos de tomai toda a __________ de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo .... porque a nossa luta não é contra o _________e a _______ e sim contra os _____________ e _____________ , contra os _____________ deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do ______ nas regiões celestes.” NOTA: Os cristãos não estão em guerra com outro povo, mas contra as forças que procuram constantemente nos destruir. O Novo Testamento claramente amplifica o que foi revelado por Daniel. Há uma grande controvérsia acontecendo entre Jesus e Satanás, uma batalha sendo enfrentada por qualquer pessoa. 11. O que é esta armadura? (Efésios 6:14-17) “... Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a __________ e vestindo-vos com a couraça da ________. Calçai os pés com a preparação do _____________ da paz; embraçando sempre o escudo da ____, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da _________ e a espada do Espírito, que é a __________ de Deus...” NOTA: Nossa única defesa contra as ciladas do inimigo é a firme confiança em Jesus, um profundo relacionamento pessoal com Ele, e um contínuo estudo de Sua palavra. Este é o único meio de vencer o inimigo. Existe uma grande guerra cósmica entre Jesus e Seus anjos e Satanás e seus anjos. Atrás destas cenas da história humana, forças invisíveis estão trabalhando. Uma batalha está sendo travada em toda alma. A boa nova do livro de Daniel é que Deus vai ter a vitória, Satanás e suas hostes vão ser derrotados, e o povo de Deus vai ser vitorioso. MINHA DECISÃO: Senhor Jesus, coloco a minha vida em Tuas mãos. Não permita Senhor que o inimigo venha me derrotar. Assinatura: _________________________ Data:__________________
  4. 4. A IMPORTÂNCIA DA OBEDIÊNCIA A DEUS O conflito entre o Deus do céu e o poder do mal é um dos temas centrais da Bíblia. Esta mesma batalha cósmica é o tema do livro de Daniel, demonstrado nos eventos da Babilônia antiga. O livro de Daniel inicia com a aparência de derrota do Deus verdadeiro, por Nabucodonosor, mas termina com uma tremenda vitória do Deus do céu. O foco do livro de Daniel é o tempo do fim. Existem dois assuntos sobre os quais – adoração e obediência, são ilustrados muito claramente nas porções históricas de Daniel. Isto demonstra que eles serão também os maiores assuntos no conflito final. 1. Que situações específicas no livro de Daniel, onde os assuntos de adoração e obediência ilustram o grande tema da controvérsia? (Daniel 1:8 , 3:10, 4:25, 5:22-23, 6:16) “... Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas ________ do rei, nem com o _______ que ele bebia; então pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.” (Daniel 1:8) “... Tu, ó rei, baixaste um decreto, pelo qual todo homem que ouvisse o som da trombeta, do pífaro, da harpa, da cítara, do saltério, da gaita de foles, e de toda a sorte de música, se prostraria e adoraria a __________ de ______ ...” (Daniel 3:10) “... serás _________ do entre os homens, e a tua morada será com os ________ do campo, e dar- te-ão a comer ervas como aos bois, e serás molhado do orvalho do céu; e passar-se-ão sete tempos por cima de ti; até que conheças que o __________ tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a _____ quer...” (Daniel 4:25) “... Tu, Belsazar, que és seu filho, não ___________ o coração, ainda que _________ tudo isto... porém te levantaste ________ o Senhor do céu; pois foram trazidos os _____________ da casa dele perante ti, e tu, e os teus grandes, e as tuas mulheres e as tuas concubinas, __________ vinho neles...” (Daniel 5:22-23) NOTA: Por todas as porções históricas do livro de Daniel nós podemos ver como a obediência de Daniel para Deus e também sua adoração para com Ele é continuamente tratada. Este assunto é claro no livro de Daniel. Os governantes podem tentar impor legislações que inibam ou proibam a adoração a Deus, ou demandem falsa adoração. Somente aquele povo que permanecer com fé verdadeira a Deus vai ser salvo. As profecias de Daniel apontam que nos últimos dias, estes assuntos vão surgir novamente. O povo no fim dos tempos vai tentar inibir ou proibir a adoração verdadeira e impor falsa adoração. O livro de Daniel conta-nos claramente que Deus vai ter um povo vitorioso que vai resistir a todas as tentativas que os façam desobedecer ou perverter a adoração a Deus. Quão importante é para cada um de nós permanecer fiéis a Deus. 2. De que maneira as profecias de Daniel enfocam assuntos de adoração e obediência a Deus? (Daniel 7:25) “... Proferirá palavras _______ o Altíssimo ... cuidará em mudar os ________ e a ____ ...” O CATIVEIRO DE DANIEL A controvérsia começa com o cativeiro de Daniel e seus amigos por Nabucodonosor. No primeiro capítulo nós estudaremos a história sobre como um jovem e seus amigos enfrentaram importantes provas impostas por Nabucodonosor . Também perceberemos as implicações que estas provas tem para o restante do livro de Daniel. As provas descritas no capítulo 1 parecem mais suaves do que as grandes provas que virão mais tarde no livro. Mas a lição do capítulo 1 é que somente aqueles que passarem pelas provas menores vão passar pelas provas maiores. Quão importante, então, para nós ser fiéis a Deus por todo o tempo. 3. O que fez Nabucodonosor a Jerusalém, a cidade de Deus? (Daniel 1:1) “... veio Nabucodonosor, rei de Babilônia, a Jerusalém e a _________ ..”
  5. 5. NOTA: Nos tempos antigos, quando os reis sitiavam cidades, eles cercavam completamente a cidade, cortavam a água e o suprimento de alimentos, e esperavam até que os seus habitantes se rendessem. Esta foi a terrível provação do povo de Jerusalém. 4. Quem permitiu que Nabucodonosor capturasse Jerusalém e porque Ele permitiu? (Daniel 1:2 e Jeremias 2:11-13) “... O _______ lhe entregou nas mãos ...” (Daniel 1:2) “... Houve alguma nação que __________ os seus deuses, posto que não eram deuses?... Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me _________ , o manancial de águas vivas, e cavaram ___________, __________ rotas, que não retêm as águas ...”(Jeremias 2:11 e 13) NOTA: Através do profeta Jeremias e outros profetas da Bíblia, Deus avisou que os babilônios atacariam Judá porque eles abandonaram ao Senhor, cessaram a adoração a Deus, e foram desobedientes a Palavra de Deus. Falsa adoração e desobediência levaram o povo de Israel ao cativeiro. 5. Que tipo de pessoas Nabucodonosor escolheu dentre os judeus cativos para serem educados nas escolas da Babilônia e quanto tempo era necessário para terminar o processo de educação desses homens? (Daniel 1:3-5) “... Disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos que trouxesse alguns dos ______ de Israel, tanto da linhagem ______ como dos _________ , jovens sem nenhum _________ , de boa aparência, instruídos em toda ___________ , doutos em ___________ , versados no _______________ e que fossem _____________ para assistirem no palácio do rei ... e que assim fossem mantidos por três _________ ...” NOTA: Claramente, Nabucodonosor escolheu os melhores jovens de Judá para reeducá- los nos caminhos dos babilônicos. 6. Qual o nome de quatro jovens que começaram a estudar na Babilônia que a Bíblia nos revela em Daniel 1:6 e qual o nome babilônico foi dado a estes quatro jovens em Daniel 1:7? Nomes Judeus _________ , __________ , __________ e _____________ Nomes Babilônicos _____________ , ____________ , ____________ e ___________ NOTA: O nome Daniel significa “Deus é meu juiz”. Seu nome babilônico, Beltessazar significa “Bel proteja a vida do rei”. O nome de Hananias significa “Jeová é gracioso”, enquanto que Sadraque refere-se à lealdade ao deus babilônico Marduk. O de Mizael, significa “que pertence a Deus”, tornou-se Mesaque, uma referência a outro deus babilônico. O nome Azarias significa “Jeová ajuda”, foi mudado para Abedenego, “servo do deus Nabu”. DANIEL E SEUS AMIGOS SÃO PROVADOS 7. Qual foi a dieta alimentar designada para aqueles que foram selecionados para a educação especial? (Daniel 1:5) “... Determinou-lhes o rei a ração diária, das finas _________ da mesa real, e do _______ que ele bebia, e que assim fossem mantidos por três anos ...”. 8. O que Deus disse aos israelitas sobre beber vinho e que alimentos Deus proibiu aos israelitas de comer, os quais estavam entre os alimentos do cardápio do rei Nabucodonosor? (Provérbios 20:1; 23:31 e Levítico 11: 2-8)
  6. 6. “... O vinho é _____________ , e a bebida forte ______________ ; e todo aquele que por eles é _________ não é ______ ... Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se ______ suavemente...” “... Destes, porém, não comereis: dos que _________ ou dos que têm unhas __________ ...” (Levítico 11:4) 9. O que Daniel pediu ao chefe dos eunucos? (Daniel 1:8) “... pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não _______________ ...” NOTA: Não havia dúvida na mente de Daniel. A Lealdade a Deus foi mais importante do que a lealdade ao rei. Aqui nós vemos o início do assunto que vai ilustrar muitas e muitas vezes o livro de Daniel. A fidelidade do povo de Deus estava sendo provada, e o assunto era a obediência a Deus ou ao homem. Como Daniel, o povo de Deus no tempo do fim não vai hesitar a escolher entre a obediência a Deus ou ao homem. Daniel 1:8 é o verso chave deste livro 10. Que teste Daniel sugeriu ao chefe dos eunucos e o que eles pediram para comer durante o período do teste? (Daniel 1:12) “... Experimenta, peço-te, os teus servos ____ dias ...” “... e que se nos dêem _________ a comer e água a _______...” NOTA:. Para permanecer fiel a Deus, ele devia viver e comer de maneira simples. Ele sabia que se bebesse do vinho do rei e comesse o lixo da comida do rei, ele seria um beberrão e um comilão estúpido a maior parte do tempo. Não estaria em condições de resistir as tentações e não poderia se manter leal a Deus e para quando então realmente viessem as grandes provas na Babilônia. DANIEL VENCE A PROVA 11. No fim dos dez dias, quem pareceu com melhor saúde? (Daniel 1:15) “... No fim dos dez dias, a sua aparência era _________ (de Daniel e de seus amigos); estavam eles mais __________ do que ______ os jovens que comiam das finas iguarias reais...” 12. O que mais exatamente Deus deu a eles? (Daniel 1:17) “... Ora, quanto a estes quatro jovens, Deus deu o _____________ e a ___________ em toda cultura e sabedoria; mas a Daniel deu inteligência de todas as _________ e __________...” NOTA: O conhecimento e habilidades que Daniel e seus amigos possuiam não ocorreu somente por causa de sua dieta alimentar, embora ela tivesse um papel importante, mas foi dado também a eles por Deus por, causa de sua fiel obediência ao Seus princípios. Deus sempre honra a obediência de Seus filhos. 13. Quando terminaram seus exames na escola da Babilônia, como estavam Daniel e seus amigos em relação aos outros? (Daniel 1:18-20) “... Em ______ matéria de sabedoria e de inteligência sobre que o rei lhes fez perguntas, os achou ___________ mais doutos do que todos os magos e encantadores que havia em ________ o seu reino...” MINHA DECISÃO. Coloco minha vida em Tuas mãos, Senhor, me ajude a enfrentar as provações pequenas e as grandes que surgirão em minha vida. Assinatura: _________________________ Data:__________________
  7. 7. O SONHO DE NABUCODONOSOR O segundo capítulo de Daniel é uma parte da seção histórica do livro, contudo, o seu conteúdo é uma das mais incríveis profecias existentes na Bíblia. A profecia encontrada neste capítulo serve de base para todas as outras profecias explicadas no livro de Daniel. Outro fator que nós deveríamos ter em mente na tentativa de entender as profecias de Daniel é que somente as nações mencionadas nas profecias de Daniel são as nações que afetarão os compromissos do povo de Deus. Alguns se espantam por que a China e outras grandes nações da antiguidade nunca foram mencionadas na Bíblia. A razão é simples, a Bíblia está concentrada somente naquelas nações que afetarão diretamente os compromissos do povo de Deus. O CONTEÚDO DA PROFECIA 1. O que aconteceu com Nabucodonosor durante uma noite? (Daniel 2:1) ”... No segundo ano do reinado de Nabucodonosor, teve este um __________ ...” 2. O que pediu Nabucodonosor aos seus homens sábios na manhã seguinte? Os sábios da Babilônia foram capazes de saber e interpretar o sonho? O que eles então responderam ao rei? (Daniel 2:2, 5,10) “... Então o rei mandou chamar os magos, os encantadores, os feiticeiros e os caldeus, para que declarassem ao rei quais lhe foram os ________ ...” “... Uma coisa é certa: se não me fizerdes ________ o sonho e a sua _____________ ...” “...______________ sobre a terra que possa revelar o que o rei exige; pois jamais houve rei, por grande e poderoso que tivesse sido, que exigisse _____________ coisa dalgum NOTA: Nabucodonosor não se lembrava do sonho. Os homens sábios da Babilônia foram totalmente desacreditados. Eles foram incapazes de revelar o sonho do rei. Se o rei pudesse relembrar o sonho eles até poderiam fazer alguma interpretação. Eles julgavam ter uma força sobrenatural, mas quando não puderam revelar o sonho ao rei, mostraram claramente que não tinham poderes sobrenaturais para tudo. 3. Em seu decreto, o que Nabucodonosor ordenou com referência aos homens sábios da Babilônia? (Daniel 2:12) “... Então, o rei muito se irou e enfureceu, e ordenou que _________ a todos os sábios de Babilônia...” NOTA: Em seu decreto, Nabucodonosor ordenou que fossem mortos, todos os homens sábios, inclusive aqueles que não estavam presentes. Daniel, recentemente graduado como homem sábio, evidentemente não tinha passado antes por nenhuma audiência com o rei. Mas o decreto de morte incluía Daniel também. A RESPOSTA DE DANIEL 4. O que fez Daniel após saber da sentença de morte? (Daniel 2:17,18) “...Então, Daniel foi para casa, e fez ______ o caso a Hananias, Misael e Azarias, seus companheiros, para que pedissem ______________ ao Deus do céu sobre este _________ ...” NOTA: Daniel e seus amigos foram à única Fonte que eles sabiam que tinha a resposta para o sonho do rei -- eles oraram ao Deus do céu.
