Poema "Pecado"

220 visualizações

Publicada em

Poema feito por mim

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
220
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poema "Pecado"

  1. 1. Tu comigo, Quiseste ficar deitado, Eu bem te avisei: Meu amor isso é pecado! Tu não me destes ouvidos, Não ouviste a minha palavra, E agora por tua culpa, Deste pecado sou condenada. Apesar de te amar, Não podia ficar a teu lado, Eu julgo que entendes, Pois disseste que era pecado! Depois de tudo, Me deixaste abandonada, Depois daquele momento, Minh’ alma ficou estragada. Quando acabou, Depois do ato consumado, Mais não me querias ver, Pois sabias que era pecado! Com o que me fizeste, Fiquei bastante magoada,
  2. 2. Não quiseste saber de mim, E agora estou acabada. Tu quiseste-me de volta, Embora nosso amor continuado, Eu rejeitei-te outra vez, Porque eu sabia que era pecado! Até a nossa amizade, Tu deste como terminada, Eu fiquei tão leve, Como as penas de uma almofada. E depois de comer o pau, Ao teu amigo saciado, Só realmente me apercebi, Que o que fiz era pecado! Para te ser sincera, Eu fiquei saciada, De me vingar ardentemente de ti, Mas fiquei também destroçada. E depois de meu, Desejo renunciado, Tu não te conteste mas eu parei-te, Porque o que ia acontecer era pecado!
  3. 3. E com o nosso término, Eu fiquei desesperada, E no meu coração, Atravessaste a espada.

×