II DIVISÃO - ZONA NORTE
10ª Jornada
Padroense Futebol Clube VS Sport Clube de Mirandela
0 - 1
EQUIPA OBSERVADA:
SPORT CLUB...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
1
PLANTEL
NOME PESO (kg) ALTURA (cm) CLUBE ANTERIOR MIN. (2011/12) MIN. (20...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
2
JOGO OBSERVADO
FICHA DE JOGO
Padroense Futebol Clube Sport Clube de Miran...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
3
Organização Estrutural
O SC Mirandela apresentou-se, inicialmente, num 1x...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
4
ORGANIZAÇÃO OFENSIVA
O SC Mirandela tem como primeira referência ofensiva...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
5
ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA
O SC Mirandela joga de forma muito compacta e agres...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
6
Atenção ás faltas rápidas. Se puderem aproveitam desiquilíbvrion adversár...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
7
Canto ofensivo
Batem para dentro; Califa (20) ou Pedro Borges (5) batem. ...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
8
Livre lateral defensivo
Vídeo 6;
OUTROS ASPETOS
Possuo vídeos de penaltis...
Grupo Desportivo de Chaves
Bruno Batista Alves
9
JOGO VS VILAVERDENSE (FORA)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mirandela

248 visualizações

Publicada em

Observação futebol

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
248
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mirandela