  8. 8. 5. Como Deus revelou o sonho para Daniel e como Daniel louvou a Deus por isso? (Daniel 2:19, 21 e 22) “Então, foi revelado o mistério a Daniel numa _______ de noite...” “... É Ele quem muda o ________ e as _________ , _______ reis e ___________ reis; Ele dá a ____________ aos sábios e ____________ aos inteligentes. Ele revela o __________ e o ____________ ; __________ o que está em _______ e com Ele ______ a luz ...” NOTA: Deus está no controle dos eventos da história humana. O nascimento e a queda de impérios ocorrem como se estivessem acontecendo pela vontade do homem, mas Daniel nos revela claramente que Deus está por trás de todos os eventos humanos. Nada acontece sem que Deus já tenha permitido ou tenha evitado. 6. Para quem Daniel deu o crédito por ele ser capaz de interpretar o sonho a Nabucodonosor? (Daniel 2:28) “... mas há um Deus no _____ , o qual revela ____________...” NOTA: Nenhum dos outros homens sábios poderia revelar aquele sonho. Somente Daniel poderia. Ainda assim, Daniel não reivindicou para si intelecto superior de sabedoria. Ele claramente dá o crédito aquEle que revelou o sonho a ele -- o Deus do céu. O SONHO E A INTERPRETAÇÃO 7. O que Daniel disse ao rei sobre o que tinha visto no seu sonho? (Daniel 2:31) “... Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande __________ ...” 8. Liste os vários elementos de que era feita a estátua? (Daniel 2:32,33) “... A cabeça era de fino _______ , o peito e os braços, de _______ , o ventre e os quadris de __________ , as pernas, de _______ , os pés, em parte de _______ e em parte, de ________...” 9. O que a pedra “cortada sem o auxílio de mãos” fez a estátua e em que esta pedra se tornou ? (Daniel 2:34, 35) “...uma pedra foi cortada sem auxílio de mãos, _______ a estátua nos pés de ferro e de barro, e os __________...a pedra que feriu a estátua se tornou em grande __________ , que encheu toda a ________ ...” NOTA: Daniel revelou ao rei o sonho, agora faltava interpretá-lo. 10. O que a cabeça de ouro da estátua significa? (Daniel 2:38) “...para que dominasses sobre todos eles, ____ és a cabeça de ouro...” (Babilônia) NOTA: Nabucodonosor representava o reino da Babilônia, o império que iniciou esta profecia. Este reino dominou o mundo de 605-539 A.C. como um dos mais poderosos impérios da antiguidade. 11. O que aconteceu após o reinado de Nabucodonosor? (Daniel 2:39) “... Depois de ti, se levantará outro ______ , _________ ao teu...” NOTA: Como a prata é inferior ao ouro, o reino que seguiu Babilônia era inferior a ela. Em 539 A.C., os Medo-Persas comandados por Ciro conquistaram Babilônia. Foi um reino inferior em riqueza, luxo e magnificência mas maior em extensão. Como havia 2 braços na estátua, este reino foi composto de dois aliados. A Medo-Pérsia dominou o mundo 539 to 331 A.C. 12. Que metal iria representar o reino que se seguiria ao reino da Medo-Pérsia? (Daniel 2:39)
  9. 9. “... e um terceiro reino, de ________ , o qual terá domínio sobre toda a terra...” NOTA: Alexandre o Grande liderou os gregos para conquistar os Medo-Persas na Batalha de Arbela em 331 A.C.. O reinado da Grécia, usando armamentos de bronze, entrou em cena. 13. Que metal representa o quarto reino que deveria vir? (Daniel 2:40) “...O quarto reino será forte como ______ , pois o ______ a tudo quebra e esmiúça; como o ______ quebra todas as coisas, assim ele fará em pedaços e esmiuçará NOTA: O reino que seguiu a Grécia foi o reino de ferro de Roma, o qual dominou o mundo de 168 A.C. a 476 D.C., quando as tribos bárbaras invadiram a Europa. 14. Que tipo de reino seria o último? (Daniel 2:41-43) “… será esse um reino __________ …” “… assim, por uma parte o reino será ______ , e por outra, será ______ ...” “... misturar-se-ão pelo __________ ; mas não se ligarão um ao _______ ...” NOTA: Embora Roma não devesse durar para sempre, seu poderio não seria sucedido por outro império mundial, mas sim fragmentado em pequenos reinos. O Império Romano não conseguiu deter o ingresso, em seu território, das diversas tribos bárbaras provenientes do norte europeu e, por fim, caiu em seu poder. Em 476 A.D., o último imperador romano foi deposto pelos hérulos. Findava, assim, a férrea Monarquia de Roma. Essas tribos bárbaras dividiram entre si a Europa e, desde então, nunca mais se levantou outro duradouro império universal. Por certo que foram feitas tentativas, como as de Napoleão Bonaparte e Adolf Hitler, mas todas em vão, pois a sentença da profecia era clara: "…não se ligarão um ao outro". O REINO DA PEDRA 15. Quem vai iniciar um novo reino após este quinto reino e como será esse reino? (Daniel 2:44) “... Mas, nos dias destes reis, o ______ do ____ suscitará um reino que não será jamais destruído...___________ e ___________ todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para _______ ...” NOTA: O próximo grande reino universal será o Reino de Deus, que se iniciará com a volta de Jesus (Mateus 25:31-34). Esse reino não vai assumir reinos terrenos. Ele vai consumi-los completamente, destruir e desmoronar todos os reinos da terra. O Novo Testamento diz que Deus vai criar um novo céu e terra (Apocalipse 21:1). O reino de Deus não nunca vai ter fim. 16. Depois de ouvir a interpretação do sonho, o que Nabucodonosor disse sobre o Deus de Daniel e o que aconteceu então a Daniel? (Daniel 2:47,48) “...Certamente, o vosso ______ é ______ dos deuses, e o ________ dos reis, e o __________ dos mistérios, pois pudeste revelar este mistério...” “... Então o rei ___________ a Daniel, e lhe deu muitos e grandes __________ , e o pôs por ___________ de toda a província de Babilônia, como também o fez ______ supremo de todos os sábios de Babilônia...” NOTA: Até mesmo o pagão Nabucodonosor reconheceu que o Deus de Daniel está acima de todos os deuses pagãos da Babilônia. De aparentemente derrotados, cativos na Babilônia, Daniel e seus amigos, por causa de sua fidelidade a Deus foram elevados para governadores na Babilônia. Deus sempre honra aqueles que são fiéis para com Ele. MINHA DECISÃO. Querido Deus, coloco em Tuas mãos o controle de minha vida. Dirija o meus planos, pois reconheço que Tu governas tudo. Assinatura: _________________________ Data:__________________
  10. 10. ADORAR OU NÃO ADORAR Agora no capítulo 3, estamos introduzimos o outro assunto principal no livro de Daniel sobre o qual existe um conflito, o assunto da adoração. Aqui temos que atentar para os poderes que exigem falsa adoração. Veremos três jovens permanecendo firmemente com Deus, quando o mundo inteiro adorava falsamente. Os três amigos de Daniel foram tentados, mas resistiram: igualmente o povo de Deus nos últimos dias vai ser obrigado a fazer falsa adoração, mas vão se recusar. Por terem um sólido relacionamento com Deus não poderão ser compelidos a adorar falsamente. A IMAGEM DOURADA 1. Descreva a estátua que Nabucodonosor construiu. (Daniel 3:1) “...O rei Nabucodonosor fez uma estátua de ________ que tinha ___________ côvados de alto e _______ de largo; levantou-a no campo de ________ , na província da Babilônia...” “...Então o rei Nabucodonosor mandou ajuntar os ___________ , os ____________ , os _______________ , os ____________ , os ________________ , os _________________ , os ________________, e todos os _____________________ , para que viessem à consagração da imagem...” NOTA: A história nos conta que pouco antes na Babilônia houvera uma rebelião e o rei questionou a lealdade de seus subordinados. A dedicação da imagem seria uma oportunidade para todos no reino comprometer sua lealdade ao governante. Quem lá não estivesse seria considerado traidor. “...vos ____________ e _____________ a imagem de ouro que o rei Nabucodonosor levantou. Qualquer que não se prostrar e não a adorar será, no mesmo instante, ____________ na ____________ de ________ ardente...” 4. Que acusação fizeram os Caldeus com relação àqueles judeus que não se curvaram para a estátua? (Daniel 3:12) “... Há uns homens judeus, que tu constituíste sobre os negócios da província de Babilônia: ____________ , _____________ e _____________ ; estes homens, ó rei, não fizeram caso de ti; a teus __________ não __________ , nem ___________ a estátua de ouro que levantaste...” NOTA: Teria sido muito fácil raciocinar que eles deveriam adorar realmente a imagem, simplesmente mostrando sua lealdade ao rei. Mas eles sabiam que a lealdade a Deus estava envolvida, por isso não se atiraram para reverenciar a imagem. 5. Que mandamento proíbe a falsa adoração? (Êxodo 20:4-6) “... Não farás para ti __________ de escultura, nem ________________ alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não as ___________ , nem lhes darás ________ ; porque Eu sou o __________ teu _______, _______ zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos...” 6. Quando Sadraque, Mesaque e Abedenego foram entregues ao rei Nabucodonosor para responder as acusações contra eles, qual tratamento seria dado a eles? (Daniel 3:15) “... sereis, no mesmo instante, ____________ na ___________ de _______ ardente...” NOTA: Nabucodonosor deu aos três homens uma segunda chance. Eles poderiam ter mudado de idéia na sua primeira recusa de adoração. 7. O que aqueles homens responderam a Nabucodonosor quando este lhes ofereceu uma segunda chance? (Daniel 3:16-18)
  11. 11. “... Responderam Sadraque, Mesaque e Abedenego ao rei: Ó Nabucodonosor, quanto a isto não _____________ de te ____________. Se o nosso Deus, a quem servimos, _______ __________ , Ele nos _________ da fornalha de fogo ardente e das tuas mãos, ó rei. Se não, fica ___________ , ó rei, que não ___________ a teus deuses nem _____________ a imagem de ouro que levantaste...”...” NOTA: Que tremendo testemunho de fé! Antes de virem ao campo de Dura, eles já haviam decidido não se render, não importando como seriam tratados. Se Deus os protegesse, eles estariam bem, mas se assim Ele não fizesse, eles ainda assim serviriam Ele. A FORNALHA ARDENTE 8. O que fez Nabucodonosor para responder a defesa daqueles Hebreus? (Daniel 3:19) “...ordenou que se acendesse a fornalha sete ______ mais do que se ____________...” 9. O que aconteceu aos soldados que atiraram Sadraque, Mesaque e Abedenego dentro da fornalha ardente? (Daniel 3:22) “... e a fornalha estava sobremaneira ______ , as chamas do fogo _________ os homens que lançaram de cima para dentro a Sadraque, Mesaque e Abedenego...” “... E estes três, Sadraque, Mesaque e Abednego, caíram _______ dentro da fornalha sobremaneira acesa...” “...Tornou ele e disse: Eu, porém, vejo ________ homens ______ , que andam passeando dentro do fogo, sem ________ dano...” 11. Como era o aspecto do Quarto Homem que estava com eles no fogo? (Daniel 3:25) “... e o aspecto do quarto é semelhante a um _____ dos ________ ...” NOTA: Deus não só libertou os três jovens, Ele caminhou através do fogo com eles! Que maravilha o Deus que nós temos. Podemos ter muitos dissabores em nossas vidas, mas O Filho de Deus caminha conosco através do fogo. 12. Como Nabucodonosor chamou a Sadraque, Mesque e Abedenego quando eles saíram do fogo e depois de ver essa mostra do poder de Deus, que decreto fez Nabucodonosor? (Daniel 3:26-30) “... Sadraque, Mesaque e Abednego, _______ do Deus ___________, saí e vinde!” “...todo ______ , _______ e ________ que disser blasfêmia contra o ______ de Sadraque, Mesaque e Abednego, seja _____________ , e as suas casas sejam feitas em monturo; porquanto ____ há outro _____ que possa ________ como Este...” APOCALIPSE 13 E A IMAGEM DA BESTA O que aconteceu a Sadraque, Mesaque e Abedenego na Babilônia antiga é comparável aos eventos que vão transcorrer nos últimos dias. Apocalipse 13 enquadra para nós uma cena paralela para Daniel 3. Vamos perceber as similaridades. 13. O que fizeram os habitantes da terra comandados pela besta de dois chifres? (Apocalipse 13:11, 12) “...Vi ainda outra besta emergir da terra, possuía dois ________ parecendo __________, mas falava como ________...” “...faz com que a terra e os seus habitantes ___________ a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada...” 14. Depois de fazer descer fogo do céu e operar outros milagres, o que esta besta declara que o povo deveria fazer? (Apocalipse 13:13, 14) “...dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma ________ à besta, aquela que, ferida a espada, sobreviveu...”
