Resumo de cordados 4⺠arquivo

1.474 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.474
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo de cordados 4⺠arquivo

  1. 1. FILOGENIA - CORDADOS – CIÊNCIAS DA NATUREZA UROCORDADOS CEFALOCORDADOS CICLÓSTOMOS PEIXES ANFÍBIOS RÉPTEIS AVES MAMÍFEROSCaracterísticas Gerais Pluricelulares Pluricelulares Pluricelulares Pluricelulares Pluricelulares Pluricelulares Pluricelulares Pluricelulares Heterótrofos Heterótrofos Heterótrofos Heterótrofos Heterótrofos Heterótrofos Heterótrofos Heterótrofos Celomados Celomados Celomados Celomados Celomados Celomados Celomados Celomados Deuterostômios Deuterostômios Deuterostômios Deuterostômios Deuterostômios Deuterostômios Deuterostômios Deuterostômios Aeróbios Aeróbios Aeróbios Aeróbios. Aeróbios Aeróbios Aeróbios Aeróbios Adultos fixos Larvas móveisHabitat e Exemplos Habitat: todos aquáticos Habitat: todos aquáticos – Habitat: água doce e mari- Habitat: aquáticos Habitat: terrestre e aquáti- Habitat: terrestre e aquático Habitat: terrestre. Habitat: terrestre e (marinhos). marinhos. nhos. Condricties (marinho) co de água doce. (marinho e de água doce). aquático (marinho e água Osteíties (marinhos e água Exemplos: Avestruz, Sabiá, doce) Exemplo: Ascídia Exemplo: Anfioxo Exemplos: Lampréias e doce). Exemplos: Sapo, Rã, Pere- Exemplos: Jacaré, Crocodi- Pombo. Feiticeiras (Peixe-bruxa) Exemplos: Condricties (Tu- reca, Cobra-cega, Salaman lo, Lagarto, Tartaruga, Co- Exemplos: Elefante, Ho- barão e Arraia) – Osteícties dra, etc. bra, etc. mem, Baleia, Peixe-boi, (bagre - sardinha) Morcego, etc.Tegumento Corpo revestido pela túnica Fino capaz de permitir as Fina, sem escamas e com Condricties: com escamas Liso, sem escamas. Pele seca, sem glândulas Pele seca, fina e elástica. Parte da pele recoberta o que confere a eles o nome trocas gasosas com a água. glândulas mucosas. epidérmicas. mucosas. Placas córneas Apresentam penas e bico por pelos. de tunicados Osteícties: com escamas Os sapos apresentam glân- (jacarés e crocodilos). Ca- córneo. Apresentam glândulas ma- dérmicas e com cromatófo- dulas paratóides (glândula rapaça e plastrão (tartaru- Escamas epidérmicas nos márias. ros. de veneno). gas). Escamas (cobras e pés. lagartos)Esqueleto Notocorda durante a fase Notocorda forte e flexível. Notocorda e dá sustentação Condricties: esqueleto carti- Ósseo Ósseo Ósseo (ossos ocos para Ósseo larval. ao corpo. laginoso facilitar o vôo) Esqueleto cartilaginoso. Osteícties: esqueleto ósseo
  2. 2. Sistema Digestório Incompleto. Completo (boca, faringe, Completo. A boca (com Nos Condricties: Completo. Iniciando pela Completo. Iniciando pela Completo. Inicia na boca Completo (exceto o ornitor- São filtradores e alimentam- intestino e ânus). ventosas e dentes) comuni- Completo (boca, faringe, es boca sem dentes com lín boca com dentes (com fun- com bico adaptado ao hábi- rinco e a éqdina com bico se do plâncton filtrado. Alimentam-se do plâncton ca-se com uma faringe bi- tômago, intestino e cloaca). gua protrátil e pegajosa e ções diversas) e terminando to alimentar, sem dentes e e cloaca) iniciando pela filtrado. furcada e esta com o esô- Boca ventral com fileiras de finalizando em cloaca (Bol em cloaca. finaliza na cloaca. bo- fago. dentes. sa onde convergem as por ca (com lábios, dentes e O intestino possui vávulas Língua presa no assoalho ções terminais dos sistemas O fígado e o pâncreas auxi- O papo é o esôfago dilata- glândulas salivares) e espirais (tiflossoles). bucal. digestório, urinário e genital, liam na digestão química. do e tem funções de arma- termi O fígado auxilia na disges- No intestino há válvulas es- que se abre para o exterior zenar, umedecer e amole- nando com o ânus. tão química. pirais. por um orifício único). As cobras podem desarticu cer o alimento. As Lampréias são parasitas Figado, vesícula biliar e