Riscos geológicos 10º ano

818 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
818
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Riscos geológicos 10º ano

  1. 1. RISCOS GEOLÓGICOS ASSOCIADOS À DINÂMICA INTERNA E DINÂMICA EXTERNA DA GEOSFERA
  2. 2. INTRODUÇÃO Este trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Biologia e Geologia, com a finalidade de adquirirmos conhecimentos sobre a matéria que iremos estudar posteriormente – os riscos geológicos. 2
  3. 3. Agentes Modificadores Internos (calor) Externos (fontes de energia) (fontes de energia) • Acreção do planeta • Contração gravitacional • Radioatividade • Calor irradiado pelo Sol • Energia cinética resultante do impacto meteorítico Manifestações da atividade geológica: Manifestações da atividade geológica: • Vulcanismo • Sismos • Movimento das placas tectónicas • • • • Erosão das zonas costeiras Movimentos de massa Cheias Formação de crateras de impacto 3
  4. 4. 1. Dinâmica Interna da Geosfera Devido a fontes de energia interna, como a acreção do planeta, contração gravitacional e radioatividade, existem manifestações da atividade geológica, tais como, o vulcanismo, a atividade sísmica, os movimentos de placas tectónicas, entre outros. 4
  5. 5. 1.1. VULCANISMO O vulcanismo consiste nos processos pelos quais o magma e os gases a ele associados ascendem, a partir do interior da Terra, à superfície da crosta terrestre podendo incluir também a atmosfera. 5
  6. 6. 6
  7. 7. CASO REAL “As cinzas, em regra, são sempre o resultado da combustão de corpos e outros objectos. Por norma, portanto, não nos lembram nada de agradável. Ora a nuvem de cinzas que, há oito dias, bloqueou a circulação de aviões na Europa, com a excepção da Península Ibérica, provocada pela erupção do vulcão Eyjafjallajokull, nos territórios da Islândia, veio, de modo abrupto, evidenciar, em vários aspectos, as muitas fragilidades de toda a Europa.” JN, As cinzas ameaçadoras - 2010-04-22 7
  8. 8. Vídeo 8
  9. 9. 1.2. Sismos Um sismo é um fenómeno natural consequente de uma rotura mais ou menos violenta no interior da crosta terrestre, que consiste na movimentação das placas tectónicas. Este fenómeno provoca tremores de terra que se transmitem a uma área envolvente. Normalmente os sismos devem-se a deslocamentos ao longo de falhas com limites divergentes, conservativos ou convergentes, sendo estes últimos, onde ocorrem sismos mais violentos. 9
  10. 10. CASO REAL “Um sismo com a magnitude de 8,9 na escala aberta de Richter provocou a morte a centenas de pessoas na costa nordeste do Japão. A cidade mais afectada foi Sendai. O forte sismo, o maior em 140 anos, foi seguido de um tsunami que poderá atingir 50 países. O cenário é dantesto.” TVI24, Sismo no Japão: magnitude de 8,9 - 11- 3- 2011 10
  11. 11. Vídeo 11
  12. 12. CASO REAL “ Poderá demorar vários dias até se conhecer o número exacto de vítimas do violento terramoto que devastou a capital do Haiti, Port au Prince. Segundo a Cruz Vermelha Internacional, 3 milhões de pessoas foram afectadas - isso é um terço da população. Milhares podem ter morrido.” Público, 3 milhões de pessoas afectadas no sismo do Haiti – 13-01-2010 12
  13. 13. Vídeo 13
  14. 14. TSUNAMIS Os tsunamis são uma série de ondas ou apenas uma, que ocorrem após perturbações violentas. Os Tsunamis podem ser causados por qualquer distúrbio que desloque uma massa grande de água, por exemplo: um sismo, actividade vulcânica, deslocamento de terra ou um impacto meteorítico. Os tsunamis surgem sempre quando o fundo do mar sofre uma deformação súbita, deslocando verticalmente a massa de água. 14