  12. 12. 15. O que foi concedido a primeira besta fazer à imagem da besta e o que vai acontecer para aqueles que se recusarem a adorar a imagem da besta? (Apocalipse 13:15) “…e lhe foi dado comunicar _______ à imagem da besta...” “...fizesse _________ quantos não adorassem a imagem da besta...” 16. Quais outras restrições vão ter lugar para aqueles que são contrários em adorar a besta e receber a sua marca? (Apocalipse 13:16, 17) “...para que ninguém pudesse ________ ou _______ , senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome...” NOTA: Restrições econômicas e finalmente a penalidade de morte serão impostas àqueles que se recusarem a adorar a imagem da besta ou receber a marca da besta. Podemos já ver que os assuntos são idênticos entre Apocalipse 13 e Daniel 3. Em ambos os capítulos, o povo está sendo obrigado a adorar uma imagem, e ser tratado com a morte, mas eles permanecerão fiéis aos mandamentos de Deus. 17. Quando a besta chamar o povo para adorar esta imagem, quem Deus pede a eles que adorem? (Apocalipse 14:7) “... Temei a _____ , e dai-lhe ________; pois é chegada a hora do seu _____; e adorai _________ que ____ o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas...” 18. Onde vão estar aqueles que terão vitória sobre a besta e sua imagem no momento final? (Apocalipse 15:2) “...e os vencedores da besta, da sua imagem e o número do seu nome que se achavam em ___ no_____ de _______, tendo harpas de Deus...” NOTA: Como Deus teve um povo vitorioso nos dias de Daniel, vai ter um povo vitorioso no tempo do fim. Sua preocupação não vai ser a proteção de Deus, mas a fidelidade para Deus. Eles vão permanecer verdadeiros para Deus, como foram Sadraque, Mesaque e Abedenego. Vão servir a Deus mesmo em face da morte. MINHA DECISÃO. Senhor Deus, quero adorar-Te do fundo do meu coração, obedecendo o seu Segundo Mandamento. Assinatura: _________________________ Data:__________________
  13. 13. CONVERSÃO APÓS A QUEDA Deus trabalha pacientemente. Nabucodonosor parecia dar passos largos na direção certa, mas repetidamente recaía Finalmente, Deus tomou atitudes drásticas e parece que Nabucodonosor reconheceu o Deus verdadeiro. Deus é paciente conosco como Ele foi com Nabucodonosor. Mesmo se nós escorregamos e caímos, Ele ainda nos ama. Ele quer nos salvar, mais do que nós queremos ser salvos. Os vencedores nos dias finais serão aqueles que tem um profundo relacionamento pessoal com Jesus, individualmente aqueles que têm sido verdadeiramente convertidos a Deus. O SONHO DE NABUCODONOSOR 1. Quem é o autor do capítulo 4 de Daniel? (Daniel 4:1) “...O rei _______________ a todos os povos, nações, e homens de todas as línguas, que habitam em toda a terra: Paz vos seja multiplicada...” 2. O que foi que Nabucodonosor teve prazer em contar para nós? (Daniel 4:2, 3) ”...Pareceu-me ____ fazer conhecidos os ________ e _______________ que Deus, o Altíssimo, tem feito para comigo...” 3. Quem Nabucodonosor convocou primeiro para interpretar seu sonho? (Daniel 4:4-6) ”... Por isso, expedi um __________, pelo qual fossem introduzidos à minha presença todos os ________ da ____________, para que me fizessem saber a interpretação do sonho...” 4. Eles puderam interpretar o sonho desta vez? (Daniel 4:7) “... mas ____ me fizeram saber a interpretação a sua interpretação...” NOTA: No capítulo 2 de Daniel, os homens sábios não puderam contar a Nabucodonosor o que foi o seu sonho. Agora, o sonho foi dado a eles, mas ainda assim, eles não puderam decifrar a interpretação ao rei. 5. Quem Nabucodonosor chamou finalmente? (Daniel 4:8, 9) “... Por fim, se me apresentou ________, cujo nome é _______________ ...” 6. Complete os espaços em branco com relação a visão que Nabucodonosor relatou a Daniel em Daniel 4:10-16 “... eu estava olhando e vi uma ________ no meio da _______ , cuja altura era _________ ; ________ a árvore, e se tornava _______ , de maneira que a sua _______ chegava até ao _____, e era vista até aos confins da _______ ...” “...Derribai a _________ , e cortai-lhe os ________ ...” “... Mas a ______, com as _________, deixai na ________, atada com cadeias de________ e de ___________ na erva do _________ . Seja ela molhada do __________ do céu ...” “...Mude-se-lhe o ____________ , para que não seja mais ___________ de ________ , e lhe seja dado coração de __________ e passem sobre ele _____ tempos...” 7. Qual foi o propósito deste sonho? (Daniel 4:17) “... a fim de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem _________ sobre o reino dos _________ , e o dá a quem quer, e até o mais ___________ dos __________ constitui sobre eles...”
  14. 14. NOTA: Somente quando o povo perceber que Deus é quem rege suas vidas, ele será verdadeiramente convertido. A INTERPRETAÇÃO 8. Como Daniel ficou quando o rei terminou de ouvir o sonho? (Daniel 4:19) “... Então Daniel, cujo nome era Beltessazar, esteve _________ por algum tempo, e os seus _______________ o ____________ ...” NOTA: Daniel não se exaltou pela calamidade deste sonho revelado sobre a queda de Nabucodonosor, mas mostrou a real preocupação de um verdadeiro servo de Deus. Daniel sabia que era uma mensagem difícil para Nabucodonosor. Ele sabia que o rei poderia lhe matar por lhe informar tão más notícias. 9. O que Daniel disse representar a árvore do sonho? (Daniel 4:20-22) “... és tu, ó ____ , que cresceste e vieste a ser forte...” 10. O que aconteceu a Nabucodonosor durante sete anos e como Deus esperou que Nabucodonosor aprendesse a lição? (Daniel 4:23-25) “... serás _________ de entre os homens, e a tua morada será com os _________ do campo, e dar-te-ão a comer _______ como aos _____ , e serás __________ do orvalho do céu...” “... até que ___________ que o Altíssimo tem __________ sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer...” NOTA: Nabucodonosor – o dominador do mundo – se tornou como um animal estúpido. É Deus quem faz subir reis; É Deus quem faz destronar reis. Nabucodonosor deveria aprender a verdade básica do evangelho. Ele deveria ser submisso a vontade de Deus para reger a sua vida. Deus está vitalmente interessado no povo e quer que reconheçam a Ele como o regente de seus corações. 11. Que conselho Daniel deu a Nabucodonosor? (Daniel 4:27) “... e põe _______, pela __________, em teus pecados e as tuas ______________ , usando de ______________ com os _________, e talvez se prolongue a tua tranqüilidade...” NOTA: Somente pelo total compromisso de sua vida a Deus, ele seria capaz de reverter esta calamidade próxima. INSANIDADE E REFORMA 12. O que aconteceu a Nabucodonosor um ano depois? (Daniel 4:28-33) “... No mesmo instante, se ___________ a ___________ sobre Nabucodonosor ...” NOTA: Deus pacientemente esperou por um ano inteiro, na esperança que Nabucodonosor responderia. Algumas vezes as pessoas se afundam profundamente antes de reconhecerem sua necessidade. Isto aconteceu a Nabucodonosor. A profecia foi cumprida ao pé da letra e o rei ficou insano por sete anos. 13. Quem Nabucodonosor louvou quando retornou sua sanidade sete anos mais tarde e quais foram suas últimas palavras de testemunho? (Daniel 4:34-37) “... e eu bendisse o ____________ , e louvei, e glorifiquei Ao que vive para sempre ...” “...Agora, pois, eu, Nabucodonosor, _______ , e ________ , e ____________ ao Rei do céu; porque todas as suas obras são verdadeiras, e os seus caminhos ________, e pode ____________ aos que andam na soberba...”