pân lar os ossos da mandíbula e O fígado, pâncreas e vesí- de peixes, sugando os teci- creas auxiliam na digestão O fígado e o pâncreas auxi- dilatar o estômago e assim O proventrículo ou estôma- cula biliar auxiliam na di- dos e o sangue levando-os química. liam na digestão química. engolir presas maiores que go químico contém enzimas. gestão química. à morte. Nos Osteícties: a sua cabeça. As Feiticeiras, comem inver Completo. A boca é terminal Alimentam-se de peixes, in- A moela é onde o alimento Herbívoros: alimentam-se tebrados e peixes mortos. os dentes são cônicos e fi- setos, moluscos, aracní- As cobras usam os dentes é triturado mecânicamente de plantas. Penetram em peixes debili- xos, inseridos nas mandíbu- deos e anelídeos. A cobra- para prender as vítimas. (pequenas pedras engoli- Carnívoros: alimentam-se tados pelas brânquias ou pe las. O intestino apresenta ce cega é canibal. das auxiliam na trituração). de animais. lo ânus, matando-os. cos pilóricos e termina em As cobras peçonhentas pos- Onívoros: alimentam de ânus. O fígado auxilia na di- suem presas capazes de in As aves podem ser frugívo- animais e plantas. gestão química. jetar o veneno (produzido ras, nectarívoras, onívoras, em glândulas na parte supe carnívoras, insetívoras e rior da cabeça). granívoras. As trocas respiratórias se As trocas gasosas ocorrem Branquial. As branquias Branquial. Branquial – Cutânea – Pul- Pulmonar. Pulmonar. Apresentam dois Pulmonar. Composto por dá por fendas faríngeas. nas fendas branquiais. recebem o sangue venoso monar. Nas cobras o pulmão es- pulmões sem alvéolos. dois pulmões formados por do coração. A água entra Nos Condricties: a água No estágio larval a respira- querdo é atrofiado. As aves canoras apresen- alvéolos onde ocorre a pelas fendas branquiais entra pela boca, passa por ção é branquial e no estado tam a siringe na bifurcação hematose. externas, pela boca ou cinco pares de fendas adulto é pulmonar e cutâ- da traquéia. pelas narinas e realizam as branquiais e sai do animal nea.Sistema Respiratório trocas gasosas. Os gases por um par de espiráculos. ligam-se à hemoglobina. Nos Osteícties: São quatro pares de brânquias, protegidas pelos opérculos. A água entra pela boca e sai pelos opérculos.Sistema Circulatório Aberto. O sangue circula ora Aberto. A circulação é Simples e A circulação é Simples e A circulação é Dupla e In- A circulação é Dupla e A circulação é Completa e A circulação é Completa e no interior de vasos ora em Completa. Completa. completa. Incompleta. Fechada. Fechada. lacunas fora deles, daí O coração apresenta duas O coração apresenta duas O coração apresenta qua- também chamada de lacu- câmaras (átrio e ventrícu- câmaras (átrio e ventrículo) O coração apresenta três tro câmaras (dois átrios e O coração apresenta quatro O coração apresenta nar. lo) por onde passa o san- por onde passa o sangue câmaras (dois átrios e um dois ventrículos). Os ventrí câmaras (dois átrios e dois quatro câmaras (dois átrios gue venoso que é bombea venoso que é bombeado ventrículo). Recebe o san- culos não são completa- ventrículos). e dois ventrículos). do para as brânquias onde para as brânquias onde é gue arterial dos pulmões e mente separados. é oxigenado e distribuído oxigenado e distribuído para venoso dos tecidos e mistu- Nos crocodilianos os ven- Os ventrículos são comple- Os ventrículos são comple- para todo corpo e retorna todo corpo e retorna ao cora ra no ventrículo. trículos estão completa- tamente separados e não tamente separados e não ao coração. ção. mente separados mas o há mistura de sangue. há mistura de sangue. No sangue estão hemácias O sangue misturado sai do sangue se mistura no forâ- ovais, nucleadas e com ventrículo pela artéria aorta me de panizza. As hemácias são hemoglobina. em direção aos tecidos e discoidais, aos pulmões. bicôncavas e anucleadas com hemoglobina.