  15. 15. CASO REAL “No dia 26 de Dezembro de 2004 o mundo acordou com a notícia de uma tragédia. Depois de um abalo de 9,3 na escala de Richter ao largo da ilha de Sumatra, na Indonésia, três ondas gigantes irromperam pelo sudeste asiático e alteraram para sempre a paisagem local. À medida que os dias iam passando, subia o número de vítimas: no final foram contabilizados 230 mil mortos (nove dos quais portugueses) e muitos milhares de desalojados.” Diário de Notícias, Tsunami no sudeste asiático: uma tragédia que causou 230 mil mortes - 03/12/08 15
  16. 16. 2. Dinâmica Externa da Geosfera Devido ao calor irradiado pelo Sol e à energia cinética resultante do impacto meteorítico, a atividade geológica manifesta-se através da erosão das zonas costeiras, dos movimentos em massa, das cheias e de, mesmo em pequena quantidade, impactos meteoríticos. 16
  17. 17. 2.1. Erosão das Zonas Costeiras A erosão costeira é um processo natural que afeta grande parte das praias do mundo e, basicamente, ocorre quando existe maior remoção do que a deposição de sedimentos . Inúmeros são os fatores que causam este desiquilíbrio, tais como tempestades, elevação do nível médio das águas do mar, falta de fonte de sedimentos, correntes paralelas à costa, entre outros. O resultado desse desiquilíbrio é a migração da linha de costa em direção ao continente, e um terreno que, por exemplo, hoje está longe da praia pode, no futuro, ser a praia. 17
  18. 18. CASO REAL “O deslizamento de rochas de uma arriba para a Praia Maria Luísa, em Albufeira, cerca das 11:25 horas, provocou cinco mortos: pai, mãe e duas filhas naturais do Porto e uma senhora de Coimbra. Das duas pessoas acidentadas que deram entrada no Hospital de Faro, um rapaz na casa dos 20 anos, que era namorado de uma das vítimas mortais, apresentando escoriações numa perna, foi submetido a intervenção cirúrgica e encontra-se em recuperação; a outra vítima acabou por falecer. “ Região Sul, Balanço da derrocada na Praia Maria Luísa é de cinco mortos – 22/08/09 18
  19. 19. 2.2. Movimentos em Massa São situações em que se movimenta uma grande massa de materiais sólidos, quase sempre de uma forma brusca e inesperada, ao longo de uma vertente. 19
  20. 20. 20
  21. 21. CASO REAL “Um deslizamento de terra provocado por fortes chuvas matou 14 pessoas e deixou dezenas de desaparecidos no noroeste da Colômbia ontem, segundo a Cruz Vermelha. Cesar Uruena, diretor de resgate da entidade, afirmou que a terra cobriu mais de 14 casas na cidade de Manizales, a 165 quilômetros da capital Bogotá.” Diário do Grande ABC, Deslizamento de terra mata 14 na Colômbia – 06/11/11 21
  22. 22. Vídeo 22
  23. 23. 2.3. Cheias As cheias são fenómenos naturais extremos e temporários, provocados por precipitações moderadas e permanentes ou por precipitações repentinas e de elevada intensidade. Este excesso de precipitação faz aumentar o caudal dos cursos de água, originando o extravase do leito normal e a inundação das margens e áreas circunvizinhas. Nalgumas partes do globo as cheias podem dever-se também ao derretimento de calotes de gelo. 23
  24. 24. CASO REAL “As enchentes que castigam a Tailândia há três meses já mataram pelo menos 224 pessoas, deixaram milhares de desabrigados e colocam em risco tesouros culturais e arqueológicos. Um dos principais é o templo Chai Wattanaram, de 400 anos, na cidade antiga de Ayutthaya. No vizinho Camboja as cheias mataram 164 pessoas.” Jornal da Tarde, Tailândia: cheia espalha morte e alaga tesouros – 04/10/11 24
  25. 25. Vídeo 25
  26. 26. Conclusão Depois de finalizarmos este trabalho, analisámos os resultados com as nossas expectativas iniciais e, assim obtivemos um resultado melhor que o previsto. Desenvolvemos as nossas capacidades de trabalho em grupo, ao mesmo tempo que clarificámos alguns assuntos que servirão de base a matéria estudada posteriormente. 26
  27. 27. Trabalho realizado por ₪ ₪ ₪ ₪ Maria Beatriz Patrícia Gomes Pedro Araújo Tiago Neves Nº17 Nº20 Nº21 Nº23 27

×