  15. 15. NOTA: Passaram-se trinta anos, mas finalmente Nabucodonosor reconheceu o Deus verdadeiro. Nabucodonosor não mais se exaltou e louvou o Deus do céu. Uma vez que as pessoas reconhecem Deus como o regente de suas vidas, elas têm paz verdadeira. DEUS SALVA O POVO HOJE O que Deus fez para o rei da antiga Babilônia, quer fazer para homens e mulheres hoje. Deus está ansioso para salvar o povo agora, como Ele salvou Nabucodonosor. Algumas vezes Ele permite que caiamos na sarjeta antes que Ele possa nos levantar e redimir-nos. Mas Ele permitirá o que for necessário acontecer a fim de que possa nos alcançar com a verdade do seu evangelho. Deus não salvou Nabucodonosor porque ele foi bom. Ele foi um orgulhoso e arrogante ditador. Deus ainda o amava e estendeu Seus frutos de graça a ele. Algumas vezes o povo sente que Deus não pode salvá-lo por causa do que tem feito. Mas a história de Nabuconodosor pode encorajar todos que Deus pode salvar o povo a despeito de suas experiências no passado. 14. Como Deus salva o povo hoje? (Efésios 2:8, 9) “...Porque pela ________ sois salvos, mediante a ____ ; e isto não vem de _____ , é dom de Deus; não de _______ , para que ninguém se glorie...” NOTA: Graça é um favor de Deus que não merecemos de Deus. O povo não a merece; não pode ganhá-la. Ela vem como um livre presente através da fé em Jesus...” 15. Como chamou salvação o apóstolo Paulo? (Romanos 6:23) “...mas o dom __________ de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor...” 16.O que deve fazer uma pessoa para aceitar a graça da vida eterna oferecida por Jesus? (Atos 16:30, 31) “..._____ no Senhor Jesus e serás ______ , tu e tua casa...” NOTA: A palavra “crer” significa confiar implicitamente, confidenciar e ter fé em Jesus. As pessoas devem, como Nabucodonosor, permitir que Deus tenha o controle total de suas vidas. 17.Quais são os quatro passos que o povo tem de assumir para vir a Jesus? “...todo aquele que nele _____ não pereça, mas tenha a vida eterna...” (João 3:16) “...também aos gentios foi por Deus _______________ para vida...” (Atos 11:18) “...Se _______________ os nossos pecados...” (I João 1:9) “...se alguém ouvir a minha voz, e abrir a _______ , entrarei em sua casa, e cearei com ele, e ele, comigo...” (Apocalipse 3:20) 18.Quando o povo der estes quatro passos e convidar Jesus para sua vida, como sua oração será respondida? (Marcos 11:24) “...Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, _______ que recebestes, e ________________ convosco...” NOTA: Quando as pessoas simplesmente com fé orarem e convidarem o Senhor Jesus para dentro dos seus corações, elas saberão que Ele entrou. A Bíblia diz que isto acontece quando as pessoas crêem. Não porque são boas, não porque sentem algo especial, mas porque Jesus prometeu entrar quando Ele é convidado a vir dentro de seus corações. MINHA DECISÃO: Senhor Deus, eu tenho falhado miseravelmente, eu convido Jesus a entrar no meu coração. Obrigado Jesus, por ter entrado. Assinatura: _________________________ Data:__________________
  16. 16. O MISTÉRIO DE BABILÔNIA A noite final de Babilônia. Nabucodonosor está morto. Belsazar é o rei. Durante um banquete onde Deus é desafiado, Babilônia cai. Neste estudo de Daniel 5, vamos observar os eventos que rodearam aquela noite. O Apocalipse toma este evento e o aplica para aquela que é chamada “Babilônia Moderna” ou Babilônia Espiritual,” e as previsões de uma queda similar para ela. A NOITE FINAL DA BABILÔNIA ANTIGA 1. O que fez Belsazar para desafiar o Deus do céu? (Daniel 5:1-5) “...mandou trazer os ____________ de ouro e de prata que Nabucodonosor, seu pai, tirara do _________ que estava em Jerusalém para que neles ____________ o rei e os seus __________ , as suas ____________ e ______________ ...__________ o vinho, e deram louvores aos deuses de ______ , e de ________ , de _______ , de ________ , de ___________ , e de _________...” NOTA: Desafiando o Deus do Céu, os governantes de Babilônia se intoxicaram bebendo licores nos utensílios que vieram do templo de Deus em Jerusalém. Este foi o ato que trouxe a queda sobre a antiga Babilônia. Isto foi uma tentativa de misturar a adoração do Deus verdadeiro com a adoração de deidades pagãs. A terminologia técnica para isto é blasfêmia. 2. No meio daquela festa, o que aconteceu naquela reunião? (Daniel 5:5, 6) “...No mesmo instante, apareceram uns ______ de _____ de homem, e ___________, defronte do candeeiro, na caiadura da parede do palácio real...” NOTA: O medo então tomou conta no interior daquela reunião quando eles viram os dedos de uma mão que apareceu de repente e escreveu uma misteriosa linguagem na parede do palácio real. 3. Quem o rei chamou para interpretar a escritura na parede e estes homens foram capazes de interpretar a escrita na parede? (Daniel 5:7,8) “...o rei ordenou, em voz alta, que se introduzissem os ______________ , os ___________ e os ______________...” “...Então, entraram todos os sábios do rei; mas _____ puderam _____ a escritura, _____ fazer saber ao rei a sua ________________....” NOTA: Percebe-se a continuidade do descrédito dos sábios da Babilônia. Em Daniel 2, eles não puderam revelar o sonho do rei, mas Daniel pôde. Em Daniel 4, eles não puderam revelar o sonho, mas Daniel pôde. Agora, para seu total descrédito, eles não puderam LER A ESCRITA NA PAREDE! Mas Daniel pôde. DANIEL INTERPRETA A ESCRITA NA PAREDE 4. Que posição ofereceu Belsazar a Daniel se ele lesse e interpretasse a escrita na parede? (Daniel 5:13-16) “...Agora, se puderes ler esta escritura e fazer-me saber a sua interpretação, serás __________ de ___________ , terás ________ de ______ ao pescoço, e serás o terceiro no meu ____________...” 5. Antes de interpretar a escrita, Daniel contou a Belsazar sobre a insanidade de Nabucodonosor e porque ele falhou em reconhecer a honra ao Deus do céu. Que fez Belsazar mesmo sabendo disso? (Daniel 5:17-22) “...E tu, Belsazar, que és seu filho, não _____________ o teu __________ , ainda que ________ tudo isso...” NOTA: Belsazar tinha conhecimento do Deus verdadeiro. Mas a despeito disso, ele falhou em se humilhar e seguir os passos de Nabucodonosor.
  17. 17. 6. O que significava a escrita na parede? (Daniel 5:25-28) Mene: “..._________ Deus o teu reino, e deu _______ dele ...” Tequel: “..._________ foste na balança, e achado em ________...” Peres: “...__________ foi o teu reino, e _________ aos medos e aos persas...” 7. Quem se tornou o novo governante de Babilônia? (Daniel 5: 31) “...E _______ , o _______ , com cerca de sessenta e dois anos, se apoderou do reino...” NOTA: Naquela mesma noite, 12 de outubro de 538 A.C., Babilônia caiu. Os babilônios sabiam que o exército dos Medos e Persas estavam do lado de fora da cidade, mas se sentiam seguros em sua cidade. Os muros da cidade eram intransponíveis. Havia muita comida estocada, uma constante fonte de água, pois o rio Eufrates, corria através da cidade. Contudo, Ciro, o comandante do Medos e Persas, planejou desviar o curso do rio Eufrates, ele marchou com seu exército pelo leito do rio, por baixo dos muros da cidade e tomou a cidade. Antes de Ciro continuar a conquistar o mundo, ele constituiu Dario o Medo como o rei da cidade-estado de Babilônia. 8. Que condições similares são descritas no livro de apocalipse com relação ao fim dos tempos? (Apocalipse 16:12-16) “...Derramou o sexto a sua taça sobre o grande rio Eufrates cujas águas ___________, para que se preparasse o caminho dos reis que vêm do lado do nascimento do ________ ...” NOTA: Tendo conquistado Babilônia, Ciro permitiu ao povo de Deus voltar a Palestina de seu cativeiro. Então ele é visto como o libertador do povo de Deus. No livro de Apocalipse o rio Eufrates é seco. Simbolicamente, o suporte da Babilônia espiritual está secando para preparar o caminho para os “reis do oriente”, o Poderoso Libertador do povo de Deus, Jesus. 9. O que acontece quando os “reis do oriente” vem para libertar o povo de Deus? (Apocalipse 16:18,19) “...e lembrou-se Deus da grande ____________ , para lhe dar o cálice do vinho do furor da sua ira...” CARACTERÍSTICAS DA BABILÔNIA MODERNA O Apocalipse deixa muito claro que existirá outra Babilônia no tempo do fim, pois quando Alexandre o Grande conquistou Babilônia, ela se tornou um monte de ruínas. A Bíblia enfatiza o surgimento de outra Babilônia, a qual vai fazer o mesmo ao povo de Deus como fez a Babilônia antiga. A moderna Babilônia é um nome simbólico do Apocalipse para o grande opressor final do povo de Deus. 10. De que outra figura, o Apocalipse chama Babilônia e o que são essas águas onde esta figura está sentada representam? (Apocalipse 17:1, 5 e 15) “...Vem, mostrar-te-ei o julgamento da grande ____________ que se acha sentada sobre muitas águas...” “...As águas que _______ , onde a meretriz está assentada, são _______ , _____________ , _________ e __________ ...” NOTA: As águas representam todo o povo sobre o qual a Babilônia tem controle. Babilônia é chamada a “meretriz”, por causa de seus relacionamentos ilícitos. 11. Qual o grande pecado de Babilônia? (Apocalipse 17:2) “...com quem se ________________ os reis da terra; e com o ________ de sua _________________ se embebedaram os que habitam na terra...”
  18. 18. NOTA: Em Daniel 5 vimos que a Babilônia antiga agiu desafiando a Deus por misturar elementos de adoração a Deus com a adoração de deidades pagãs. O adultério da Babilônia espiritual, igualmente é um relacionamento ilícito que mistura elementos de adoração a Deus com práticas pagãs. Babilônia Moderna dá a entender que adora a Deus, mas mistura a verdade com o erro, paganismo com cristianismo. Isto só pode conduzir a um desastre. 12. Como Deus chama esta meretriz que desafia Deus por misturar paganismo e cristianismo? (Apocalipse 17:5) “..._______________________ , a mãe das meretrizes e das abominações da terra...” NOTA: Em Apocalipse, Deus está advertindo contra a religião apóstata que mistura paganismo com cristianismo e ainda clama ter adoração a Deus. Devemos estar muito atentos ao que os livros de Daniel e Apocalipse estão nos advertindo sobre a falsa religião nos últimos dias que vai tentar forçar o povo adorar Deus falsamente, como a antiga Babilônia. 13. Que mensagem Deus proclamou sobre a Babilônia moderna? (Apocalipse 18:2) “...______ , _______ a grande Babilônia, e se tornou morada de _____________ ...” NOTA: Como a Babilônia antiga caiu quando desafiou Deus por misturar adoração de Deus com paganismo, o poder da Babilônia espiritual cairá quando misturar paganismo e cristianismo. Como comete este ato de desonra, vai se tornar morada de demônios. 14. Como será difundida a influência do poder de Babilônia espiritual nos últimos dias? (Apocalipse 18:3) “...Porque _______ as nações têm _________ do ________ do furor da sua prostituição...” NOTA: Babilônia a grande é uma apostasia espiritual global da verdade. Seu adultério é mundial, e todos são enganados por ela. 15. Que mensagem de amor Deus enviou ao Seu povo que está em Babilônia? (Apocalipse 18:4, 5) “...____________ dela, povo ______ , para que não serdes cúmplices em seus pecados, e para que não _______________ dos seus flagelos...” NOTA: Interessante, a declaração que Deus tem para o povo que está na Babilônia Moderna. Como algumas pessoas na Babilônia antiga foram fiéis a Deus, hoje alguns povos de Deus estão na Babilônia Moderna. Mas Deus está chamando Seu povo para sair da Babilônia Moderna antes que a ira final seja despejada sobre ela. MINHA DECISÃO: Senhor Deus, me ajude a caminhar na doutrina verdadeira, me afastando da Babilônia Moderna. Assinatura: _____________________________Data:________________
  19. 19. NA COVA DOS LEÕES Em Daniel 3, o rei Nabucodonosor tentou forçar três jovens a falsa adoração pela insistência de que eles deveriam reverenciar a estátua dourada. Mas, ele não teve sucesso em coagi-los. Agora, no capítulo 6, há uma tentativa de proibir a adoração verdadeira. Nos últimos dias, como o livro de Apocalipse revela, o povo de Deus vai primeiro ser tentado a falsa adoração e então serem proibidos de adorar a Deus verdadeiramente. Mas o povo de Deus não vai se render. A razão para sua fidelidade vai ser a mesma que foi para Daniel e seus amigos – eles vão desenvolver um forte relacionamento pessoal com o seu Senhor. Um relacionamento que é mais importante que qualquer coisa nós teremos quando entrarmos nas cenas finais da história. 1. O que aconteceu a Daniel sobre o domínio Medo-Persa? (Daniel 6:1, 2, 3) “...Pareceu bem a Dario constituir sobre o reino... e sobre eles, três _______________, dos quais Daniel era um...” “...Então o mesmo Daniel se _____________ destes presidentes e aos sátrapas; porque nele havia um ___________ excelente...” NOTA: Daniel com 70 anos, foi designado como um dos três governadores sobre 120 sátrapas que dominavam o país. Sem dúvida, a reputação de Daniel como profeta e fiel administrador era conhecida muito além da Babilônia. A prudência e a instrução de Daniel que Deus concedia a ele colocavam-no no bom favor para com o rei. 2. Quando Daniel foi colocado como um dos presidentes, que fizeram a ele os outros líderes da Medo-Pérsia? (Daniel 6:4) “...procuravam ocasião para _________ a Daniel a respeito do reino; mas ______ puderam acha- la, _______ culpa ___________; porque ele era fiel, e ______ se achava nele __________ erro ______ culpa...” NOTA: Vivendo pelas leis de Deus ninguém poderia reprová-lo. Em muitas instâncias, viver pelas leis de Deus significa viver bem dentro das leis de qualquer governo humano. 3. Qual foi a única maneira pela qual eles poderiam colocar uma cilada para Daniel? (Daniel 6:5) “...Nunca ____________ ocasião alguma para acusar a este Daniel, se não a procurarmos contra ele na _____ do seu Deus...” NOTA: Somente por deliberação de novas leis humanas que fossem contra a lei de Deus, poderiam fazer Daniel parecer ser corrupto. Este é a maneira como vai acontecer no fim dos tempos. O povo de Deus vai se confrontar com a escolha de permanecer leal as leis de Deus ou prometer lealdade para a nação. “...todo homem que, por espaço de trinta dias, fizer uma __________ a qualquer deus ou a qualquer homem, e não a ti, ó rei, seja ___________ na cova dos leões...” NOTA: Pela apelação ao ego do rei, eles propuseram uma lei acima de Daniel. Esta lei tentava substituir a adoração verdadeira de Deus com a falsa adoração do homem. Sua aparência de solidariedade cobriria sua intriga, e o rei não suspeitaria de seus reais motivos. 5. O que fez Daniel quando ele ouviu a nova lei? (Daniel 6:10) “...entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas __________ da banda de Jerusalém, ______ vezes no dia, se punha de joelhos, e ________ , e dava graças diante do seu Deus, como costumava fazer...” NOTA: Daniel não mudou seus hábitos de oração. Orar foi a razão da grande força de Daniel na Babilônia e Medo-Persia. Se Daniel tivesse mudado seus hábitos de oração sobre pressão, ele estaria negando o seu relacionamento com Deus. Mas, para Daniel, obediência a Deus foi mais importante que sua própria vida.