  3. 3. Sistema Excretor As excretas são eliminadas Formado por rins Protone- Formado por rins Mesone- Formado por rins Mesone- Formado por rins Mesone- Formado por rins Metane- Formado por rins Metane- Formado por rins Metane- diretamente na água que fros com células-flama aber fros (rins de transição consti fros. fros ligados por ureteres à fros (formados por gloméru fros. fros, ureteres, bexiga sai do corpo do animal pelo tas para o celoma. tuídos por células-flama e bexiga que está ligada à los que são novelos de capi uriná- sifão exalante. glomérulos) ou Protonefros. Nos Condricties recolhem cloaca. lares) no abdomen. A maioria não tem bexiga ria e uretra, que se abre O principal produto de excre uréia e amônia do sangue e Em alguns lagartos, crocodi Urinária e os ureteres para o exterior. ção é a amônia. eliminam-as na cloaca. O produto de excreção no los e serpentes a bexiga é abrem-se na cloaca. Apresentam ainda uma glân estágio larval é a amônia e ausente e os ureteres ligam- O principal produto de ex- O principal produto de dula retal que remove o ex- no adulto é a uréia. se à cloaca. creção é o ácido úrico. excreção é a uréia. cesso de sal. O principal pro O principal produto de excre duto de excreção é a uréia. ção é o ácido úrico. As aves marinhas apresen- tam as glândulas de sal Nos Osteícties há a presen- acima da órbita de cada ça de bexiga urinária. O prin olho, que eliminam o exces- cipal produto de excreção é so de sal ingerido com os a amônia. alimentos.Sistema Nervoso Cordão nervoso presente Apresentam um cordão ner- Composto por encéfalo de Composto por encéfalo de Composto por encéfalo com Composto por encéfalo com Composto por encéfalo com Composto de cérebro de apenas na larva. voso dorsal, com a extremi- onde saem dez pares de onde saem dez pares de dez pares de nervos crania- doze pares de nervos crania doze pares de nervos cra- onde saem doze pares de No adulto apresentam gân- dade anterior diferenciada nervos e medula. nervos cranianos. nos e medula espinhal com nos e medula espinhal de nianos e medula espinhal de nervos cranianos e de glios e glândula neuronal. (não formando cérebro) e nervos espinhais ou raquia- onde saem nervos raquia- onde saem vários pares de medula espinhal com nervos paralelos segmenta- nos. nos. nervos raquianos. nervos raquianos. dos com raízes dorsais e ventrais que se estendem dentro dos tecidos.Sistema Sensorial Não apresentam nenhum Não apresentam nenhum Olhos Olhos Olhos (com boa visão) Narinas com epitélio olfativo. Olhos (dão noção de Olhos (dão noção de órgão sensitivo elaborado. órgão sensitivo elaborado. Ouvido interno (equilíbrio) Termoreceptores Tato (em toda superfície do Órgãos de Jacobson com profundidade e cor) profundidade e cor) São sensíveis à luz e aos Linha lateral (sensível a Linha lateral corpo) função olfativa. Audição desenvolvida Olfato, tato, audição e estímulos químicos e táteis. variações de pressão e Ouvido interno Olfato (pelas narinas e Fossetas loreais (variações Endotérmicos (mantém a paladar são bons movimento da água) Ectotermos órgãos de Jacobson, no teto de calor também no escuro) temperatura do corpo em Endotérmicos Células táteis na epiderme da cavidade nasal) Ouvido médio e tímpano. 41ºC. Botões gustativos na língua. Membrana nictitante. As larvas apresentam linha Glândulas lacrimais. lateral Pálpebras. Heterotermos Heterotermos.
  4. 4. Reprodução Monóicos. Dióicos. Dióicos. Dióicos. Dióicos. Dióicos. Dióicos. Dióicos. Fecundação interna. Fecundação externa. Fecundação externa. Fecundação interna e desen Desenvolvimento indireto Fecundação interna. Fecundação interna. Fecundação interna. Desenvolvimento indireto Desenvolvimento indireto Desenvolvimento direto volimento direto nos Con- (larva girino). Desenvolvimento direto. Desenvolvimento direto. Desenvolvimento direto. (fase larval). (fase larval). (feiticeiras) e indireto dricties. Ovos sem casca. Ovíparos (maioria) enterran Ovíparos (o embrião desen (lampréias). Fecundação externa (Anu- do ovos no solo. volve-se dentro do ovo com Os Prototheria ou Monotre- Larva amocetes. Fecundação externa e de- ros) com cópula. Ovovivíparos (alguns). casca e incubado em ni- mados são ovíparos (sem senvolvimento indireto nos Fecundação interna (Apoda Machos fecundam as fê- nhos). placenta). Osteicties (larva alevino). e Caudata) com ou sem meas com o pênis, nas co- O acasalamento ocorre cópula. bras este é bifurcado (hemi- após um período de corte. Os Metatheria ou Marsu- pênis). piais são vivíparos (a pla- centa é rudimentar) o em- brião termina o desenvolvi- mento no marsúpio. Os Eutheria são vivíparos (a placenta é completa) o em- brião desenvolve-se comple tamente no útero). O embrião pela placenta recebe nutrientes e elimina as excretas.

×