  1. 1. II DIVISÃO - ZONA NORTE 10ª Jornada Padroense Futebol Clube VS Sport Clube de Mirandela 0 - 1 EQUIPA OBSERVADA: SPORT CLUBE DE MIRANDELA
  2. 2. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 1 PLANTEL NOME PESO (kg) ALTURA (cm) CLUBE ANTERIOR MIN. (2011/12) MIN. (2012/13) GUARDA-REDES MANU (1) 70 185 Mirandela 631 0 PEDRO FERNANDES (25) 78 184 Macedo de Cavaleiros 1385 900 RICHARD (24) 82 186 Sousense 0 0 DEFESAS DANILO (2) 68 173 Chaves 1886 706 FILIPE (14) 71 177 Vila real 2120 648 CALIFO (20) 74 180 Penalva do Castelo 2281 435 KATALIN (27) 69 173 Trofense 0 11 CORUNHA (6) 83 186 Macedo de Cavaleiros 2860 867 RONDINELE (31) 83 185 Mirandela 1080 183 ADRIANO (19) 75 183 Macedo de Cavaleiros 900 429 MÉDIOS RUI LOPES (8) 70 173 Mirandela 912 605 GIL (28) --- --- 1º Dezembro 1700 24 ALPHONSE (4) 70 178 Chaves (Juniores) --- 878 PEDRO BORGES (10) 77 180 Mirandela 631 805 TONINHO (5) 68 175 Oliveira de Frades 1135 715 BILLA (15) --- --- Atlético de Reguengos 803 362 AVANÇADOS LEANDRO (9) 73 189 Boavista 982 885 INZAGHI (11) 72 178 Atlético de Reguengos 997 163 LUCAS (18) 80 192 Nacional (Juniores) --- 228 JOÃO MARCOS (30) --- --- Alpendorada 227 0 TELMO (80) --- --- Progresso --- 2 NANI (7) 70 180 Rebordosa 1372 576
  3. 3. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 2 JOGO OBSERVADO FICHA DE JOGO Padroense Futebol Clube Sport Clube de Mirandela Nº NOME Sub Golo Nº NOME Sub Golo 1 Marco 25 Pedro Fernandes 4 Armando 14 Filipe 5 Vítor Lobo 19 Adriano 6 Manuel Cordeiro 6 Corunha 7 Nuno Paulo 53´ 20 Califa 8 João Amaral 62’ 4 Alphonse 9 Areias 7 Nani 45´ 11 Fabú 82´ 10 Pedro Borges 82´ 14 Chico 5 Toninho 16 Davi 17 Inzaghi 65´ 20 Vinícius 9 Leandro 89´ 12 Moreira 24 Richard 2 Pedro 31 Rondinelle 10 Mário Costa 62´ 27 Katalin 15 Mário Jorge 53´ 15 Billa 82´ 17 Paulinho 82´ 8 Rui Lopes 45´ 23 Gazela 28 Gil do Rosário 25 Ricardo 18 Lucas 65´ T Augusto Mata T Vítor Maças
  4. 4. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 3 Organização Estrutural O SC Mirandela apresentou-se, inicialmente, num 1x4x3x3, com um meio campo com um pivot defensivo (Alphonse 4) e dois médios interiores (Pedro Borges 10; Toninho 5) que jogam mais de forma posicional. Toninho (5) faz algumas diagonais para o lado direito. Os alas não trocaram de posição ao longo do jogo. Ambos jogam do lado do ”pé forte”. Leandro (9) é bastante móvel e é primeira referência na construção do ataque. A primeira substituição (saída de Nani 7 por lesão e entrada de Rui Lopes 8) não implicou nenhuma alteração estrutural. Rui Lopes (8) ocupou posição de Pedro Borges (10) e este foi para ala esquerdo. A segunda alteração implicou uma mudança estrutural. Com entrada de Lucas (18) por Inzaghi (11) o Mirandela passou a organizar-se num 1x4x1x3x2, com a colocação de Lucas (18) e Leandro (9) na frente com bastante mobilidade, apoiados por três médios (dois alas e um médio centro). A terceira substituição implicou apenas alteração posicional (Rui lopes 8) passou para ala esquerdo e Billa (15) entrou para ala direito.
  5. 5. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 4 ORGANIZAÇÃO OFENSIVA O SC Mirandela tem como primeira referência ofensiva Leandro (9) que procura sobretudo “pentear” a bola para entrada dos alas Inzaghi (11) e Nani (7) entre os centrais e laterais contrários ou controlar bola e “rodar” sobre os central para procurar falta. Leandro (9) é bastante móvel e cai com alguma frequência sobre as alas. Se não forem pressionados saem a jogar pelos centrais que optam sobretudo por jogar nos laterais (mais jogo pelo lado direito Filipe 14). Filipe (14) se pressionado perde muitas bolas. Inzaghi (17) procura muitas vezes o espaço central para criar espaço de penetração para Filipe (14) ou de Toninho (5) em diagonal. Nani (7) procura mais receber bola no espaço ou jogo 1x1 com defesa. Procura sobretudo a linha de fundo para cruzar. Pedro Borges (10) é mais posicional. A alteração da estrutura não altera muito a dinâmica da equipa. Lucas como joga próximo de Leandro (9) procura sobretudo segundas bolas. Lucas (18) descai muito sobre a ala esquerdo e procura 1x1, para dentro, para depois rematar. Toninho (5) procura muitas vezes a diagonal para a direita.
  6. 6. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 5 ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA O SC Mirandela joga de forma muito compacta e agressiva de forma positiva. São bastante solidários neste instante. Organizam-se em dois blocos. Defesas + médios jogam sempre atrás da linha da bola e fica Leandro (9) como referência de transição ofensiva. Leandro apenas pressiona na primeira fase de construção da equipa adversária. Os alas (Inzaghi 17 e Nani 7) apoiam muito os laterais no processo defensivo, jogando muitas vezes próximo deles. Os laterais Filipe (14) e Califa (20) defendem muito próximo dos centrais, deixando muito espaço lateral aberto. Este espaço pode ser aproveitado sobretudo com mudanças rápidas de flanco de jogo, diagonais dos médios interiores e cruzamentos ao segundo poste. No jogo com Varzim fizeram muitas vezes fora de jogo. Califa (20) tem dificuldades em 1x1 (aproveitar) e já fez penalties nesta situação (Ingénuo). Alphonse (4) é bastante agressivo e por vezes acompanha o adversário, deixando um espaço entre central e médios que pode ser aproveitado. Quando jogam com dois avançados, por vezes, estes descaem para as alas para não permitirem saída pelos laterais. Neste caso, Pedro Borges (5) pressiona quando bola entra nos médios e por vezes sai a pressionar centrais.
  7. 7. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 6 Atenção ás faltas rápidas. Se puderem aproveitam desiquilíbvrion adversário. Principalmente Alphonse (4). Existe muito a preocupação em ganhar faltas próximas da área. Qualquer toque perto desta zona, caem. Mudança rápida de atitude. A referência em transição é Leandro (9). Recebe de costas à espera da entrada dos médios e alas ou “roda” e faz 1x1. Procura muito faltas. Ao mínimo toque cai. Por vezes, também saem em bola longa em Nani (7) ou Billa (15 Lance do penalty) que pede bola no espaço ou no pé na procura do 1x1. Em situação de dois avançados na frente, jogam sobretudo nas alas onde estão Lucas (15) ou Leandro (9). Lucas procura sobretudo finta curta para dentro e remate cruzado. Reagem rápido á perca de bola. Fazem faltas táticas para aparar contra ataque adversário. Explorar lado esquerdo da defesa, lento a recuperar, e espaço entre central e médios devido envolvimento de Alphonse (4). Livre frontal ofensivo Dois jogadores próximos da bola (Corunha e Toninho). Dois jogadores a importunar barreira. 3 jogadores na área. Alphonse (4) para segundas bolas. Livre longe (inzagi 17 penteia a bola para trás.) Vídeo 1; Vídeo 4; TRANSIÇÃO DEFESA-ATAQUE TRANSIÇÃO ATAQUE-DEFESA BOLAS PARADAS
  8. 8. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 7 Canto ofensivo Batem para dentro; Califa (20) ou Pedro Borges (5) batem. Atrás ficam Filipe (14); Alphonse (4) e Nani (7) . Califa se não bate fica atrás. Vai na área: Leandro (9); Corunha (6); Inzaghi (17); Adriano (19). Para segundas bolas (Pedro Borges 5) Vídeo 3; Vídeo 9; Canto defensivo Defendem zona. Um poste (lateral) , dois entrada da área (Pedro Borges 10 e Toninho 5) e um na frente (Inzaghi 17). Outros dentro da área/fazem zona. (centrais, lateral que não esta no poste, Nani; Alphonse; Leandro). Vídeo 1; Vídeo 6; Vídeo 10; Vídeo 11;
  9. 9. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 8 Livre lateral defensivo Vídeo 6; OUTROS ASPETOS Possuo vídeos de penaltis. O penalty do jogo por Leandro (9) foi batido para o lado cento/esquerdo do Gr, a meia altura. Nani (7) saiu lesionado (lesão muscular). A equipa que jogou nos dois jogos anteriores. JOGO VS VIZELA (CASA)
  10. 10. Grupo Desportivo de Chaves Bruno Batista Alves 9 JOGO VS VILAVERDENSE (FORA)

×