  20. 20. 6. Que disse o rei sobre a infração do decreto aos líderes dos Medos e Persas? (Daniel 6:12) “...Esta palavra é certa, segundo a lei dos medos e dos persas, que se ______ pode ___________ ...” NOTA: Eles foram tão ansiosos para se verem livres de Daniel que não confiaram em ninguém, então eles próprios foram contar ao rei. 7. Qual foi a reação do rei ao saber que Daniel não obedecera ao seu decreto e o que ele tentou fazer? (Daniel 6:14) “...Tendo o rei ouvido estas coisas, ficou muito ____________ e determinou consigo mesmo __________ a Daniel; e, até ao _____ do ____ sol se empenhou em fazê- lo...” NOTA: O rei ficou mortificado ao descobrir como ele havia sido manipulado por aqueles homens. O poder de seu reinado tinha sido usado contra ele. Se ele perdoasse Daniel rebaixaria seu poder; se ele perdesse Daniel, perderia o único homem que sabia que podia confiar. 8. Mas o que os acusadores de Daniel falaram sobre este deslize e que ordem deu então, o rei? (Daniel 6:15,16) “...______ , ó rei, que é lei dos medos e dos persas que nenhum ____________ ou ___________ que o rei sancione, se pode _______ ...Então o rei ordenou que trouxessem a Daniel, e o ____________ na cova dos leões...” NOTA: Os homens retornaram para ter certeza de que o rei cumpriria a lei. Estavam muito firmes e não deixariam passar este assunto em branco. O rei não teve chance. Ele devia atirar Daniel aos leões. 9. Embora Dario tenha sido forçado a lançar Daniel na cova, que extraordinária declaração ele fez? (Daniel 6:16) “...Disse o rei a Daniel: O teu _______ , a quem tu continuamente ________ , que Ele te _________ ...” 10. Que fez o rei durante aquela noite? (Daniel 6:18) “...passou a noite em ________ e ______ deixou trazer à sua presença instrumentos de música, e fugiu dele o _______...” 11. O que o rei fez no outro dia? (Daniel 6:19,20) “...ao _________ do ______ , levantou-se o rei e foi com pressa à cova dos leões. Chegando-se ele à cova, chamou Daniel com voz triste; disse o rei a Daniel: Daniel, ________ do _______ vivo! Dar-se-ia o caso que o teu ______ , a quem tu continuamente ________ , tenha podido livrar-te dos leões?” 12. Houve resposta de dentro da cova? (Daniel 6:21, 22) “...Ó rei, vive eternamente! O meu _______ enviou o Seu ______ , e fechou a _______ dos leões, para que não me fizessem ______...” 13. O que aconteceu para aqueles que conspiraram contra Daniel? (Daniel 6:24) “...Ordenou o rei , e foram __________ aqueles homens que tinham __________ a Daniel, e foram ___________ na cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao ________ da cova, e já os leões se _____________ deles, e lhes _______________ todos os ossos...”
  21. 21. NOTA: A justiça é grande e rápida. Aqueles homens sem coração condenaram Daniel para a morte, mereceram seu prêmio pessoal. Não houve misericórdia para eles e suas famílias. 14. Que decreto fez o rei? (Daniel 6:26) “...Faço um decreto pelo qual, em todo o __________ do meu _______ , os homens __________ e _________ perante o _______ de Daniel; porque Ele é o _____________ e que ______________ para __________; e o Seu reino _______ será destruído; e o Seu domínio não terá ______ ...” A IMPORTÂNCIA DO RELACIONAMENTO COM DEUS 15. Como é importante o relacionamento com Deus? (João 17:3) “...E a vida _______ é esta: que te conheçam a ___ , O único _______ verdadeiro, e a _________________ , aquele que Tu enviaste.” NOTA: A vida eterna é conhecer a Jesus. Não existe nada mais importante que um relacionamento com Deus. O segredo do sucesso de Daniel, a razão pela qual ele tinha um profundo relacionamento pessoal com Deus, era porque três vezes por dia ele reservava tempo em especial para comunhão com Ele. Nos últimos dias quando as forças apóstatas proibirem a verdadeira adoração de Deus e imporem falsa adoração e desobediência para a lei de Deus, somente aqueles que tem, como Daniel teve, desenvolvido este relacionamento pessoal com Deus vão ser capazes de resistir as provas desta época. 16. Como pode o cristão manter relacionamento com Deus e como ele poderá tirar proveito disso? (II Timóteo 3:15-17) “...e que, desde a infância, sabes as sagradas ________ , que podem tornar-te ________ para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o _________ , para a _____________, para a ___________ , para a ___________ na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente _____________ para toda boa obra.” NOTA: O cristão que está construindo um relacionamento com Deus vai reservar mais tempo para estar estudando as sagradas palavras de Deus. O cristão não vai somente estudar, mas seguirá os princípios da Bíblia e obedecerá aos mandamentos de Deus. Não existe uma maneira de crescer espiritualmente exceto através do estudo da Bíblia e da oração. Qualquer cristão que é sério está sendo preparado para o fechamento das cenas da história da terra porque vai estar reservando muito tempo para desenvolver um relacionamento com Deus através do estudo da Bíblia e da oração. MINHA DECISÃO: Senhor Deus, quero me dedicar mais a oração e ao estudo de Sua Palavra para aprender mais de Ti. Assinatura: _________________________ Data:__________________
  22. 22. OS ANIMAIS E A BABILÔNIA ESPIRITUAL Nós vimos em estudo anterior o que o livro de Apocalipse predisse sobre o surgimento da Babilônia espiritual (significa confusão) a qual faria as mesmas coisas que a antiga Babilônia fez. A Babilônia espiritual iria: 1) misturar paganismo com a adoração de Deus e 2) perseguir o povo de Deus que se recusa a aceitar esta combinação de paganismo com cristianismo. Deixaremos a Bíblia identificar para nós este grande sistema apóstata que tem misturado paganismo e cristianismo juntos. Alguns que estudarem esta lição poderão se sentir feridos por aprenderem a sua identificação. Por favor, lembre-se de que não há nenhuma intenção maliciosa por alguém estar pertencendo a qualquer sistema religioso. Deus não está falando sobre indivíduos, mas sobre um sistema. Deus ama todo indivíduo que pode ter se tornado envolvido por falsos ensinamentos. Em amor, Ele envia a eles a mensagem para se retirar de Babilônia (Apocalipse 18:4). Deus não quer que sejamos enganados. A verdade pode ser dolorosa agora, mas a decepção será muito mais dolorosa no fim. Com a eternidade em jogo, nossa maior segurança é não confiar no que o homem diz, mas sobre o que Deus diz em Sua Sagrada Palavra, a Bíblia. OS QUATRO ANIMAIS 1. Quantos animais Daniel viu vindo do mar e o que esses animais representam? (Daniel 7:1-3 e 17) “... ________ animais, grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar... Estes grandes animais, que são _________, são _______________ , que se _______________ da terra.” NOTA: Em Daniel 2, cinco reinados são representados pelos vários metais de uma grande imagem: a Cabeça de ouro = Babilônia, o Peito e braços de prata = Medo Pérsia, o Ventre e coxas de bronze = Grécia, as Pernas de ferro = Roma e os Pés de ferro e barro = Europa dividida 2. O que representa o mar na simbologia bíblica? (Apocalipse 17:15) “...As águas que viste, onde se assenta a meretriz está assentada, são _________ , _______________ , ___________ e _____________ .” 3. Que animal Deus escolheu para representar o reinado de Babilônia? (Daniel 7:4) “...O primeiro era como _________ , e tinha asas de águia...” NOTA: Como o ouro, o principal dos metais, foi escolhido para representar Babilônia em Daniel 7, o rei dos animais, o leão. 4. Que animal representa o segundo império mundial Medo Persa? (Daniel 7:5) “...e eis aqui o segundo animal, semelhante a um ________...” 5. Que animal representa o terceiro reinado, Grécia e quantas cabeças tinha esse animal? (Daniel 7:6) “...continuei olhando, e eis aqui outro, semelhante a um ___________ ... tinha também este animal _______ cabeças...” NOTA: As quatro cabeças do leopardo representam as quatro divisões do império grego após a morte de Alexandre o Grande. O reinado se dividiu entre quatro generais: Cassandro, Lisímaco, Ptolomeu e Seleuco, que governaram sobre os reinados da Macedônia, Trácia, Egito e Síria. 6. O quarto animal, representando Roma, é identificado por qual tipo de dentes? (Daniel 7:7) “...e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e sobremodo forte, o qual tinha __________ dentes de ________ ...” NOTA: Perceba as pernas de ferro em Daniel 2 e o ferro nos dentes em Daniel 7. Ambos os animais e as pernas representam Roma. 7. Quantos chifres o quarto animal tem e o que Daniel vê surgindo no meio dos dez chifres? (Daniel 7: 7 e 8) “...e tinha _______ chifres...estando eu a observar os chifres, eis que entre eles subiu outro ____________ ...”
  23. 23. NOTA: Os dez chifres representam os dez povos bárbaros que conquistaram o império romano e o dividiram. Eles são: os Ostrogodos, Visigodos, Francos, Vândalos, Suevos, Alemanos, Anglo-Saxões, Hérulos, Lombardos e Burgundios. A IDENTIFICAÇÃO DO CHIFRE PEQUENO EM DANIEL 7 8. Liste as marcas de identificação do chifre pequeno como aparecem descritas em Daniel 7. “...e eis que entre eles _______ outro pequeno...diante do qual três dos primeiros chifres foram _______________...e eis que neste chifre havia ________ , como os de ___________ ...e uma boca que falava com _____________...” (Verso 8) “...eis que este chifre fazia _________ contra os santos, e _______________ contra eles...” (Verso 21) “...Proferirá palavras _________ o Altíssimo e cuidará em mudar os __________ e a _______; e os santos lhe serão entregues nas mãos por _____________ , e _______________ , e ____________ de _______________ .” (Verso 25) NOTA: O império romano foi tomado pelos bárbaros em 476 D.C. Desde então o chifre pequeno emergiu entre as dez divisões, tendo se tornado o maior poder depois da queda do império romano. Observamos então, o surgimento do chifre pequeno após 476 D.C. Entre 476 e 562 D.C. três dos dez chifres – Hérulos, Vândalos e Ostrogodos – foram destruídos. Isto abriu caminho para o chifre pequeno crescer e ganhar poder. Este poder blasfemaria contra Deus. Lembrando, Belsazar blasfemou contra Deus quando misturou paganismo com adoração a Deus. Obviamente, este poder blasfemaria igualmente contra Deus por misturar paganismo com adoração a Deus. Como na Babilônia antiga, o chifre pequeno perseguiria aqueles que estavam em desacordo com estas suposições impostas por este poder. Tentariam destruir os santos de Deus. O CHIFRE PEQUENO E A BESTA DE APOCALIPSE 13 9. Liste as marcas de identificação da besta de Apocalipse 13: “...e deu-lhe o ____________ o seu poder, o seu trono e grande autoridade...”(Verso 2) “...vi uma de suas cabeças como ______________ de __________mas essa ferida mortal foi __________ e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta...” (Verso 3) “...Quem é ____________ à besta? quem pode pelejar contra ela?” (Verso 4) “...Foi-lhe dada uma boca que proferia ____________ e ______________ ...E abriu a boca em ______________ contra Deus...”(Versos 5 e 6) “...Foi-lhe dado também, que pelejasse _________ os santos, e os vencesse...” (Verso 7) “...E ______________ todos os que habitam sobre a terra...” (Verso 8) “...e o seu número é ______________ e ____________ e ______ ...” (Verso 18) NOTA: O dragão representa a Satanás (Apocalipse 12:9) Não importa o que este poder da besta impõe, a fonte de sua autoridade e poder não é nenhum outro senão o próprio Satanás. Este poder receberia uma ferida mortal, mas incrivelmente, se recuperaria e todo o mundo então iria seguir este poder. Este poder é um poder que recebe adoração dos homens. É um poder religioso e não um poder secular ou político. Como o chifre pequeno de Daniel 7, este poder blasfemaria contra Deus. Na identificação destas marcas está muito claro que Apocalipse 13 e Daniel 7 estão falando exatamente sobre o mesmo poder. 10. Quanto tempo reinaria o poder do chifre pequeno de Daniel 7 e da Besta de Apocalipse? a. Daniel 7:25: “...por ____________ , ______________ , e ________ de _____________ ...” b. Apocalipse 12:14: “...durante _____________ , _________ , e _________ de _______________ ...” c. Apocalipse 13:5: “...para agir _____________ e _______ meses...” d. Apocalipse 12:6: “...durante ________________________________ dias...”
  24. 24. NOTA: O calendário babilônico tinha 360 por ano e 30 dias por mês. Portanto, 3 anos e meio vezes 30 dias por mês é igual a 1260 dias: 42 meses vezes 30 dias por mês é igual a 1260 dias. Então, 3 tempos e meio = 42 meses = 1260 dias. Estes 1260 dias ou tempos ou períodos proféticos são outra ligação entre o chifre pequeno de Daniel 7 e a besta de Apocalipse 13 e 12. 11. O que vai acontecer no final com o poder do chifre pequeno? (Daniel 7:26) “...Mas, depois, se assentará o tribunal, para lhe tirar o __________ , para o ___________ e o _____________ até o fim...” NOTA: A Babilônia espiritual vai finalmente comparecer ao julgamento de Deus e será destruída. Daniel é claro em mostrar que este poder vai finalmente chegar ao fim na Segunda volta de Jesus. Quão importante, então que não sejamos enganados por este poder. 12. O que sentiu Daniel após receber esta revelação? (Daniel 7:28) “...os meus pensamentos muito me ________________ e o meu semblante se ___________________...” NOTA: Daniel ficou profundamente perturbado por esta revelação. Você também ficaria perturbado pelas coisas reveladas em Daniel 7 e Apocalipse 13. Deus não quer ninguém enganado por esta grande desilusão. Isto porque em misericórdia, Ele nos dá a advertência de Apocalipse 13 e Daniel 7. Perturbante e chocante como esta revelação possa ser, Deus a envia à nós porque nos ama muito. 8. Que mensagem Jesus enviou aqueles a quem Ele ama? (Apocalipse 3:19) “...Eu _______________ e ______________ a quantos amo. Sê, pois, zeloso e _________________...” MINHA DECISÃO: Senhor Jesus, me ajude a sair da Babilônia espiritual, eu quero fazer parte do Teu povo. Assinatura: _______________________Data:__________________
  25. 25. O TEMPO ESTÁ CUMPRIDO – PARTE I Os próximos estudos vão nos revelar uma das mais incríveis e fascinantes profecias de todo o livro de Daniel. Elas revelarão sobre os eventos que estão acontecendo no céu que claramente indicam a aproximação do final da história da terra. Eventos que são especificamente boas novas para o povo de Deus, mas também são especificamente más notícias para o poder do chifre pequeno. A profecia de Daniel 8 e 9 é a mensagem principal encontrada no livro de Daniel. Aqui Daniel dá-nos a profecia de mais longo tempo de toda a Bíblia. O PANORAMA DOS IMPÉRIOS As profecias de Daniel são melhores entendidas quando seguem certos princípios de interpretação, tais como a repetição e a expansão. As grandes profecias de Daniel continuamente vão tratar da mesma história, repetindo os impérios do passado. Mas, cada sucessão profética adicionará mais detalhes sobre o tempo do fim. Daniel 8 e 9 vão discorrer parte da mesma seqüência de Daniel 2 e 7, retratando os impérios da Medo-Pérsia, Grécia, Roma e o chifre pequeno. 1. Quando Daniel teve a visão de Daniel 8? (Daniel 8:1, 2) “...No ano __________ do reinado do rei Belsazar...” NOTA: Esta visão é dada próximo ao fim do reinado de Babilônia. Interessantemente, vamos ver que ela não começou com a Babilônia, mas com a Medo-Pérsia. 2. Que animal viu Daniel dando marradas para o Ocidente, para o norte e para o sul e quem este animal representa? (Daniel 8:3, 4 e 20) “...eis que, diante do rio, estava um ____________, o qual tinha ________________ ...Aquele _____________ com __________________, que viste, são os reis da _________ e da _________...” 3. Que animal vinha do ocidente sem tocar no chão e o que ele representava? (Daniel 8:5 e 20) “...e este ______ tinha um ___________ notável entre os olhos...Mas o bode peludo é o rei da ___________; o grande chifre entre os olhos é o _____________ rei...” NOTA: Perceba como a profecia segue a mesma seqüência como em Daniel 2 e 7. Depois da Medo-Pérsia veio a Grécia. O notável chifre representa o primeiro rei da Grécia, Alexandre o Grande. A expansão macedônica em direção à Ásia, iniciada na época de Filipe II, prosseguiu com Alexandre. Em 334 A.C., na batalha de Grânico, na Ásia Menor, foram derrotados os persas. Conquistadas as cidades gregas do litoral, até então submetidas ao domínio persa, o exército de Alexandre venceu novamente os persas, na batalha de Isso (333 A.C.), dominando a Fenícia e a Palestina. No Egito, Alexandre, proclamado ‘Filho de Amom’ pelos sacerdotes, empreendeu a fundação da cidade de Alexandria, no delta do rio Nilo, que logo se projetaria como centro comercial e cultural. Na batalha de Arbelas ou Gaugamelas (331 A.C.), os persas de Dario III foram derrotados e conquistadas as capitais do Império Aquemênida. 4. O que o bode fez ao carneiro? (Daniel 8:6, 7) “...e o bode o lançou por terra, e o _________ aos pés...” NOTA: A expansão macedônica em direção à Ásia, iniciada na época de Filipe II, prosseguiu com Alexandre. Em 334 A.C., na batalha de Grânico, na Ásia Menor, foram derrotados os persas. Conquistadas as cidades gregas do litoral, até então submetidas ao
  26. 26. domínio persa, o exército de Alexandre venceu novamente os persas, na batalha de Isso (333 A.C.), dominando a Fenícia e a Palestina. No Egito, Alexandre, proclamado ‘Filho de Amom’ pelos sacerdotes, empreendeu a fundação da cidade de Alexandria, no delta do rio Nilo, que logo se projetaria como centro comercial e cultural. Na batalha de Arbelas ou Gaugamelas (331 A.C.), os persas de Dario III foram derrotados e conquistadas as capitais do Império Aquemênida. 5. O que aconteceu a grandeza de seu poder? O que tomou o seu lugar? (Daniel 8:8 e 22) “...e na sua força, _________________ o grande chifre, e em seu lugar saíram ____________________ também notáveis, para os quatro ventos do céu...O ter sido ____________, levantando-se __________ em lugar dele, significa que _________ reinos se levantarão deste povo, mas não com força igual à que ele tinha...” NOTA: Em poucos anos, Alexandre o Grande conquistou o mundo. Mas, subitamente, ele morreu na Babilônia com a idade de 32 anos. Após a morte de Alexandre (323 A.C.) começou no vasto Império a disputa pela sucessão. Os mais importantes generais de Alexandre travaram entre si a luta pelo poder, abalando a aparente unificação política do Império, que, afinal, revelou-se frágil. As diferenças étnicas, lingüísticas e culturais, e os interesses das classes dominantes provinciais mostraram-se mais fortes do que a unidade promovida por Alexandre, mergulhando o Império na Anarquia. Seus dois herdeiros foram assassinados e quatro de seus generais assumiram seu poder. Ptolomeu tomou o Egito, Lisímaco tomou a Trácia (Bulgária), Cassandro tomou a Macedônia (Grécia), e Seleuco tomou a Síria (incluindo Turquia, Iraque e Iran). 6. O que veio de um dos quatro ventos do céu? (Daniel 8:9) “...De um dos ____________ saiu um ___________ pequeno...” 7. Este chifre pequeno permaneceu como um chifre pequeno? (Daniel 8:10, 24) “...____________ até atingir o exército dos céus...Grande é o seu __________...” 8. Como o chifre pequeno se tornou muito forte, que cinco coisas ele fez? (Daniel 8:11, 12) “..._________________ até ao Príncipe do exército; dele tirou o sacrifício __________ e o lugar do seu santuário foi deitado __________. O ____________ lhe foi entregue...e deitou a _____________ por terra...” NOTA: Não estamos tratando só com o império romano pagão. Nos últimos dias do império romano, o chifre pequeno mudou sua forma. Tornou-se um poder cristão/pagão que lançou por terra a verdade de Deus, praticando, prosperando e destruindo a verdade do santuário de Deus. Em Daniel 7, o chifre papal cresceu da besta romana pagã. Em Daniel 8, o mesmo símbolo representa ambos os poderes, mostrando a conexão próxima entre Roma papal e Roma pagã. Então o chifre pequeno de Daniel 8 representa Roma em seus dois estágios ou fases. Em Daniel 2 Roma é representada pelas suas duas pernas de ferro, sendo uma de cada fase do poder romano. 9. Que pergunta Daniel ouviu por acaso em Daniel 8:13? “...Até quando durará a visão do ______________ diário e da _______________ assoladora, visão na qual é entregue o santuário e o exército, a fim de serem ___________?” NOTA: Daniel ouviu dois seres santos falando no céu e um deles perguntava: Quanto tempo será esta visão que começa com a Medo-Pérsia e termina com Roma papal? 10. Quanto tempo seria necessário para o santuário ser purificado? (Daniel 8:14)
  27. 27. “...Ele me disse: Até ____________ e _____________ tardes e manhãs; e o santuário será purificado...” NOTA: 2300 dias literais é um pouco mais de seis anos. De acordo com Daniel 8, os 2300 dias abrangeriam a Medo-Pérsia, Grécia e os poderes romanos pagão e papal. Obviamente não estamos tratando de 2300 dias literais, mas 2300 dias figurativos ou simbólicos. 11. O que representa um dia em profecia bíblica? (Ezequiel 4:7) “...cada dia por um ________...” NOTA: No tempo profético na Bíblia, um dia simboliza um ano. Veremos mais tarde neste estudo, quão precisa esta profecia é. 12. O que foi dito a Daniel para fazer com a visão das noites e manhãs? (Daniel 8:26) “...Tu, porém, _____________ a visão...” NOTA: Todos os outros aspectos desta visão foram claramente interpretados por Daniel. Mas, quando chegamos ao ponto em que a interpretação deveria ser dada para a purificação do santuário, dissemos que aquela visão estaria selada, pois se referia a um futuro distante (ver também Daniel 8:17) 13. O que aconteceu a Daniel então? (Daniel 8:27) “...E eu, Daniel, ______________ , e estive ____________ alguns dias...” NOTA: Daniel ficou apático pela visão e não pode compreendê-la. Quando ele viu tudo o que o poder do chifre pequeno fez ele caiu exausto e ficou doente. MINHA DECISÃO: Senhor Deus, vemos pelas profecias de Daniel que o Senhor dirige todos os passos da humanidade. Nos ajude Senhor, a fim de que confiemos a nossa vida totalmente em Tuas mãos. Assinatura: _______________________Data:__________________
  28. 28. O TEMPO ESTÁ CUMPRIDO – PARTE II Como vimos no estudo anterior, no capítulo 8 de Daniel, verso 14, Deus marca um tempo para determinados acontecimentos. Ele diz: “Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado”. Vimos também que uma tarde e manhã significam um dia e que um dia profético equivale a um ano literal (Ezequiel 4:7). Assim, 2300 dias proféticos representam 2300 anos. Mas ainda estamos tentando saber de que tempo Jesus falava quando anunciou a Si mesmo como o Messias, declarando que “o tempo está cumprido” (Marcos 1:15). Já sabemos que Deus informou que depois de 2300 anos o Santuário seria purificado. Mas ainda nos falta saber duas coisas: 1ª o que, exatamente, deveria ocorrer ao final dos 2300 anos, e 2ª quando se iniciariam esses 2300 anos. Todas essas respostas nós vamos encontrar neste interessante estudo. DANIEL RECEBE A PRIMEIRA INTERPRETAÇÃO 1. Quem deu a Daniel a primeira interpretação da visão das 2300 tardes e manhãs? (Daniel 8:16) “...E ouvi uma voz de ___________ de entre as margens do Ulai, a qual gritou e disse: ___________, dá a entender a este a visão...” NOTA: O profeta Daniel não conseguiu entender bem o que estava ouvindo, e Alguém providenciou o esclarecimento, Alguém maior do que o anjo Gabriel. 2. A que tempo se referia essa visão? (Daniel 8:17-19) NOTA: Aqui temos mais uma informação: a visão se refere ao “tempo do fim”. Daniel 8:27 nos mostra que Daniel não conseguia entender, e que ninguém a podia explicar. DEUS DÁ A RESPOSTA A DANIEL O capítulo 9 se inicia com uma comovente oração de Daniel pedindo entendimento, e o restante é dedicado a explicar-lhe a visão, e a fornecer detalhes capazes de lhe dar, e também a nós, confiança na providência divina. “...Voltei o rosto ao Senhor Deus, para O buscar com _________ e ___________ , com _________, pano de saco e cinza...” NOTA: Aquela visão era além do entendimento e realmente preocupou Daniel até 14 anos mais tarde e ele ainda tentava decifrar o seu significado. Ele estava estudando as profecias de Jeremias da esperança de libertação do cativeiro após setenta anos, tentando encontrar um indício para a interpretação dos 2300 dias. Em sua oração para compreensão desta profecia, confessava seus pecados e os de seu povo, na esperança que de alguma forma Deus o ouviria. 4. Quem apareceu a Daniel em resposta a sua oração? (Daniel 9:20, 21) “...o homem __________ , que eu tinha observado na minha _________ ao princípio...” NOTA: O mesmo anjo que deu a Daniel a visão original do capítulo 8 veio e apareceu para ele novamente. Daniel não tinha recebido qualquer outra visão naqueles 14 anos desde a visão dos 2300 dias.
  29. 29. 5. Qual é o propósito da visita de Gabriel desta vez? (Daniel 9:22, 23) “...Daniel, agora saí para fazer-te _____________ o __________..._____________ , pois, a coisa e entende a _________...” NOTA: Gabriel chama a atenção de Daniel para a visão dos 2300 dias. Ele veio para dar a Daniel uma compreensão daquela visão e dizer para ele considerar e entendê-la. Podemos então esperar alguma coisa mais sobre os 2300 dias nos próximos versos. AS SETENTA SEMANAS 6. Quanto tempo foi decretado ao povo judeu? (Daniel 9:24) “..._______________ semanas estão determinadas sobre o teu povo...” NOTA: Setenta semanas estão decretadas para o povo judeu dentro dos 2300 dias. O tempo de setenta semanas vezes sete dias por semana é igual a 490 dias. O qual por simbologia profética tornam-se 490 anos. Lembre-se, o povo de Deus esteve em cativeiro na Babilônia neste tempo, por causa de sua rebelião espiritual contra Deus. Agora Deus está dizendo que eles tem 490 anos para se redimir. “...desde a saída da _________ para restaurar e para edificar Jerusalém...” NOTA: A ordem para restaurar e edificar Jerusalém foi dada por Artaxerxes em 457 A.C. (Esdras 7:13-26). Dos três decretos encontrados em Esdras, os três incluem a ordem para formar um governo com a construção do templo. Jerusalém foi mais uma vez o centro espiritual e governamental para os judeus. 8. O que aconteceria na fim das 69 semanas? (Daniel 9:25) “...até ao ___________ , ao ____________, sete semanas, e sessenta e duas semanas...” NOTA: Da ordem para restaurar e reconstruir Jerusalém em 457 A.C. até o Ungido, o Príncipe vir seriam 7 semanas, mais sessenta e duas semanas. 7 semanas + 62 semanas = 69 semanas -------- 69 semanas x 7 dias/semanas = 483 dias simbólicos ou 483 anos. Se de 483 anos, subtrairmos 457 A.C. nós estaremos no ano calendário 27 D.C. como o tempo para a aparição do Ungido. Jesus foi ungido pelo Espírito Santo para Seu ministério e Seu batismo (Lucas 3:21, 22 e Atos 10:37, 38). Ele foi batizado em 27 D.C. durante o décimo quinto ano do reinado de Tibérius César (Lucas 3:1) 9. Qual a primeira mensagem que Jesus proclamou seguindo-se ao Seu batismo? (Marcos 1:14, 15) “...O tempo está ___________ , e o reino de Deus está próximo...” NOTA: O relógio profético de Deus tinha acertado, e Jesus apareceu no tempo que a Bíblia havia previsto! A Bíblia previu precisamente o exato ano do batismo de Jesus. 10. O que acontece ao Messias? (Daniel 9:26)
  30. 30. “...será _________ o ungido, e já não ___________...” NOTA: A Bíblia não somente previu o batismo de Jesus, mas também previu que Jesus morreria. E percebam que é dito “não por Ele próprio”. Nós todos deveríamos morrer como resultado de nosso próprio pecado. Jesus morreu muito embora Ele nunca tenha pecado. Sua morte foi substitutiva para a raça humana inteira. 11. Quanto tempo o Ungido confirmou o pacto com os judeus? (Daniel 9:27) “...Ele fará firme aliança com muitos por ______ semana...” NOTA: Uma semana são sete dias proféticos, os quais significam sete anos. Adicionando sete anos ao ano 27 D.C. nos traz ao ano 34 D.C. Durante este período de sete anos finais dos 490 anos proféticos o evangelho seria confirmado ou pregado ao povo judeu. 12. O que fez o Ungido na metade desta última semana? (Daniel 9:27) “...na metade da semana fará __________ o sacrifício e a ____________ ...” NOTA: Na metade desta semana final, três anos e meio desta semana final, três anos e meio antes, Jesus iniciou o Seu ministério, Ele é o motivo do sacrifício cessar. Jesus concluiu este sacrifício pela Sua morte na cruz no outono de 31 D.C. Jesus, o Cordeiro de Deus morreu; para não mais existirem sacrifícios de animais. Somente uma pessoa poderia interromper os sacrifícios de animais, aquEle que foi o Único que se tornou Ele próprio um sacrifício. Quando Jesus foi pendurado na cruz, as cortinas do templo foram rasgadas em duas partes indicando o fim do sistema sacrifical. Por três anos e meio depois da morte de Jesus (o restante da semana de confirmação), os discípulos trabalharam principalmente pelo povo judeu. Contudo, no ano 34 D.C., a nação judia selou a sua rejeição ao evangelho pelo apedrejamento de Estevão (Atos 7:54-59). A perseguição começou naquele tempo e forçou aos cristãos se espalharem através do globo pregando o evangelho aos gentios (Atos 8:4). 13. Quando os 2300 dias proféticos terminam e o que acontece no final deste período? (Daniel 8:14) “...Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será _______________...” NOTA: Lembre-se, 70 semanas (490 anos) fazem parte do longo período de 2300 anos. Se nós subtrairmos 490 anos de 2300 anos, nós temos 1810 anos. Adicionando 1810 anos ao ano 34 D.C., e nós chegamos ao ano de 1844 como conclusão dos 2300 anos proféticos. Examinamos o mais longo período profético da Bíblia, dos dias de Daniel para nossos dias, de 457 A.C. para 1844 D.C. A fim de entender o que aconteceu em 1844, precisamos estudar o que a Bíblia diz sobre o Santuário. Os próximos dois estudos vão dar os detalhes do que aconteceu a partir de 1844. MINHA DECISÃO: Senhor Deus, compreendemos que o Senhor tem dirigido todos os passos da humanidade. Quero colocar também a minha vida em Tuas mãos para que o Senhor também dirija todos os meus passos. Assinatura: _________________________________Data:__________________
  31. 31. O SANTUÁRIO O estudo 10 examinou os 2300 dias do tempo profético de Daniel 8 o qual se iniciou em 457 A.C. com a Medo-Pérsia e terminou em 1844. Em Daniel 9 descobrimos que Deus previu com exatidão os anos do batismo e crucifixão de Jesus. Então, temos toda confiança que o evento final dos 2300 dias, a purificação do Santuário, viria conforme a predição do tempo, em 1844. Mas o que é o Santuário e por que ele é tão importante? O SANTUÁRIO DO ANTIGO TESTAMENTO E SEUS SERVIÇOS 1. Qual era o propósito do antigo Santuário judeu e como era chamado o Santuário no Antigo Testamento? (Exodo 25:8) “...E me farão um Santuário, para que Eu possa ____________ no meio deles...” “...Farás o ____________________...” NOTA: Os israelitas eram nômades no deserto do Sinai. Neste tempo Deus pediu que eles construíssem um Tabernáculo para que Ele pudesse habitar no meio do povo. O Santuário do Antigo Testamento consistia em três seções: O Pátio, o Lugar Santo e o Lugar Santíssimo. Cada uma destas seções tinha sua própria mobília: No Pátio estava o Altar da Queima e Oferecimento dos Sacrifícios. No Lugar Santo, estavam a Mesa dos Pães da Proposição, os Sete Castiçais e o Altar do Incenso. No Lugar Santíssimo, estava a Arca do Concerto, contendo os 10 Mandamentos. A Arca tinha uma tampa dourada chamada Tampa de Expiação ou Propiciatório a qual cobria a Lei. Sobre o Propiciatório estavam dois querubins, e entre eles estava a Glória Shekinah, a presença literal de Deus na terra. 2. Quando a pessoa desejava ser perdoada do pecado no Israel antigo, o que ela trazia ao Santuário? (Levítico 5:6) “...Como sua ____________ pela culpa, pelo pecado que cometeu...” NOTA: O Santuário era o lugar onde o perdão dos pecados era obtido. O serviço do Santuário apontava para a remoção (ou perdão) do pecado vindo do pecador e transferindo este pecado e sua recompensa (morte) para o substituto (o cordeiro). O pecador colocava suas mãos sobre a cabeça do cordeiro e confessava seu pecado. Então o pecador matava a ovelha no Altar das Ofertas Queimadas. O sangue do cordeiro era então aspergido antes do véu pelo Altar do Incenso no Lugar Santo. Desta maneira simbólica, o pecado cometido era então perdoado e era atribuído ao Santuário. Este trabalho de sacrifício era realizado pelos pecadores todos os dias; então se tornou conhecido como “diário.” QUEM PROJETOU O SANTUÁRIO? 3. Foi Moisés que projetou o Tabernáculo e que características tinha este Tabernáculo? (Exodo 25:9, 40 e Hebreus 8:5) “...Vê, pois, que tudo faças segundo o ____________ que te foi mostrado no monte...” “...os quais ministram em ____________ e _____________ das coisas celestes...” NOTA: Moisés não projetou o Tabernáculo do Antigo Testamento; ele o fez de acordo com o modelo mostrado a ele por Deus quando estava no Monte Sinai. Foi Deus quem projetou o Santuário. Moisés construiu seu Tabernáculo de acordo com o modelo do Santuário Celestial. 4. Quantos Santuários existem na Bíblia? (Hebreus 8:1-5) “...como Ministro do Santuário, e do verdadeiro Tabernáculo, que o Senhor __________ , não o ___________ ...” NOTA: O escritor de Hebreus indica claramente que existem dois Santuários, um terrestre (o Tabernáculo e todos o serviços do Templo) e um Santuário Celestial. Este foi projetado e levantado pelo Senhor (o celestial), e o outro levantado por Moisés (o terrestre).
  32. 32. JESUS CUMPRE O SERVIÇO DO SANTUÁRIO As três partes do Santuário – o Pátio, o Lugar Santo e o Lugar Santíssimo – indicam as três fases da salvação pelo ministério de Jesus, uma fase é simbolizada pelo Pátio, a segunda fase é simbolizada pelo Lugar Santo, e a terceira fase é simbolizada pelo Lugar Santíssimo. 5. Que fase do ministério de Cristo é simbolizada pelo serviço do Pátio? (Hebreus 9:26; João 1:29) “...se manifestou uma vez por todas, para aniquilar, pelo _______________ de si mesmo, o pecado...” “...Eis o ______________ de Deus, que tira o pecado do mundo...” NOTA: Jesus, por Sua morte na cruz do Calvário, cumpriu o serviço do Pátio do Antigo Testamento. Ele se tornou o sacrifício do pecador: o Cordeiro de Deus. O povo não se sacrificava muito para oferecer um cordeiro a Deus quando confessava seu pecado, mas Jesus, o Cordeiro de Deus morreu por nossos pecados. O Pátio simboliza o sacrifício de Jesus. 6. Quem é o Sumo Sacerdote do Santuário Celestial e como é cumprido o Seu ministério neste lugar? (Hebreus 4:14 e 9:24) “...__________ , o Filho de Deus...” “...Porque Cristo não entrou em Santuário _________ por ________, figura do verdadeiro, mas no mesmo ________, para comparecer, agora, por _______ diante de Deus...” NOTA: No Santuário Celestial existe somente um sacerdote, Jesus. Ele não é outro senão o Cordeiro de Deus, Jesus. Em Sua ascensão, Jesus entrou no Lugar Santo do Santuário Celestial, onde Ele aparece na presença de Deus por nós. Quando nós pecadores confessamos nossos pecados e aceitamos a morte e ressurreição da vida de Jesus como nossa própria, Jesus está no céu reclamando nosso perdão do pecado através de Seu sangue. Resumindo então, temos que o Pátio representa o serviço de sacrifício de Jesus e o Lugar Santo o Seu trabalho de intercessão. 7. Como o apóstolo Paulo indica que os indivíduos são restaurados para um relacionamento correto com Deus? (Romanos 5:10) “...fomos reconciliados com Deus mediante a ________ de seu Filho...seremos salvos pela sua _________...” NOTA: Estes dois aspectos do ministério de Jesus no Santuário são cumpridos por Jesus. Ele é o único que pode restaurar completamente uma pessoa à um relacionamento correto com Deus. 8. Quantos mediadores existem entre Deus e a humanidade nos tempos do Novo Testamento? (I Timóteo 2:5) “...Porquanto há __________ Deus, e _________ Mediador entre Deus e os homens, __________________, homem...” NOTA: Nos tempos do Novo Testamento não era mais preciso um sistema de sacerdócio terrestre. Depois que Jesus morreu na cruz e ressuscitou, o ministério do Grande Sumo Sacerdote começou. Não existe, contudo, nenhum outro mediador entre Deus e a humanidade, exceto Jesus. O DIA DA EXPIAÇÃO Enquanto o serviço no Pátio e Lugar Santo era realizado todo dia, o serviço no Lugar Santíssimo era realizado uma vez por ano. Então, enquanto o anterior era conhecido como “diário”, o ultimo era conhecido como “anual”. O serviço do Dia da Expiação é a terceira e final fase do ministério de Jesus. Vamos examinar os eventos deste, o mais solene dia na vida do Israel antigo. 9. O que acontecia ao Santuário no Dia da Expiação? (Levítico 16:29, 30) “…porque naquele dia se fará expiação por vós, para ____________________...”
  33. 33. NOTA: O propósito do dia da Expiação era purificar os pecadores e o Santuário. A purificação do Santuário era obtida através do serviço no Lugar Santíssimo. 10. Quantos bodes eram escolhidos no Dia da Expiação e o que representavam estes animais? (Levítico 16:5 e 8) “...tomará ________ bodes para a oferta pelo pecado...lançará sortes sobre os dois bodes: uma para o ___________, e a outra, para o _______________________...” NOTA: Um bode era escolhido para ser oferecido ao Senhor, o outro era para ser o bode expiatório, ou era escolhido para Azazel. Azazel era outro nome dado a Satanás. Então, neste dia em particular dois bodes eram escolhidos, um para o Senhor e outro representava a Satanás. 11. O que acontecia ao bode para o Senhor? (Levítico 16:9 e 15) “...Arão fará chegar o bode sobre o qual cair a sorte para o Senhor, e o oferecerá por ___________ pelo ____________...” “…e trará o seu ___________ para dentro do véu...aspergi-lo-á no _________________, e também diante ______________ ...” NOTA: A tampa do Propiciatório, também conhecida como tampa de misericórdia, ficava dentro do Lugar Santíssimo. (perceba que esta é a única vez a cada ano que o sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos). Um pouco deste sangue era aspergido sobre o Altar do Incenso, e outro tanto era aspergido sobre o Propiciatório. 12. A aspersão do sangue do bode do Senhor sobre o propiciatório era para fazer expiação para qual parte do Santuário e por que este lugar precisava ser purificado? (Levítico 16:16) “...Assim fará expiação pelo __________________...por causa das ________________ dos filhos de Israel, e das suas __________________, e de todos os seus pecados....” NOTA: Perceba novamente que o sumo sacerdote está no Lugar Santíssimo, mas ele está fazendo uma expiação pelo Santuário ou Lugar Santo. A razão pela qual o sumo sacerdote entrava no Lugar Santíssimo era para purificar o Lugar Santo de todos os pecados dos filhos de Israel que tinham sido transferidos para lá por todo o ano através do serviço do Lugar Santo. 13. O que acontecia ao bode vivo quando o serviço de purificação do Santuário era completado? (Levítico 16:20, 21) “...e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, todas as suas transgressões e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á ao ____________, pela mão dum homem à disposição para isso...” NOTA: Perceba que o bode de Satanás nunca era morto. Somente Jesus arca com a pena do pecado (morte). O bode vivo somente entra em cena quando o serviço do Santuário estava completo – o serviço de salvação estava acabado! Esta remoção do pecado do Santuário é o ato final do serviço do Santuário. A cerimônia mostrava simplesmente que Satanás é o agente responsável final do pecado. A fim de que Jesus removesse o pecado do Santuário, um serviço de julgamento era necessário. Isto porque este serviço no Israel antigo era conhecido como o dia do julgamento. Este era o mais solene dia na história de Israel, porque os israelitas sabiam que seus pecados estavam sendo removidos do Santuário. MINHA DECISÃO: Senhor Deus, pelo ritual do Santuário terrestre compreendemos o plano perfeito de salvação que o Senhor nos deu pelo sacrifício de Jesus. Eu aceito o sacrifício de Jesus pelos meus pecados. Assinatura: _________________________________Data:__________________
  34. 34. O JULGAMENTO JÁ COMEÇOU Nos estudos anteriores, estudamos as incríveis profecias de Daniel do julgamento que iniciou em 1844. Descobrimos que os 2300 dias proféticos iniciaram em 457 A.C. durante o reinado Medo-Persa e terminou em 1844 D.C. com o início da purificação do Santuário Celestial. No ultimo estudo examinamos cuidadosamente o serviço do Santuário do Antigo Testamento que pontuou a frente o ministério de Jesus. Nós encontramos três fases do ministério de Jesus como Messias. O Pátio representava o serviço do sacrifício de Jesus, o Lugar Santo Seu serviço de intercessão e o Lugar Santíssimo Seu serviço de julgamento final. A purificação do Santuário no Antigo Testamento referia-se ao serviço de julgamento de Jesus, o qual Daniel 8:14 indica que vai começar no fim dos 2300 anos proféticos em 1844. Neste estudo desejamos examinar o conceito todo do julgamento como aparece em Daniel 7, 8 e 9. De fato, o julgamento parece ser o foco destes três capítulos. O JULGAMENTO EM DANIEL 7 1. Dê o símbolo bíblico de Daniel 7 para cada um dos poderes mencionados abaixo: (Daniel 7:1-8) Babilônia: __________; Medo-Pérsia: _________; Grécia: ________________; Roma Pagã: ____________________ ; 10 Tribos: ______________________ ; Roma Papal: _______________________ . 2. O que aconteceu depois da queda do poder do chifre pequeno? (Daniel 7:9, 10) “...Assentou-se o ______________ , e se abriram os livros...” NOTA: Daniel retrata o panorama das nações, cada uma seguindo outra. A próxima grande cena é nenhuma outra senão a do julgamento. 3. A seqüência de impérios é repetida novamente no capítulo 7. Nomeie os poderes que surgiram após o reino quarto animal que são mencionados em Daniel 7:19, 20 a. “... a respeito do _________ animal...” (Roma pagã) b. “... a respeito dos _____ chifres...” (tribos bárbaras) c. “... e do outro _________ que subiu...” (o chifre pequeno de Daniel 7:8 = Roma papal) 4. Quanto tempo o poder do chifre pequeno prevaleceu contra os santos? (Daniel 7:21, 22) “...até que veio o Ancião de dias e fez _____________ aos santos do Altíssimo...” NOTA: Aqui novamente encontramos Daniel enfatizando o fato do poder do chifre pequeno prevalecer sobre as mentes dos homens até o Ancião de Dias (Deus) começar o julgamento. 5. Daniel novamente menciona o quarto animal, os dez chifres, e o chifre pequeno pela terceira vez no capítulo 7. Que evento Daniel descreve? (Daniel 7:23-26)

×